História These Dreams (Harry Styles) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Personagens Originais
Visualizações 41
Palavras 1.671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - I


JAQUELINE POV.

 Liam James Payne estava a alguns metros de mim, me olhando de vez em quando enquanto conversava com Harry algo que não conseguir entender muito, uma música famosa  insistia em repetir na minha cabeça.

Eu encarava o chão dessa vez sendo da sala e Harry ja havia vestido uma roupa apresentavel, toda hora os dois olhavam na minha direção como se eu fosse culpada de estar aqui. Então finalmente se levantaram e Harry me chamou com a mão e eu os segui até finalmente estarem fora da casa, logo ele abriu a porta  da range rover vermelho vinho na minha frente que acho que era de Liam, no lado do passageiro da frente e eu acabei entrando, pra onde eu fosse eu teria que ir de chinelo no qual estava usando.

 Logo Harry entrou no meu lado na parte do motorista e Liam nos bancos traseiros e lá estava indo nós. A música do rádio começou a tocar e eu sorri ao perceber que era All The Stars do Kendrick Lamar e SZA, sempre foi uma das minhas favoritas.

 Fui o caminho todo batucando os dedos no banco de couro do carro e olhando para as ruas incríveis de Los Angeles, eu estava impressionada com a beleza e segurei me para não chorar, sempre foi meu sonho vir para cá e morar aqui. Quando percebi, paramos na frente de um hospital e engoli em seco, Harry desceu do carro e Liam também, eu desci logo em seguida e fui atrás dos dois como um cãozinho perdido. Eu não poderia dizer que era de outra realidade, se não isso iria parar na mídia e tanto eu como o Harry não teríamos paz nem cedo nossas vidas, mas afinal o que eu iria dizer?
 
 Harry e Liam falaram com uma recepcionista, no caso enfermeira também e deu documentos que eram meus para ela preencher alguns dados no computador. Eles explicaram a situação e até mesmo notei que ela ficou desacreditada com que eles diziam. Alguns minutos depois um médico apareceu e pelo sobrenome parecia ser brasileiro ao que vi no seu crachá.

 "Jaqueline, não é?" Ele logo se pronunciou na minha direção e suspirei aliviada por alguém falar minha língua.

 "Sim, nossa, nem imagina o quanto estou aliviada em finalmente alguém me entender." Digo dando um pequeno sorriso, Harry parece que nota isso e faz uma cara não tão feliz.

 Meu Deus, ele estava com ciúmes?

"Me disseram que você não consegue se lembrar de nada dos últimos dois anos? Não bateu a cabeça forte em algo ou nada do tipo?" O médico pergunta.

"Não, apenas acordei sem lembranças, apenas me lembro de mim aos meus dezoito anos de idade e que eu havia dormido na minha cama na minha casa no Brasil e do nada acordei aqui" digo.

 "Tem certeza disso?" Ele pergunta.

 Eu concordo com minha cabeça.

"Acho que terei que fazer alguns exames na senhora, isso de fato nunca aconteceu com ninguém, então precisamos ver o que é, e espero que não seja algo ruim." Ele diz.

 E se realmente nesses últimos anos aconteceram coisas de verdade e eu não me lembro de nada? Isso completamente é loucura! Minha vida se transformou então completamente.

 ____

   "Não há nada de anormal, isso é loucura, nem eu consigo acreditar" diz o doutor para mim olhando o raio x do meu cérebro, deitar naquela máquina foi um tanto quanto assustador, eu nunca gostei, e também era a primeira vez na qual eu havia ido.

  "Acho que é bom, na verdade" digo.

"Preciso te contar mais uma coisa" ele diz e eu começo a ficar nervosa.

"Diga" eu falo roendo o cantinho da minha unha do dedo indicador. Parece q a única mania na qual não havia parado.

 "Você está grávida" ele diz.

 "É o que?!" Meio que grito e depois disso apago completamente.

____

  Quando acordo ainda é muito para eu processar, ontem mesmo eu tava virgem, e hoje eu to grávida, obrigada universo por ter apressado as coisas.

 Eu to sendo irônica.

 Puta merda, eu vou parar de fazer as coisas antes de pensar, só da merda! Agora estou em uma maca de hospital tomando soro e um par de olhos verdes preocupados em minha direção.

 "Mas que droga" espera bem aí, eu consegui entender o que Harry Styles acabou de falar? Mesmo sendo em inglês? Será que eu consigo falar em inglês agora também?

"Está grávida faz dois meses e não me contou nada?" Ele me pergunta.

 "Para sua informação, eu não sabia de nada" eu digo e minhas palavras saem em inglês, MAS QUE PORRA? Que merda de magia fizeram para meu lado.

 "Agora lembrou de falar minha língua ou estava tirando sarro da minha cara?" Ele diz irônico.

 "Você nem se quer faz ideia do que aconteceu" digo.

 "Ah sim, apenas não soube usar o anticoncepcional da forma certa" diz Harry.

"Pelo jeito você vai ser um cuzão mesmo, eu pensei que você fosse diferente Harry" digo agora ficando nervosa.

 "Parece que não me conhece o suficiente para saber como sou" ele diz.

"É, realmente" digo e o médico entra no quarto.

"Vejo que já acordou, está se sentindo bem?" Ele pergunta.

 "Mais ou menos, mas o suficiente para querer sair logo daqui" digo.

 "Você está de alta, apenas estava esperando que acordasse, vou pedir para a  enfermeira vir tirar o soro de você e já pode ir, só precisa voltar logo para ver como está o bebê e fazer o pré natal" ele diz.

 "Obrigada doutor" digo.

____

  Logo me vejo na grande casa na qual Harry morava novamente, e acho que eu também, ainda preciso descobrir. Eu estou carregando um bebê dentro da barriga, isso ainda é muito louco para mim, esse sonho cada segundo parece se tornar mais para um pesadelo.

 Foi fácil encontrar a cozinha e achar um pacote de bolachas e suco de laranja para comer, eu estava faminta, Harry havia sumido pelo os corredores da casa e Liam quando deixou a gente em casa foi para outro lugar.

Pego o celular no bolso e começo a mexer para que eu ache algo que faz parte da minha nova vida e eu não saiba, abro o aplicativo do Instagram e logo entro no meu perfil. Há mais de 10 mil fotos e cada uma com milhares de curtidas, havia tanta gente que havia tirado foto comigo. Principalmente Harry e os meninos, havia uma muita engraçada minha com Louis que foi no meu aniversário de 21 anos, era eu amassando um cupcake que parecia de chocolate contra a sua cara e ele fazendo as típicas caretas dele.

 Outra era do Niall com os lábios pintados com batom vermelho beijando minha testa, nossos rostos frente a frente.  Para eles esses momentos eram talvez inesquecíveis e para mim era apenas nada, completamente nada, eu só era uma garota no corpo de uma mulher na qual o destino deu uma segunda chance.

 Achei outra foto que fez meus olhos se encherem de lágrimas, era eu e Harry em uma praia pelo que parecia, no fundo aparecia um mar com águas mais azuis que o próprio céu. Eu estava pendurada nas costas de Harry, meus braços em volta de seu pescoço e ele estava com uma bermuda preta e eu com um biquíni de bolinhas pretas e da cor branca bem aquele estilo dos anos 50, 60 por aí. Eu estava beijando a bochecha dele e ele com um sorriso feliz no rosto e seus olhos estavam tão radiantes.

 Como isso tudo apareceu? Era ainda difícil acreditar. E meus pais? Onde estavam? No Brasil? Ou em outro lugar? Até mesmo meu irmão. Deixei o celular de canto e encostei minha cabeça contra o granito frio do balcão da cozinha silenciosa, como eu conversaria com Harry a partir de agora?

 Fui para sala para ver se conseguia distrair a cabeça assistindo alguma coisa na tv, mas quando cheguei agora que eu realmente tinha reparado na estante cheia de dvd's de vários filmes diversos. Eram muitos, tinham de filmes românticos, desenhos a terror, quando eu achei a trilogia de Cinquenta Tons de Cinza, já tinha me decidido.Eram um dos muitos filmes românticos que eu gostava, foi meio complicado ligar o dvd e a tv, mas logo deu certo e lá estava minutos  sofrendo com o casalzão da porra.

 Estava tão distraída com o filme, que quando vi Harry estava se sentando no sofá fazendo com que minhas pernas ficassem por cima do seu colo, os toques de suas mãos firmes em minhas  pernas fez com que eu me arrepiasse, meu coração acelerou com isso, de repente eu havia ficado mais acesa.
 
 "Você nunca se cansa desse filme" ele resmuna e eu apenas fico quieta, afinal eu gostava muito.

 Estava na cena na qual Ana ligava para o Christian completamente bêbada, sem menos que eu espere, Harry se move no sofá novamente e seu corpo se encaixa entre minhas pernas e ele se aproxima mais de mim cada vez mais. Ele estava suado, acho que estava malhando antes de vir para cá, seus olhos estavam focados em cada reação do meu rosto e eu estava completamente sem reação e o coração a mil dentro do peito.

 "Persuasão, melhor acertar o pecado
                 Estou implorando para você me levar
             Um demônio sob o seu sorriso
               É um doce, mas ela joga para vencer
            O céu vai me odiar..."


 Caralho, ele quer me beijar, Harry Edward Styles quer me beijar! Nunca estive preparada na vida para isso.

 "Me desculpe" ele pede encostando nossas testas e fechando os olhos suspirando.

 "Sim" digo e então ele junta seus lábios com os meus e claro eu sinto que eu posso explodir a qualquer momento de alegria ou qualquer outra emoção que demonstre que eu estou feliz e sentindo pela primeira vez completa em toda minha vida.

 Seus lábios são tão suaves, mas seu beijo é tão ao mesmo bruto e suave e completamente perfeito. Obrigada destino, pelo menos uma vez  você acertou em cheio no gol.

  

 






  


Notas Finais


Música do capitulo citada:
Not Afraid Anymore - Halsey

É isso gente! Mais um capítulo fresco aí! Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...