História The writer and the reader-Vhope/Taeseok - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Doença, Escritor, Leitor, Livros, Taeseok, Tep, Tromboembolismo Pulmonar, Vhope
Visualizações 302
Palavras 565
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá
Turubaum?
Brotey
Tá aq o cap.
Espero que gostem ❤

Capítulo 8 - Sessão de autógrafos


Era o dia da sessão de autógrafos.

Eu estou nervoso, tenho medo passar vergonha…

Obrigado cérebro por sempre me dar preocupações. Desse jeito meu cabelo além de cair, vai ficar branco!

Eu estou pronto, apenas estou esperando a ligação do Hobi para eu sair e esperá-lo lá fora.

Quando meu celular toca, logo o atendo.

—Alô.-digo

—Oi, Tae, já estou chegando aí.-diz

—Ah, okay, estou descendo.

—Preciso desligar, tchau.

—Tchau.

Eu estou realmente nervoso, estou suando frio.

Calma, Kim Taehyung! Acalme-se, não é nada de mais, você não vai fazer merda. Ou talvez vai fazer… Mas para de pensar negativo! Eu sou péssimo em me acalmar.

Desci. Fiquei esperando um tempo do lado de fora. E logo ele apareceu dentro de um carro preto.

Entrei no carro. Ele me olhou de cima a baixo. Aparentemente notando meu nervosismo.

—Você… Está bem?-perguntou

—S-sim.-digo

—Certeza?

—Sim.

Logo um silêncio ensurdecedor tomou conta do carro.

Fala alguma coisa, pelo amor de Deus.

Logo chegamos.

Tinham MILHARES de pessoas, esperando pra ter um autógrafo.

Eu sinto que poderia ser esmagado por essa multidão.

Ele saiu e estendendo a mão para me ajudar a sair.

Eu não sabia se infartava de vergonha ou ia morrer fuzilado pelo olhar de umas 5 garotas que estavam ali perto.

De verdade pelo olhar delas parecia que elas estavam prestes a sacar uma arma e me matar.

Muitas pessoas se perguntavam quem eu era. E eu… Eu estava apenas andando e rezando pra não ter ninguém de um jornal, porque não estou com vontade de ser famoso, principalmente por ser amigo de um escritor.

Entramos naquela livraria. E adivinha, mais milhares de pessoas.

Desde quando tem tanta gente que gosta de ler, e principalmente gosta de ler os livros do Hoseok, em Daegu?

Essa é nova, demorei 3 anos pra achar alguém que gostasse dos livros do Hoseok nessa cidade! (esse ser se chama Min Yoongi)

No mínimo vieram de outros lugares, ou eu sou anti social. Acho mais provável a segunda opção.

Bom, logo ele começou a dar os autógrafos e eu fiquei lá no canto.

Quando algo me chama a atenção, uma garota, ela estava mais tímida que as outras.

—O-oi.-ela diz

—E-eu sou a-a menina q-que… V-você bloqueou ontem, v-vim pedir desculpa e um autógrafo.

—Ah, não tem problema… Está tudo bem.-diz Hoseok sorrindo e logo dando um autógrafo no livro dela.

Realmente, meu escritor favorito além de um ótimo escritor, é uma pessoa legal e educada…

Mais muitas pessoas vieram pedir autógrafos, e eu estava ficando com uma leve falta de ar, nada que eu já estivesse acostumado.

Hoseok percebeu, e pediu um minuto pra falar comigo.

—Você, está bem?-perguntou

—Sim… Nada que… Eu não esteja acostumado.-respondo levemente ofegante

—Certeza?

—Sim.

—Absoluta?

—Sim…

—Okay…

Ele voltou a dar autógrafos, dando uma olhada pra mim a cada 2 minutos praticamente. Ele parecia muito preocupado, embora eu tenha dito que estou bem.

Logo a falta de ar piorou. Ótimo momento pra você dar uma aparecidinha, né TEP?

Vou fingir que não estou passando mal.

Peguei meu celular, puta que pariu, passou do horário de tomar o remédio. Eu esqueci de trazer o remédio, parabéns pra mim.

Consegui fingir que estava tudo bem por uns minutos, (tipo uns 10, 20, 30 no máximo). Mas Hoseok, observador do jeito que é, percebeu; acelerou a velocidade nos autógrafos (faltavam 5). E veio bem rápido até mim.

—Quer que eu chame uma ambulância?-ele perguntou

—Não, apenas preciso do meu remédio.-respondo

Logo ele se despede do público, me leva pro carro e me deixa em casa.

—Ei, se cuida, tá? Qualquer coisa me liga, quando ficar bem me liga, pra eu não ficar mais preocupado.-diz

—Okay, tchau, Hobi.

—Tchau, TaeTae.


Notas Finais


Foi isso
Gostaram?
Espero que sim.
Beijins


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...