1. Spirit Fanfics >
  2. Things we can break >
  3. O que mais eu teria a perder?

História Things we can break - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Eai amores, eu ja tinha postado esse capítulo, mas o app tinha bugado ele por algum motivo então estou postando novamenteeeeee, e também que amanhã vai ter capítulo novo após anos sem dar as caras. Durante essa quarentena eu n estive mt bem cmg mesmo e a falta de criatividade, ent preferi ter dado uma pausa do que entregar algo ruim pra vcs. É isso amorecos, espero que gostem sz

Capítulo 10 - O que mais eu teria a perder?


Fanfic / Fanfiction Things we can break - Capítulo 10 - O que mais eu teria a perder?

-1 hora antes-

A última coisa que me lembro é estarmos treinando em uma das safe houses que a família da Alisson tinha para esse tipo de treino intensivo e se manter seguros durante uma grande caçada, era estranho estar num lugar como esse que foi usado como sede para caçar muitos outros dos quais agora eu faço parte, todos estávamos cansados já que ela sabia pegar bem lesado quando queria, eu mesmo era um dos que mais estava me esforçando para suprir minha falta de experiência em lutas e ela sabia disso, e mesmo assim não aliviava nem um pouco.

Os treinos consistiam em perícia com espada, destreza, reflexo, defesa e ela sabia muito bem como ensinar até mesmo pra alguém fisicamente leigo quanto eu, provavelmente ela seria uma ótima líder de família caso ela não tivesse abandonado o mundo de caçadora, o que pra gente é um alívio.

Ela dividiu o treino de espada em duplas, Eu e Derek, Malia e Lydia e ela e Scott, obviamente era desafiador acompanhar o ritmo do Derek assim como era pra ele não se empolgar demais e me machucar, mas não impedia ele de se divertir em me ver se esforçando. Lydia e Malia formavam um ótimo par, eu fico surpreso com quão bem Lydia conseguia acompanhar os movimentos dela como se fosse algo comum pra ela, enquanto Malia estava progredindo bastante em controlar sua ansiedade e pensar em cada passo, enquanto Alisson pegava pesado com Scott graças ao Scott dizer que ia "pegar leve com ela", péssima escolha de palavras para uma ex caçadora com uma espada na mão.

- Ok pessoal, vamos dar uma pausa. - Disse Alisson colocando a sua espada de lado um pouco ofegante enquanto terminava o treino em dupla com o Scott. - Olha, vocês tem se saído muito bem, estou surpresa.

- Claro, temos a melhor professora. - Disse Scott sorrindo pra ela.

- Me elogiar não vai fazer eu pegar leve com você amorzinho, mas boa tentativa. - Disse ela dando um selinho nele, dava pra se escutar o Scott dizendo "droga" internamente. - A destreza de vocês esta muito melhor, até mesmo o Stiles que tinha pouca perícia em combate está se igualando a todos.

- Sabia que você ia conseguir. - Disse Derek me abraçando por trás enquanto escutava ela falar.

- Em breve vocês estarão tão habilidosos quanto eu. - Disse ela parecendo bastante contente com o resultado dos seus amigos.

- Tenho medo do quanto teremos que treinar pra chegar lá. - Disse Malia se secando com uma toalha e a colocando ao redor do seu pescoço.

- E de quantos roxos vou ter no corpo no final disso tudo. - Disse Lydia, o que não era mentira dado ao quão branca ela era.

- Mas quem disse que vocês vão se quer chegar ao final do dia? - Disse alguém passando pela entrada e adentrando a sala de treinos, e lá estava o filho de Tyr com a sua espada de prata apoiada em um dos seus ombros.

Sua pele tinha um ton bronzeado como a de um surfista, as cicatrizes em seu corpo pareciam ganhar vida de tão presentes por toda a pele exposta do seu corpo e te deixando com uma pergunta de quantas mais ele teria mesmo parecendo ser tão jovem, seus cabelos eram negros e olhos eram azuis e estranhamente vazios. Ele vestia um simples casaco cinza e uma calça jeans escura com alguns rasgos acompanhada de um alls tar preto um pouco surrado, provavelmente devido a uso constante.

- Como você entrou aqui? - Disse Alisson pegando sua espada e entrando em defensiva e nos seguimos seu gesto.

- Sabe, uma das habilidades que ganhei do meu pai é o "marcar alvo" uma vez que eu marco um inimigo eu posso encontra ele em qualquer lugar o que se torna muito útil quando eu preciso caçar mais de um inimigo - Disse ele piscando pra Malia.

- Então você me atacou e me deixou simplesmente pra rastrear a gente? - Perguntou Malia com raiva, o azul dos seus olhos nunca tinha sido tão intenso.

- Exatamente minha querida, muito obrigado por me ajudar. - Disse ele fazendo fazendo gesto de reverência a ela e sorrindo. - Agora, eu vim fazer vingança pelo meu pai e eu pretendo tirar de você bem mais do que uma mão. - Disse ele apontando para mim.

- Você é muito idiota vindo aqui achando que vai sair vitorioso enfrentando todos nós. - Disse Derek entrando na sua forma de lobisomens

- É o que vamos ver lobinho. - Disse ele tirando a espada dos ombros se preparando para atacar


-Agora-

Eu podia sentir o tempo parando ao meu redor enquanto eu via lentamente Derek cair no chão enquanto ele tirava a espada do seu corpo, tudo o que eu podia escutar eram gritos vindo do pessoal. Na minha cabeça se passava todos os momentos que eu e Derek havíamos passado até finalmente dizermos um para o outro o que verdadeiramente sentíamos, todas as brigas bobas, todos os sorrisos, as implicâncias, as piadas, os beijos, abraços, toques.

Eu já sabia exatamente o que fazer, mesmo que eu vá me arrepender isso já não importava mais contanto que eu consiga salvar o Derek e me livrar desse monstro de uma vez por todas, então eu chamei por ele em minha mente.

- Faça o que tiver de fazer. - Digo quase suplicando, mesmo com meu orgulho ferido, manter o Derek em segurança era mais importância do que meu orgulho.

- Como quiser. - Disse Fenrir e eu podia sentir ele sorrindo triunfoso tomando aos poucos controle do meu corpo.

Era completamente estranho ter outra pessoa tomando controle do seu corpo, eu estava no plano astral e podia observar tudo o que acontecia enquanto Fenrir estava no controle. Minha postura tinha mudado completamente, tanto quanto o ar que havia envolta de mim, pela primeira vez eu senti medo do deus, ele estava cabisbaixo com os olhos fechados e quando abriu, eu não gostei nada do que que tinha visto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...