História The Vampire Kiss - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kurenai Yuuhi, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shion, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Hentai, Magia, Naruhina, Naruto, Romance, Sasusaku, Vampire
Visualizações 94
Palavras 1.898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não gostei, é nisso que dá tentar escrever com dor de cabeça! ;_;

Espero que alguém goste! :c

Boa leitura! ♡

Capítulo 12 - "Se ferrou, Haruno"


- Pessoal, Ino e eu temos que ir. - pronunciei. Meus colegas ali olharam de súbita para mim, confesso que fiquei um pouco tímida. - A Diretora quer tratar do nosso castigo, temos que ir, agora. - olhei para Ino, ela apenas respirou fundo a assentiu.

- Quer que a gente vá com vocês? - Gaara perguntou. Olhei para o ruivo, ele tinha um olhar acolhedor. - Talvez, se fossemos juntos, ela não iria pegar tão pesado com vocês.

- Não precisa! - Ino respondeu. Eu olhei pra ela, a mesma cerrou os olhos em um olhar mortal. Acho que é pra mim ficar quieta.

- Então, tá. - Gaara sussurrou.

 - Bom, se vocês vão, eu também vou indo. - disse Hina. A morena se levantou e Ino e eu a acompanhamos. - Tenho que procurar um livro. - disse quase em sussurro - Não se esqueça de vir falar comigo, tá?

- Claro. - respondi. Olhei para os dois garotos sentados no gramado. Gaara olhava para baixo, enquanto mexia em seus dedos. E Sasuke, ele olhava para nós. - Então, meninos. Até mais! - despedi. Minhas amigas apenas acenaram e os dois garotos fizeram o mesmo.



₊˚✧



                     POV's Autora



A ruiva encarava a Diretora com ódio. A sua maior vontade, era de pular no pescoço da mulher sentada à sua frente, ela sabia, que essa bronca toda que Tsunade está lhe dando, não resultaria em nada. Karin hora ou outra, desviava o olhar de Tsunade, para encarar Konan ao seu lado, que está sentada em uma cadeira, um pouco afastada de si.

Tsunade está completamente irritada. Apesar, de não saber oque realmente aconteceu na Floresta. Não sabia se as duas Alunas tiveram uma discussão, ou algo parecido. A Diretora apenas tinha a informação, que Karin estava em meio a Floresta, paralisada; enquanto, Konan, estava bem longe da Floresta em que Karin se encontrava, mas Konan estava desacordada. Tudo indicava, que ela teria lançado um feitiço em Karin. Até porquê, é proibido usar feitiços em uma corrida como aquela, os Professores criaram a regra, tinham lançado um encantamento pra descobrirem caso algum Aluno utilizar a magia para trapacear. E, bom. Konan não poderia negar, estava muito claro.

- Senhoritas, me dêm atenção, estou falando com vocês! - exaltou Tsunade. Ela bateu com a mão em sua mesa, com um pouco de força, fazendo as duas garotas se assustarem. Konan quase caiu da cadeira. - Diga-me, por que a Senhorita enfeitiçou a Uzumaki? - Tsunade perguntou à Konan. 

- Senhora, primeiramente, eu peço desculpas. - disse aflita - Eu fiz, porquê ela me irritou. Por favor, me perdoe. - Konan implorou. Seus olhos começaram a ficar marejados, a mesma leva a mão à eles, na tentativa de cessar as lágrimas.

- Konan, não suportamos este tipo de comportamento! - respondeu séria.

- Diretora, eu prometo que não acontecerá novamente. - implorou - Eu sei, foi uma brincadeira de mal gosto! Eu não deveria ter feito isso, Karin é minha amiga, eu apenas quis brincar com ela, pra ela parar de me excluir. - respirou fundo, fechou os olhos, mas logo voltou à olhar para a Tsunade - Dê-me uma chance, por favor.

- Não depende apenas de mim. - respondeu calma - Karin, quer se pronunciar? -

A ruiva respirou fundo, ela sabia que daria nisso. Negou, por mais que ela queira que Konan ganhe uma punição, seria pior. Até porquê, Konan sabe de seus piores segredos, então, era melhor esquecer oque ela fez, ou tentar. Mas Karin não consegue deixar nada em branco.

 - Então, Alunas. Esse assunto está encerrado, podem voltar à sua rotina. Espero, que não haja uma próxima vez. - sorriu.

As duas garotas despediram-se da Diretora. Levantaram e foram até a porta de saída da sala, que fica no canto direito. Assim que passaram pela porta e ela foi fechada por Konan, Karin fez a questão de olhá-la com os braços cruzados e uma feição nervosa.

- Não acredito! - exaltou em voz alta. Konan arregalou os olhos, com esse tom de voz, é capaz da Diretora ouvir. Karin pegou o braço de Konan, com brutalidade, saiu arrastando ela, até as escadas perto do corredor. Empurrou Konan na parede da escada, que apoiou suas costas na mesma. Karin ficou frente à frente com ela, estava a ponto de estrangula-lá. Seu estresse que havia cessado, voltou com tudo. - Você é uma vadia! Você me deixou lá, sozinha! Eu devia acabar com você, sua piranha! - disse em tom ameaçador. Konan engoliu à seco, sabia que Karin está certa, mas não poderia abaixar a cabeça.

- Ah, fala sério! - desconversou - Quantas vezes você não fez esse tipo de brincadeira comigo? - Konan ironizou. Deu um passo à frente e pegou em uma mexa de cabelo de Karin, com um sorriso irônico. - Várias! E, nenhuma delas foi parar na boca da Diretora! Por que será? Porquê você é uma manipuladora! Falsa! Não ouse me querer como Inimiga, Karin Uzumaki! - riu - Se eu fosse você, eu preferia me ter como amiga.

- Vadia. - grunhiu. - Sua sorte, é que foi apenas uma brincadeira. Porquê, eu não brinco, querida. - ironizou. Era melhor não ter nenhuma discussão, ainda mais com Konan. Karin sabe a amiga que tem, infelizmente, em uma amizade como a delas, não poderiam se tornar inimigas, não depois de tudo que já aprontaram juntas.

- Ótimo. - Konan concordou. Ela olhou para o corredor que levava até as escadas, escutou passos e algumas vozes baixas. Karin olhou na mesma direção que ela, esperando quem quer que fosse, aparecer. Olhou um pouco melhor, até conseguir ver, Ino e Sakura andando em sua direção. - Olha só! - sussurrou em tom de ironia.

Karin riu. As duas viraram-se de frente, enquanto esperavam elas se aproximarem melhor. Ino e Sakura não haviam percebido que as duas estavam na escada que dava para a sala da Diretora, só perceberam quando Karin forçou uma tosse. Ino e Sakura pararam de andar quando perceberam as duas garotas. Mas logo, voltaram a andar, até chegarem à escadas, subindo os degraus, passando pelo lado oposto delas, tentando ignorar as duas Alunas. Mas Karin não permitiria que elas saíssem ali sem nenhuma provocação.

- Olha, se não é a gorda loira e a algodão doce. - ironizou. Sakura e Ino pararam de andar, para olhá-la com ódio, aproximaram-se da rampa, ficando cara à cara com Konan e Karin, sendo separadas apenas por uma rampa que fica no meio das escadas.

- Que escola pequena, não? - Konan sussurrou.

- Chamou quem de gorda? - Ino exaltou. Estava a ponto de pular a rampa e dar um belo soco nela.

 - Não estamos afim de discussão, Karin. - Sakura respondeu. Respirou fundo, antes de ouvir mais uma barbaridade de suas colegas de Classe, a rosada não queria perder a cabeça. - Vamos, Ino!  

- Ah, fala sério! - Karin ironizou. - Não está afim de discussão, mas está afim do novato! Eu vi vocês, no jardim. Você estava quase pedindo pra ele te foder. - gargalhou - Bem que eu sabia, você é uma vadia igual a sua mãe! - Karin cuspiu as palavras. Foi a gota d' água, a rosada apertou seus punhos com força, tentando controlar-se, mas não conseguiria.

A Haruno levantou a sua mão, e com isso, Karin foi levantada do chão, sendo flutuada por Sakura. A Haruno fechou os punhos e Karin começou a se sufocar com o próprio ar, a ruiva tentava se defender, mas não conseguia usar magia, Ino estava a impedindo. Mas Konan notou, antes de Konan partir pra cima de Ino, pra forçar a loira parar de impedir Karin de usar magia, a loira lhe empurra, com brutalidade fazendo a mesma acertar a cabeça na parede, Konan caiu sentada no chão, sentindo uma dor de cabeça insuportável.

Sakura respira fundo, mais uma vez. Tentava se controlar, mas sabia que ela estaria encrencada, então, se é pra ser castigada, que seja por algo muito bem feito.

A rosada joga Karin com brutalidade no chão, um pouco afastado da escada, a ruiva acaba caindo por cima de uma perna, oque torna a dor muito pior. Ela se senta no chão com rapidez, para saber se Sakura iria atacá-la novamente. Então, quando Karin iria se levantar para descontar oque fizera consigo, a Diretora aparece no topo da escada. Karin sorri, irônica.

 Se ferrou, Haruno.  

- Haruno, o que pensa que está fazendo? - grita - Mais uma vez, usando magia contra suas colegas! - Tsunade se aproxima da rosada, que abaixa o olhar - Vá pra minha sala, agora! - grita novamente. Sakura não responde nada, apenas sobe o restante dos degraus e vá direto pra sala dela. Tsunade olha pra Karin e depois pra Konan, que se levanta divagar do chão, com uma mão na cabeça. - O que aconteceu aqui? - pergunta pra Ino. Apesar da Yamanaka não ser uma boa Aluna, parecia a única ali que não se meteu em encrenca.

- Diretora, Sakura e eu estávamos vindo até sua sala, pra sabermos do castigo. - a loira respondeu. Subiu alguns degraus, pra se aproximar melhor de Tsunade e explicá-la. - Karin à irritou. Ela ofendeu a mãe de Sakura. Chamou-a de vadia. Sakura ficou furiosa e a atacou. Karin mereceu o que teve! Mas ela queria brigar com Sakura, então... - deu uma leve pausa - Eu impedi Karin de se defender, mas Konan tentou me atacar e eu a empurrei. Sakura jogou Karin no chão, e aí, a Senhora apareceu.

- Não estão cansadas de se meterem em brigas? - Tsunade respirou fundo. Olhou para Konan, que está com o olhar abaixado e uma mão em sua cabeça tentando amenizar a dor forte feita pelo impacto a minutos atrás. Apesar de tudo, ela não teria feito nada demais, apenas iria defender Karin. Ino, também estava defendendo sua amiga. O que fazer com as duas? Mas a Diretora já sabia oque fazer com Karin. - Ino, você irá lavar as paredes deste corredor. Por ter feito sua colega bater a cabeça em uma parede, acho justo. Além desse lugar estar precisando de uma limpeza. E, com as mãos, Yamanaka. - Ino assentiu. Não iria contrariar, seria pior. - Konan, você irá limpar a sua Classe. 

- Por quê? - Konan perguntou. Pensou que teria um motivo, como Ino teve. 

- Porquê eu quero. - Tsunade respondeu. A Aluna apenas concordou, depois do tom grosseiro de sua Diretora, ela não iria pronunciar nada. - Karin, você irá limpar a casa de Haruno Sakura. 

- O quê? - Karin exaltou. Levantou do chão rapidamente. Cruzou os braços olhando a Diretora que está no topo da escada, enquanto a ruiva está no chão próxima ao último degrau. - Não acredito nisso! 

- Está me respondendo, Senhorita Uzumaki? - Tsunade ironizou. Desceu um degrau olhando nos olhos da ruiva, Karin mordeu o lábio com medo. - Você irá limpar a casa dos Haruno, sim! Como um pedido de desculpas por tal atrevimento! E, irá limpar amanhã mesmo! Amanhã, vocês não terão aula depois do intervalo, a Senhorita aproveita, e vá à casa dos Harunos! Eu mesma irei levá-la até lá! - disse em tom grosseiro.

- Sim, senhora. - Karin sussurrou.

- Agora, se me dêm licença. - Tsunade comentou. A Diretora virou-se para ir até sua sala e falar com Sakura. A rosada deve precisar de conselhos, depois de ter escutado uma ofensa como aquela em referência à sua progenitora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...