1. Spirit Fanfics >
  2. They Don't Know About Us >
  3. Toalhas

História They Don't Know About Us - Capítulo 38


Escrita por:


Notas do Autor


Esse capítulo hehehehe
As coisas vão mudar por aqui <3

Capítulo 38 - Toalhas


Fanfic / Fanfiction They Don't Know About Us - Capítulo 38 - Toalhas

Emily Pov's

Eram quase dez horas da manhã, Bailey já havia acordado, contei sobre a super ideia da Eleanor, admito não estar confortável com isso, nas últimas vezes que nos reunimos em uma grande mesa, digamos que não deu muito certo, pelo menos para mim.

Pude notar que a grávida havia saído as pressas após Harry acordar, isso tudo me dá dor de cabeça. São muitas coisas acontecendo fora do meu conhecimento.

- Eu vou pedir algo pra gente comer antes. - diz Bailey após dobrar o cobertor que utilizou durante a noite.

- Ótima ideia, você poderia aproveitar e pegar uma roupa pra mim? - começo a piscar os olhos. - Pode ser qualquer uma, eu preciso de um banho e de retirar essa roupa nojenta do meu corpo. Por favor? - junto as mãos e faço menção de me ajoelhar, ele ri em seguida concordando com a cabeça.

- Esta bem, eu vou trazer. Procuro algo que te agrade. - meu sorriso era imenso, sabia que ele não iria errar no look.

- Aproveita e leva o meu celular para carregar? Estou sem carregador aqui. - pisco os olhinhos e ele ri alto pegando o celular que estava sobre a mesa.

- Até daqui a pouco. - ele beija minha bochecha e sai do quarto. Aquele monte de alegria desmorona quando observo o casal na cama com expressão de nojo.

- O que foi? - pergunto buscando por uma toalha no armário e ouço uma voz forçada e aguda.

- Pega uma roupa pra mim? Claro meu amor, tudo por você. - retiro minha concentração do armário e volto a observar a cama, onde Harry me imitava com uma voz ridícula e Bella ria de sua interpretação.

- Não tem lugar melhor para ir não? - arremesso um travesseiro que rapidamente encontra sua face. - Ótimo arremesso! - comemoro sozinha e pego uma toalha.

- Qualé nanica. - ele resmunga e meu sangue ferve.

- Não te dei intimidade para ficar me chamando assim Styles. - observo ele levantar as mãos como se acabasse de ficar ofendido pelas minhas palavras. Bella observava tudo entre risos baixos.

Só por um minuto eu pensei como seria minha vida se Harry não estivesse nela.

Talvez minha mãe ainda estivesse viva.

Eu estaria morando com ela, fazendo alguns bicos de atriz.

Estaria namorando alguém incrível como o Jung.

Talvez nem soubesse da existência do One Direction.

Não conheceria o Harry Styles. (melhor parte)

Não conheceria os meninos....

Não saberia que minha vida foi uma total mentira...

Esquece...

O banheiro ainda tinha o cheiro do perfume de Jung, era ruim dizer que estou viciada no quanto ele cheira bem? Eu ainda não acredito que ele foi embora, as pessoas sempre somem assim da minha vida, sem se despedir, sem dizer adeus. Eu não queria ter que lembrar da Sophia agora.

As lágrimas se misturavam com a água que descia do chuveiro, um espectador não perceberia do lado de fora que eu estava chorando, a água era morna, assim como minhas lágrimas, eu estava revivendo todos os momentos com Sophia na minha mente. Como eu sinto sua falta.

- Emy! - me assusto com o bater na porta, como se meus ouvidos voltassem a função de costume. Após meu cérebro me recordar de quem era a voz esbravejando do lado de fora, um suspiro longo sai de meus lábios.

- O que foi Harry? Por que ainda está aqui? - desligo o chuveiro, meu banho já havia terminado a alguns minutos, eu estava apenas aproveitando a sensação prazerosa de sentir água morna sobre o corpo tenso e mente aprofundada em desgosto.

- Eu preciso utilizar o banheiro. - com um tom de voz mais baixo ele me responde. Passo a mão pelo meu cabelo retirando o excesso de água.

- Vai no quarto da Eleanor, ou desce finalmente para o seu. - já estava perdendo a paciência e desejando voltar a estar de baixo da água morna.

- Não posso. - ouço ele suspirar, pego a toalha e enrolo sobre o meu corpo.

- Por que? - imaginava ele colado na porta do outro lado, com suas pernas juntas, fazendo uma dancinha por estar apertado, era hilário na minha mente, o que faz um pequeno riso escapar da minha boca.

- A Bella saiu e levou a chave, eu não consigo abrir a porta. - imediatamente o meu sorriso desaparece, não havia mais nada de engraçado.

- O que? - digo logo após abrir a porta do banheiro, onde Harry cambaleia para frente por que estava encostado nela anteriormente. Ele que estava de cabeça baixa, percorre o caminho dos meus pés, lentamente até meus olhos, sua boca esta entreaberta e eu estava bufando de raiva.

- Gostei. - ele comenta ainda me analisando, o empurro e ele tropeça nos próprios pés indo para trás, mas busca equilíbrio, o que o impede de cair de bunda no chão.

- Ta de brincadeira comigo né? - vou ate a porta de entrada e giro a maçaneta, realmente não abria.

- Não acredita em mim? - ele resmunga e eu viro em sua direção.

- Claro que não. - o cacheado revira os olhos. - Não estava apertado? - Harry começava a olhar para porta e para mim, diversas vezes, parecia pensar no que escolher. Ele umedece os lábios me analisando pela última vez, antes de entrar no banheiro.

O que faço? Vou ligar para o Bailey, ele vai dar um jeito. Mas, cadê meu celular? Claro. Eu dei para o Bailey carregar, que idiota.

Já sei, o celular do Harry, mas onde pode estar? Na cama não. Na mesa também não. Nem de baixo da cama. Do que adiantaria, aquele celular nojento deve ter um milhão de senhas, e eu não saberia a primeira.

Vamos Bailey, volta logo.

Na pior das hipóteses, que venha a Bella, já que ela esta com a chave.

Espera, isso é o chuveiro? Harry esta tomando banho?

- Harry! - esbravejo do local onde estava, sentada na cama sem esperanças de ser ouvida.

O barulho da água para.

- O que foi? - a voz abafada de dentro do banheiro me deixava confusa, não dava para saber se estava irritado ou se falava normalmente.

- Está tomando banho? - o silêncio após minha pergunta me fazia imaginar que ele estivesse revirando os olhos.

- Não Emy, eu tô vendo se consigo escalar o chuveiro pela água.

- Idiota. - resmungo baixo mesmo sabendo que ele não me ouviria.

Meu corpo estava seco, apenas meu cabelo estava um pouco úmido, aquela toalha já incomodava em meu corpo, como eu desejei  ter ido com o Bailey em vez de ficar aqui.

E por que o Harry demora tanto no banho?....

Eu sei que me deseja..

Eu desperto assustada após ouvir a voz de Harry. Eu estava sozinha, ainda conseguia ouvir o barulho da água, foi apenas um cochilo.

Alguns segundos depois o silêncio reina, eu estava atormentada com meus próprios pensamentos, ouço o girar da maçaneta, para minha infelicidade não vinha da porta da frente e sim do banheiro. Ninguém vai vir me resgatar?

- Emy? - frustada olho para a porta do banheiro onde ele acabara de sair, Harry tinha apenas uma toalha na cintura, seu corpo estava molhado por conta do cabelo encharcado que escorria água para seu corpo, mesmo de longe meus olhos estavam vidrados em uma única gota que percorria um caminho inicial em sua nuca, deslizava sobre sua tatuagem de andorinha a cima do peito e continuava no meio de seu tórax até chegar na borboleta, percorrendo a asa e chegando no fim da barra da toalha em sua cintura. - Emy? - ele perguntava mais uma vez com sorriso malicioso nos lábios. Talvez imaginasse os pensamentos impuros que percorriam na minha cabeça.

- O-Oi. - digo engasgando a palavra e ele ri baixo da situação.

- Está tudo bem? - ele se aproxima balançando o cabelo molhado, sinto meu corpo fraquejar.

- Claro! - me recomponho e levanto da cama, não ficaria encurralada por ele, não mais. - Por que tomou banho? - eu tentava não olhar para seu corpo, mas aquele cabelo molhado deixava seu rosto ainda mais sexy.

- Preferia que eu fosse de qualquer jeito para o almoço? - ele levanta os braços como se fosse uma resposta obvia.

- Não. Claro que não. - ouço-o rir. - Quer dizer, você poderia ter esperado a Bella voltar. Cadê suas roupas? - eu estava com o tom de voz alterado.

- A Bella foi buscar pra mim.

- Por que não foi com ela? 

- Por que não foi com o Bailey?

- Eu perguntei primeiro. - sinto minhas costas encostarem na parede, eu havia caminhado para trás, o que significa que Harry estava caminhado para frente, o que eu não tinha percebido até então.

- Talvez tenhamos o mesmo motivo. 

Eu estava encurralada, fui ficar logo entre a cama e a mesa de cabeceira, ele estava na minha frente, mas perto do que eu realmente queria.

- Eu acredito que não. - começo a rir de nervoso e tento passar por ele que não se move. - Harry, deixa eu passar. - o seu cheiro já invadia minhas narinas, era doce e ao mesmo tempo forte, era o cheiro dele.

- Por que? Eu não estou fazendo nada. - ele umedece os lábios. - Estou? - sua voz sai rouca, o que faz meus olhos fecharem por um breve momento.

- Se você não sair da minha frente eu vou gritar por socorro! - digo ríspida e ele se afasta.

- Tudo bem. - ele levanta as mãos em sinal de rendição e senta cama, eu ainda tento controlar o meu coração descontrolado.

- Cadê seu celular? - pergunto após me afastar o suficiente dele, Harry parece pensar.

- Hum... - ele morde o lábio inferior. - Acho que esta com a Bella. - ele cruza os braços, as tatuagens em seu corpo combinam tanto com ele.

- Harry. - digo respirando fundo e ele me analisava com interesse. - Por que a Bella levou seu celular?

- Precisa de motivo? 

Começo a desconfiar que ele esteja testando minha paciência.

- Harry... - era a vez dele respirar fundo.

- Emily, relaxa, daqui a pouco o Bailey e a Bella estarão aqui, com as nossas roupas e isso vai ficar no esquecimento, ta bom? Agora, vem cá. - ele bate na cama do lado de sua perna. - Senta aqui, eu não vou te morder. - continuo no mesmo lugar. - Ta bom, como quiser, mas esperar em pé cansa. Só estou avisando. - ele da de ombros.

- Preferia que isso fosse mais um dos meus sonhos. - resmungo caminhando até a cama e sento o mais longe possível dele.

- Anda sonhando comigo? - ele sorri com a língua entre os dentes e se inclina na minha direção.

- Fica longe. - ameaço mostrando o indicador e ele recua desfazendo o sorriso.

- Qualé Emy, eu não quero fazer nada com você. - sinto um nó na garganta. - Relaxa, eu não sou um vilão nem nada disso. - ele suspira. - Volte a me xingar, me bater, mas não peça para que eu fique longe de você. - ele fecha os olhos. - Eu me importo com você, não quero te machucar.

- Ha... - ele me interrompe.

- Vamos voltar a ser o que eramos. - ele me analisava, eu abria a boca mas nenhum som saia. - Um padrasto e sua enteada, okay?

Qualquer coisa doeria menos que ouvir aquelas últimas palavras. Já não eramos padrasto e enteada a muito tempo, na verdade nunca fomos, quando ele vai perceber que eu nem se quer era filha da Sophia? Eu não queria esse rotulo com ele. Esse não.

Ouço o girar da maçaneta, desvio meu olhar para baixo, meus olhos já ardiam, eu tentava não chorar.

- Vocês estão aí. - era a voz animada de Bella. - Desculpa, eu acabei levando a chave sem querer, acho que é mania. - ela ri e mesmo conseguindo olhar apenas suas pernas eu sentia seu olhar sobre mim.

- Por que demorou tanto? - Harry parecia um pouco bravo.

- Eu aproveitei para tomar o meu banho também. - ela parecia perder o ânimo, eu levantei o rosto e pude observa-la melhor, estava com um vestido vermelho curto, o que a deixava elegante, um salto da mesma cor e cabelo preso em um coque, recém lavado. Meu olhar mudou de direção, Bailey estava na porta observando a todos, estava com minhas roupas na mão, suspiro, ele também estava bem vestido.

- Você fez a mesma coisa. - digo e levanto buscando a roupa que estava em suas mãos, Harry não estava ali, foi se trocar no banheiro e eu tive que esperar.

- Foi mal, quando eu cheguei no quarto os meninos me bombardearam de perguntas sobre ontem eu só consegui escapar indo para o banho. - Bailey lamenta aos sussurros e eu continuo a observar Bella que estava com o celular do Harry em mãos.

- Você não se incomoda? - digo chamando sua atenção e ela arqueia a sobrancelha. - Não né? - um riso abafado sai da minha boca. - Estávamos Harry e eu apenas de toalha na cama e você não pareceu se importar. - ela revira os olhos.

- Emily, relaxa. - Bailey sussurra ao meu lado.

- Vocês são realmente um casal? Sério, que tipo de relacionamento é esse? Onde nem dormir juntos vocês dormem. - Bella começava a se irritar e Harry saia do banheiro, de calça jeans e uma blusa branca.

- Bella, vamos descer. - ele sem expressão apenas caminha até a porta, sem olhar para mim.

- Emily, o que deu em você? - Bailey fica a minha frente com os olhos arregalados. - Por que agiu assim? - eu me permito chorar.

- Me ajuda. - com a voz embargada seco as lágrimas que não paravam de cair. - Me ajuda a descobrir quem era aquele cara.

Antes de qualquer coisa, eu precisava descobrir com quem eu dormi naquela festa e por sorte eu espero que não tenha sido o Harry Styles. Eu espero que não.

Eleanor Pov's

Nós vamos encerrar essa viagem com chave de ouro, tudo vai se esclarecer e o que aconteceu no Japão, fica no Japão.

- Amor, senta. - Louis murmurava. - Eles já vão chegar, não precisa ficar andando de um lado para o outro. - ele suspira e eu faço o mesmo.

- Certo. Claro, eles só estão atrasados tipo dez minutos, quem liga. - sento ao seu lado e ele ri de mim.

- Relaxa. - sinto beijar meu ombro, eu sorri pelo gesto. - Já já eles chegam. - após o dito, ouço o barulho do elevador abrir, e de lá saem Niall e Liam, discutindo. Quanto mais se aproximavam, mais era nítida a discussão.

- Por que você é o centro do universo. - o loiro esbravejava. - Não pode se contentar com uma namorada incrível, e quer roubar a minha melhor amiga. - ele ria sarcasticamente.

- Eu não quero roubar sua amiga, por que ela é minha melhor amiga, entenda a diferença. - Liam era otimista. - Fomos tão amigos que chegamos a ter um lance, esqueceu? - o loiro ri após ouvi-lo.

- E é exatamente por isso que ela é minha melhor amiga, quando vocês começaram a se pegar era comigo que ela desabafava. - ele continua a rir. - Eu soube de tanta coisa quando vocês ficaram. - Liam abria a boca horrorizado por tais palavras.

- Ei, garotos! - Louis chama a atenção deles. - Chega. - começo a rir baixo.

- Foi ele. - os dois disseram juntos apontando um para o outro.

- Acabou a discussão. - Louis era autoritário, isso o deixava sexy. - Todo mundo sabe que eu sou o melhor amigo da Emily.

Começo a rir o que faz eles rirem também, e finalmente a discussão acaba.

- Vocês são tão infantis. - digo e recebo uma careta de ambos.

- Todos somos melhores amigos da Emily, não tem pra que discutir sobre quem é melhor, só aceitem. - Louis comenta e o barulho do elevador chama nossa atenção, a porta abre e temos a visão de Bella ao lado de Harry, eles não pareciam muito animados.

- Sera que brigaram? - ouço Niall sussurrar.

- Seja lá o que for, não é bom. - Liam responde e o casal se aproxima.

- Oi. - Bella diz com um sorriso forçado recebendo resposta em coro e senta pulando uma cadeira vazia que estava ao lado de Liam.

- Bom ver vocês. - Harry tinha o mesmo sorriso e sentava ao lado dela.

- Vamos ter que esperar todo mundo para começar a comer? - resmungava Niall triste.

- Não. - respondo rindo. - Teremos alguns aperitivos, pedi especialmente por conta da sua presença. - todos riem e o loiro cora.

As outras mesas do mesmo local onde havia feito o chá de bebé também eram preenchidas pela equipe que viajou conosco, eles sempre acenavam quando chegavam, eu estou feliz por ter organizado isso.

- Anna. - ouço Louis comentar, eu não havia ouvido o barulho do elevador, já que as vozes e conversas preenchiam o silêncio dali.

- Oi Anna. - digo sorrindo quando a vejo se aproximar, ela analisa a mesa e senta entre Liam e Bella, como se o lugar estivesse sido reservado a ela, talvez fosse.

- Cadê o resto? - Niall comentava impaciente. - Eu já quero comer o prato principal. - rimos de sua carência por comida.

- Olha ali. - Liam aponta para o elevador, onde de lá saia Bailey e Emily, com as mesmas caras do casal anterior, um desânimo total.

- Certo, agora só falta o Zayn e a Perrie. - Niall comenta contando nos dedos.

- É muito bom vê-lo também Niall. - Emy resmunga e notamos o outro casal vir logo atrás, eles estavam animados e sorridentes.

- Ótimo, já pode vir a comida. - Niall grita como se pudessem escuta-lo da cozinha.

- Oi meus amores. - Perrie que caminha quase saltitando senta ao meu lado e beija minha barriga.

- Oi casal. - digo entre risos e eles continuavam a sorrir, meu subconsciente já sabia o motivo.

- Esse almoço apareceu em uma ótima hora. - Zayn senta ao lado dela e Bailey ao lado dele, observo Emy resmungar e sentar entre Bailey e Harry.

- Não da para trocar de lugar comigo? - ela sussurra para Bailey, mas todos parecem conseguir ouvir assim como eu, noto Harry levantar de seu lugar e sair do salão.

- Logo agora que a comida estava quase aqui. - Niall resmunga revirando os olhos.

- Não seria melhor ir atrás dele? - Liam comenta e todos olhamos para Bella que nos encarava de volta.

- O que? Não fui eu que chateei ele. - Bella olha para Emily que observa todos de volta.

- Qualé. - ela resmunga. - Ele deve ter ido no banheiro.

- O banheiro é do outro lado. - Louis responde receoso e Emy revira os olhos.

Emily levanta e segue o mesmo caminho que Harry fez, esse almoço não começou bem.

- Eu só queria almoçar em paz. - diz Niall.

Todos queríamos isso Niall...


Notas Finais


Continuo?
Eu tô tentando dar o meu melhor
A criatividade anda um pouco sumida, mas eu amo escrever essa fanfic
Sempre tentarei dar o melhor para vocês <3
Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...