História TheTraffic - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Tags Criminal, Drama, Justin Bieber, Romance
Visualizações 21
Palavras 1.504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sem Plágios, por favor.

Fanfic de minha autoria,

@Bizzleisfuck




©2017

Capítulo 2 - 0.1 Chapter One


Fanfic / Fanfiction TheTraffic - Capítulo 2 - 0.1 Chapter One




AISHA MANCHESTER 

SAN LAMOUR - LOS ANGELES

SEXTA FEIRA

21 DE OUTUBRO DE 2018




Depois com a morte do meu pai tudo ficou mais difícil em casa,minha mãe criou eu e meus irmãos sozinha, meu pai morreu quando eu tinha 12 anos de idade,eu e meu irmão,Logan, o mais velho começamos a trabalhar desde cedo para ajudar lá em casa, minha mãe descubriu que tinha câncer de mama em 2009 e começou o tratamento em 2012 pois foi ai que conseguirmos todo o dinheiro mas já era tarde demais o câncer foi se agravando para maligno, ela morreu na véspera de aniversário do meu irmão mais novo, o Mason de 16 anos.

Nós ficamos desamparados, primeiro meu pai e depois minha mãe, pensei em desistir mas lembrei do meu irmão mais novo e que deveria continuar por ele e por Logan, minha única família e sem contar minha melhor amiga, Courtney. Sempre morei na periferia de Los Angeles, Logan é casado com o irmão de Courtney, sim, meu irmão é gay e tenho muito orgulho dele. Sou estagiária de medicina, estou no quarto ano de medicina, não vejo a hora de terminar a faculdade para dar uma casa melhor para meu irmão e uma vida digna, não quero que ele cresça vendo como virar um marginal de carteirinha.

O sonho da minha mãe era que eu e meus irmãos nós formassemos e que tivemos uma condição de vida bem melhor que a dela e de papai, eu sinto tanta falta deles. 

Logan casou com 24 anos e foi morar com Zac, seu marido, mas ele continua me ajudando nas despesas de casa,ele é um ótimo irmão, Mason está no segundo ano do ensino médio, mas ele é tipo um turista, frequenta a escola de vez enquando e quando der na telha. Courtney e eu já pensamos em fazer intercâmbio para o Canadá, mas não temos dinheiro então fica pra próxima quando estivemos ricas em Paris.


Já são oito horas da manhã e preciso levantar para trabalhar, mais se pudesse eu levava minha cama comigo, porque vou falar viu levantar cedo é do caralho.


Levanto me arrastando mas levanto, sento na cama de frente pro espelho e puta merda que isso aqui, sou tão feia quando acordo? Deus é mais, vou em direção ao banheiro, faço minhas higienes e tomo banho, depois vou em direção ao guarda roupa e pego uma calça jeans, uma regata branca e um casaco qualquer e meu all star branco, meu famoso e velho amigo, não me maqueio até por que se for para ficar bonita que seje para mim e não para as pessoas, em direção ao quarto do Mason bato na porta.



— Mason, levanta são 08:45 você vai se atrasar pra escola. - disse ao entar no quarto.

— Não enche, eu não vou pra aquele inferno. - Mason disse cobrindo a cabeça.

— Eu não vou falar denovo, faz 3 semanas que você não da as caras na escola. - disse enfurecida.

— Se depender de mim não piso lá o resto do ano. - Mason disse abafado por conta do travesseiro.

— Quando você vai tomar vergonha nessa sua cara e perceber que isso afeta somente você e o seu futuro. - disse o repreedendo sem paciência alguma.

— Ja disse pra parar de encher a porra do meu saco e ir cuidar da sua vida. -  Mason tacou o travisseiro em minha direção mas desviei.

— Você acha que eu estou fazendo o que porra?  Querendo ou não você faz parte da minha vida, querendo ou não você é meu irmao. -  gritei e ataquei devolta o travesseiro e pegou em cheio na cara dele.

— Você não cansa né de tentar ser a certinha na porra dessa família?. - Mason disse levantando-se em direção ao banheiro.

— Querer o bem estar dos meus irmão é ser certinha?  QUERER UM FUTURO PRO MEU IRMÃO MAIS NOVO É SER CERTINHA, então eu não canso. - disse alterada.

— EU VOU PRA PORRA DA ESCOLA, TA SATISFEITA? - Mason gritou e bateu a porta do banheiro com tudo.


Esqueci de mencionar que quando mamãe se foi Mason tinha apenas 8 anos, ele cresceu praticamente sem pai e sem mãe até entendo essa revolta dele mais ele tem que entender que eu só quero o bem dele, poxa ele é meu irmão


Desço a escada e vou em direção a cozinha tomar um café rápido até por que café é minha religião, se eu não tomar sei que não vou ter um bom dia 


Escuto meu celular tocar.


Cell On :


— Oi projeto de bosta, como você tá?. - Courtney disse ao celular.

— Oi, to bem, eu acho. - respondi cabisbaixa.

— Fala o que aconteceu. - Courtney disse preocupada. 

— O Mason não vai pra escola há 3 semanas, e quase que não vai hoje denovo. - suspirei. 

— Amiga é fase, eu nessa idade não suportava a palavra escola, e olha pra falar a verdade não sei nem como terminei o ensino médio, por que pra aguentar aquilo só depois de uns 5 shots de tequila. - Courtney disse tentando me animar. 

— Eu sinto tanta falta da minha mãe, sem ela é tão difícil amiga, o Mason não é meu irmão ele é como um filho pra mim, amo tanto aquele menino que não sei o que faria se alguma coisa acontecesse com ele. - disse chorosa. 

— Ah não, pelo amor de Deus Aisha, não chora, assim vou ficar emotiva, amiga sua mãe deve está muito orgulhosa lá de cima pela mulher que você se tornou e pelo que você, aposto que ela vê todo seu esforço pelo seu irmão. - Courtney disse motivando. 

— O único real motivo de eu estar aqui e por ele e pelo Logan, que são minha única família. - disse limpando as lagrimas e olhando no relógio e misericórdia estou atrasadissíma. 

— Vamos mudar de assunto por que quem é oceano atlântico se trantando de você quando está chorando, Vamos sair hoje? Não se atreva dizer não.- Courtney perguntou e riu. 

— O que você não me pede rindo e eu não faço chorando hein, agora preciso ir estou atrasada . - respondi risonha. 

— Até de noite então, se furar comigo eu furo esse seu cú Vadia, beijo. - Courtney disse em seguida desligou. 


O tempo passou e atrasada aqui estou, o senhor Fisher vai descontar do meu salário, logo esse mês que o aluguel está atrasado e o Logan está desempregado e não tem como me ajudar, me fudi, literalmente. 




















JUSTIN BIEBER 

LOS ANGELES - CALIFÓRNIA

SEXTA FEIRA

21 DE OUTUBRO, 2018.




— Dude a carga que mandamos para Dubai não chegou. - Ryan disse ao entrar na minha sala. 

— COMO ASSIM NÃO CHEGOU PORRA?. -gritei. 

— Por incrível que pareça, a  carga foi escoltada até lá, mais o Klaus tinha dois infiltrados aqui na mansão. - Ryan explicou. 

— AH CLARO, TINHA QUE SER ESSE FILHO DA PUTA, SEGUNDA CARGA QUE ELE ROUBA E JUNTO SE VAI 350 MIL DÓLARES EM COCAÍNA. - me exaltei ao jogar um copo na parede. 

 — Calma ai carai, já tomamos as providências contra isso, agora precisamos saber quando o armamento chega para irmos atrás do Spencer na Irlanda, lá sim tem uma carga que realmente dá muita grana. - Ryan disse ao desviar do copo e sentar na cadeira. 

— Ah, já tomarando as providências?. - perguntei ironicamente. — POR ACASO VOCÊS PERDERAM A NOÇÃO DE QUEM MANDA NESSA PORRA AQUI É RYAN?. - me exaltei. — mas prossiga com o que ia dizer. - me referi as cargas. 

— O Chaz foi atras do Chris e do Nolan na Inglaterra, lá fica a sede de cocaína e maconha exportada pra Irlanda, também descubrimos quem é o dono, Spencer o Irmão do Klaus, então se pegarmos a carga afetará o processo de envio para o Brasil que no caso iria render milhões para os dois. - Ryan explicou detalhadamente. 

— Esses filhos da puta compraram guerra com a pessoa errada, quando eu estou quieto estou quieto mais quando mexem comigo eu no lugar deles desejaria ter mexido com o capeta ao invés de mim. - disse olhando diretamente para Ryan. 

— Se eu não te conhecesse até ficaria com medo, mas como eu te conheço te chamo de bunda mole, cuzão. - Ryan disse provocando em seguida caindo na gargalhada. 

— Já vi que medo de morrer é o que você menos tem né viado?. - disse rindo fraco. 

— Eu convivo com o demônio esqueceu,   esqueci um detalhe, tem a boate do Klaus que abriu a pouco tempo no San Lamour,  dizem que está rendendo muito com as prostitutas. - Ryan disse ao olhar no computador. 

— Iremos invadir, roubar as putas e levá-las para The fire em Vegas, dará uma grana alta demais, mostraremos quem realmente é Justin Bieber. 



Mexeu com fogo é  porque não tem medo de se queimar, se prepara que o incêndio está chegando. - BIZZLE















































 




Notas Finais


Até o próximo capítulo amores ♥

Críticas são sempre bem vindas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...