História The Ugly Side Of Love - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Olivia Holt
Personagens Justin Bieber, Olivia Holt
Tags Justin Bieber, Olivia Holt, Romance
Visualizações 49
Palavras 753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!!

Capítulo 10 - Capítulo Dez


JUSTIN

Seis anos antes

Chris sabe.
Eu tive que dizer para ele. Depois da primeira semana de escola, ele sabia
Que tudo se tornou Selena.
Selena sabe que Chris sabe. Selena sabe que ele não
Vai dizer nada.
Eu dei meu quarto pra Selena quando ela se mudou, e fiquei com
O quarto de hóspedes. Meu quarto é o único que tem
Banheiro próprio. Eu quero que ela tenha o melhor quarto.
— Você quer essa caixa aqui? — Chris pergunta pra Selena.
Selena pergunta o que é, e ele diz para ela que são seus sutiãs e calcinhas.
— Eu acho que talvez eu deva continuar e colocar isso no quarto do Justin.
Selena rola seus olhos pra Chris.
— Silêncio — ela diz para ele.
Ele ri.
Ele gosta de estar em algo tão privado.
Isso é o porquê dele nunca contar.
Ele sabe o poder dos segredos.
Chris sai depois que todas as caixas foram descarregadas.
Meu pai passa por mim no corredor e para. Sua pausa significa que eu devo parar também.
— Obrigada, Justin.
Ele pensa que eu estou bem com isso.
Com o fato que ele está permitindo
Que outra mulher empurre pra fora as últimas lembranças da minha mãe.
Eu não estou bem com isso.
Eu apenas finjo que estou bem com isso, porque nada disso importa.
Selena importa.
Não ele.
— Sem problemas — eu digo.
Ele continua andando, então para de novo.
Ele me diz que aprecia que eu seja legal com Selena.
Ele diz que ele desejou que
Ele e a minha mãe tivessem me dado um irmão quando eu era mais jovem.
Ele diz que eu sou um bom irmão.
As palavras são terríveis quando deixam a sua boca.
Eu volto pro quarto da Selena.
Eu fecho a porta.
Somos apenas nós dois.
Nós sorrimos.
Eu caminho até ela, e envolvo meus braços ao redor dela, então eu beijo o seu pescoço. Já se foram três semanas desde a primeira noite que eu a beijei.
Eu posso contar as vezes que eu a beijei desde então.
Nós não podemos interagir assim na escola.
Nós não podemos interagir assim em público.
Nós não podemos interagir assim na frente dos nossos pais.
Eu só posso tocá-la quando estamos sozinhos, e nós não fomos capazes de ficar sozinhos muito tempo nas últimas três semanas.
Agora?
Agora eu a beijo.
— Nós precisamos de alguns parâmetros para não nos metermos em Confusão — ela diz.
Ela se separa de mim.
Ela senta na minha cadeira, e eu sento na minha cama.
Bem...ela senta na sua cadeira, e eu sento na sua cama.
— Primeiro — ela diz, — sem amassos quando eles estiverem em casa. É muito arriscado.
Eu não quero concordar com essa regra, mas eu aceno com a cabeça.
— Segundo, sem sexo.
Eu não aceno mais. — Nunca? — eu pergunto.
Ela concorda.
Oh, eu realmente odeio esse aceno.
Por quê?
Ela respira pesadamente.
— Sexo tornará isso mais difícil quando nosso tempo acabar. Você sabe disso.
Ela está certa. Ela também está completamente errada, mas eu tenho um pressentimento que ela vai descobrir isso mais tarde.
— Posso perguntar qual é a regra número três antes que eu concorde com a regra número dois?
Ela sorri. — Não há regra número três.
Eu rio.
— Então sexo é a única coisa fora dos limites? E nós estamos falando de penetração, certo? Não oral?
Ela cobre seu rosto com as mãos.
— Oh, meu Deus, você tem que ser tão específico?
Ela fica fofa quando está envergonhada.
— Apenas esclarecendo. Eu tenho uma lista de coisas que eu quero fazer com você e restam apenas seis meses para fazer tudo.
— Vamos deixar pra lá os detalhes da situação — ela diz.
— Justo — eu digo, admirando suas bochechas vermelhas.
— Selena? Você é virgem?
Suas bochechas ficam ainda mais vermelhas. Ela balança a cabeça e me diz que não.
Ela pergunta se isso me incomoda.
— Não mesmo — eu digo, sendo honesto.
Ela me pergunta se sou virgem, mas sua voz é tímida quando pergunta isso.
— Não, — eu digo. — Mas agora que eu te conheci, eu meio desejo que eu fosse.
Ela gosta que eu diga isso para ela.
Eu me levanto e me preparo pra voltar pro meu novo quarto e começar a arrumá-lo.
Antes que eu saia, eu tronco a porta do seu quarto por dentro, e então eu me viro e sorrio para ela.
Eu caminho calmamente até ela.
Eu a pego pelas mãos e a puxo.
Eu envolvo meus braços ao redor
Da sua cintura e a puxo contra mim.
E eu a beijo.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...