História There is no right time to love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Karin, Konan, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Adolescentes, Comedia, Drama, Festas, Revelaçoes, Romance, Sakura Haruno, Saky_jujuba, Sasuke Uchiha, Sasusaku
Visualizações 311
Palavras 2.255
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei muito?
Espero que não..
Boa leitura <3

Capítulo 2 - Mentiras e verdades


As terças-feiras não são tão legal como as segundas e eu me sinto exausta por ter passado a noite acordada, bom pelo menos agora já sei quem matou Jason Blossom. 

 

Após terminar meu café da manhã, sozinha porque o Senhor e a Senhora Haruno sempre saem cedo para trabalhar e eu sou obrigada - Não que isso seja ruim - a comer sozinha. Ino me mandou uma mensagem dizendo para encontrar ela na quadra da escola agora mesmo. Droga Ino me fazendo sair correndo até a escola.

 


Entrei na quadra e Ino estava com o uniforme vermelho e nada chamativo das líderes de torcida. 

-Eu tenho aula de matemática em vinte minutos então me diz logo o que houve?

Me sento ao seu lado na arquibancada da quadra. Ino adora enrolar no assunto por isso me adiantei.


-Sai.

Ino estava cabisbaixa.

-O que tem o Sai, Ino?

-Ele disse que fomos precipitados em  assumir um compromisso agora. Eu fiquei nervosa e chorei muito, ele me chamou de infantil e egoísta.

Abracei Ino forte e ela começou a chorar e eu meio que me desesperei.
Minha amiga loira não é de chorar tão fácil. 

-Calma meu amor..

Digo a abraçando. 
Ino me aperta no abraço e resmunga algo sobre sua vida não ter sentindo sem Sai.


Amar é atirar no próprio pé. As pessoas geralmente sofrem em algum momento por esse tal de amor. Seja no início de um relacionamento complicado.
As crises do meio de um relacionamento ou no final de um desgastado.
Essas pessoas ainda são mais sortudas do que as que sofrem as três etapas e ainda assim continuam na mesma. As envenenadas pelo amor não correspondido.
Em meio a toda essa filosofia de boteco Ino e eu fugimos da escola para tomar sorvete na nossa amada Ice cream Nara. A melhor sorveteria de toda a nossa cidade.

Depois de nós nos entupimos de sorvete e assistirmos "Como eu era antes de você" Ino chorar durante todo o início, meio e fim do filme. Eu finalmente voltei para a minha amada casa.
O resto da tarde fiquei vegetando no meu quarto até Sasuke me ligar perguntando se eu gostaria de ter a honra de jantar na sua nada humilde residência pois sua mãe faria estrogonofe de frango.

Eu nunca rejeito comida, principalmente a da minha dinda.


-Sakura querida! 

E falando nela..
Sorri indo até a cozinha e a abracei.

-Me ajuda a pôr a mesa?

-Claro.

Era sempre assim. Mikoto adorava fofocar na cozinha e como minha mãe estava focada no trabalho sobrou para mim ouvir sobre as puladas de cerca da minha outra vizinha. 
Depois do jantar Sasuke e eu fomos para o quarto dele.
Sasuke se jogou na cama e eu me sentei  ao seu lado.

-Viu o Sai hoje? 


Pergunto mexendo no capuz da camiseta dele.
Sasuke e suas camisetas com capuzes. 

-Ele me contou. 

Disse já sabendo onde eu queria chegar.

-Ino está muito mal.

Suspiro e Sasuke me olha. 

-Por isso mataram aula hoje?

Ri e admito.

-Foi exatamente por isso que matamos aula hoje.

Ele não diz nada, desvia sua atenção para algum outro ponto que sinceramente não sei se foi a tela do computador ou aquele quadro dos peitos de alguma atriz asiática na parede.
Analiso suas expressões e ele parece pensar em algo para me dizer. 

-Você sabe que o Gaara ainda é apaixonado pela Ino não é?

-O que? Sasuke você me disse para sair com ele..

Não acredito que ele sabia o tempo todo disse e teve coragem de soltar aquele "A Ino não tem nada que gostar ou não".

-Sakura o que você queria? O cara é irmão da minha namorada seria estranho se eu de repente fosse contra vocês dois saírem. 

Não respondo de imediato.
Minha vontade é de matar esse maldito Uchiha agora mesmo. 

-Como sabe que ele ainda gosta da Ino?

Pergunto baixo agora com as pernas para fora da cama. Não estou olhando para ele.

-É fácil saber quando um cara gosta de uma garota, ele olha para ela diferente, é atencioso com ela mesmo que esse cara seja o maluco do Gaara e a ex seja a Ino. Ele continua ali vendo Ino com outros caras.


Gaara era bem ciumento e foi por isso que o namoro de três semanas com a Ino não durou. E claro, porque ela conheceu o Sai e transou com ele na mesma noite.


-Isso não faz sentindo.

Digo sabendo que ele está me olhando.

-Não faz mesmo. 

Sasuke rir e me puxa para deitar por cima do seu braço.

-O que eu faço agora?

Após pensar um pouco sobre minha atual situação me desesperei.
Talvez Gaara seja o grande amor da vida de Ino e eu não quero está no meio deles.

-Agora você vai nesse tal encontro ai e dispensa ele.

Porque na boca dele as coisas parecem tão mais fáceis do que são na realidade em..

-Assim? Do nada? 

-Não vai ser do nada Sakura, você só não está afim de sair com o problemático do Gaara.

-E se eu estiver?

Mordo meu lábio e Sasuke me olha. 

-Você e Gaara? Isso é um absurdo total!

Sasuke e riu e eu fiz o mesmo. 
Pois é.. Gaara e eu somos opostos completos. 

A noite passou voando.
Sasuke e eu jogamos vídeo-game, ele me ajudou com a lição de matemática, eu dormi e quando acordei ele estava dormindo também.
Sai do quarto desligando o computador e o celular dele que há não sei quanto tempo estava tocando Dream, sorri por aquela ser a música preferida dele.

 

 

 

 

 

 

 


Já no meu quarto, agora encaro a porta velha do meu banheiro e a parede branca e sem sal.
Achei melhor não pensar muito sobre Ino, Gaara e esse rolo todo que ouvi de Sasuke hoje. 
Peguei meu celular e vi que tinham algumas notificações novas no Instagram. 
Abri o aplicativo, algumas pessoas me seguiram incluindo uma tal de @Hhyuuga, Gaara me deu uma stalkeada até nas fotos de 2016. Discreto na hora das curtidas viu.
Segui Hinata de volta e ela me mandou uma mensagem dizendo que tinha algo para me contar. 
A casa dos Hyuuga não era muito longe, por isso me apressei e em menos de 5 minutos cheguei. 

-Então o que você tinha para me falar que não poderia ser por mensagem? 

Pergunto mais que curiosa.
Hinata segura meu braço e me arrasta para aquele parquinho onde eu estava no final da última festa deles.

-Na última vez você pareceu meio exitante quando perguntei se gostava do Gaara..

Sentei em um lado da gangorra e Hinata no outro.

-Eu estava sim.

Confesso.

-Sakura eu ouvi algo muito importante sobre isso.

Encarei Hinata sem dizer nada e ela voltou a falar.

-Hoje na escola eu ouvi parte de uma conversa entre Naruto e Sasuke.

-E..?

-Na verdade o Naruto dizia ao Sasuke que o Gaara tinha admitido para ele que está apaixonado por você. 

 

 

 

 

 

 

 

Assim que Hinata acabou de falar eu agradeci pela informação e sai como um furacão até a minha casa.
Antes de entrar mandei uma mensagem para Sasuke, mas ele não respondeu. 
Notei que sua janela estava fechada e ele só fecha a janela quando está com Temari.
Entro em casa e deito na cama do jeito que estou. Não vou dormir bem essa noite.
São muitas informações para o meu cérebro, mas se Sasuke sabia que Gaara gosta de mim porque veio com todo aquele papo sobre ele ainda ser apaixonado pela Ino? 


Não tive resposta para essa pergunta e a semana passou lentamente até que a sexta-feira chegou e eu só consigo me sentir prestes a me libertar de um fardo muito pesado.
Gaara veio me buscar aqui e casa, a lancha de seus pais é muito linda e nesse momento estamos no meio do mar.

-Sente a paz desse lugar?

Ele sentou ao meu lado perto da borda da lancha.

-É bem revigorante.

Digo e ele rir.

-Ainda está bolada por conta da Ino?

E de repente ele volta a falar sobre isso.

-Sasuke acha que você está apaixonado por ela.

Droga. Porque eu falei isso?!

-Eu estou apaixonado por você! 

Ele disse rápido demais.
Hinata já havia me dito então não foi surpresa nenhuma ouvir isso da boca dele. 
Ficamos em silêncio e só agora parei para analisar o rosto de Gaara. Suas sardas estão mais vermelhas que o normal e isso o deixa ainda mais fofo do que ele já é. Claro que fofo apenas a primeira olhada. 

-Eu nunca tinha reparado em você.

Diz após o breve silêncio. 
Ele também me olha sorrindo.

-As pessoas geralmente não reparam. 

Gaara No Sabaku foi o primeiro e único garoto até agora que me convidou para sair.

-Sakura..

Gaara colocou minha em cima da sua e entrelaço das duas dando um beijo em meus dedos. E agora eu só consigo pensar na Ino, mas que droga Sakura!

-Desculpa, mas eu não posso fazer isso até ter certeza de que não estou me metendo entre Ino e você. 

Digo tirando minha mão de perto dele e levanto.
Sei que estraguei meu provável único encontro e não por achar que Gaara ainda está apaixonado por Ino, agora me veio na mente a idéia ou melhor a possibilidade de Ino está apaixonada por Gaara.

 

 

 

 

 

 

 

 

-E não rolou nenhum beijinho? 

Sasuke bebia uma das cervejas caras do papai e se divertia as minhas custas ouvindo sobre o meu encontro com Gaara.

-Não Sasuke. 

-Sakura tem certeza que ele não é gay?

Porque a risada dele está me incomodando tanto hoje?
Ah, porque Sasuke Uchiha é um mentiroso.

-Sem chance de eu beijar o Gaara. 

Sento em cima do balcão e Sasuke rir mexendo no abridor de cervejas.

-E como vão namorar?

Porque esse idiota continua me provocando..

-Sasuke, Gaara me disse que está apaixonado por mim.

Digo esperando sua reação. 
Ele me olhou e desviou. Bingo!
Você acabou de ser pego mentindo Sasuke Uchiha! 

-Não acredito nisso. 

Ele dá de ombros e bebe mais da cerveja.
Respirei fundo para não acabar com a raça desse garoto agora mesmo. 

-Porque você não acha que ele possa gostar de mim?

Sasuke me olhou e rolou os olhos, ele já está me irritando mais do que o recomendável. 

-O Gaara não. 

-Porque? 

Cruzo os braços e fecho meus punhos.
Calma Sakura você não pode matar o filho da sua madrinha.

-Talvez porque ele goste da sua melhor amiga né Sakura. 

-Posso não ser tão popular como sua namorada ou bonita como a Ino, mas isso não quer dizer que os garotos como Gaara não possam olhar para mim.

Tentei manter a calma e conter minhas lágrimas. 
Até agora está funcionando muito bem.
Sasuke agora esta sério me olhando. 
O que está esperando? Eu começar a chorar?

-Eu não disse isso. 

-Mas quis dizer e você pensou não é mesmo Sasuke?

Ficamos nos olhando por alguns segundos até Sasuke jogar a garrafa vazia de cerveja na lixeira e sair pela porta dos fundos. 

Durante toda a minha vida escolar eu tive que aceitar os estereótipos e padrões da minha escola.
As garotas precisam ser gostosas, populares ou ter casas com piscina para darem festas para serem reconhecida como o tipo ideal de alguém. 
E adivinha, eu não tenho nenhuma das três ferramentas necessárias. 
No dia dos namorados eu só recebia uma única flor com o mesmo bilhete todos os anos "vamos jogar vídeo-game mais tarde".
Por 9 anos Sasuke foi o único garoto que me envio uma maldita flor de papel. 
Eu juro que tentei não pirar por não ser o sonho de consumo de ninguém naquela droga de escola, mas agora quando surge a possibilidade de um garoto legal está afim de mim o meu melhor amigo tem o maior prazer que é da Ino que ele gosta.
Ino.
Porque justo a minha melhor amiga?

Droga.

Eu preciso mostrar ao Sasuke que posso fazer alguém se apaixonar por mim, ele me subestima por Gaara ter antecedentes com garotas bonitas e peitudas como Ino, mas agora mais que nunca eu estou decidida a fazer Gaara No Sabaku se apaixonar por mim.

 

 

 

 

 


Ino adora uma boa tarde de compras e aproveitando que minha mãe deixou o cartão de crédito dando sopa no escritório do papai e mais tarde tem uma bela de uma festa na casa da Temari, Ino e eu não perdemos tempo e cá estamos. Nas compras. 

-Gaara me pediu permissão para se apaixonar por você. 

Diz ela pegando alguns vestidos para provar.

-Pediu? 

Ino me olhou e fechou a cortina. 

-Sim, quando ele percebeu que estava começando a sentir algo depois do aniversário da Ten Ten, quando fomos acampar e vocês dois acabaram perdidos juntos na floresta que no final era o quinta da avó da Ten Ten. 

Ino rir alto enquanto prova os vestidos.
Essa história..
Gaara foi um fofo quando acreditou que tínhamos nos perdido.

-E eu disse vai fundo garotão, mas ele só resolveu agir agora.

Ela abriu a cortinha e ficou se olhando no espelho da loja.
A verdade é que ouvir isso de Ino me deixou aliviada, feliz e muito animada para essa festa de hoje. 

-Preciso de um vestido urgentemente!

 

 

 

 

 

 


Outro lado bom dos negócios dos meus pais estarem dando certo é que eles mal estão em casa.
Mamãe respondeu minha mensagem dizendo que eu poderia dormir na casa de Ino, ela não sabe da festa e nem precisa. 
Após duas horas nos arrumando Ino e eu chegamos a festa na casa dos No Sabaku. 


Notas Finais


Alguém aí gostaria de dizer alguma coisa?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...