1. Spirit Fanfics >
  2. The Unexpected >
  3. Capítulo único

História The Unexpected - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiiiiiiiiii Kwamis 😊😊😊😊

One shot pra vcs, empolguei, kakakakakak. Minha amiga tá em tempo de me bater porque eu não sossego o facho

Essa aqui também foi baseada em uma música chama Trauma NF. Muito boa, escutem

Me desculpem qualquer errinho ou se estiver ruim

Boa leituraaaaaa 😊😊😊😊

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction The Unexpected - Capítulo 1 - Capítulo único

POV Adrien

Eu não sei mais o que fazer pra ela me amar

Nós casamos a 3 meses devido ao testamento do meu pai. Ele e minha mãe haviam morrido e como garantia de que eu faria as coisas certas fizeram isso. Os pais dela ficaram totalmente de acordo, pois foi algo resolvido entre eles e nós nem sabiamos. Ou casavamos ou nossas empresas seriam tomadas pela justiça, resolvemos casar e eu a amei desde a primeira semana. Porém ela não sente o mesmo e isso está me corroendo, ela desconta tudo em mim e eu já não estou mais surportando isso

- Adrien me explica que merda é essa?_ apontou pra um contrato que eu havia assinado com uma empresa por um mês, porém eu não sabia que a filha da dona era uma ex amiga da Marin que a odeia

- Um contrato

- Você tem noção da merda que você fez, pensou só no benefício da sua empresa e agora fechou com a empresa da_ eu levantei minha cabeça das minhas mãos e levantei irado da cadeira. Eu estava puto, eu já não aguentava mais. Minha cara devia estar assustadora apenas pelo fato da expressão no rosto da Marin

                                        Eu sinto meu coração batendo

                                                   I feel my heart pounding

                         Por que você não me encontrou ainda?

                                        Why haven't you found me yet?

                                  Eu seguro você com tanto orgulho

                                                          I hold you so proudly

                                                 Traumas, eles me cercam

                                              Traumas, they surround me

- CHEGA_ dei um grito, eu não aguento mais - CHEGA, ME FALA UMA COISA, VOCÊ É O CENTRO DO MUNDO, DO UNIVERSO????_ caminhei em sua direção, minha voz estava mais grave e brava que o normal - AS COISAS DE RUIM SO ACONTECE COM VOCÊ POR ACASO? NÃO, MAS PRA VOCÊ É NÉ. VOCÊ SO SABE RECLAMAR DA SUA VIDA, TEM NOÇÃO DO QUANTO A SUA VIDA ESTÁ BOA? NÃO NÉ, PORQUE VOCÊ SÓ RECLAMA E CHORA PELOS CANTOS DIZENDO O QUANTO SUA VIDA TA RUIM, O QUANTO ESTA ESTRAGADA, O TANTO QUE VOCÊ SOFRE_ passei a mão pelo meu rosto freneticamente. Passei a mão pelo cabelo e voltei a olha-la e fui em sua direção a prensando na parede, seu olhar estava assustado - VOCÊ DEVIA RECLAMAR MENOS. VOCE TEM SEUS PAIS QUE TE DÃO TUDO E MESMO ASSIM VOCE FICA NESSA INGRATIDÃO, SABE O PORRE QUE É NÃO TER PAIS. NÃO, NÃO SABE E AGRADEÇA POR ISSO. VOCÊ SÓ TEVE QUE SE CASAR COMIGO POR CAUSA DE UM " ACORDO HORRÍVEL QUE NOSSOS PAIS FIZERAM NÉ"_ imitei sua voz, eu não sabia quantas vezes havia escutado ela dizer essas coisas, eu não sabia contar de tanta vezes que foram - COMPREENDO QUE FOI TUDO DE ÚLTIMA HORA E A FORÇA E QUE VOCÊ ME ODEIA, MAS QUANDO FOI QUE EU TE FIZ MAL, QUANDO FOI QUE EU FIZ ALGO RUIM CONTRA VOCÊ? AN? ME DIZ_ me afastei minimamente, mas ainda próximo a ela apenas pra ver seu rosto, mas voltei com tudo e coloquei minhas mãos na parede ao lado do seu rosto e a deixei sem saída - HEIN MARINETTE, ME FALA, QUANDO?? QUANDO EU LHE FIZ ALGUM MAL? NUNCA, NUNCA! PORQUE EU COMO UM IDIOTA APAIXONADO QUE SOU, NUNCA LEVANTEI A VOZ, NUNCA FIZ NADA. TENHO SIDO PACIÊNTE E ESPERADO ATE VOCÊ ACEITAR ISSO DE UMA VEZ, PORQUE EU TE AMO, EU TE AMO DEMAIS DROGA_ gritei no seu rosto, me afastei bufando e virei de costas, vi a mesa ali e descontei ali minha raiva. Soquei tudo que estava na minha frente, causando inúmeros ferimentos na minha mão e braços direitos

                              Eu desejo que você me ame de volta

                                          I wish you'd just love me back

           Diga que você está aqui, mas eu não sinto isso

                                      Say you're here, but I don't feel it

                                           Me dê paz, mas você a rouba

                               Give me peace, but then you steal it

                            Vê-los rir de todos os meus segredos

                                Watch them laugh at all my secrets

- Eu_ voltei a falar depois de um tempo socando as coisas em busca de calma - Sei que você me odeia, não sei quantas vezes já ouvi você dizer que esse casamento foi a pior coisa da sua vida, que você não está feliz, que você não queria estar casada comigo. O quanto foi horrível, ruim ter casado comigo, tudo bem, é seu direito achar isso, mas uma coisa eu não permito, eu não aceito _ me virei pra ela e ela continuava assustada e com os olhos arregalados lágrimas desciam livramente pelo seu rosto - É você afirmar que meus sentimentos por você não são verdadeiros, isso eu não aceito, porque não é verdade, você pode duvidar, não ter certeza, não confiar, mas eu estou tentando fazer você acredita e fazer isso da certo_ senti que eu ia cair então caminhei até o sofá do escritório e me sentei, coloquei meu colovelo esquerdo apoiado na perna e coloquei minha cabeça ali, meu braço direito que estava machucado, apenas apoiei na minha perna e fiquei ali.

A Marinette continuava lá, parada e ofegante deixando escapar alguns soluços. Me acalmei e levantei e fui no rumo da porta

- Eu não sabia, tudo bem, irei cancelar. Boa noite_ sai do escritório e subi as escadas devagar, meu braço doía demais e latejava muito

                 Gritar e gritar, mas eu me sinto sem palavras

                              Scream and yell, but I feel speechless

                            Pegue minha mão, estou me afogando

                                               Grab my hand, I'm drowning

                                          Eu sinto meu coração batendo

                                                     I feel my heart pounding

                           Por que você não me encontrou ainda?

                                          Why haven't you found me yet?

Eu sabia que ela ia pro quarto de visitas como sempre então, já havia desejado " Boa noite "me sentei na cama e tirei minha blusa com um pouco de dificuldade porque eu não queria passar nos cortes, ia doer demais. Depois de tirar minha roupa com bastante dificuldade fui pro banho. Assim que a água bateu nos cortes eu dei um grito. Aquilo doeu pra caramba. Mordi o lábio inferior na tentativa de não dar outro grito. Lavei ali com dificuldade.  Depois de lavar todos os machucados me permite sentar no banco de mármore que tinha no Box e ali fiquei pensando em tudo que tinha dito. Eu não queria dizer, mas eu já não estava aguentando mais, eu já estava esgotado. Ali derramei algumas lágrimas até me recuperar e termina o meu banho. Sai e vesti minha cueca e calça de moletom, não ia vestir blusa até eu cuidar do meu braço. Sequei meus cabelos com a toalha e pendurei box. Sai e fui na cozinha e busquei o kit de primeiros socorros. Subi e fui pro quarto, porém assim que cheguei me assustei. Ela estava ali. Rumei pra cama, onde me sentei e comecei a separar as coisas que eu iria usar até sentir pequenas mãos tirando as coisas da minha mão. Ela pegou as coisas e começou a limpar, eu mordia meu lábio inferior tentando reprimir os gritos de dor, mas mesmo assim soltava uns resmungos. Quando ela já estava enfaixando meu braço e minha mão se pronunciou

- Me desculpe, eu não tinha ideia de como eu estava_ murmurou, ela ainda não havia olhado nós meus olhos. Levei minha mão até seu queixo e o levantei

- Porque?_ perguntei olhando no fundos dos seus olhos, mas não recebi resposta, ela apenas terminou de enfaixar meu braço. Ela guardou as coisas e quando achei que ela ia sair do quarto, não, ela pulou no meu pescoço e me abraçou, eu demorei um pouco pra retribuir por causa do choque, mas assim que voltei a " vida real" passei meu braço não machucado pela sua cintura e a abracei ainda mais apertado a colando em mim. Ela encaixou o rosto na curvatura do meu pescoço e ficou ali

- Não sei_ se pronunciou depois de um tempo desse jeito - Eu estava nervosa por estar casada com Adrien Agreste. Tenho apenas 20 anos e teria que lidar com toda responsabilidade e fama que você tem_ "mas eu tenho 22 e lido com isso" pensei, mas ela tem razão. Por mais que a empresa da família dela seja grande a minha é maior e com muito mais fama, ou seja, ela seria o centro das atenções em todo lugar e eu sei o tanto que isso é ruim - E eu teria que encarar meus sentimentos, eu não estava preparada, e eu precisava do choque de realidade que você me deu_ sorri - Eu não odeio estar casada com você, eu gosto, e gosto muito, na realidade eu amo, só que não me permitia acustumar com a ideia. Eu tenho medo de daqui 3 anos, o tempo que o testamento disse, você me deixar, se divorciar, eu tenho medo, muito medo. E pra me ajudar eu falava coisas que não sentia e descontava tudo em você. Me perdoa_ senti lágrimas caindo não meus ombros

- Acredita que meus sentimentos são verdadeiros?_ perguntei esperançoso

- Não só acredito como sinto o mesmo_ an? Como assim

- An?_ ela tirou seu rosto do meu pescoço e me olhou

- Eu te amo Adrien_ meus olhos começaram a se encher de lágrimas - Eu não sei quando comecei a te amar, mas já tem um bom tempo, mas eu não me permitia sentir isso, eu me recusava a sentir isso, eu tinha medo como eu disse, sou insegura e duvidava muito de você realmente me amar, mas você me ama e eu percebi que não preciso ter mais medo. Te amo_ derramei uma lágrima e juntei nossos lábios. Como eu ansiava ter aqueles lábios em contato com os meus, novamente. No início foi só um encostar, mas depois pedi passagem e ela cedeu sem nem pensar duas vezes. O início foi calmo, mas depois começou a ser acelerado e cheio de fogo, eu me sentia quente, totalmente quente. Apertei sua cintura e a deitei na cama

- Você vai ser minha?_ ela me olhou com as bochechas coradinhas e um lindo sorriso nós lábios vermelhos e inchadinhos do beijo

- Eu já sou sua Adrien_ depois dessas palavras não consegui me controlar e tomei sua boca pra mim, comecei a passar as mãos pelo seu corpo e juntei meu corpo ao seu

- Te amo_ sussurrei depois de vê-la adormecida em meus braços, depois da nossa primeira vez juntos

E hoje percebi que eu era concerteza priveligiado por tê-la, mesmo depois de tudo que passamos


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Gente, pensei de futuramente transforma essa one em long fic, vocês gostariam? Vocês leriam?

Comentários sempre bem vindos no meu coração ♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️♥️

Bjsss 😚😚😚😚

Tchauzinho 👋👋👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...