1. Spirit Fanfics >
  2. Theo, o cara do T.I >
  3. Um bom funcionário

História Theo, o cara do T.I - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Mais uma fic, espero que soroveitem.

Capítulo 1 - Um bom funcionário


— Stilinski? — Derek perguntou ao telefone em seu escritório. O Hale estava atrás de sua grande mesa. - Chame o Sr. Raeken ao meu escritório.


- O cara do T.I?


- Quem mais? Agora ligue para ele.


- Ok, não precisa ser grosso.


***


Quando Theo finalmente chegou, ele estava suando frio. O que pode ter acontecido? Theo tinha certeza de que ele estava trabalhando bem.


Ele bateu na porta.


— Entre. - Veio a voz de Derek.


Theo respirou fundo e abriu a porta, entrando e fechando-a em seguida.


— Sim, senhor?


— Que bom que você veio, Raeken. Calma, não vou te morder. - O CEO se levantou da cadeira. - Agora sente-se aqui.


Theo obedeceu, indo para a cadeira de seu chefe. Quando se sentou, Derek a empurrou para mais perto da mesa.


— Agora, preciso que você faça algo.


— Sim?


— Veja, eu sou totalmente idiota com tecnologia, então preciso da sua ajuda. Preciso que você acesse o histórico do meu navegador e verifique se há algo errado.


— Tem certeza de que precisa de mim só para isso? - Theo perguntou, antes de pensar melhor.


— Você vai me questionar, Raeken? 


— Não senhor, sinto muito. - Theo começou a trabalhar. 


— Se importa? — Derek, atrás dele, colocou as mãos nos ombros do Raeken.


— Não, senhor. Está ótimo, para ser sincero.


— Bom, Raeken.


Em segundos, ele abriu o navegador e o histórico. Começando a olhar para os títulos.


- O que você quer ver, senhor?


- Hmmm ... - As mãos nos ombros de Theo começaram a se mover, massageando-o. O funcionário de T.I congelou. - Diga-me, Raeken, você vê algo impróprio?


- S-sim, senhor? - De fato, havia muita pornografia no histórico.


- Por que você não me mostra, então? - Suas mãos começam a descer pelo corpo de Theo, alcançando os botões de sua camisa. Novamente, ele obedeceu. Seu pênis se mexeu em suas calças.


Ele clicou em um dos links. Era um pornô e, claro, o vídeo começou assim que a página acabou de carregar.


—Deixe  o vídeo continuar. - sussurrou Derek, bem perto do ouvido do cara. Ele abriu um botão da camisa.


O conteúdo do vídeo não era algo muito fora do normal: um escritório, dois caras gemendo e fodendo. Theo estava totalmente duro agora, sua mala obscena em sua calça. E Derek já tinha aberto todos os botões da camisa dele, abrindo-a com um puxão de cada lado, antes de agarrar a enorme mala na calça do mais jovem. O cara do T.I gemeu alto. Seu abdômen e peitoral estavam expostos agora.


- Senhor?


- Você se lembra da primeira vez que jogou basquete conosco? No clube? - Derek disse, abaixando-se ao lado do loiro, cujos olhos estavam grudados no pornô.


- Sim, senhor. - Seus quadris involuntariamente deram uma estocada para cima, no aperto do CEO.


— É claro, foi ontem. Mas você notou, no vestiário, como eu olhava para o seu pau cada vez que podia? - Derek terminou e sua boca se foi ao encontro do duro peitoral de Theo e ele começou a chupar um mamilo. Sua mão soltou a mala do loiro, mas apenas para abrir o zíper e libertar o pau duro, grosso, 20 centímetros, latejante do Raeken, que Derek começou a masturbar imediatamente.


- S-sim! - Theo gemeu. - Mas eu pensei que estava só ... vendo coisas ...


A respiração de Theo estava irregular. Seu abdômen duro estava ofegante, os músculos subindo e descendo.


- Eu não pude acreditar na hora. Seu pau, mesmo mole, era absurdamente longo. Mas agora eu entendo ... - Disse, soltando o mamilo do Raeken. - Fiquei tão surpreso com o seu corpo a primeira vez que você entrou aqui. Não apenas um nerd, mas um rato de academia também? Você é perfeito.


- O-Obrigado, senhor.


- Mas eu percebi que você também estava olhando para mim, certo? Explique. - E Derek começou a chupar o mamilo novamente. A mão de Theo soltou o mouse para agarrar o cabelo do Hale.


- Sim, senhor. E-eu não conseguia parar de olhar para sua bunda, é tão grande! - Theo tentou, entre gemidos, sentindo seu orgasmo mais próximo a cada segundo. - Mesmo vestido, toda vez que vejo ... eu ... só quero te inclinar sobre a minha mesa!


Derek sorriu, soltando o mamilo novamente.


- Ótimo, Raeken. Goze para mim então e depois você pode foder minha bunda do jeito que quiser. Seja um bom funcionário, me dê a sua porra!


Uma última bombeada da mão de Derek e os quadris de Theo estocaram novamente.


- Oh porra, porra, porra ... - Theo gemeu enquanto gozava, seu pau de 20 centímetros jorrando jatos grossos de esperma quente sobre seu abdômen e peitoral.


 Derek ainda deu outra bombeada e a cabeça vermelho-raivosa do pau liberou um último jato espesso de porra, que correu a partir da glande pelo pau grosso, alcançando a mão do chefe. Derek soltou o pau e lambeu o esperma sobre sua mão, saboreando a semente de Theo.


- Agora, Raeken. Limpe-se e volte ao trabalho. — Derek sorriu, observando o estrago.


- S-sim, senhor. - Theo gaguejou, a camisa ainda aberta, o torso ainda encharcado de sua própria porra branca e o abdômen sarado ainda ofegante.


Notas Finais


É isso
Perdão qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...