História The Whyte Wyrn - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Chuck Clayton, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Frederick "Fred" Andrews, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Jason Blossom, Joaquin, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Marmaduke "Moose" Mason, Mary Andrews, Penelope Blossom, Personagens Originais, Polly Cooper, Pop Tate, Reginald "Reggie" Mantle, Treinador Clayton, Valerie Brown, Veronica "Ronnie" Lodge, Waldo Weatherbee, Xerife Keller
Tags Jughead Jones, Riverdale, Serpentes, South Side Serpents, The Whyte Wyrn, Toni Topaz
Visualizações 64
Palavras 1.019
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tradução » Porque É Seu Aniversário
@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@
Demorei mas chegay
DA LICENÇA QUE O CASAL TÁ AMOROSO E SAFADO HOJE

Capítulo 8 - Because Is Your Birthday


Fanfic / Fanfiction The Whyte Wyrn - Capítulo 8 - Because Is Your Birthday

              P.O.V Daydream

Tudo está escuro, não ouço Sweet Pea, o cara que sou perdidamente apaixonada, ele me deixou para sempre. Mandou eu me foder e agora eu sofro por isso. Ele disse que tinha outra. Quem? Quem era a outra? Josie? Verônica? Betty? Cheryl? Ou talvez, Toni? Não importa. Ele me deixou e agora eu deveria voltar a ser a Daydream de antes, que não quer compromisso com ninguém, que tá se fodendo para os sentimentos alheios, mas não dá. Não consigo. Sweet Pea foi a melhor coisa que aconteceu em toda minha vida, não consigo esquecê-lo. Só quero dizer adeus a todos. Adeus.

Acordo desesperadamente no maior susto, completamente suada, meus cabelos verde claro estão escuros e molhados, me sento rápidamente com a respiração ofegante. Olho para o lado e vejo Sweet Pea me observando sentado com um semblante preocupado com sua mão em meu ombro.

- Você tá bem?- ele pergunta passando a mão em meu cabelo.

- Eu... Tô... Sim.- digo pausadamente por conta da respiração ofegante.

- Não tá não. O que aconteceu? Enquanto você dormia, dizia palavras como: Sweet Pea, me deixou, adeus, Toni, Cheryl, Betty, Verônica, melhor coisa, escuro.- ele diz preocupado.

- Eu tive um pesadelo em que...- dou um longo suspiro.- Você havia me deixado, e disse que tinha outra, e foi... Horrível! Ter a idéia de que me deixou é horrível.- desabafo limpando o suor em meu rosto.

-  Sabe que nunca vou te deixar por nada. Você é incrível Daydream, se me dissessem a um ano atrás que encontraria a melhor mulher do universo eu não acreditaria, mas realmente aconteceu.- ele diz pegando em meu queixo.

- Quem diria que eu iria conseguir achar o cara que sempre quis. Sempre fui de pegar geral e não ligar para sentimentos alheios, mas, eu mudei, e não quero voltar nunca mais para aquele meu jeito.- digo o puxando para um beijo quente.

- Você está muito suada, precisa de um banho.- ele diz maliciosamente.

- Tem razão.- digo me levantando.

O puxei para o banheiro, dentro do box, liguei o chuveiro e tirei sua calça de moletom que era a única peça que havia em seu corpo. Comecei a chupar seu membro ereto e duro enquanto ele gemia baixinho. Fiquei satisfazendo ele por um tempo até que ele goza em minha boca e eu engoli tudo. Ele tira minha roupa, me vira de costas tendo uma boa visão da minha bunda, ele passeia seus dedos pela minha costa até chegar em minha bunda em que ele dá um tapa me fazendo arfar de prazer. Ele põe a camisinha e me penetra com força e começa com suas estocadas fortes e rápidas. Enquanto eu gemia embaixo do chuveiro, gozamos em perfeita sintonia. 

Me viro para o mesmo e dou um beijo calmo.

- Obrigado.- ele diz no meio do beijo.

- Por o que?- pergunto.

- Por ser a melhor mulher do universo.- ele responde me abraçando pela cintura.

- Olha que o universo é grande, tem certeza?- brinco.

- Absoluta.- ele diz me beijando novamente.

Assim que terminamos o "banho", fomos para o quarto nos trocar  e dormimos profundamente.

Pela manhã...

Hoje é meu aniversário, mas  não ligo para ele. São apenas comida e gente embreagada. Ouço um barulho vindo da sala. Me levanto e vejo Sweet Pea conversando com o Fangs. Troco de roupa, pois estava vestindo apenas um moletom do Pea com uma calcinha curta. Assim que termino de me trocar, vou até a sala.

- Bom dia.- digo me sentando no sofá.

- Oi amor. Feliz aniversário.- diz Pea.

- Obrigada.- digo me ajeitando no sofá.

- Boa tarde né aniversariante.- diz Fangs.

- Boa tarde.- digo tentando imitar a voz do Fangs.- O que aconteceu?- mudo de assunto.

- Alice Cooper. Ela tá ameaçando o Jughead, ele namora a Betty que é filha da Alice. Ela disse que se o Jughead chegar perto da Betty com esse grupinho de cobrinhas ela vai "acabar" com Os Serpentes.- explica Sweet Pea.

- Mas a Alice já não foi Serpente?- pergunto confusa.

- Já. Mas ela acha que da época dela pra cá, os Serpentes pioraram.- esclarece Fangs.

- Ah tá.- digo por fim.

Ficamos conversando sobre um jeito de resolvermos aquele assunto.

             P.O.V Sweet Pea

Hoje é aniversário da Daydream e tenho planos em mente. A história da Alice estar ameaçando os Serpentes é pura mentira, só uma desculpa para termos o que falar sem entregar a surpresa. 

- Vou no banheiro.- me levanto em direção ao banheiro.

Ao entrar, pego meu celular rapidamente e ligo para Toni. Digo para ela vir buscar Daydream e destrair a mesma. Assim que acabo a ligação, volto para a sala.

- Daydream, a Toni disse que quer te levar no Pop's. Quer ir?- pergunto.

- Claro. Tô com uma baita fome.- ela diz.

- Ela já tá vindo. E acompanha a Toni até a casa da Cheryl, ela tem medo da Penelope.- digo fazendo a mesma assentir com a cabeça.

- Tô indo me arrumar.- ela se levanta.

Depois de um tempo, Toni chega e leva Daydream. Daydream estava com uma calça de moletom preta da Adidas e uma blusa preta mais curta da AC-DC junto de uma bota com salto preta. Assim que elas saem volto para a sala.

- Levanta porra! Vamos arrumar logo.- digo fazendo Fangs se levantar.

Após um tempo, arrumamos tudo e chamamos a galera, como: Cheryl, Fangs claro, Toni, Jughead, Betty e só isso mesmo. Estava tudo pendurado com balões verdes e pretos. Parecia aniversário do coringa mas tudo bem. Recebo uma mensagem da Toni dizendo que ela estava na porta. Mando todos se abaixarem e desliguei a luz. Assim que ela entra.

- SURPRESA!- todos gritam se levantando.

- Feliz aniversário amor.- digo abraçando a mesma.

- Da licença pro OTP interagir.- grita Cheryl.

- Seus filhas da puta sabiam disso, e me deram um susto do caralho!- ela diz fazendo todos rirem.

Coloco as músicas e todos começam a beber. Esses cachaceiros do caralho... Depois de um tempo, Cheryl colocou umas músicas brasileiras que ninguém conhecia. Daydream já estava bêbada e dançando esses funks que tocavam. Ela ria muito e dançava também. Fico feliz por saber que ela realmente está feliz com tudo isso. Tinham músicas mais sensuais que faziam Daydream dançar conforme, fazendo meu amigo acordar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...