1. Spirit Fanfics >
  2. The Wolf Diaries >
  3. Perfeita para mim

História The Wolf Diaries - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Perfeita para mim


Fanfic / Fanfiction The Wolf Diaries - Capítulo 9 - Perfeita para mim

 Emmalie Hale Cullen 

Sua respiração bate em meu rosto, seus olhos estão cravados em minha boca e não demoro muito muito para entender. Tudo parece desaparecer, os pássaros param de cantar para nos olhar, as árvores param de balançar e o sol iluminar ainda mais o lugar. 

Então acontece. 

Sinto os lábios febris de Paul se juntarem aos meus. 

Involuntariamente minhas mãos vão para o seu rosto e eu pareço depender daquele beijo terrivelmente bom. Deixo a língua de Paul explorar minha boca e ele deixa um gemido escapar. Uma de suas mãos seguram meus cabelos e a outra aperta meu corpo contra o seu. 

Ele é quente. 

Estamos fervendo. 

Eu sabia que estava fodidamente apaixonada por aquele quileute lindo e arrogante. Era como cair de um precipício. Nos separamos ofegantes e ele termina com um selinho e um meio sorriso. Sinto a insegurança me bater, era o meu primeiro beijo. 

Paul parece ler meus pensamentos. 

— Você é perfeita para mim. 

Me encosto em seu em seu peito para me livrar do frio. 

– Tive medo que não gostasse. - Disse Paul que me ninava em seus braços. 

— E eu me perguntava por quanto tempo iria resistir. - Paul gargalha de mim. — Não sabia que você estava querendo me beijar tanto assim. 

— Não se gabe lobinho, posso fazer greve. 

— Não faria tamanha maldade. - Ele tira o cabelo de meus olhos e me beija novamente. 

Uma pontada de dor na minha cabeça me faz recuar. 

— Acho melhor levá-la de volta. - Diz se levantando comigo agarrada em seu pescoço. 

— Eu não queria, assim você terá que ir embora. 

— Se quiser que eu fique, basta pedir. 

— Fique. - Digo antes de adormecer em seus braços no caminho para casa. 

Paul começa a ter uma boa convivência com Carlisle, ele mede minha temperatura, me dá os remédios na hora certa e me dá sopa na boca. Chega a ser engraçado ver um homem daquele tamanho ser tão cuidadoso. Jacob me contou em como Paul se sentia realmente  mal com o cheiro dos vampiros e ele parecia está lidando muito bem com isso. 

— Vem aqui. - Chamo ele que está em frente à janela como um guarda costa. 

— O que foi linda ? 

— Meus lençóis tem mais do meu cheiro, pode ficar aqui perto para não ter enjoos. - Ele não nega. O que revela o seu mau está. 

Ele aspira profundamente. 

— Me desculpe, vou garantir de me acostumar. 

— Não tem problema algum. 

Suas mãos fazem carinho em meu cabelo, a cama fica mais quente do que eu imaginava. Me lembro do olhar admirado de Paul, até apagar em um sono profundo. 


Paul David Lahote

Sinto uma mão gelada tocar meu ombro e meu nariz arde. Levando em um solavanco mas sou acalmado por Rosalie.  

— Fiz alguns bolinhos é bom comer alguma coisa. - Ela parece envergonhada. Coço meus olhos e me levanto, Emma parece está em um sono profundo. Sigo a mãe da minha garota para fora do quarto. Os bolinhos estão quentes e tem pedaços de chocolate. 

— Não vai me envenena né? - Pergunto e ela levanta a sobrancelha e me sorrir. 

— Considere isso como uma oferta de paz. - Ela se senta em minha frente. Um copo de água está posto em sua frente mas sabemos que ela não irá tomar. — Também são os preferidos de Emmalie. 

— Pode me contar mais sobre ela ? - Tento me aproximar mais da loira psicopata. 

— Teimosa como uma mula e com o senso de humor um pouco mais arisco que o do pai. - Rir nasalas. — Quando ela entrou em nossas vidas Emmett e eu quase surtamos por decidirmos criar uma criança, ela parecia não ter um dia de nascimento e nós nos perguntavamos como alguém conseguiria abandonar uma criança tão linda como ela. 

" Sua primeira palavra foi mamãe e seu quarto era amarelo pastel. Tudo na verdade era dessa cor, você deve saber disso. Emmett se tornou um pai tão atrapalhado que as vezes me dava nos nervos mas ela era apaixonada por ele. Então se um dia você vê-lo com um pouco de ciúmes, releve. Emmalie não irá aceitar que resolva tudo sozinho e será brava na maioria das vezes quando você for um idiota. Ele é uma mulher forte e independente e guerreira e não a trate menos que isso. " 

— Longe de mim impedir que Emma seja ela mesma. - Digo. 

— Obrigada. - Ela diz. 

Eu sabia que nossa hisotiria apenas começava ali, que Emmalie carregava uma força inabalável e isso me assustava um pouco. Eu seria apartir dali qualquer coisa para aquela mulher loira linda que fazia meu coração errar batidas, faria qualquer coisa por ela. 

Honraria meu imprinting.  



Notas Finais


Eu sei que o de hoje foi pequeno mas estou querendo adiantar algumas coisas da escola essas semana. Eu volto assim que puder. Obrigada por lerem até aqui vocês são incríveis.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...