1. Spirit Fanfics >
  2. The Twins >
  3. Decisions

História The Twins - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Decisions


Fanfic / Fanfiction The Twins - Capítulo 10 - Decisions

Por. Jasmim


Acordei cedo como todos os dias e olhei pra cama encontrando Henry dormindo agarrado em Sia, me levantei devagar e peguei minha toalha que estava estendida em uma cadeira na sacada. Fui até minha mala e peguei uma roupa limpa, uma calça Jean’s azul clarinho e uma blusa de manga branca com alguns detalhes de outras cores, sem contar com com o sutiã e calcinha. Entrei no banheiro com tudo na mão e coloquei em cima da pequena cômoda, tirei minha roupa suja e escovei meus dentes. Meu banho foi um pouco demorado por ter que lava a cabeça, sair já toda arrumada e a única coisa que faltava era calçar meus tênis. Sia já estava acordada e tomada banho, ela vestindo uma roupa bem casual e que não chama muita atenção.

– Bom dia meu amor! – Sia desejou se aproximando ao me sentar em uma cadeira do quarto, ganhei um beijo na testa e sorri em sua direção. – Dormiu bem?

– Bom dia, eu dormir muito bem. – Respondi amarrando meu primeiro tênis e meu irmão acordou se levantando da cama, ele me desejou “bom dia" por pensamento e entrou no banheiro com sua toalha. – Ele lhe desejou bom dia, né?!

– Sim, isso ainda é um pouco estranho pra mim. – Sia respondeu se sentando ao meu lado pra calçar seus tênis, me levantei pra pegar meu perfume e espirei um pouco no meu pescoço. – O celular de vocês devem está carregado e pronto pra uso, não se esqueça de fazer uma senha!

– Pode deixar, mas mudando de assunto, onde nós vamos primeiro? – Perguntei curiosa me levantando e indo pegar meu celular, coloquei a película 5d e a capa no Mickey preta. – Obrigaso por ter comprado o celular e o computador pra cada um.

– Não tem de quer, nós iremos primeiro no cartório trocar suas identidades e de lá iremos a sua escola conversa com a diretora pra pedir suas transferências e ver como vai ficar com sua treinadora! – Sia respondeu distraída no celular e eu concordei com a cabeça, estava vendo uma conta familiar no aplicativo de música, mas cada um tinha seu perfil individual. – Como vocês querem que fique o nome de vocês? Meu último sobrenome é Furler.

– Jasmim Sofia Chirichella Furler, assim temos o seu sobrenome e o da nossa mãe biologica. – Respondi sorrindo e confesso que gostei de como ficou bom de se ouvir, Sia me olho orgulhosa e sorriu concordando. – Afinal uma me teve e agora, outra vai terminar de me criar e me dar amor!

– Todo amor do mundo, Little Bear. – Sia falou se levantando e abriu seus braços, me levantei e fui em sua direção pra lhe abraçar.

– Opa! Eu também quero abraço! – Henry falou animado e sentimos seu corpo junto ao nosso, ele estava cheiroso.

Henry estava vestido todo de preto, as eu acho que as pessoas pensam que somos roqueiros ou depressivos, pois amamos andar de preto. Ele foi pegar seu celular e juntos saímos do quarto, Josh Schwartz estava esperando a gente. Descemos os quatro de elevador e andamos até a área que servem o café da manhã, eu peguei um copo de achocolatado com pão com manteiga e comir em silêncio.

– Eu vou acompanhar vocês só até ao cartório e de lá seguem sozinhos, tenho outro problemas pra resolver e não vou poder fazer companhia. – Josh avisou enquanto esperávamos o carro e Sia concordou, ele parecia ser alguém de confiança pra loira.

– Eu posso resolver as coisas da escola deles sozinha, não se preocupe! – Sia falou confiante e com um sorriso bem humorado, o carro chegou e entramos nele.

Peguei meu celular e o fone de ouvido, coloquei na playlist da Taylor Swift e deixei tocar aleatoriamente. Começou a tocar uma música dela e eu aí olhando o caminho pela janela do carro, Sia conversava com Josh sobre algo e meu irmão via algo em seu celular.

– Você conhece a Taylor Swift? – Perguntei a loira e todos no carro me olharam, nós estávamos em silêncio e cada um preso em seu próprio pensamento.

– Já falei com ela em algumas premiações, mas não somos tão próximas e pelo pouco que troquei de palavras, ela me parece legal! – Sia respondeu olhando pela janela e eu concordei em silêncio, ela se virou pra trás e me olhou sorrindo. – Por que da pergunta?

– Swift é crush master dela. – Henry deu com as linguas no dente e riu da minha cara, dei um soco forte em seu ombro e ele parou de rir pra dar lugar a uma careta de dor. – Isso doeu!

– Seu dedo duro! – Acusei emburada e cruzei meus braços, Henry riu fraquinho e eu lhe olhei sapeca. – Se for por isso, você tem um precipício pela Selena!

– Podem parar os dois! – Sia mandou ao ver que Henry vinha me bater, ela separou colocando a mão no meio e isso nos parou. – Encerrou o assunto, nós já chegamos e não quero ver os dois brigando!

– Desculpa. – Pedi baixinho e meu irmão fez o mesmo envergonhado, Josh estacionou o carro e saímos dele com a cantora. – Vai demorar?

– Não, pelo que me informaram esse cartório não dá praticamente ninguém! – Josh respondeu abrindo a porta com as mãos e nos deu passagem, entrei no prédio e realmente só havia duas pessoas que já estavam sendo atendidas.

Josh foi até um atendente livre com Sia e nos sentamos em uma das cadeiras livres, peguei meu celular e coloquei em um jogo de fazer hambúrgueres. Henry foi chamado primeiro e ele estava assinando algo, Sia fez sinal pra mim ir até lá e eu me levantei ao ver meu irmão voltar ao seu lugar.

– Você vai assinar seu nome completo de acordo com sua nova identidade e em seguida olhar pra essa câmera, vamos tirar um foto para colocar na carteira. – O rapaz me instruiu e eu concordei, assinei meu novo nome completo e olhei pra câmera dando um sorriso de lado. – Prontinho, agora é só aguarda 3 minutinho e já fica prontos todos os documentos novos!

– Muito obrigado. – Sia agradeceu e voltamos a nos sentar nas cadeiras, apoei minha costa na loira e ela me abraçou com carinho. – Deixa eu ouvir o que está escutando?!

Dei um dos lados dos meus fones e a loira colocou em seu ouvido, ia começar uma nova música e eu iria ouvir pela primeira vez. Começou a tocar Friends dos Justin Bieber e não resistir em começar a cantar, Sia brincou me empurrando de vagar com o ombro e isso tirou uma risada de Henry.

– Desculpa interromper vocês, mas eu preciso ver um cliente que se meteu em uma confusão... – Josh falou apressado e Sia concordou preocupada, ele recolheu sua pasta e deu tchau pra gente com a mão. – Você só precisa pegar os documentos, eu provavelmente vá ficar mais um dia aqui e por isso não precisa fechar a conta do hotel!

– Tá bom, boa sorte com seu cliente! – Sia desejou de longe e ele concordou antes de sair pela porta, nossa chave do carro estava com a gente e com certeza o advogado vai pegar um táxi.

Josh nem bem saiu e chamaram pelo nome da nossa nova mãe e Sia foi até o rapaz, ela voltou com uns papéis na mão e nos chamou com a mão. Saímos do pequeno prédio e fomos até o carro, sentei no banco do carona e esperei os dois entrarem. Sia ligou o carro e eu aproveitei pra ligar o som, ele conectou direto com o celular da loira e eu não me importei deixando tocar aleatório. Fomos caminho todo em silêncio gostoso e volta meia Henry falava de alguém engraçado ao passarmos no sinal e isso nos tirava risadas.

– É aqui? – Sia perguntou ao pararmos em frente à nossa escola, concordamos com a cabeça e tirei meu sinto pra sair do carro.

– A essa hora os corredores devem esta vazios, pois todos estão em aulas. – Comentei entrando no colégio e dei de cara com o corredor vazio, Sia andava na frente olhando tudo com atenção e curiosidade, isso até ela parar no mural de troféus da escola. – Essa são as vitórias que a escola em todo ano de funcionamento conseguiu!

– Cadê as vitórias que vocês conseguiram? – Perguntou se aproximando do vidro e procurando, Henry se aproximou de seu corpo e apontou pra onde estavam. – Henry Chirichella : pentacampeão o sub-15 de swimming mundial, estadual e colegial e bicampeão em basketball; Jasmim Chirichella : pentacampeã em swimming em mundiais, estaduais e colegiais e bicampeã em volleyball.

– Começamos a competir como titulares na oitava série, esse seria nosso segundo ano representando a escola em campeonatos! – Falei me afastando um pouco e apontei pra outro troféu, mas dessa vez são os acadêmicos. – Foi o mesmo ano que passamos a competir em olimpíadas de matemática, química, física e biologia.

– Nossa! – Sia falou surpresa e se aproximou mais do vidro, eu acho que era pra ver melhor as fotos dos dias em que recebemos as medalhas. – Você são muito inteligentes e esforçados, estou orgulhosa de ter filhos como vocês em minha vida!

– Obrigado, nós não fizemos mais do que nossa obrigação. – Henry e eu falamos ao mesmo tempo e os dois estávamos vermelhos de vergonha, Sia sorriu vindo nos abraçar e dar um beijo em nossa bochecha.(claro que pra isso ela teve que ficar na ponta do pé!)

– Agora vamos até a sala da diretora bears! – Sia falou sorrindo e nos concordamos lhe guiando na direção correta, a loira foi olhando tudo o caminho toda e entrou na pequana sala da secretaria da diretora. – Bom dia senhorita, eu gostaria de falar com a diretora da instituição!

– Como quiser, mas preciso do seu nome e os dos seus filhos pra poder lhe anunciar a Sra. Martins. – Marisa falou simpatica e sorriu em nossa direção, Henry se envergonhou e eu dei um cthauzinho com a mão.

– Sia Furler, sou mãe de Jasmim Chirichella e Henrique Chirichella. – Sia respondeu com muito orgulho, tanto que eu sentir suas emoções sem tentar e isso me tirou um sorris antes de de lhe abraçar mais apertado.

– Sra. Martins, a Sra. Furler deseja falar com a senhora... – Marisa falou pelo tefone e aguardou resposta, ela sorriu em nossa direção e continuou. – Ela é mãe dos gêmeos Chirichella! Ok.... podem entrar!

– Obrigado. – Sia agradeceu sorrindo e me puxou junto ao seu corpo pra dentro da sala, Henry se aproximou pra entrar junto e vimos nossa diretora sentada em sua cadeira. – Bom dia Sra Martim, obrigado por nos disponibilizar um tempo de sua agenda!

– Não há de que, confesso que estou curiosa! – Poliana falou sorrindo e indicou as cadeira em sua frente a loira, Sia pediu licença antes de se sentar e nós fomos no sentar no pequeno sofá da sala. – Até onde sei, os gêmeos Chirichella são órfãs!

– Isso mesmo, eles eram órfãs até dois dias atrás quando ainda não tinha ganhado a guarda deles. – Sia respondeu orgulhosa e nos olhou carinhosa, sorrimos ao mesmo tempo e um sentimento está crescendo em meu coração por essa mulher. – Eu vim aqui pedir sua ajuda.

– Isso é uma ótima notícia, os gêmeos são os melhores alunos da minha instituição! – Poliana falou nos olhando e ficamos orgulhosa de nos mesmo, ela voltou a olhar pra loira em sua frente. – Em que posso lhe ajudar?

– Eu moro e trabalho em Los Angeles, eu gostaria que você me desse a papelada escolar pra matricular eles em uma escola em minha cidade. – Sia explicou e vi que Poliana ficou triste com a notícia, afinal traziamos visibilidade pra escolar ao ganhar competições. – Tem como você me ajudar?

– Claro, eu vou providenciar agora mesmo isso pra senhora! – Poliana respondeu seria e pegou o telefone do gancho, eu acho que era pra telefonar pra secretaria do colégio e pedir pra eles providenciariam nossa papelada. – Em quanto resolvo esse assunto, eu surgiro que vá procurar as técnicas dos seus filhos...

– Farei isso agora, muito obrigado por sua ajuda! – Sia falou animada e Poliana concordou sorrindo, pedimos licença e nos retiramos da sala. – Agora me levem ao ginásio onde fica a treinadora de vocês!

No caminho até onde fica os ginásios, Sia nos perguntou o nome das nossas treinadora e entramos primeiro no de vôlei, mas pra nossa surpesa Gabriele e Melissa estava juntas na sala conversando. Sia bateu na porta de leve pra chamar suas atenções e elas nos olharam confusa, ainda mais por nos verem atrás da loira.

– Bom dia, eu gostaria de falar com a Gabriele ou com a Melissa. – Sia pediu educada e as duas lhe olharam curiosa, Gabriele fez sinal pra loira entrar e Melissa se sentou em uma cadeira proxima a da morena.

– Eu sou Melissa e essa é a Gabriele. – Mel apontou pra si e em seguida pra Gaby, a loira apertou a mão da duas sorrindo e falou seu nome. – O que deseja falar com a gente?

Sia explicou tudo as duas treinadoras e vi que elas foram triste, mas ao mesmo tempo felizes com a notícia que fomos adotados e teríamos uma família. As três mais velhas pensavam em uma maneira de não deixa que deixássemos de treinar com as duas, mas nada batia ou parecia dar certo.

– Quanto vocês recebem como professora daqui? – Sia perguntou pensativa e isso trouxe a atenção das duas pra si, Henry me olhou confuso e eu dei de ombros mostrando que estou tão confusa quanto ele.

– U$15.000, mas vale refeição. – Gaby respondeu confusa e olhou pra Mel, ela confirmou com a cabeça e olharam pra loira. – Por que?

– Eu pago o salário de vocês e dou o vale refeição pra vocês, sem contar com um lugar pra morar. – Sia propôs animada e olhamos pra ela como se fosse louca, afinal nunca esperávamos uma proposta dessa. – Vai bom pra todos, pois vocês podem ficar de olho neles quando estiver em turnê pelo mundo.

– Você é cantora? – Mel perguntou surpresa e a loira concordou sorrindo, elas se olharam pensativa e nos olharam. – Onde iríamos treinar eles?

– Recentemente, eu comprei um terreno do lado de casa no condomio onde moro e não me pergunte o que ia fazer! – Sia falou envergonhada e nos concordamos levantando as mãos em rendição, ela sorriu nos olhando e voltou a se virar as duas mais velhas. – Posso mandar fazer um centro de treinamento ali pra eles, mas enquanto não fica pronto, vocês podem pedir pra treinar eles na escola deles. Aceitam?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...