História The Witches Return - Interativa - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bruxas, Coven, Interativa
Visualizações 32
Palavras 1.803
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpe o atraso, tentar manter um ritimo de 1 capitulo por semana. Eu tove que dar uma revisada em alguns assuntos pro enem, tenho um teste seletivo essa semana e provas finais na outra, se atrasar de novo é por isso.
O capitulo é dividido em duas partes por que ia acabar dando mais de 2.000 palavras e ficar muito longo
Desculpem os erros e boa leitura

Capítulo 4 - Primeiro dia do fim - parte1


Fanfic / Fanfiction The Witches Return - Interativa - Capítulo 4 - Primeiro dia do fim - parte1

P.O.V Allyssa 

 

-Então, vamos para a primeira lição! - Morgana finalizou 

 

Antes que ela pudesse continuar ouvimos alguem bater na porta. Um sorriso sinistro se formou em seus lábios e ela se dirigiu até a  entrada deixando-nos sozinhas na biblioteca, troquei rápidos olhares com outra garota mas nenhuma palavra foi dita. Ouvi passos e pude perceber que havia mais alguém com ela. Minha curiosidade logo se desfez, ela retornou à biblioteca junto a duas garotas morenas, seus cabelos cacheados deferiam-se em tamanho e cor, um era curto e fúcsia e o outro mediano e loiro. 

 

-Vocês devem ser as outras aprendizes! Eu sou a Melinda, qual é o nome de vocês? - a garota de cabelos fúcsia se pronunciou, sendo rapidamente repreendida pela outra 

 

-Vai com calma Mel! Desculpem minha prima, ela se anima fácil demais - Ela pensou um pouco nas suas próximas palavras - Eu sou a Amélia e vocês são...?!  

 

-Por que não usam seus poderes para descobrir? - Morgana interrompeu nosso curto momento de socialização 

 

-Eu posso tentar? - Amélia deu um passo a frente e olhou diretamente para os olhos da garota que estava comigo na biblioteca antes da chegada das primas - Hmm.. seu nome é Alexandra Blackwoods, mas todos te chamam de Lexa, tem 17 anos e...

 

-Chega! - Alexandra falou - É a minha vez de mostrar o que eu posso fazer! - completou

 

Alexandra estendeu seu braço para a lareira e uma forte chama se formou. Aproveitei a brecha e acendi algumas velas que estavam sobre a mesa 

 

-Isso foi incrível! - Melinda disse - Minha vez! Se importa se eu pegar o seu lobo um pouquinho? - ela me perguntou e eu confirmei com a cabeça 

 

Ela se aproximou de Damon e tentou toca-lo mas ele correu para fora da biblioteca antes que qualquer um pudesse fazer algo 

 

-O que ia fazer com ele? - perguntei 

 

Mesmo que eu tente controlar, sinto que fui muito seca com ela sem motivo algum... Relaxe Allyssa, relaxe! Elas são bruxas como você! Repeti mentalmente

 

-Tentar controla-lo, enviar um comando para ele fazer algo engraçado ou sei la - ela falou sem se importar com minha frieza na pergunta 

 

-Bom garotas, acho que esse foi um ótimo começo, mas deixemos isso para outra hora. Preciso perguntar, alguma de vocês está usando algum amuleto? - Morgana perguntou 

 

Instintivamente agarrei o colar que minha mãe me deu 

 

-Deixe-me ver isso - ela estendeu a mão para que eu a entregasse o colar mas eu neguei - Posso sentir daqui o encantamento, o que te disseram sobre isso? - ela perguntou

 

-É pra ajudar a controlar meus poderes... - falei apoiando o pingente na palma da mão 

 

Morgana moveu o braço rapidamente, arrancando o colar do meu pescoço sem toca-lo, tentei pegar novamente mas ela estendeu o outro braço em minha direção como uma ameaça 

 

-Isso está bloqueando uma grande parte de seus poderes! Nunca mais quero ver nenhuma de vocês usando algo assim! É uma ofensa a suas origens! - falou 

 

Eu não podia ficar sem aquele colar, no mesmo instante serrei os punhos, senti as chamas se formando em minha mãos... 

 

-Nem pense nisso. Não tenho a menor intenção de ficar com isto! Dentro de alguns dias eu removo esse encantamento e te devolvo, mais alguém vai se negar a me entregar essa coisas ou terei que usar a força? - todas ficaram caladas 

 

Morgana pediu para nos sentarmos e começou a explicar tudo sobre as bruxas de Salem... 

 

-Como vocês já devem saber fui eu quem fez o acordo com Kaulder, o acordo deveria manter a paz e evitar mais mortes, mas aqueles malditos tinham que sair com algum benefício. Fomos impedidas de entrar em Salem, qualquer bruxa que ousar cruzar a fronteira tem algum fim trágico ou simplesmente desaparece, por isso quero ressaltar que a Floresta da confusão é o que nos separa de Salem. Não as proíbo de ir até lá, mas também não recomendaria, mesmo sendo parte do nosso território muito caçadores a frequentam e eu garanto que boa parte deles iria mata-las apenas por colherem cogumelos - Morgana interronpeu sua “aula de historia” por alguns instantes 

 

-Por que a floresta se chama “Floresta da confusão”? - Amélia perguntou 

 

-Eu a enfeiticei! Alem de ser naturalmente densa e escura, tudo muda de lugar, como se tivesse vida própria. É uma forma de nos manter seguras. - Explicou 

 

A continuamos por mais algumas horas, ela falou sobre toda a historia das bruxas até os dias de hoje, falou também sobre a casa onde estávamos, e tudo que podia ser importante sobre historia. Só me dei conta do tempo que havia passado quando ouvi as barrigas das outras garotas, e a minha também, roncando de fome 

 

-Por hoje é só! Me deem alguns dias para conseguir alguns empregados, digamos que não posso confiar em qualquer um! Até lá, podem usar a cozinha para preparar o que quiserem ou ir até a cidade comprar comida, mas lembrem-se de não chamar muita atenção e não contar nada sobre esse lugar. - Falou retirando-se da sala 

 

As primas saíram juntas da biblioteca, e subiram as escadas para escolher logo um quarto, eu e Alexandra fizemos o mesmo, porem separadas. 

 

P.O.V Amélia 

 

Melinda e eu decidimos ficar no mesmo quarto, era todo branco, simples e porem parecia ter custado uma fortuna, mas era tão impessoal quanto um quarto de hospital. 

 

-Então? O que achou das outras garotas?- Mel perguntou jogando-se na cama 

 

-Elas estavam tão serias - falei 

 

-Talvez pudéssemos anima-las! - Mel disse entusiasmada 

 

-Melinda nem tudo são pôneis e arco-íris ok? Dê um tempo a elas, se ocupe com outra coisa! - Falei 

 

-Você chata! - Ela se levantou 

 

-Pra onde você vai? - perguntei 

 

-Eu estou em uma mansão que tem séculos de idade! Você achou mesmo que eu ia passar o meu dia trancada em um quarto? E eu não sei você, mas estou morrendo de fome! Vou ver se tem algo na cozinha para fazer um bolinhos - ela falou e saiu 

 

Lembrei que tinha levado alguns salgadinhos na mala, e resolvi usa-los como “almoço”, mal cheguei aqui, não quero fazer um estrago na cozinha. O resto da tarde foi silenciosa, até arriscaria dizer que foi um tédio completo se não tivesse levado alguns livros para me entreter. 

 

P.O.V. Alex 

Camila e eu andavamos em direção à sala de baltazar quando Aiden, um dos caçadores mais respeitados, a chamou 

 

-Ei! Ruiva! - Ele flaou enqundo dava passos fortes em direção a Camiz - Você precisa vir comigo! 

 

-Olá Aiden! Ah, sim! Eu dormi bem, obrida por perguntar! - Ela falou sarcástica 

 

-Não temos tempo pra isso! - camila apenas revirou os olhos 

 

-Te vejo depois Alex! - ela falou e o seguiu 

 

Continuei meu caminho até a sala de Baltazar, um dos guardas abriu a porta para mim e fechou-a assim que eu entrei. Baltazar estava sentado atras de sua mesa, em uma luxuosa cadeira de couro preto, ele fez sinal para que eu me aproximasse 

 

-Alexander, preciso que vá até a mansão Hexen. - falou com a voz firme 

 

Um arrepio subiu pela minha espinha, eu defendo as bruxas que considero boas, mas a famosa Morgana Hexen sempre me intrigou, mesmo que ninguém tenha ouvido falar dela por anos e anos seu nome é um tanto perturbador 

 

-Sim senhor. Se me permite perguntar, o que exatamente eu preciso ver em uma mansão abandonada? - questionei-o 

 

-Alguns caçadores da equipe beta estavam fazendo um roda próximo à fronteira e disseram ter visto as luzes da casa de acenderem e mais algumas coisas.... Hmm.... estranhas! Eles são muito inexperientes para lhe dar com esse caso, e os outros caçadores da sua divisão tem posturas mais agressivas, seria muito arriscado manda-los para lá. Não posso nem pensar em começar um segunda guerra contra a bruxas. Apenas observe a mansão, tente não ser visto e me diga se a informação é mesmo verdadeira - Finalizou 

 

Pedi permissão e me retirei, ele não precisou comentar o óbvio. Eu não deveria comentar sobre a tal “missão especial” com ninguém. Passei em meu dormitório para pegar um mapa da região, a fronteira das duas cidades era uma floresta densa e escura, mesmo durante o dia era fácil se perder la dentro. 

 

Caminheiro pelo que pareceu ser uma eternidade até avistar os baixos muros na mansão, se é que podiam ser chamados de muros. Pareciam mais com pequenas cercas de jardim feitas de concreto, não tinham mais que um metro... Me escondi em alguns arbustos parar observar a movimentação dentro da mansão sem ser visto. 

 

Uma mulher negra, que eu julguei ser Morgana, estava com quatro garotas, no que parecia ser a biblioteca da casa. Naquela distancia seria impossível ouvi-las ou fazer leitura labial, tive que me conformar apenas em vê-las. Pareciam apenas estar conversando. Minutos se passaram até algo realmente interessante acontecer, uma das garotas acendeu a lareira do lugar apenas esticando o braço em sua direção, isso confirmou todas as suspeitas... Tratava-se de uma iniciação de bruxas. 

 

Continuei olhando mais um pouco, havia um lobo na sala junto a uma das garotas. O animal não fez nenhum movimento significativo, mas saiu correndo subitamente quando outra garota tentou aproximar-se dele. O lobo correu até o quintal da casa, nossos olhares se encontraram, pode parecer estranho, mas tenho certeza que ele olhava para mim, os segundos pareciam horas, se ele fizesse qualquer barulho eu estaria morto! Ele baixou a cabeça e retornou ao interior da casa, porém não o vi entrar na biblioteca, achei melhor evitar outra situação como essa e voltar, ja tinha informações suficientes. 

 

Após confirmar as suspeitas e relatar tudo para Kauder fui até o refeitório. Peguei uma bandeira e me servi, procurei até ver os cabelos de fogo de Camila solitária em uma mesa 

 

-Então o que Aiden queria com você? - perguntei me sentando 

 

-Treinar alguns jovens da divisão gama, um garoto deslocou o ombro usando uma besta na semana passada, precisei contar alguns dos meus segredos - ela disse sorrindo - E você? O que o Baltazar queria? 

 

-Não posso falar, mas suponho que você descobrirá logo - falei me concentrando na comida 

 

Minutos depois nosso líder entrou no refeitório e o silencio tomou o lugar 

 

-Temos motivos para acreditar que Morgana Henxen está de volta! - os múrmuros  começaram - SILÊNCIO! Eu decidi montar uma equipe especial, então, quando eu chamar seu nome, venha para o meu lado, entendido? - perguntou com sua habitual voz autoritária 

 

-SIM SENHOR! - todos falamos em uníssono 

 

-Aiden Willes Burke! Camila Von Hill! Alexander Carter!.... 

 

Ao ouvir meu nome eu me desliguei completamente e não me concentrei em mais nada que não fosse caminhar para perto de Camila e Aiden e imaginar o nos aguardava como essa nova equipe.

 


Notas Finais


Obrigada por lerem!
Decidi uma coisa, ao invez de punir quem não comentar, matando ou fazendo o personagem desaparecer, eu preferi beneficiar aqueles que comentam com mais P.O.V.s e coisas assim. Então nao tenha medo de seu personagem sofrer de alguma forma só por que você não comentou ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...