1. Spirit Fanfics >
  2. The woman behind the kunoichi >
  3. Capitulo 20

História The woman behind the kunoichi - Capítulo 20


Escrita por: e GrahLeilane


Notas do Autor


Oiiii...quanto tempoooo

Capítulo 20 - Capitulo 20


Ele se aproxima de mim tentando tirar minhas mãos de cima dos livros.
-Pode parar! -falo-
Ficamos perto um do outro,ele fica me olhando em meus olhos.
Empurro ele.
- Sai pra lá Kakashi. Eu sou casada.
- na verdade não é mais.
-Sai daqui! SAI DAQUI! -falo brava- Some daqui Kakashi! 
- Calma ai. 
-Calma?? Calma eu vou ter quando te der uma surra! Some daqui! -coloco ele para fora da sala e fecho a porta,me tranco la. Começo a chorar-
Me sento no chão e coloco as mãos no rosto. 
- Sinto tanta a sua falta meu amor. Preciso tanto de você. Não deveria ter me deixado assim.

Me deito no carpete e fico olhando para o teto. Sinto uma dor de cabeça forte. Penso que terei uma visão. Mas nada acontece.
Abro a porta da sala e vejo hideki e harumi me olhando. Me sinto tonta. Quase caio,mas Kakashi me segura.
Os gemeos correm até mim. 
- O que houve mamãe? -pergunta Hideki-
Não consigo responder.Apago.
Horas depois acordo, com o Kakashi ao meu lado e as crianças sentadas na beira da cama.
Tem um pano molhado em minha testa.
- O que houve?
- Você desmaiou.
Me ajeito para olhá-lo.
-Kakashi!! Você está sem máscara??
Ele coloca a mão no rosto e o cobre novamente.
- você deveria ficar sem...-falo- palavra de amiga -sorrio de leve-
Ele olha para baixo.
Me levanto. 
- você fica no quarto das crianças ok? 
Eu e as crianças ajeitamos algo para comermos e após,vou pegar os pijamas das crianças no quarto deles.
Damos boa noite para nossa visita e vamos para meu quarto.
Hideki deita na cama após colocar o pijama.
- Mamãe... não vai trocar o papai né?
Olho-o.
- JAMAIS!
- é que aquele cara gosta de você né?
Assinto.
- Mas a mamãe só ama o papai. 
Me deito na cama e chamo a Harumi para deitar também.
Ela deita e me abraça.
- Essa cama me lembra o papai. -fala Harumi com lágrimas nos olhos-
Olho-a e assinto.
-lembra muito. 
Fecho meus olhos e lembro da nossa ultima noite juntos. Sinto meus olhos arderem e as lagrimas começam a molhar meu rosto.
Os dois me abraçam forte e assim adormecemos.

No dia seguinte,levanto antes de todos. E arrumo as coisas para o desjejum. 
Arrumo as crianças para irmos para a cidade fazer compras,deixo um bilhete para o Kakashi dizendo que ele está em casa e que não precisa se preocupar.
Pego os dois e vamos para a cidade.
Fazemos algumas compras, quando um homem se aproxima de nós.
-Itachi? Não... não pode ser. -fala ele-
Olho-o.
- Você conhece ele?? Quem é você?
Olho-o direito.
- Não acredito! -coloco a mão na boca-
- Quem é você? -pergunta ele-
- Shisui?
- Como você me conhece?
Ele está cego. Exatamente como a historia contada pelo Itachi.
- Eu sou a esposa do Itachi. Reran Uchiha.
Ele sorri.
-Não acredito que ele casou! Reran.... aquela do time dele?
- Sim! Eu mesma.
Pego em suas mãos e o guio até uma mesa.
- casou sim. Temos dois filhos lindos. Hideki e Harumi de 5 anos.
Ele se senta e faço o mesmo.
- Estou muito feliz por ter encontrado vocês! -diz ele-E o Itachi? Como ele está?
Não consigo responder.
- Papai virou uma estrelinha no céu. -fala Harumi-
- Eu não acredito! -fala ele surpreso e segura em minhas mãos-nossa... Quando foi isso?
- Há 2 meses. 
- Eu deveria ter encontrado vocês antes.
Assinto e sinto algumas lágrimas escorrerem.
-Sinto tanta falta dele.
- O que aconteceu?
Conto toda a história.
-Então ele terminou a missão. E morreu pelas mãos do Sasuke. 
- Infelizmente. Eu criei o Sasuke com meu irmão... e ele quase me matou há 5 anos. E agora matou o amor da minha vida.  Eu sinto falta de quem ele era. Mas hoje em dia eu não quero ver ele nem pintado de ouro. 
- triste que tenha tudo acabado assim.
-Ele sentia muito a sua falta. Quando os gemeos nasceram,ele queria a sua presença.
- Aconteceram tantas coisas depois daquele fato. Eu realmente achei que iria morrer, mas por milagre sobrevivi.
-Vem lá pra casa. As crianças vão adorar ter você por perto,contando histórias do pai deles.
- Mas não vai pegar mal?
- Shisuiii!!! Você é como um irmão pro Itachi! Ele te ama! Tenho certeza que ele amaria sua presença.
Ele sorri.
-Então eu vou.  E não se preocupe comigo por não enxergar. Eu agucei outros sentidos.
-ótimo saber disso. 
- Me deixe carregar as coisas para vocês então.
-certo! Vamos Haru e Hide!! 
- vaaamos!! -diz Harumi- mas eu quero um picolé antes.
- Claro! Vamos! Quer também hideki?
- Claro! -ele sorri e corre pra junto de nós-
Vamos comprar para eles e logo após vamos para casa.
-Vocês moram pertinho da cidade -fala shisui triste- Se eu soubesse... de verdade eu teria ido ver o Itachi. 
-Tem coisas na vida que acontecem e não sabemos explicar, é triste. 
Ele assente.
- É ... tem razão. Mas ao menos ele deixou dois herdeiros.
Sorrio.
-Eles são tudo para mim. Não sei o que faria se não os tivesse.
Chegamos em casa. 
- Oi Kakashi. -falo-
- Kakashi? -pergunta Shisui-
eKakashi olha para ele.
- Uchiha...Shisui? 
Ele assente. 
Kakashi vai ate ele e o abraça.
-Você fez tanta falta cara! Por que não voltou? Todo mundo achou que você estava morto.
-É complicado. Muito complicado.
-mamãe... -fala Harumi de seu quarto-
-O que houve meu amorzinho?
- MAMÃE! -grita ela-
Corro até lá. 
-O que está acontec... -Vejo Tobi no quarto,proximo à ela.-
-Se afasta dela! 
- Por que? -ele passa a mão nos cabelos dela-
-não toque nela!!
- Vai querer minha ajuda??? -fala ele-
-NÃO QUERO NADA SE VOCÊ!
Kakashi aparece na porta e arremessa uma kunai em Tobi, mas ela atravessa seu corpo sem atingi-lo.
-Kakashi! Achei que você fosse mais inteligente. -fala ele-
Shisui chega lentamente.
-Shisui o que faz vivo?
- vou acabar com você!
Tobi pega minha filha.
Entro em desespero.
- Solta ela. Por favor! POR FAVOR! Ela é apenas uma criança!
Vejo Hideki aparecer de repente.
- Solta minha irmã agora! -fala ele bravo- 
- Hum...você é igual seu pai. Exatamente igual -diz Tobi-
Hideki vai em direçao à Tobi em uma velocidade incrivel, conseguindo arranhar o braço do inimigo antes que ele desmaterializasse seu corpo.
Fico surpresa com a imensa semelhança com o Itachi. Era como se eu tivesse voltado ao passado e estivesse em nossa infancia. 
- Eu vou voltar! -diz Tobi- me aguardem! -fala ele antes de sumir diante de nossos olhos-
Hideki abraça Harumi.
-Ta tudo bem?? -pergunta ele e ela assente- eu vou te proteger Haru. -diz ele baixinho-
Meu pequeno Hideki,tão corajoso desde pequeno. Exatamente igual ao pai dele.
Shisui se aproxima de Hideki e toca em seu ombro.
- Hideki.
- hum...?
- Você me lembra muito seu pai. -Shisui pega ele no colo- sabe... ele era muito determinado e corajoso desde que eu o conheci. Sempre querendo proteger todos. Foi uma pena eu não ter visto ele crescer e se tornar pai.
-Sinto tanta falta dele -fala Hideki-
Me aproximo da Harumi e a pego no colo. 
- mamãe... por que o tio Tobi não gosta mais de nós?
- Porque ele é do mal! -Hideki exclama- 
Harumi encosta sua cabecinha em meu ombro.
- Mas ele era tão querido e o tio Deidara também. Por que as pessoas são assim?
Olho-a e toco na ponta do seu Nariz.
- As pessoas boas, como o papai, ficam pouco tempo entre nós, porque já sabem amar profundamente. Já as más criam raízes e espalham o mal por onde passam, se fingindo de amigos.
- Sinto falta do papai. -fala Ela chorosa-
Sinto um aperto no coração.
- Eu também minha princesinha. 
Shisui larga Hideki no chão e se aproxima de mim e abraça a mim e a Harumi.
-É dificil,eu sei. Mas tenho certeza que ele não ia gostar desse clima de tristeza.
Assinto e sorrio de canto.
- Com certeza não. 
Solto a Harumi no chão e voltamos todos para a sala.
- Reran...
- fala Shisui.
- Lembra que eu te falei que tinha aguçado outros sentidos após perder a visão??
- lembro.
- minha audição escuta coisas, inaudiveis ao ouvido comum humano.
- Que interessante. Isso é maravilhoso.
Ele faz sinal de silêncio. 
- Shhhh deixa eu escutar.
Peço para todos fazerem silêncio.
Ele se aproxima de mim e fica escutando atentamente.

-O que houve shisui?
-Reran...
-Hummm?
- eu estou ouvindo dois corações vindos de você.
- que? Como assim?
- você está gravida Reran? -fala ele colocando a mão em minha barriga-
Meus olhos enchem d’agua.
- Impossivel shisui. Não fale uma coisa dessas.
- Você disse que o Itachi se foi há cerca de dois meses, não é?
Assinto.
- Não é impossivel. É sorte. Muita sorte!
- Shisui não fale uma bobagem dessas. Por favor -as lagrimas escorrem por meu rosto, vou ate a sala dos livros e me tranco la- 
Ele bate na porta.
- Reran... 
- Só me deixe ficar sozinha um pouco.
Sento-me na poltrona e coloco a mão em minha barriga. 
Ele deve ter se confundido. Itachi se foi há dois meses,não existe possibilidade de isso ser real. 
Lembro da nossa última noite juntos. 
Mesmo assim é uma chance remota. 
Ouço alguém  bater na porta.
- Re... -é o Kakashi-
- o que você quer Kakashi??
- sai dai...vem pra cá,fique com a gente. 
- Eu só quero ficar sozinha. 
-Mamãe... -fala Harumi- não fica ai... vem pra cá.
Me levanto e abro a porta.
Harumi me abraça.
- Eu te amo mamãe.
- oh minha pequena. Mamãe também te ama. Me perdoa por não ser forte as vezes e chorar de repente.
Ela não responde,só me aperta.
-Sem você e o Hideki eu não seria nada.
Olho para Shisui, Kakashi e meus filhos. 
- Gente... obrigada por estarem comigo nesse momento. Está sendo tão dificil.  -minha voz começa a ficar embargada- eu sinto tanta falta dele. Dói tanto. É um vazio enorme demais. 
Hideki não fala nada. Se aproxima de mim e me abraça.
- A gente te ama mamãe. 
Sorrio.
- Ajudo eles a fazerem algo para a janta. 
Logo após comermos, coloco as crianças para dormir e ficamos na sala.
-Reran... você tinha que voltar para a vila! -fala kakashi-
Nego.
- não dá. E eu não quero. Já te falei isso.
- Deixa ela kakashi. Ela tem direito de ficar onde quiser.
- Mas é solitário demais...
- Aqui eu sinto como se ele estivesse comigo. Me sinto confortavel aqui, por enquanto. Nosso cantinho... nossa casa. 
Shisui pega em minha mão.
- Só não esqueça de ser feliz.
-Eu sou feliz com meus dois pequenos. Se eu não os tivesse, não sei o que seria de mim.
- Não é isso que eu  quis dizer.
- E se você quiser dizer para eu arrumar outro... pode esquecer. Não haverá outro.
- Você não sabe o dia de amanhã! -fala Kakashi-
- ai mudem de assunto. Que chatice! E voce kakashi,volta quando pra vila?
-ta me expulsando?
- Naaao! Só quero saber.
- Logo voltarei. Acho que a sakura vai vir te visitar dai.
- Ai tomara que sim. Estou com tanta saudades dela. As crianças vão adorar a visita dela.
Espero todos irem dormir e me fecho na sala dos livros. Fico horas lendo.
Preciso por em prática esse jutsu. 
Sinto um vento e de repente uma voz fala
- Coloque em prática e eu te ajudo a trazer Itachi de volta.
- da pra parar de surgir assim?
- eu adoro surpresas -diz Tobi-
Ele tira a máscara.
Me surpreendo por ver como ele é.
- Reran... vamos ser parceiros. Eu te ajudo a trazer seu amado e você me ajuda a dominar o um do ninja.
- Já falei que não quero sua ajuda.
- E se eu te falar que eu encontrei um aprimoramento desse jutsu que você está treinando... 
Fico olhando-o.
- Que aprimoramento?
- Talvez algo que seja eterno. Mas com um alto risco de erro.
-Eterno??
Ele assente.
- uma vez feito,ninguém poderá desfazer. 
Fico olhando-o.
 - Não confio em você.
- Mas se eu fosse você...confiaria. 
- Você traiu o que Deidara sentia por você. E traiu a nossa amizade! 
Ele se aproxima de mim
-fica ai, se não eu vou gritar. É a segunda vez que você aparece hoje. Me esquece.
- Só estou tentando te convencer a se juntar a mim.
- Pode esquecer! Não vou me juntar a você.
- você ainda vai querer ficar ao meu lado. Eu sei que vai.
 - Eu vou aprimorar o Edo Tensei sozinha. Nem que eu demore a vida toda.
- Iludida! Só conseguirá com a minha ajuda.
Falo alto.
- SOME DAQUI! Sai daqui! Desaparece. NUNCA MAIS VOLTE!
Ele desaparece de repente.
Abro a porta da sala de livros e vou ate o quarto das crianças, fico na porta observando-os.
- Eu vou trazer o pai de vocês de volta à vida. Nem que seja a ultima coisa que eu faça.
Sinto lágrimas em meu rosto.
Poxa Itachi. Por que você se foi??
Eu não aguento mais tanta saudade. Dói tanto. Você era mais que apenas meu marido, era meu melhor amigo. Era meu ponto de paz. 
Preciso de você aqui comigo. 
Vou para meu quarto, tiro minha roupa, pego o manto dele e me visto com ele.
Fecho meus olhos.
Volta pra mim grandão... volta pra mim e para teus filhos.
Vejo uma foto nossa e pego-a.
- Tinhamos tanto para viver juntos. Tanto.
Me deito na cama do jeito que estou. Adormeço.


Notas Finais


Estão gostando??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...