História They Call me Jay Park - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Jay Park
Personagens Jay Park, Personagens Originais
Tags Aomg, Bboy, Dance, Jay Park, Romance
Visualizações 123
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pergunta dos universitários. O que acham de rivalidade pela mesma girl entre os ceos?

Vocês gostam quando coloco trechos de música ao longo da história?

Comentem sobre isso.

Boa leitura

Capítulo 21 - 21


Fanfic / Fanfiction They Call me Jay Park - Capítulo 21 - 21

No começo eu fiquei estática, mas os lábios dele nos meus dormentes fazia cócegas num beijo bom e quando faltou ar nos separamos, todos nos olhavam enquanto faziam algum tipo de brincadeira, Sora estava com a boca entreaberta e Jay me olhava sério com Bora ainda em seu colo, eu sorri para Simon e desci para a pista e fiquei lá aproveitando a noite inteira, Sora ficou pegando no meu pé e rindo de mim.
Quando já passavam das 5 da manhã nós deixamos a Blue, o movimento era pouco nas ruas e já não tinha quase ninguém na balada, eu conhecia aquele carro, aquele maldito carro parado ao lado do meu que quando me viu ligou os faróis e meu telefone vibrou.

"entra... Vamos conversar"


Apenas suspirei vendo tudo rodar, estava mais bêbada que o normal e esperávamos um motorista para levar o carro, Sora já estava no banco de trás dormindo e eu... Bem... Eu estava dentro da Ferrari antes mesmo de perceber, deixei as instruções com o motorista contratado e a localização do celular dela ligado, quando me dei conta estava dormindo no banco da frente quando chegamos na casa dele. Eu não estava ligando muito pra onde iria dormir, só estava cansada da noite incrível. Sem dizer uma única palavra eu entrei porta a dentro antes dele, sabia sua senha, conhecia aquela casa tão bem que não precisei ligar as luzes para me localizar, fui até o banheiro, enchi a hidro e fiquei lá, por uma hora, talvez mais, não contei o tempo. Quando saí vestida com sua camisa vermelha, jay estava sentado na sala de olhos fechados, seus cabelos molhados pingavam em seu peito nu, ele vestia uma calça de pijama verde musgo a meia luz, não sei ao certo ainda estava tonta pelo excesso de bebida. 

- Não vai conversar comigo? - ele perguntou sério demais sem se mover do sofá e eu não respondi, apenas deitei em sua king com lençóis de seda e adormeci inalando seu perfume e tendo pensamentos a noite inteira. Na manhã seguinte ele não acordou ao meu lado, sequer colocou os pés no quarto, já eu acordei com uma maldita dor de cabeça por causa da maldita bebida, mas sem arrependimentos. Vesti minha roupa da noite anterior e fui até a cozinha procurar algo para comer e lá estava ele tomando um gole de café preto sentado na bancada de mármore que dividia a área de serviço da mesa se jantar. 

- Bom dia loira - ele disse indiferente 

- Bom dia Jay - disse enquanto abria uma garrafa de água e tomava algo para dor de cabeça. 

- Sei que não quer um pedido de desculpas.. - eu o interrompi 

- Eu não quero Jay, não precisa se esforçar me trazendo pra sua casa e me dando espaço, talvez pra pensar em alguma frase feita e se desculpar. - eu suspirei - você é meu chefe, nada mais ok. 

- Simon também é só seu chefe? - aquela pergunta soou cínica e eu ri 

- Certo, não sei porque ele me beijou, pra te provocar quem sabe - agora eu tomava um gole de café de sua xícara - olha Jay, você foi extremamente filho da puta comigo, ficando com a Bora quando tínhamos algo, ou a gente só tinha algo ao meu ver? 

- foi idiotice minha eu sei, mas... - eu não queria ouvir sua resposta, sua desculpa e seu arrependimento, meu estômago estava revirado e eu sabia que não era por causa da bebida. 

- até mais Jay Park - disse pegando minha bolsa e meu casaco. 

Ele não me impediu e lá no fundo eu queria que ele tivesse me impedido de sair, me implorado para ficar e dizer que sentia algo a mais que tesão por mim, mas era mentira, eu tinha certeza que era mentira e eu estava me apaixonando sozinha mais uma vez. 

- Unnie... Posso saber porque cheguei sozinha em casa? - sua pergunta era desconfiada - onde você dormiu?

- dormi na king size do seu Oppa Sora - disse suspirando alto

- Voltaram?

- Óbvio que não - sorri - ele tentou se desculpar, mas não tô no clima pra ouvir desculpas de alguém como ele. Então decidi que ele seria apenas meu chefe e nada mais.

Falar aquilo feriu meu subconsciente, eu queria que ele fosse tudo, estava ficando louca. Quando cheguei na AOMG honey me buscou na porta dizendo que iria me ensinar uma coreografia para um comercial que participaria com ela. Eu sorri animada, isso era melhor que ficar passando a mão no Jay o dia todo... Bom não tão melhor assim... Na verdade nem chegava perto, mas eu ainda estava na AOMG e era isso o mais importante. Dançamos a manhã inteira, eu estava exausta e agora sozinha na sala até Simon aparecer e sentar ao meu lado me dando uma garrafa de suco.

- Sobre ontem... Desculpa me deixei levar - disse ele sem me encarar e achei fofo

- Não precisa pedir desculpas - sorri sem jeito - Não me leve a mal, mas foi só um beijo.

- Eu sei que não quer nada comigo por causa do Jay - sorriu ele bagunçando os cabelos - vamos ser apenas amigos.

- não é apenas pelo Jay... SÓ por tudo isso no momento. Vamos ser amigos sim.- eu beijei seu rosto e voltei a praticar.

Estava um pouco enferrujada e precisava melhorar muito se quisesse fazer parte do hollybang. Simon me observou por um tempo até Jay aparecer na sala com a desculpa de que iria praticar para o comercial também.

- Vamos almoçar juntos - disse Simon e eu concordei vendo ele sair da sala.

- Como está com a coreografia? - Jay perguntou tentando manter indiferença.

- Quase lá, respondi - olhando nossos reflexos no espelho.

- Você está certa de me dar gelo, mas vamos pelo menos ser sociaveis no trabalho - disse ele me estendendo a mão

- OK... Acho justo - disse sem me agradar muito com isso, apertando sua mão e sendo puxada para perto dele, ficando sem ar com nossa aproximação. Ele riu da reação que causou e me deixou ali sozinha. 


Notas Finais


Tá aí como prometido no talvez hahaha espero que gostem e até o próximo cap ❤️❤️ vou voltar com a programação semanal deles pra conseguir deixar alguns prontos caso fique com bloqueio criativo. Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...