1. Spirit Fanfics >
  2. They Don't Know About Us >
  3. Estrela de Cinema

História They Don't Know About Us - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


Eu acho que nunca mostrei a Beatrice, então a foto desse capítulo é ela <3
Sim a Lana Condor (amoooooo)
Se durante a Fic eu descrevi ela de alguma forma diferente me avisa por favor porque eu não lembro.

Capítulo 22 - Estrela de Cinema


Fanfic / Fanfiction They Don't Know About Us - Capítulo 22 - Estrela de Cinema

 

- Acorde Emy, preciso falar com você. - conforme ele falava eu abria os olhos, seu rosto era iluminado pela Tv que estava passando um noticiário qualquer, eu sentia um pouco de dor nas costas por ter cochilado no chão e ele agachado em minha frente, esperando por resposta.

- Liam? O que houve? - ele faz sinal pedindo que eu ficasse em silêncio e o seguisse, eu levanto do local e olho no sofá Zayn, Perrie e Niall dormindo sentados, Bea em uma poltrona também dormindo e Harry no chão roncava baixo, estranhei por não achar Els e Louis mas logo lembrei deles subindo um pouco antes de pegar no sono. - O que foi? - digo ao alcança-lo nas escadas, ele senta no mesmo degrau daquela lembrança e o meu coração acelera.

- Você não acha que a Bea está um pouco distante? - sento do lado dele e ao ouvir suas palavras sinto minha respiração pesar.

- Não, pra mim ela esta normal. - fixo meu olhar no último degrau, sinto ele olhar pra mim.

- Eu não sei, ela não fala muito comigo, dá umas risadas forçadas, evita contato físico. - ele suspirava e eu voltei a olhar para ele.

- Você já tentou perguntar a ela o que aconteceu? - mesmo que o tom da minha voz tenha saído em forma de deboche, eu queria mesmo saber a resposta.

- Sim, mas ela disse que era TPM, isso não me convenceu muito. - ele começou a passar a mão em meu cabelo como fazia a um tempo atrás.

- Então tenta conversar de novo, ela deve estar processando tudo que aconteceu, tenha calma, paciência e conversa com ela, eu não tenho como ajudar. - levanto e ele me olha confuso.

- Por que? - suspiro com a pergunta e ainda em pé olho para ele.

- Porque isso não está certo, eu sou basicamente sua ex. - foço aspas com as mãos ao dizer "ex". - Não posso e nem quero ficar ouvindo você falar da atual, mesmo ela sendo minha amiga, eu me incomodo com isso.

- Se incomoda com o que Emy? - ouço a voz dela no andar de baixo e pelo tom acredito que só tenha ouvido a última parte. - Por que disse isso? O que fizeram? - eu que até então estava de costas me virei para olha-la e mesmo com pouca claridade seu olhos brilhavam, ela parecia querer chorar.

- Por isso que eu gosto de ficar longe de assuntos de casais, Bea você provavelmente não ouviu tudo...

- Do que vocês estavam falando? - ela um pouco exaltada acorda o resto do pessoal que estava na sala.

- Amor... - assim que Liam se levanta Bea faz sinal para que ele ficasse quieto.

- Estávamos falando sobre você, e não fizemos nada se essa é a sua maior preocupação. - ela continuava a me olhar enquanto os outros apareciam ao lado dela. - Liam está preocupado com você, então ele me pediu ajuda, Bea, antes de qualquer coisa o Liam é meu amigo e pensando exatamente em você eu estava tentando me afastar da conversa que deveria ser entre vocês dois. - ela já soluçava, eu tinha certeza que seja lá o que ela estivesse passando, a TPM também tinha haver com isso. - Olha, Liam só queria a ajuda de uma amiga e eu recusei, você acredita em mim? - desço e fico de frente para a pequena de traços orientais.

- Acredito. - dito isso em soluços ela me abraça, Bea era uma garota extremamente insegura e meiga, e durante a TPM isso só aumentava, eu já estava acostumada por ter passado longos meses morando com ela, e não queria magoa-la nunca, e nesse momento percebi que meus sentimentos por Bea eram maiores do que já tive pelo Liam, eu queria protege-la de tudo e aquela acelerada no coração ao ver os dois juntos nunca mais aconteceria da mesma forma que hoje a noite.

[...]

- Que DR entanto hoje em... - dizia Harry enquanto andávamos pela rua pós o ocorrido, era de madrugada e o silêncio me acalmava.

- Posso te contar uma coisa? - paro no caminho e assim ele faz também.

- Claro. - ele prestava atenção em mim como se fosse muito importante o que eu diria logo em seguida.

- Eu senti ciúmes...

- De quem? - ele arqueia a sobrancelha e eu fico sem graça de olhar seus olhos e passo a encarar o chão.

- Do Liam, quando eu vi ele abrindo a porta... - suspiro. - Eu lembrei que ele era de um outro alguém, isso doeu tanto. -  ouço ele suspirar.

- Você ainda gosta dele? - volto a olhar para Harry que estava de braços cruzados.

- Ai que tá, depois daquela conversa eu percebi que eu não queria o Liam, eu estava feliz por ele e por ela, que aquilo era o certo sabe. - digo e noto um sorriso brotar em seu rosto, ele abraça meus ombros e voltamos a caminhar pela calçada.

- Você está crescendo.. - ele comentou e eu senti vontade de empurra-lo ou fazer qualquer implicância de volta, mas apenas dei um riso abafado.

[...] 

- Harry, Harry, Harry... - dizia enquanto batia freneticamente na porta de seu quarto, ouço ele resmungar e abrir a porta logo em seguida.

- Que foi pirralha? - ignorei a ofensa pois estava feliz demais para me importar com isso, admito que quando acordei e vi a mensagem em meu celular, a vontade era de contar para minha mãe a notícia, mas segundo depois lembrei que só tinha o Harry.

- Eu fui contratada! - entreguei o celular a ele e comecei a pular, ele tinha uma expressão de quem quisesse dizer "o que?" mas alguns segundos após a leitura ele estava pulando junto comigo.

- Eu nunca achei que veria essa cena. - ouço Zayn comentar das escadas e Perrie subir logo atrás dele, logo paramos de pular. - Harry de cueca pulando de alegria e Emily junto com ele. - ele acariciava o próprio queixo como se estivesse pensando. - Isso me lembra algo...

- É verdade, mas a cena era bem diferente, Harry estava de cueca porém os dois brigavam. - Perrie comenta ao lado dele fazendo os mesmo gestos, eu reviro os olhos.

- Como nossos bebês crescem. - era a vez de Zayn fingindo estar emocionado.

- Ta bom gente, chega. - digo indo em direção a eles. - Vocês deviam era começar a pular junto, porque eu passei no teste do filme do Henry Carter. - começo a pular novamente e eles me acompanham, era uma felicidade tão grande que eu queria gritar para o mundo ouvir, esse teste era muito importante pra mim, eu fiz quando Sophia ainda era viva e ela sempre me apoiou na carreira de atriz, foi a primeira vez que fui aprovada em um filme.

- Sophia estaria tão feliz por você agora. - dizia Perrie após cansarmos de pular, e eu não pude conter, o sorriso estava estampado em meu rosto, ela estava certa, minha mãe estaria ainda mais feliz que eu.

- Então, quando você começa? - Zayn pergunta enquanto descíamos as escadas e o Harry entrava em seu quarto para por uma roupa.

- Na semana que vem. - digo sorridente. - Espera, como vocês entraram? Eu jurava ter trancado a porta. - Zayn com um sorriso bobo rosto levanta a mão sacudindo um molho de chaves. - Não!! - digo franzindo a testa para ele.

- Eu tive que tirar uma cópia, se vocês se matarem aqui dentro, alguém tem que encontrar os corpos. - ele comenta me fazendo rir e então lembrei que não brigava com o Harry durante um bom tempo.

- Isso é estranho né? - digo após me jogar no sofá e notar um pacote da minha lanchonete preferida em cima da mesa, esboço um "obrigada" para Perrie que sorri mas logo depois mantém uma expressão estranha pela minha pergunta.

- O que? - Zayn pergunta e senta ao meu lado me ajudando a abrir o pacote.

- Eu e o Harry...

- O que tem? - Perrie pergunta após sentar na poltrona.

- Sei lá, não brigamos a um tempo e a Eleanor falou umas coisas que me deixaram pensativas. - pego uma rosquinha e começo a comer.

- Tipo? - Zayn pega outra rosquinha e essas respostas em forma de perguntas começam a me irritar 

- Deixa pra lá, vocês não estão ajudando. - Perrie ri ao intender e se inclina pra mim.

- Eu não sei o que a Els disse pra você, mas eu entendo o que você quer dizer e acho super normal vocês estarem de bem. - ela põe aspas no "estarem de bem". - Vocês ainda estão passando pelo luto, mas logo estarão em pé de guerra, não se preocupe. - eu ainda me pergunto se isso seria possível.

2 meses depois

Eu tinha terminado de ler o diário e todo o conteúdo daquela caixa azul, sabia a história da minha família de frente para trás e me sentia bem por saber que tive a melhor mãe do mundo, depois de entender melhor sobre o assunto eu fiz uma reunião com meus amigos e junto com o Harry contamos sobre a verdade, de inicio eles não conseguiam acreditar mas após mostrar o diário eles ficaram surpresos mas entenderam a situação da Sophia na história e agradeceram por eu ter contado.

Isabelly finalmente foi transferida para um presídio bem longe daqui, e eu espero nunca ter que saber dela novamente, admito ainda ter pesadelos com essa mulher que morou junto comigo, de baixo do mesmo teto, até me arrepio de lembrar.

Noah diz que irá me visitar nas férias dele, e eu espero muito que aconteça, morro de saudades da cópia do Niall, e falando do original, ele conheceu uma garota durante a turnê que esta acontecendo, eu ainda não a conheci mas ele parece flutuar ao falar dela.

Eleanor já esta quase no sexto mês de gravidez, ela esta acompanhando Louis na turnê e eles são o casal mais lindo que já vi, melhor Beatrice e Liam não lerem mentes ou eu estou ferrada.

Eu ando bem ocupada com as gravações do filme, no incio eu seria uma das melhores amigas da protagonista, mas devido a algumas descobertas, (a menina havia dormido com um dos investidores para conseguir o papel principal), a garota foi retirada e eu acabei entrando no lugar dela.

- Emily? - o Bailey me chamava do outro lado do set, ele era meu irmão no filme e um cara sensacional fora dele, talvez eu tenha uma caidinha pelo mesmo, na verdade eu tenho um tombo.

- Oi, tudo bem? - digo sorridente, por favor Emy pare de sorrir tanto, parece uma maluca.

- Oi... - ele diz após correr em minha direção, essas pausas que ele dava enquanto falava comigo fazia meu coração acelerar. - Vai ter uma festa lá em casa hoje a noite... - eu prestava atenção na boca dele enquanto a minha continuava com um sorriso idiota. - Queria saber que... sei lá.... você quer ir? - essas malditas pausas me faziam arfar.

- Claro... quer dizer, sim, esterei lá. - digo dando uma piscada no final e me virando de costas rapidamente por ter feito isso, que vergonha. - Eu tenho que ir. - e sem olhar pra trás saio correndo.

Eu queria me trancar naquele banheiro e não sair nunca mais, por que eu pisquei? Não fazia sentido, certeza que ele acha que eu sou maluca, e ainda temos mais cenas para gravar hoje. Certo, respira fundo Emily, vai ver ele nem percebeu e você nem deve ter piscado, foi coisa da sua cabeça. Ouço meu celular que estava no bolso apitar e pego rapidamente imaginando que seria ele, mas não era...

Harry: Estou voltando para casa, faremos uma pausa de duas semanas antes do próximo show no Japão, vamos sair para jantar quando eu chegar?

Eu estava feliz....


Notas Finais


Eu já quero muito escrever o próximo capítulo <3 ,
O que estão achando?
Obrigada por estarem lendo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...