1. Spirit Fanfics >
  2. The Yellow Demon Woman >
  3. Um passado sombrio e uma festa?

História The Yellow Demon Woman - Capítulo 4


Escrita por: CharlieFerraz

Capítulo 4 - Um passado sombrio e uma festa?


Fanfic / Fanfiction The Yellow Demon Woman - Capítulo 4 - Um passado sombrio e uma festa?

Mabel

Acorde com os passarinhos cantando e logo me sentei na cama e percebi que estava sem as minhas roupas e foi que me lembrei, Bill avia me tocado ontem a noite, me cobri com a coberta, sentia algumas dores no meu corpo principalmente nas minhas partes íntimas e no meu pescoço e nos seios, se que não fizemos completamente mas sinto que quero mais, me sinto suja por dentro e também por ter esses pensamentos. 

Percebi que Bill não estava ao meu lado acho que ele pode ter saído, avia uma camisola do lado tratei de colocar ela loco, me lembrei de um pouco da noite passada aquilo realmente aconteceu mesmo não sendo sexo aquilo me senti tão bem, aquele prazer todo que estava sentindo mesmo doendo um pouco aquilo foi muito bom e teve só uma coisa que me incomodou, o Bill tinha várias cicatrizes pelo corpo dele, me pergunto quem fez aquilo com Ele? Será que alguém machucou Ele? Será que ele foi torturado? Esses pensamentos veio na minha cabeça, não posso acreditar que estou com pena dele, mesmo que Bill seja assustador ele é um boa pessoa, logo ouvir umas batidas na porta e logo a esmeralda entro com uma bandeja de comida. 

- Esmeralda! Você não precisava me trazer o café da manhã na cama! - disse olhando para ela.

- O senhor Bill pediu para trazer para você Mabel! - disse com calma enquanto colocava bandeja encima de um mesinha - bom Mabel, eu já estou indo! - dizia se virando. 

- Espera Esmeralda! Preciso que fique aqui! - dizia extremamente preocupada.

- Aconteceu alguma coisa Mabel? - disse perguntando enquanto se aproximava e se sentando na cama.

- Olhar eu queria te fazer algumas perguntas! Mas tem que promete que vai guarda secreto! - disse um pouco nervosa. 

- Tudo bem Mabel! Não vou conta nada a ninguém! - disse extremamente calma. 

- Ótimo! Olhar você deve conhecer o Bill muito bem, Né? - disse perguntando. 

- Sim! E como conheço! - dizia extremamente calma. 

- Ontem a noite - dizia um pouco vermelha - Percebi que Bill tinha várias cicatrizes pelo corpo dele! Alguém machucou Ele? Ele por acaso foi tortura por alguém ou foi sequestrado? - dizia preocupada.

- Bem... Eu não posso responder isso Mabel! - dizia com um desconforto. 

- Como assim não pode responder? - disse confusão. 

- Olhar senhorita Mabel, esse tipo de coisa é extremamente pessoal do Bill! E também é um assunto muito pessoal! Acho melhor eu não posso conta o que aconteceu com Ele! - dizia extremamente nervosa e com medo.

- Por favor Esmeralda? Me conte o que aconteceu com Ele?! Eu prometo que não vou conta pra ninguém! - disse olhando para ela.

- Você promete mesmo? - disse perguntando com um olhar sério. 

- Sim! Eu prometo com a minha vida! - disse olhando para ela.

- Esta bem! A muito tempo trás avia uma família e um trio de gêmeos, kill, Bill e Will... Eles viviam infelizes em sua casa por causa de seu pai! - dizia em um suspiro - O pai deles era extremamente rigoroso e cruel com ele! Toda vez o pai deles batiam neles por nada! Isso fez que o trio ficasse completamente infelizes principalmente o kill e o Bill eles eram considerados os irmãos mais velhos do Will - dizia com uma expressão um pouco triste - todos os dias era um inferno para o trio, ele já não estavam mais aguentando os abusos de seu pai! Então um dia o Bill não estava mais aguardando! Então em uma noite Bill matou o seu próprio pai! Bill já estava cansado de tudo aquilo! Quando os seus irmãos descobriram eles ficaram sem palavras! Mais Bill disse uma coisa que deixaram eles surpresos "Eu finalmente me livre dessas corrente que estavam presos em minha mãos e pés!", depois disso o trio se separou para sempre! Ninguém sabe direito onde está o kill e o Will!  - disse com uma expressão triste. 

- Eu não sabia disso, como alguém é capaz de fazer isso com os seus próprios filhos! E também com Bill pode fazer uma coisa tão cruel assim?! - disse com medo - e também cadê a mãe deles nessa história?! - disse perguntando. 

- Mãe deles morreu após o nascimento deles! O pai culpava o trio por isso! Mas eu não acho que eles tem culpa! Esse tipo de coisa acontece às vezes, mais para alguém como o pai de Bill aquilo foi uma coisa terrível! - disse.

- Já não sei o que pensa do Bill! Não se sinto pena dele ou medo? eu estou muito Confusa! Será que o Bill está disposto a conversar comigo sobre isso? - disse perguntando. 

- NÃO FAÇA ISSO MABEL! JAMAIS PERGUNTE ALGUMA COISA SOBRE O PASSADO DELE!!! - dizia com medo. 

- Tudo bem Esmeralda! Eu não vou perguntar nada pra Ele! Fiquei tranquila! - disse tranquilizador ela. 

- Obrigada! - disse se acalmando. 

Assim que Esmeralda se acalmou comecei a tomar o café da manhã, nunca pensei que Bill devesse um passado tão sóbrio e triste, se que a Esmeralda me proibiu de fala isso com o Bill sobre isso, mas um parte de mim fala para conversar com ele sobre isso, acho que vou fala com sobre isso mas vou tentar disfarçar o máximo. 

10 minutos depois. . .

Depois que terminei de comer Esmeralda saiu do quarto e logo me levantei da cama direi aquela roupa e pequei um vestido bem simples, enquanto estava tirando a minha camisola percebi bem as marcas no meu corpo aquilo era um pouco desconfortável, mas não liguei muito, coloque o mais rápido possível e logo sai do quarto e comecei a desse as escadas e fui direto para o jardim, acho que esse é o único lugar que me sinto confortável da casa e também aliviada, me sentei perto da fonte de água, senti uma brisa de vento muito bom, aquilo era muito bom acho isso fazia todos os meus problemas desaparecessem. 

Bill

Já estava voltando para minha dimensão, já era ruim quando os demônios não consegue fazer um bom contrato isso me deixa tão irritado, mas estou calmo hoje porque ontem a noite foi tão bom ter provado o corpo da senhorita Mabel, aquele corpo me fez ter desejos mais forte, mas eu tinha que me controlar se não as coisas iam sair do controle, e para que o Mabel fica um pouco intimidade na minha presença.

Assim que cheguei na minha dimensão fui direto para o quarto, quando chego lá a senhorita Mabel não estava lá, para onde ela teve der ido? Fui para janela e vi ela no jardim, acho que ela prefere ficar lá do que dentro de casa, até mesmo de longe ela é muito bonita, não vejo hora de eu e você nós torna um por completo, estou com muita vontade de fazer aquilo com você por completo. 

Sai do quarto e comecei a desse as escadas sinto que as coisas estão mudando para mim, bem pelo menos eu acho, né? Não como o meu passado que o inferno, todos os dias eram a mesma coisa apanhado por não as vezes pelo menos esse inferno acabou, pelo menos se aonde estão os meus irmãos gêmeos, espero que cada um tenha seguido o seu caminho, as vezes o kill dizia que me tornei igual ao nosso pai, mas isso não é verdade, se ele fala isso é porque também se tornou um igual a ele, menos o Will, ele sempre foi o mais calmo e o medroso, mais pelo menos isso é bom, mesmo o Will ssendo o mais fraco eu não posso culpado as vezes fica com vergonha dele mais tenho que respeita a decisão dele, assim chego no jardim Mabel estava sentado perto da fonte, ela parecia distraída. 

- Parece que o jardim é o seu refúgio senhorita Mabel? - disse com ironia. 

- B-Bill?! Não ouvi você chegando! - dizia se levantando. 

- Mil perdões por ter assustado! - disse com um sorriso malicioso. 

- N-Não! Não assustou! - dizia completamente intimidade - Bill podemos conversar sobre uma coisa? - dizia perguntando. 

- Claro meu amor! - disse me sentando no banco de pedra e fiz sinal para ela se senta também e logo ela se sentou - então? Sobre o que queria conversar comigo? - disse perguntando. 

- Eu queria fala sobre ontem a noite! - dizia um pouco vermelha. 

- ah! Você queria continuar com Aquilo? Era só você ter falado que eu não parava de tocar em você! - disse rindo um pouco. 

- N-Não! Não é isso Bill! É sobre outra coisa! - dizia olhando para o lado. 

- E o que seria? Pode Fala? - disse calmo.

- Quando nós estamos sozinhos ontem a noite, você tinha tirado a sua camisa - dizia um pouco vermelha - e eu várias cicatrizes no seu corpo! - dizia afirmando. 

Fiquei paralisado não sabia o que responder, achei que mela não fosse reparar, me senti completamente incomodado com sua pergunta, não posso responder isso. 

- Olhar querida! Isso não posso responder! Sinto muito! - disse um pouco nervoso mais tentava mandar a postura. 

- Olha Bill, se tiver alguma coisa que esteja de incomodando, você pode contar qualquer coisa pra Mim! Até porque sou sua mulher! Você não precisa esconder nada de Mim! - dizia colocando a sua mão em meu ombro. 

Não podia conta pra ela o que aconteceu e principalmente do que fiz com o meu pai, ela jamais entenderia, e também jamais entenderia que sou um demônio, esse tipo de pensamento odeio ter eles, quando ter por mim Mabel tinha me dado um abraço fiquei sem entender, porque ela está fazendo isso? E porque estou me sentindo confortável com isso? Porque estou com vontade de retribuir? Eu não consigo controlar os meus braços, isso é tão bom, mais não tendo porque estou fazendo, logo parei de fazer aquilo. 

- O que foi Bill? Aconteceu alguma coisa? - dizia confusa se entender nada.

- É que eu não tenho costume de receber Abraço de mulheres! - disse desconfortável. 

- Entendo Desculpa! Eu não queria ter feito isso! Achei que você preci....

Antes que ela terminasse a frase puxei para um beijo e ao mesmo tempo para um abraço, esse mulher está me deixando louco, Mabel Pines você está despertando algo em mim que não sei o que é? Mais estou gostando disso e não sei o motivo, nós nos separamos do beijo e logo disse. 

- Nós precisamos sair Mabel! - disse afirmando. 

- Aonde nós vamos Bill? - disse um pouco vermelha. 

- Para cidade! Hoje vai ter uma festa e nós fomos convidados! Temos que comprar um vestido para você! 


Notas Finais


E aí? Continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...