História The unknown in garden of my dreams- imagine Jeon Jungkook - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Jeon Jungkook, Magia, Misticismo, Suspense, Universo Paralelo
Visualizações 34
Palavras 1.562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura ❤❤❤❤❤

Capítulo 3 - Chapter 3


           JÁ NA ESCOLA...


- ei yoonaaaa- gritei chamando a mesma, ganhando alguns olhares alheios sobre mim 

Yn- oi s/n, você ta bem?

- sim, e você? 

Yn- eu estou sim, e você parece bem animadinha já chegou nos gritos, ta tão feliz assim? 

- ah não, eu só queria chamar você já que estava um pouco longe, não que eu esteja triste, mas também não estou feliz

Yn- então digamos que você esteja neutra

- é, essa definição é boa

Yn- sim, e que tal essa "o sinal já tocou e nós vamos nos atrasar"

- acho que essa não tem nada haver yoo...AI MEU DEUS A PRIMEIRA AULA MENINA

Nisso corremos para sala e chegamos a tempo, e se inicia mais uma aula de física, aliás, uma longa aula de física...

¤Quebra De Tempo¤ INTERVALO...

- YAAA Yoona, se você jogar outra batata em mim eu juro que enfio esse copo por sua goela a baixo

Yn- não precisa ficar bravinha não madame, já parei- ergueu as mãos em sinal de rendimento 

- você é muito sonso, criatura 

Yn- você que é - deu a língua e me jogou mais três batatinhas fritas

- AGORA CORRE PRAGA- falei me levantando e correndo atrás da palhaça que saiu gritando pela escola

Sem nos  preocupar com o olhar de estranheza alheio sobre nós, prosseguimos com a perseguição até pararmos de baixo de uma árvore, que ficava em uma área mais distante do pátio.

- ai cansei garotinha idiota - falei me sentando, logo sendo acompanhada pela mesma

Yn- ai eu também...mas então s/a, tem novidades?

- nossa yoona, minha vida não é interessante a ponto de aparecer novidades do dia pra noite

Yn- nunca se sabe ué, e seus pais tivessem ganhado na loteria? 

- ai seria outra história, minha cara. Mas e você, não tem novidades?

Yn- nada×nada= coisa alguma de novidade, mas eu tive eu sonho muito louco. Eu tava montada em um unicórnio voando, ai ele virou minha mãe e começou a falar "yoona vai arrumar esse chiqueiro que você chama de quarto, agoraaaaa", ai eu falei que só arrumaria meu quarto com a ajuda de um dragão mágico, ai ela disse "seu pedido é uma ordem", e do nada eu vi um dragão muito grande voando perto de mim e da minha mãe unicórnio, só que quando ele chegou perto de nós ele era muito pequeno e pousou no meu ombro, então eu fui arrumar meu quarto no sonho, e fim. Eu acordei tipo "que?"

- só você mesmo pra ter um sonho desses yoona- falei rindo

Yn- vai me dizer que você nunca teve um sonho bugado?

- olha, se bem que falando em sonho... essa noite mesmo sonhei que estava em um jardim muito bonito e grande, e eu caminhava tranquilamente por ele até que escutei um barulho vindo de uma moita, ai eu fui me aproximando até que...PÁ- gritei fazendo a mesma dar um pulo- um garoto muito bonito, aliás, saiu correndo na minha direção contrária, mas eu sou incrivelmente convincente e fiz ele parar pra conversar comigo- falei jogando meus cabelos

Yn- ta, mas eu não achei tão estranho assim, pra mim parece normal 

- não yoona, depois disso eu comecei a conversar com ele e parecia tão real, cada fala nossa, cada movimento, cada ação, o lugar e tudo em volta parecia muito nítido, me lembro até de ter falado "nossa que lugar lindo, gostaria de mostrar ele para yoona"

Yn- o estranho é que normalmente nunca nos lembramos o que acontece nos nossos sonhos, quer dizer, não tão detalhadamente assim

- o mais estranho foi as coisas que ele disse

Yn- quais coisas?

- ele falou que esse meu "sonho" não era um sonho e sim um universo paralelo, e como a minha energia, segundo ele, é muito forte eu consegui entrar nesse jardim 

Yn- B I Z A R R O igual você, mana. Mas pelo menos ele era bonitinho, né? 

- ja disse que sim, sua assanhada- falei dando um soquinho em seu ombro

Yn- menos mal, já pensou se ele fosse tipo o Freddy Krueger? 

- Deus me lvre- ficamos um tempo em silêncio até yoona atrapalhar o momento de paz

Yn- já sei s/a!!- exclamou empolgada

- o que?

Yn- eu já te falei sobre minha avó? 

- não, por que você me falaria sobre sua avó?  - respondi com o cenho franzindo 

Yn- não é isso, é que ela é tipo a louca dos signos, e tem mais, ela gosta dessas coisas de significado dos sonhos, tanto que tem uma pequena biblioteca na casa dela só sobre isso, sobre os mistérios que os sonhos escondem e seus significados, fora os livros de mundos e universos paralelos, vovó realmente acredita que o universo é muito grande para existir um só dele

- e o que que tem? 

Yn- eu acho que esse seu sonho precisa ser estudado

- que nada yoona, é um sonho estranho como qualquer outro

Yn- é serio s/n larga de ser rabugenta e vamos mais a fundo disso

-olha yoona, eu não acredito em universos paralelos nem nada do tipo, então saiba que só estou aceitando essa sua pesquisa maluca por pura diversão 

Yn- ebaaaa- sorriu batendo palminhas de empolgação - que tal se formos amanhã depois da aula?

-ok ok  vou falar com minha mãe quando chegar em casa- falei um pouco animada, porém não queria demonstrar- agora vamos voltar pra sala que ja deu o sinal

       ¤QUEBRA DE TEMPO¤      

- cheguei mãe, cheguei pai- chamei por meus pais mas não obtive resposta- ué, que silêncio- caminhei até a cozinha mas a única coisa que encontrei foi um bilhete sobre a bancada- "filha, seu pai e eu saimos para jantar e não sabemos se vamos chegar muito tarde, então não espere por nós se não vai ficar cansada para ir a escola amanhã, nada de ficar vendo série até tarde da noite, mocinha!. Beijos da mamãe e do papai♡".- nossa hein, belos pais vocês, seam pra jantar e eu como miojo né, muito bonito - amassei o bilhete  e joguei fora- é isso ai galera, quanto mais a gente cresce mais ficamos esquecidos por nossos pais- choraminguei fazendo drama, mas cessei meu teatro ao ouvir uma risadinha soprada- sangue de Cristo tem poder- falei olhando ao redor da cozinha- ok ok s/n, deve ter sido algum vizinho- suspirei para manter a calma- agora vou preparar meu miojo porque essas alucinações devem ser fome.

Comi miojo na sala enquanto assistia um seriado qualquer. Confesso que ainda estava meio paranóica pelo ocorrido da risada que ouvi, mas resolvi relevar e ficar na minha. Logo em seguida subi para meu quarto e fui ler uns quadrinhos para descontrair um pouco, notei que começou a chover um pouquinho forte porém não me importei, até porque, para mim estava um momento perfeito "histórias em quadrinhos" e uma boa chuva, isso é muito relaxante.  Passei mais um tempo lendo, mas a chuva engrossou e começou a surgir uns raios e relâmpagos e comecei a temer que força acabasse, não por medo de escuro nem nada... ok ok, talvez uma parcela seja medo de escuro, mas o principal motivo de temer que a luz acabe é eu ter que tomar banho frio, e eu com certeza não quero isso. Fui as pressas para o banheiro e comecei a tomar meu banho.

-ah cara, banho é tão bom- soltei o ar e  me permiti relaxar- esse momento é meu minha gente- minutos de reflexão de baixo d'água foram se passando até que comecei a lembrar do sonho. Será que a yoona acredita que isso é mesmo real? Eu percebi que ela era meio monga já de primeira, mas não imaginava que ela seria tanto assim...Mas e se, só "se" ela estiver mesmo certa? E se os livros da avó dela comprovarem que esse meu sonho na verdade não foi um sonho, e sim uma visita para um universo paralelo?- ata s/n, agora está comprovado que  você endoidou- ditei rindo para mim mesma- isso quê dá andar com a sra. Yoona, e olha que nos conhecemos só a dois fucking dias.

Banho terminado, desliguei o registro e me direcionei para frente do espelho do porta escovas, que no caso, tem uns remédios gurdados também. Fiquei me olhando por um tempo e vi que estava com muitos cravos no nariz- mais que droga, essas merdas nunca se cansam de nascer em mim? Aish- abri o porta escovas e peguei uma pomada para cravos e espinhas, assim que fechei a portinha eu deixei um grito escapar- MAIS O QUE É ISSO? QUEIMA DEUS VIVO!!!!- meus olhos se esbugalharam e meu queixo só faltou ir até o chão. Me virei no intuito de vislumbrar frente a frente a figura que até noite passada era apenas um sonho meu, mas quando me virei para encara-lo a luz acabou- puta que pariu, agora talvez eu esteja com um pouquinho de medo.

Ouvi um estrondo vindo do andar de baixo e meu coração começou a pulsar mais rápido.

- FILHA CHEGAMOS!- suspirei aliviada

- TO NO BANHEIRO PAI, A LUZ ACABOU

S/P- SÓ SE A LÂMPADA DO SEU BANHEIRO PIFOU, AQUI TA TUDO ACESO

- como assim?- fui em passos cegos até o apagador cliquei no botão e a luz se acendeu- eu não estou entendendo mais nada- essa foi minha deixa para sair estática do banheiro pelo ocorrido bizarro, apenas me sequei, me vesti e deitei na cama, resolvi tentar esquecer isso por essa noite e tentar dormir. Mesmo que eu tenha a plena certeza de que não será facil.








Notas Finais


Obrigada por ler❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...