1. Spirit Fanfics >
  2. The Yellow Demon Woman >
  3. Amor ou prazeres

História The Yellow Demon Woman - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Amor ou prazeres


Fanfic / Fanfiction The Yellow Demon Woman - Capítulo 3 - Amor ou prazeres

Narradora

Já é de noite e Mabel estava se preparando para o jantar, Mabel estava tomando um banho, ela muito preocupada e nervosa também, ela não conseguia esquecer do que Bill tinha dito para ela, aquelas palavras simplesmente deixaram ela com medo, seu corpo tremia de medo e de nervosismo, Mabel nunca tinha sentido prazer em sua vida, ela não sabia o que era ser tocado por um homem, seu corpo estava tremendo de medo e de ansiedade, ela não sabia o que pensar de Bill. 

Assim que avia terminado de tomar banho, ela começou a se enxugar, ela tentava não se preocupar muito mais o medo fazia ela se preocupar muito, assim que terminou de se enxugar ela saiu do banheiro com uma toalha enrolada no corpo, quando saiu do banheiro se encontrou com Bill no quarto, ela ficou tão vermelha e ficou sem saber o que fazer, quando Bill percebeu olhou para Mabel de cima para baixo, e soltou um sorriso malicioso. 

- Bill! O que está fazendo aqui? - dizia com seu corpo tremendo de medo.

- Eu vim tomar um banho querida! - disse se aproximando de Mabel e colocando ela contra a parede - mas acho que o banho pode esperar! - dizia se aproximando de seu pescoço. 

Mabel não sabia o que fazer, ela apenas estava de toalha, ela avia fechado os seus olhos, ela sentia a respiração de Bill em seu pescoço, Bill começou a morder o pescoço de Mabel, ela sentia uma sensação estranha mais ou mesmo tempo era uma sensação boa, sua toalha estava quase caído de seu corpo, ela também percebeu que Bill estava sem a sua camisa social e percebeu que avia várias cicatrizes em seu corpo. Então Mabel empurrou Bill com toda força possível, ela estava ofegante mais não podia perder o foco. 

- Acho melhor você tomar um banho! Se não vamos nós atrasar para o jantar Bill! - dizia extremamente envergonhada mais tentava manter postura. 

- Esta bem! - dizia com um olhar surpreso e logo entrou no banheiro. 

Logo Mabel correu para o guarda roupa para pegar um vestido, ela estava tremendo de medo mais ou mesmo tempo estava com o seu corpo pegando fogo, ela estava tão quente, ela avia colocado a sua mão no local a onde Bill avia mordido estava doendo um pouco, mas estava desejando por mais, Mabel não queria pensar naquilo, esses pensamentos deixaram ela perturbando. 

Enquanto ela colocava a sua roupa Bill espiava ela, ele percebeu o quanto o corpo de Mabel era muito bonito e lindo ao mesmo tempo, Bill olhava para Mabel como se ele fosse sou presa, ele estava com tanta vontade de ataca ela, e logo Mabel percebeu que estava sendo observado, Bill avia percebido e logo parou, ele não podia negar, ele realmente estava ficando louco por ela, ele não conseguia esquecer o sabor e o cheiro dela. 

Logo Mabel saiu do quarto e de seu as escadas o mais rápido possível, ela foi para sala de estar, ela estava tão envergonhada e tímida e não sabia o que dizer, logo sentiu alguém tocar em seu ombro seu corpo gelou por inteiro, quando olhou era Esmeralda. 

- O jantar está pronto Mabel! - dizia com sorriso simpático e gentil. 

- Já? Oh! Claro! Já estou indo! - dizia se levantando do sofá.

Mabel logo foi para sala de jantar, ela já estava com muita vergonha e não sabia se conseguiria olhar para cara de Bill depois do que tinha acontecido, estava com muita vergonha dele, logo Mabel se sentou e uma empregada trouxe a sua comida, Mabel avia agradecido e logo Bill a parece e se sentou, Mabel tentava não fazer contato visual com ele, seu corpo tremia e também pegava fogo ao mesmo tempo. 

Quando Mabel olhava para Bill percebia o quanto era bonito naquela camisa social, seu modo de comer e seus expressões, Mabel estava sentindo um forte desejo por Bill. 

- algum problema senhorita Mabel? - dizia com uma expressão calma enquanto estava comendo. 

- Não Bill! Eu estou bem! É que eu tinha percebido o quanto a comida está muito boa! - dizia disfarçando com um sorriso forçado em seu rosto. 

- Hum! Que bom que gostou da comida! - dizia enquanto bebia uma taça de vinho. 

15 minutos depois. . .

Assim que o jantar avia terminado Mabel e Bill foram para o quarto, Mabel ficou sentada na cama enquanto isso Bill estava trancando a porta do quarto, Mabel se sentia insegura, quando percebeu Bill já estava em sua frente, ele olhava para ela com o maior desejo do mundo, ele pegou nas mãos de Mabel e fez ela levantar, Bill se próxima vai do pescoço de Mabel, quando estava preste a mordê-lo ele viu Mabel tremer de medo.

- O que foi Mabel? - dizia segurando o queixo de Mabel.

- E-Eu estou com Medo! E não sei se consigo fazer isso! E... 

Logo Mabel foi interrompida por Bill, ele avia colocado uns de seus dedos em sua boca, e logo deu um beijo na mão de Mabel, Mabel avia ficado surpresa. 

- Você precisa relaxa! Apenas fique tranquila e deixa comigo! 

Bill avia iniciado um beijo, Mabel ficou surpresa, ela nunca pensou que um dia ela beijaria um homem em sua vida, ele sentiu o seu coração disparar e percebeu o quanto aquele Beijo era tão quente, ela logo se rendeu a ele, Bill avia percebido ele aproveitou começou atirar o vestido de Mabel, assim que avia tirado Mabel deitou na cama, ela estava apenas de calcinha, Bill estava dês apoderando a sua camisa e logo ficou sobre Mabel. 

Logo Bill começou com um simples Beijo calmo e penetrante, ele de seu para o pescoço de Mabel, ele deu algumas mordidas enquanto apertava o pico dos seios de Mabel, Mabel dava alguns gemidos leves mas para Bill aquilo era como música para os seus ouvidos, gemidos de dor, prazer e sofrimento, as vezes Bill adorava ver o sofrimento das pessoas se dó e sem piedade, Bill adorava matar qualquer um que entrasse em seu caminho. 

Os gemidos de Mabel ficavam cada vez mais altos, aquilo fazia o demônio ficasse mais excitado, ele avia percebido que Mabel já estava excitada, então ele começou a tirar bem devagar, Mabel avia percebido, ela tremia mas confiava em Bill, assim que tirou Bill colocou sua mão lá, ele percebeu o quanto ela estava molhada, Mabel ficou muito envergonhada, então Bill pegou na mão de Mabel e olhou diretamente em seus olhos e disse. 

- Você confia em mim? - disse de forma calma.

- S-Sim! - dizia extremamente envergonhada. 

Então Bill colocou um dedo na entrada de Mabel, ela de forma leve, pela primeira vez em sua vida Mabel estava sentindo prazer ela sentia um pouco de dor ao mesmo tempo, Bill via como ela estava reagia então ele colocou mais um dedo nela, agora sim os gemidos dela ficaram mais altos, Bill fazia movimentos rotativo, Mabel se contorcia de prazer, Bill beijou Mabel calmamente, Mabel ficou preza naquele círculo de prazer, ela não conseguia volta para realidade, era como se Mabel estivesse acorrentada naquela cama e não conseguia parar. 

Bill estava tão excitado que não conseguia parar, ele desejava casa parte do corpo de sua amada, ele queria prova cada parte dela, seu cheiro fazia ele delira o sabor do corpo dela fazia ele enlouquecer, ele queria tortura-la mas sabia que tinha que ser conter um pouco, as expressões de Mabel já era o suficiente para agradar ele, Bill adorava ver as expressões de dor e de prazer de Mabel aquilo já era suficiente para ele.

- B-Bill! Estou sentindo algo e-estranho! - disse entre os gemidos de prazer. 

Bill apenas sorriu aumentou os movimentos de vai e vem, Mabel cada vez se sentir estranha, aquilo era tão prazeroso que ela mesma já não estava mais aguentado, então Bill deu um beijo profundo nela, esse Beijo era feio de prazer e luxúria, então finalmente Mabel chegou ao seu limite, eles se separam do beijo, Bill levou a seu dedos até sua boca e lambeu, Mabel ficou extremamente envergonhada por outro lado Bill estava adorando o sabor de sua mulher. 

- Você tem um sabor maravilhosa Mabel! Nunca pensei que seria tão Doce! - dizia com olhar malicioso. 

- NÃO FALE ISSO! ISSO É CONSTRAGEDOR! - disse gritando extremamente envergonhada. 

- Por que esta com vergonha? Acabei de prova o seu corpo! Não tem o que se envergonha! - disse sorrindo e rindo ao mesmo tempo. 

- Não fale essas coisas Bill! - dizia olhando para o lado com vergonha. 

Logo os dois se deitaram na cama, Bill puxou Mabel para si, ele queria ela perto dele, ele não queria que ela se afastasse dele, Bill tinha medo de perdê-la, ele já avia feito muita coisa errada em sua vida, será que Mabel despertou algo em Bill? Ou será que ele só quer ela para os prazeres Próprios? Não importasse o quanto ele fizesse-se coisas ruins.


Notas Finais


Você querem mais histórias Narrada?
Querem a continuação?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...