1. Spirit Fanfics >
  2. The Wolf (Carla e Shin Tsukinami) - Diabolik Lovers >
  3. You want more?

História The Wolf (Carla e Shin Tsukinami) - Diabolik Lovers - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Sinceramente, quando começo a fazer algo que eu goste hehe, eu fico muito feliz!

Capítulo 2 - You want more?


Fanfic / Fanfiction The Wolf (Carla e Shin Tsukinami) - Diabolik Lovers - Capítulo 2 - You want more?

As irmãs Sarah e Elaine, no dia seguinte foram atrás do Padre para conversar sobre se elas poderiam mudar de paróquia. O Padre perto dos seus 70 anos de idade, olhar para as jovens com um olhar inegmatico sem entender o porquê delas quererem sair de lá e pareciam muito apreensivas.


Sarah - Padre, nós gostaríamos de mudar de paróquia por favor.


Padre - Mas por qual motivo minha querida?


Sarah - Apenas queremos mudar Padre...


Padre - Ah eu entendo...sei que isso é complicado para vocês, eu entendo minha jovem...


Elaine - *Ela se aproximava de Sarah e assim diria em voz baixa* ~ Ele parece ter ficado triste...


  Sarah se lembrou que o Padre sempre esteve presente na vida dela e de sua amiga. Desde a morte dos familiares das duas o único que esteve lá para qualquer coisa foi ele, parecia um segundo pai para ela e não queria deixá-lo triste.


Sarah - Hmm...Padre.. pensando bem iremos continuar, sabe o motivo era bobo então não tem por que disso, não é?


Padre - Fico feliz em saber que mudaram de ideia minhas filhas, acho que seria bom vocês voltarem a M. Superiora deve está procurando vocês.


Sarah - Certo Padre, obrigada pela sua atenção.


Padre - De nada minhas filhas.


Sarah - *Ela puxava Elaine até o jardim pela qual as duas se sentaram sobre a grama para que pudesse retirar as doninha* - Hum...espero que esse dia seja melhor do que o de ontem.


Elaine - Também espero, por fala nisso não acha estranho eles não ter vindo aqui?


Sarah - Devem estar aqui só não estão nos perseguindo mais.


Elaine - Meio estranho...


Sarah - Talvez, mas é bem melhor do que ter eles aqui para ficar nos perturbando.


Elaine - Olha eles ali, estão falando com a Madre.


Sarah - *Ela olharia para os irmãos Tsukinami's passando pelo corredor do outro lado*


Shin - É verdade Madre, nem parece que a senhora tem 59 anos, continua jovem como sempre.


M. Superiora - Hora essa meu querido, fico muito agradecida pelo elogio, vocês sempre são tão bem-vindos aqui, adoro quando vocês vêm nos ajudar aqui mesmo não sendo necessário.


Carla - Adoramos ajudar vocês, além disso é sempre uma grande honra servir a essa igreja tão abençoada.


M. Superiora - Eu adoraria retribuir por tudo o que fazem pela nossa igreja


Carla - Não tem que retribuir nada Madre, além disso...essa contribuição já está sendo paga... - *Ele olharia para Elaine e Sarah sem que a Madre percebesse*


Shin - Concordo... - *Olharia para Sarah e Elaine logo voltava a olhar para a Madre*


M. Superiora - Venham comigo que eu vou lhes preparar um café! - *Ela iria até a cozinha em passos calmos*


Shin - A senhora fez aqueles biscoitos de nozes?


M. Superiora - Eu nunca deixaria de fazer por saber que você adora irmão Shin.


Shin - A senhora não sabe o quão feliz me deixar ao provar os seus biscoitos - *Ele seguia a Madre até a cozinha*


Carla - Hum... - *Ele acompanhava Shin e a Madre.*


Sarah - Bajuladores...


Elaine - Bem...ao menos não estão perto de nós.


Sarah - Bem melhor do que ter eles aqui tentando fazer algo. 


Elaine - Aham...o sol já está se pondo. Quer entrar e ir assopra as velas? A madre vai pedir para fazer isso com certeza. 


Sarah - Tem razão vamos - *Ela se levantava da grama e entrava na igreja junto com Elaine, as duas apagava as velas que tinham na igreja*


  As novistas estavam dormindo em suas camas, até que escutam batidas na porta de seu quarto.


M. Superiora - Irmã Elaine! Irmã Sarah!


  Sarah e Elaine acordaram com as batidas na porta, Sarah se levantou primeiro abrindo a porta.


Sarah - Sim, M. Superiora?


M. Superiora - Quero que vocês duas levem esses casacos para os irmãos Tsukinami's, eles esqueceram hoje se tarde quando foram embora.


Elaine - Mas...Não pode pedir para outra pessoa Madre?


M. Superiora - Se tivesse outra pessoa sim, mas como só tem vocês duas aqui nessa igreja devem levar os casacos deles. - *Ela entregava os dois casacos para Elaine e Sarah*


Sarah -  Mas não podemos entregar amanhã? - *Ela pegava os casacos*


M. Superiora - Não! Tem que ser hoje e agora, vão quanto mais cedo levarem mais cedo vocês iram voltar.

Sarah - Sim senhora...- *Ela e Elaine trocaram de roupa vestindo suas frades, saiu da igreja com Elaine, as duas iriam para o estábulo para pegar o cavalo com a carroça pela qual iria levar ambas para a mansão Tsukinami* - Sinto que isso não vai ser boa ideia.


Elaine - Eu digo o mesmo...sair nesse horário não vai ser bom mas...Não podemos desobedecer.


Sarah - Na maioria dos dias me arrependo de ser freira, sem brincadeira mesmo - *Sarah subia na carroça e ajudava Elaine a subir e assim iria para a mansão Tsukinami.*

  

O caminho era pela trilha antiga, tudo estava no mais puro silêncio algumas das vezes elas se assustavam com os barulhos que os animais faziam. O que iluminava naquele momento era a luz da lua cheia e o lampião que Elaine tinha nas mãos para iluminar a estrada, estava demorando muito e provavelmente estava quase chegando a madrugada, do nada começou subir uma neblina.


Sarah - O cavalo não vai passar pela neblina...temos que ir a pé.


Elaine - *Ela descia da carroça tentando fugir* - Não!


Sarah - *Ela descia da carroça e pegava na mão de Elaine a puxando para dentro da neblina* - Anda Elaine, é ruim mas temos que ir de qualquer jeito!


Elaine - Deus me leva.

  

Depois de uma longa caminhada, as novistas avistaram um castelo mas o portão da frente estava aberto com medo as duas entraram devagar olhando tudo ao redor, subiram as escadas levando até a porta principal.


Sarah - Finalmente...agora só bater na porta - *Ela aproximava a mão para bater mais antes que pudesse encostar a porta acabaria se abrindo sozinha*


Elaine - ...Acho que minha alma vazou para fora de meu corpo...


Sarah - A minha também...


Elaine - *Ela respirava fundo e entrava na mansão dos Tsukinami junto com Sarah após entrar a porta se fechava atrás das duas*


Sarah - Não!


Elaine - *Percebia que a luz do lampião se apagava .*


Sarah - Meu Deus... - *Ela olharia as luzes da mansão se acendendo sozinhas, pegava na mão de Elaine e andava com ela do lado*


Elaine - Esse lugar é tão gigante...


Sarah - E é longe de toda a aldeia...


Elaine - O que é aquilo? - *Diria ela apontando para dois homens sentados no sofá.*

Sarah - Ah...

  

No meio daquela escuridão, uma vela se acendeu perto do sofá onde os Tsukinami's estavam sentados. Carla estava com suas roupas formais tirando o fato de que não estava com sua gravata e seu colete assim como Shin, mas o mais novo estava com 3 botões de sua camisa branca abertas. Os dois olhavam para as novistas, com olhar de cobiça sorrindo um pouco de lado e Shin estava bebendo algum tipo de bebida que estava numa taça.


Carla - Olá senhoritas Sarah e Elaine, que bom que vocês duas vieram aqui.


Sarah - Como assim? Parece até que estavam nos esperando.


Shin - Depois que eu e meu irmão deixamos os nossos casacos de propósito, lá na igreja vocês nem imaginaram que isso foi armação?


Sarah - Ora seu...! *Ficando um pouco irritada*


Elaine - B-bem aqui o casaco de vocês! - *Ela pegava os casacos e entregava para eles*


Sarah - Então esse tempo todo foi uma armação?


Carla - Correto.


Elaine - Não acredito nisso.


Shin - Vocês queriam respostas e nós iremos lhes dar.


Carla - Somos uma raça de híbridos, ou seja somos criaturas sobrenaturais.


Sarah - ...Faz sentido velocidade, força e a audição de vocês...Mas sempre achei que fosse apenas uma lenda...


Elaine - *Ela se afastava devagar logo pegava na mão de Sarah*


Carla - Se tem uma coisa que vocês devem saber é que...Não adiantar fugir... - *Ele pegava Sarah e Elaine colocando as duas de frente para a escada aonde ele e Shin estariam depois de terem se teletransportado*

  

O clima mudou completamente, um som de uma música tenebrosa e que tocava até a alma das duas novistas as fazendo tremer.
   Olharam para os Tsukinami's, mas seus olhos estavam vermelhos, estavam sorrindo de forma insana poderiam ver perfeitamente suas presas, junto com a música escutaram a voz de Carla.

  

Carla - Silenciarei no meio da noite enluarada...



Shin - Ouço a inovação você está escondida é a verdade perdida...


Carla - Eu posso inverter os seus fatos mas... - *Ele apareceria atrás de Elaine afastando ela de Sarah, pegava o pulso direito de Elaine e puxava para trás assim levantando o queixo dela com a outra mão enquanto olharia para Sarah* - Vou traze-lá sem falhar a minha armadilha eficaz.


Sarah - Elaine! - *Ela daria um passo para ir em direção a de Elaine*


Shin - Tão suave segurou minha mão, sua prateada cruz brilhará ou não? Então seu sangue me chama... - *Segurava na mão de Sarah e a puxava para perto, segurava na cintura dela e a jogava um pouco para trás assim chegava perto do ouvido dela* ~ Você quer mais?


Carla - *Soltava Elaine sorrindo* - A dor te fará gritar.


Shin - *Soltava Sarah com cuidado logo ficaria perto de seu irmão Carla* - Vejo as minhas presas a te perfurar.


Elaine - *Pegava na mão de Sarah e iria se afastando com ela até a porta da mansão*


Carla - Outra, outra vez vou lhe morder.


Shin - Hoje, hoje eu irei te fazer acordar!


Carla - Acordar! Do sonho ruim que eu lhe envolvi essa dor vai chegar - *Se aproximava das duas*


Shin - Rasgar chega a satisfazer... - *Se aproximava das duas e a porta se abria dando para ver a lua cheia* - O brilho do amanhã não se vê.


Sarah - *Saindo da mansão com Elaine*


Carla - Seu destino prometeu ocorrer! Então vá e conheça o sádico da noite!


Elaine - *Corria para a carroça com Sarah*

  

As duas correram o mais rápido que podiam, já que as frades não ajudavam nem um pouco. Viram a frente a carroça, Elaine não perdeu tempo e logo subiu de repente morcegos apareceram fazendo barulho assustando o cavalo. Sarah segurou as rédeas do cavalo aproximando a sua face com o rosto do animal o olhando nos olhos e fazendo carinho para que se acalmasse, depois de ter acalmado Sarah subiu em cima da carroça fazendo com o que o cavalo desce a volta para irem a igreja.
 

 Chegaram na aldeia, indo rapidamente a igreja chegando lá foram para o estábulo colocar o cavalo para descansar, guardaram a carroça. Sarah e Elaine se entre-olharam, se acalmando ambas sem dizer nada do nada escutaram um uivo de dar medo e correram para dentro da igreja indo para seus quartos trancando tudo, aquela noite parecia não passar para elas iriam conversar com o Padre pela manhã para irem embora definitivo dali.


Notas Finais


Abertura do Anime | Diabolik Lovers (Ver. Dublada em PT/BR): https://youtu.be/a_Bh3e4JWIA

Lampião: Lâmpada antiga, usada bem antes das lâmpadas elétricas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...