1. Spirit Fanfics >
  2. There Is A Light That Never Goes Out >
  3. Take Me Out Tonight

História There Is A Light That Never Goes Out - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


oi? :)
Postando essa história que eu fiz inspirada numa das músicas da minha banda favorita: The Smiths!
Não sei nem se alguém vai ler isso aqui mas é isso.

A história é ambientada em Seoul, no começo dos anos 90.

(Esse capítulo tá bem curtinho porque é só pra introduzir mesmo.)

Capítulo 1 - Take Me Out Tonight


Take me out tonight
Where there's music and there's people
Who are young and alive

 

Donghyuck tinha saído para comprar cigarros mais cedo. Ele disse para os pais que só queria refrigerante, mas a verdade é que ele ia alimentar o pior dos seus vícios. Donghyuck era viciado em muita coisa. Em cigarros; em livros de poesia, desde a mais barata a mais complexa; em camisetas de bandas; em meias pretas, brancas, pretas e brancas (mas nunca coloridas); em pulseiras de couro; e no cheiro de Mark Lee, seu melhor amigo e fiel escudeiro.

Donghyuck tinha saído para comprar cigarros e logo depois ele saiu mais uma vez para a locadora do bairro. Ele ia se encontrar com Mark e depois iriam juntos para a casa do mais velho assistir um filme, comer besteira e conversar sobre os problemas das suas vidas jovens e os sonhos de irem juntos a um festival de rock no futuro.

Mark se apaixonou primeiro pelas bandas de rock, principalmente inglesas. Donghyuck estava mais por dentro dos artistas sul coreanos e suas músicas românticas, por causa da sua irmã mais velha. Mas, assim como Mark fez Donghyuck gostar de cerveja, ele o fez gostar de rock.

Donghyuck e Mark eram amigos desde os seus oito, noves anos. Cresceram juntos, no mesmo bairro, escola, sala e carteira. Dividindo desde as lancheiras e gibis até horas no fliperama e fitas cassetes. Dividindo experiências, histórias, primeiras vezes.

Donghyuck estava lá, para surtar com o amigo, quando Mark deu seu primeiro beijo aos quinze anos, na festa de aniversário de um de seus colegas. E Mark estava lá quando Donghyuck resolveu aceitar que talvez não fosse dar seu primeiro beijo tão cedo porque não gostava de meninas. Mark estava lá para abraçar Donghyuck e oferecer seu ombro amigo todas as vezes que o mais novo ouvia piadinhas homofóbicas pelos corredores do colégio e era obrigado a ficar calado pois prezava pela sua segurança.

Eles sempre estiveram lá um pelo outro e agora não seria diferente.

Donghyuck tinha saído para comprar cigarros, depois tinha saído com Mark e, quando ele finalmente voltou para casa, Donghyuck desejou que tivesse saído mais vezes, por mais tempo, por muito mais.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...