1. Spirit Fanfics >
  2. Thiam- o príncipe dos lobos >
  3. Plaga de hombres

História Thiam- o príncipe dos lobos - Capítulo 16


Escrita por: teenwolffline

Notas do Autor


Tô vivaaaaah, morri não pessu😃

Desculpa aí pelo sumiço, como eu disse aulaaaaas 😢, mas como tive um descanso 🙌, decidir escrever um pouco, quando digo pouco e pouco, ou seja vão ficar com gostinho de quero mais, mas vai ter, hoje mesmo começo a escrever outro capítulo, provavelmente não vou postar hoje, mas eu vou postar, decidir que vou escrever um pouquinho de cada história, sabe me senti mal por dar um tempo nessa, então vou escrever um pouquinho de cada história, sem contar que a outra história chegou em capítulo que vai ser muito longo, tipo muito mesmo, então tô escrevendo pedacinhos por pedacinho, já tenho 5 cenas prontas 😶 ainda falta 6 se não me engano.

Capítulo 16 - Plaga de hombres



Ainda naquela dia....

Liam andava apressado entre a multidão, ele agarrou o pulso da garota, fazendo ela se vira para ele.

— me desculpe se pareci grosseiro, não foi da minha intenção, me perdoe.-liam falou olhando no fundo dos olhos da garota, soltando Hayden, a mesma apenas abaixou a cabeça, eles nem perceberam que já estavam fora da multidão.

— eu que lhe devo desculpas, não deveria ter te seguido, foi errado.-hayden falou, fazendo liam suspirar.

— por mim, estar tudo bem, só lhe peço que não conte a ninguém sobre aquele lugar.-liam pediu, vendo a garota olhar pra ele.— sabe é um lugar especial para mim.

— com tanto que não conte a ninguém, sobre essas últimas horas, por mim estar tudo bem.-hayden falou levantando a mão na direção de Liam, vendo liam lhe olhar confuso, vendo a garota balançar o dedo indicador, liam apenas fez o mesmo perdido, vendo Hayden enroscado seu dedo com o dela, liam apenas olhou para garota, fazendo ela ri.— segredo.-hayden falou antes de levar sua mão e a de liam até a boca, beijando o dedo do garoto, depois movendo até a boca de liam, fazendo o garoto repetir seus atos de um modo desajeitado.

— segredo?.-liam falou perdido, vendo Hayden assentir, a garota ia se afastar mas parou quando ouviu liam.— quer que eu te acompanhe?.-liam falou fazendo Hayden se virar para ele.— sabe e perigoso andar sozinho.

— o sol ainda estar no meio céu, aliás ouvir dizer que entre todos, esse vilarejo e o mais seguro.-hayden falou fazendo liam suspirar

— as aparências enganam.-liam falou vendo a garota ri, a mesma assentiu, mas quando iam se virar ouviram uma voz.

— ela não precisa de sua companhia.-o homem falou atrás deles, liam reconhecia aquela voz, ele se virou com um pouco de medo, vendo Hayden negar minimamente, antes de se virar também.

— Arthur?.-liam falou fingindo uma alegria, movendo o olhar entre hayden e o homem, a garota fazia o mesmo, olhando para liam e Arthur.

— vocês se conhecem?.-hayden falou, mas não recebeu resposta, pelo menos não a que queria.

— imagina, ele só sabe meu nome.-arthur falou fazendo a garota fechar a cara.— casa livian, o Scott tá te esperando na primeira curva.-arthur mandou, vendo a garota negar por segundos.— agora.-falou firme fazendo a garota suspirar, saindo batendo os pés, Arthur apenas direcionou o olhar para liam, vendo o garoto forçar um sorriso, Arthur apenas se aproximou segurando os ombros de liam, aproximando os lábios ao ouvido do garoto.— feche sua porta, janelas, apague suas tochas, velas e lamparinas, durma e acorde normalmente, será hoje a meia noite, iremos atrás do demônio.....e fique longe de minha irmã.-arthur falou deixando liam confuso, o guarda apenas bateu nós ombros do garoto antes de se afastar, deixando liam sozinho, confuso, talvez até com medo.

A verdade é que aquela noite seria inesquecível, medo era como ar, se espalhava, era exalado, assim como o ar, precisamos de medo para sobreviver, precisamos dele correndo por nossa veias, o medo mantém a gente vivo, tira a coragem que pode matar você em algumas situações, mas em um ato de coragem ou burrice, o príncipe ergueu sua espada aquela noite, ele marchou com seus homens floresta a dentro, arco e flechas, espadas e besta eram usadas, várias dela perfuravam árvores ao invés de demônios, a verdade era que cada barulho ouvido na floresta aquela noite, era um motivo pra bestas serem disparadas, o rei só descansaria se seus homens e seu filho, voltassem com o coração do demônio, que se hospedava em corpo "humano", pelo menos era isso que eles pensavam, tolos, eles não sabem o meu nome, nem o que eu sou, temem o desconhecido, que leva o apelido de Plaga de hombres (praga dos homens) logo vocês vão saber o significado da praga dos homens, a "última" vítima, foi reconhecido pelo hale's, melhor dizendo lidibg, como jumper, mas seu verdadeiro nome era Napoleão nolan Holloway, ele não foi um vítima minha, mas eu conheci muito bem seu assassino, ele começou uma eterna maldição, que nunca será quebrada, mais a história dessa maldição e pra outra hora, agora eu irei falar quem foi morto aquela noite, além do nolan e claro, se vocês não perceberam, não fui eu, mas alguém foi morto, um coração foi entregue ao rei, alguém...alguém chorou aquela noite, alguém implorou por vingança.


Notas Finais


Oxi aquebou?(meu novo modo de dizer a acabou)😞 noooooooo

Próximo capítulo vai ter Theo na floresta, indo a caça do "demônio"🙌😢(vou logo avisando vai ser meio triste)
_
😶
^|^ :ficou parecendo um
^ ^ bonequinho?


Feliz Páscoa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...