História They dont know about us (Camren) - Capítulo 51


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Fifith Harmony, Lauren Jauregui, Lgbt, Romance
Visualizações 471
Palavras 2.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA LÁ QUEM VEM VIRANDO A ESQUINA
VEM A AUTORA COM TODA ALEGRIA
ATUALIZANDOOOOOOO

Bem vindos de volta, amores. <3

Mt amor pra minha miga @Fortal2018 que colaborou imensamente com esse capítulo. O insight dela deu um toque especial.

Divirtam-se!

Capítulo 51 - Capítulo 47 - Uncover



Parada Gay de Los Angeles - 2018 
“É uma grande honra apresentar a nossa próxima convidada”, disse Michael Paris, um dos hosts da Parada Gay de Los Angeles, “deem as boas vindas e mostrem seu amor por Camila Cabello!!!”, continuou o loiro, um enorme sorriso no rosto. Camila subiu ao palco e logo uma bandeira foi jogada em sua direção. A cantora pegou a bandeira, a beijou e a jogou no ombro, antes de se encaminhar para o piano a esquerda do palco. 


“Olá Los Angeles!!! É um enorme prazer estar com vocês aqui hoje! Eu ainda não acredito que fui convidada para cantar em um evento tão importante, e com tanto significado para mim. Estar com vocês hoje, celebrando a diversidade, a vida e o amor é uma das coisas mais legais que eu já pude fazer. Eu gostaria de parafrasear meu amigo Harry Styles agora: É 2018, e todos podem ser o que quiserem. Sejam quem vocês quiserem e tenham orgulho disso!!! Vocês merecem todo o amor do mundo, e eu só quero garantir que vocês sempre terão em mim uma aliada, uma amiga, uma confidente, uma participante ativa dessa comunidade”, disse Camila, um sorriso no rosto, enquanto a multidão ia a loucura, “eu sei que vocês estão esperando que eu traga um pouco de Havana para esse palco, mas eu gostaria de apresentar aqui, em primeira mão, uma música que eu escrevi especialmente para esse evento. Ela carrega sentimentos que eu sei que não senti sozinha, que eu sei que fazem parte das vidas de muitos de vocês aqui. Espero que vocês gostem”, continuou a cubana. 

“Nobody sees, nobody knows,
We are a secret can't be exposed
That's how it is, that's how it goes,
Far from the others, close to each other
In the daylight, in the daylight,
When the sun is shining,
On the late night, on the late night,
When the moon is blinding
In the plain sight, plain sight,
Like stars in hiding,
You and I burn on, on” 


A música ecoou pelo Santa Mônica Boulevard e um silêncio se fez de repente. Todos sentiram o impacto das palavras que Camila cantava, e era como se todos estivessem prendendo a respiração, esperando por mais partes de uma história que ninguém sabia que existia. 


“Put two and to-gether, for-ever will never change
Two and to-gether will never change
Nobody sees, nobody knows
We are a secret, can't be exposed
That's how it is, that's how it goes
Far from the others, close to each other
That's when we uncover, cover, cover
That's when we uncover, cover, cover
My asylum, my asylum is in your arms
When the world gives heavy burdens
I can bear a thousand times
On your shoulder, on your shoulder
I can reach an endless sky
Feels like paradise”


Camila fechou os olhos, sentindo a música tocar seu coação. A letra tinha sido escrita por ela e Lauren, em parceria com Normani, Dinah Jane e Allyson. Todas tinham colocado seus corações ali, afinal de contas, todas tinham vivido seus próprios segredos. Para Camila, cantar aquela música ali, naquele dia, naquela evento, era mais do que “zoar com a gestão”. Camila estava mandando um recado: o mundo pode fazer com que você viva um segredo, mas o mundo um dia terá que ouvir sobre isso. Segredos são feitos para serem descobertos. 


“Put two and to-gether, for-ever will never change
Two and to-gether will never change
Nobody sees, nobody knows
We are a secret, can't be exposed
That's how it is, that's how it goes
Far from the others, close to each other
That's when we uncover, cover, cover
That's when we uncover, cover, cover


We could build a universe right here,
All the world could disappear,
Wouldn't notice, wouldn't care
We can build a universe right here
The world could disappear,
I just need you near
Nobody sees, nobody knows,
We are a secret, can't be exposed
That's how it is, that's how it goes
Far from the others, close to each other
That's when we uncover, cover, cover
That's when we uncover, cover, cover
That's when we uncover”


Quando os últimos acordes soaram no piano foi como se um despertar coletivo acontecesse. Uma salva de palmas se fez ouvir, o barulho de milhares de pessoas vibrando juntas, milhares de corações entendendo a mensagem ao mesmo tempo. Pessoas sorriram, pessoas choraram, pessoas se identificaram com a letra. Houve beijos e abraços e amor. Camila olhou para a lateral do palco e seus olhos encontraram os olhos verdes brilhantes do amor da sua vida. E naquela momento, Camila soube exatamente o que dizer.


“Amem. Sejam amados. Revelem o segredo. Não se prendam mais ao que a sociedade quer, vivam de acordo com os corações de vocês. Deixem a verdade guiar a vida de vocês. Alguns vão se afastar, mas eles serão menos numerosos do que os que irão ficar. Sejam vocês mesmos e tenham orgulho disso”, nesse momento Camila olhou novamente para a lateral do palco, e levantando a mão direita, a pulseira visível em seu pulso, a cubana fez um gesto rápido, como se estivesse pegando algo no ar, “espalhem o amor de vocês porque é disso que o mundo precisa agora: amor”, continuou, se levantando e indo ao centro do palco, “E agora sim, vamos trazer um pouco da magia de Havana para Los Angeles!.”. Dançarinos invadiram o palco e Camila cantou a versão em espanhol de Havana, levando a multidão a loucura. 


Vídeos das performances da cubana encheram a internet em poucos minutos, e muitos se questionavam se “Uncover” era realmente uma música sobre experiências vividas pela cantora ou só um apoio explícito a comunidade gay, que tanto a apoiava. 


Teorias começaram a surgir rapidamente, e perfis no Twitter destacavam o momento em que Camila tinha se virado para a lateral do palco, fazendo um gesto como se estivesse pegando algo no ar. As filmagens mostravam que varias pessoas estavam no backstage naquele momento, tanto integrantes da equipe da cantora, quanto organizadores do evento. Eventualmente, alguém percebeu que no meio de todas aquelas pessoas, uma garota de cabelos escuros e olhos verdes, mais ao fundo da pequena multidão, tinha levantando a mão ao mesmo tempo que Camila, como se jogasse algo em direção a cantora. 


Vasculhando as redes sociais de Camila, fãs descobriram que qualquer coisa antes de 2018 tinha simplesmente sumido. Era como se Karla Camila Cabello Estrabao tivesse sumido para dar lugar a Camila Cabello. Um perfil no Twitter chamado “Exposing Camren” levantou a possibilidade de Camila ter um relacionamento com Lauren Jauregui, compositora e principal produtora do álbum de Camila, que estava previsto para ser lançado em outubro. Outro perfil, chamado “The Truth About All”, alegava que Camila estava em um relacionamento com alguma das integrantes do Third Harmony, sem especificar qual. As apostas estavam firmes em Allyson Brooke. A fanbase da cantora, cada vez maior e cada vez mais ansiosa para o lançamento de seu primeiro álbum, estava dividido. Uma parte acreditava que Camila era hétero e que seu namoro com Shawn Mendes, apesar de nunca confirmado por nenhuma dos dois, era real e que o apoio da cantora à comunidade gay se dava por Camila ser uma pessoa aberta e sem preconceitos. Outra parte acreditava que Camila fazia efetivamente parte da comunidade, mas que não podia se assumir claramente pelos efeitos que isso poderia ter em sua carreira. De qualquer forma, os boatos e as discussões online geravam dinheiro para a gestão, e Camila se tornava cada vez mais lucrativa para os investidores de sua carreira. A cada reunião, quando alguém falava que a cantora estava “passando dos limites”, Lauren e Will alegavam que buzz, fosse ele positivo ou negativo, gerava rendimentos, e que era isso que importava. 


Alguns dias depois da performance na Parada Gay de Los Angeles Camila estava escalada para participar do programa de Ellen DeGeneres, onde deveria performar Havana, seu primeiro single oficial, e I Have Questions, música de abertura do cd, que seria o segundo single. Para a maioria Havana parecia uma música completamente deslocada do propósito dado por Camila ao álbum. Mas logo o perfil “Exposing Camren” ligou os pontos: 


“Exposing Camren @exposingcamren 16 de jul 
Havana não é sobre o local de nascimento de Camila. É sobre metade do coração de Camila pertencer a alguém que é meio cubana...” 


Ellen DeGeneres Show - Backstage


“Você está pronta? Está tranquila?”, perguntou Lauren, ajudando Camila a fechar o zíper do vestido. 


“Sim, sim, estou mais do que pronta”, garantiu a cubana, passando os braços pelo pescoço da namorada, “eu vou só pensar em você o tempo todo e meu coração vai saber exatamente o que dizer”, murmurou, encarando Lauren. 


“Ellen é muito perspicaz. Ela vai saber o que perguntar”, disse Lauren, sorrindo. A compositora conhecia a apresentadora e a esposa, Portia, já alguns anos. Ellen sabia de seu relacionamento com Camila, e o convite para uma performance e uma entrevista tinham sido mais do que propositais. 


“Me deixe ainda mais orgulhosa de você. Dê motivos para enchermos o Exposing Camren de tweets”, disse Lauren, fazendo Camila gargalhar. 


A ideia do perfil no Twitter tinha sido de Dinah Jane, e todas postavam lá sempre que podiam. Na noite anterior Camila estava no QG da Third Harmony quando teve uma ideia brilhante. 


“Exposing Camren @exposingcamren 10:45 pm 
Em 5 minutos haverá uma live de alguém envolvido na história. Ela dirá que pulseiras simbolizam compromissos.”. 


Dinah Jane iniciou uma live em exatos 5 minutos, contando sobre a nova parceria da Third Harmony com a banda Little Mix, considerada o equivalente britânico da banda americana. Depois de contar que “Only You” seria uma celebração do amor em todas as formas, Dinah Jane casualmente disse que uma das formas de mostrar o seu amor é usando objetos, como uma pulseira. A frase pareceu tão deslocada e sem sentido dentro do assunto que prontamente foi parar online, gerando ainda mais teorias. Fotos de Camila usando uma pulseira com um coração encheram o Twitter em poucos minutos, e uma garota ruiva afirmou que Lauren Jauregui usava uma pulseira exatamente igual. 
Camila respirou fundo ao ouvir Ellen chamar seu nome. A performance de Havana foi grandiosa, com o palco transformado em um autêntico cabaré cubano. Camila deu tudo de si, colocando todo o seu coração na apresentação. Palmas ecoaram quando a música acabou e Camila se juntou a Ellen para a entrevista. 


“Meu Deus, eu estou loucamente apaixonada por Havana. Essa música tem tanta energia!”, disse Ellen, sorrindo. 


“Eu me sinto maravilhosa ouvindo isso, significa muito para mim”, disse Camila, sorrindo de volta. 


“Seu álbum sai em alguns meses. Soube que a maioria das letras é sua em parceria com uma grande amiga minha, Lauren Jauregui. O que podemos esperar de The Hurting, The Healing, The Loving?”, perguntou Ellen. 


“É uma grande carta de amor. É sobre o amor que veio e que foi embora, é sobre o amor que chegou e ficou. É sobre perda, mas não é algo triste ou pesado. Pelo menos eu não me sinto assim em relação ao álbum”, disse Camila, sorrindo. 


“E como foi o processo de abrir seu coração para alguém enquanto escrevia essas letras? Foi algo bastante pessoal, e você fez isso com alguém que você tinha acabado de conhecer“, perguntou Ellen. Camila sorriu e seu olhar pareceu se iluminar ainda mais. 


“Lauren é... meu Deus eu nem sei explicar”, começou Camila, falando rápido, de forma bem animada, “ela é incrível, e ela me entende de uma forma surreal. Ela consegue extrair o melhor de mim o tempo todo, mesmo que já sejam 2 da manhã e estejamos completamente esgotadas. Foi extremamente fácil escrever esse álbum com ela, e eu tenho certeza de que tem tanto dela nele quanto tem de mim”, continuou Camila, corando um pouco. A câmera deu zoom em seu rosto nesse momento, enquanto a cubana tinha um olhar feliz no rosto e as bochechas ainda levemente coradas. 


“Você disse que o álbum é sobre um término mas também sobre um novo amor. Podemos dizer que você está vivendo isso agora? Um relacionando?”, perguntou Ellen, segurando o riso. Camila corou novamente. 


“Sim, quer dizer, eu estou, ahhhh, por favor não me pergunte isso, eu não estou preparada”, disse Camila, rindo. 


“Eu espero que ele esteja te fazendo bem, a pessoa com quem você está tendo um relacionamento”, disse Ellen. 


“Sim, ela está”, respondeu Camila. 


Vídeos da entrevista pipocaram por todo o Twitter, gerando uma discussão sobre o significado da frase dita por Camila. 


“The Truth About All @thetrutha 00:26 
Camila disse ‘ela’ se referindo a pessoa. Não quer dizer que seja uma garota.”. 


“Exposing Camren @exposingcamren em respostas a @thetrutha 00:34
Não, ela não disse “ela” querendo dizer “a pessoa.”.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...