1. Spirit Fanfics >
  2. This is Love? - (Jihope - Hopemin) >
  3. Que foi, vai babar?!

História This is Love? - (Jihope - Hopemin) - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


H33Y gente, tudo bom com vocês? Espero que sim de verdade!💜

Espero que gostem do capítulo e boa leitura 🤗🙃

Ah, e uma novidade... Temos o primeiro ponto de vista do Hoseok. Tá maravilhoso!👌😉😁💜

Capítulo 16 - Que foi, vai babar?!


- Eu agradeço se você for direto para o banheiro. – Falei assim que entramos em casa. Hoseok parou assim que me ouviu.

- E o que eu ganho com isso? – Revirei os olhos ao encara-lo.

- Você se livra de mim mais cedo, porque só vamos fazer o trabalho depois que eu enxugar todo o nosso rastro! – Agora foi a vez dele revirar os olhos.

- Tudo bem, eu vou tomar banho, mas será que você pode me emprestar uma roupa? – Ele disse manso.

- Nossa, o Hoseok educadinho?! – O encarei cínico.

- Haha! – Ele riu, mesmo sem achar graça. – E fica tranquilo, eu não vou colocar suas roupas como jogo de cama depois. – Ele disse em tom de deboche.

- Haha! – O imitei. – Vai lá. Eu já subo e separo uma roupa pra você. – Ele confirmou com a cabeça e começou a subir as escadas. – Você sabe onde fica o banheiro?!

- Eu me viro! – Gente... Folgado igual a esse sei que não vou encontrar em nenhum outro lugar.

[***]

- Hm... Você já tomou banho? – Perguntei assim que entrei em meu quarto e vi o garoto andar de um lado para o outro apenas com uma toalha branca em volta da cintura. Deuses de todo o mundo, me abanem porque mesmo nesse frio absurdo, eu estou fervendo. O garoto voltou sua atenção para mim.

- Não, eu estava esperando você subir pra gente tomar uma ducha juntos.

- Sério?! – Perguntei baixinho.

- O quê que você disse?! – Ele aproximou.

- Nada... – Eu disse rápido... E é melhor você ficar longe de mim querido. Caso contrário, eu te jogo nessa cama e te faço de brinquedinho sexual!

- Que foi, vai babar? Se for avisa que eu dou um balde! – Ele mordeu o lábio. Ah, isso é maldade!

- Que nada! – Mostrei a língua pra ele.

- Então, você pode me dar logo uma roupa? Eu estou com frio!

- Você pode ter paciência? Eu já vou pegar. – Falei ao caminhar até o armário e começar a procurar alguma peça de roupa que caiba nesse monstro.

- Tá... – O vi sentar na cama e continuei procurando alguma coisa. Aha! – Toma! – Joguei um moletom rosa bebê pra ele e depois uma calça de algodão preta do Dean. Ele esqueceu aqui e eu acabei juntando com as minhas coisas.

- Rosa?! – Ele perguntou indignado.

- É isso ou ficar sem roupa e com frio. – Falei rápido. Se bem que a segunda opção é bem melhor, daí a gente já se junta na cama e eu te esquento... Ah meu Deus! Desde quando eu passei a pensar nessas coisas?!

- Não tem mais nada aí não?

- Você quer comparar o meu tamanho com o seu, é isso mesmo?! – Separei uma roupa pra mim.

- Ninguém mandou você ser tão baixinho!

- E ninguém mandou você ser tão grande assim! – Retruquei. – Será que você pode adiantar aí? Eu preciso da toalha! – Ele me encarou em silêncio por alguns segundos, meio que calculando a situação e a única coisa que vi foi ele tirar a toalha de seu corpo e jogá-la pra mim. – Você não tem vergonha na cara não?! – Perguntei tentando encara-lo, mas garanto que é uma missão impossível, principalmente agora que a Hopeconda está liberta...

- O quê?! – Ele disse manso e começou a vestir a calça lentamente, perna por perna... E juro, eu tive que dar uma espiadinha... – Não é disso que você gosta? – Abri a boca pra falar alguma coisa, mas o garoto fez questão de responder a própria pergunta. – Calma aí, você me beija e agora está dando uma de constrangido por que viu o meu pênis pela segunda vez?! – Revirei os olhos.

- Você é um escroto! – Falei ríspido e entrei no banheiro. Ah...!!! Que raiva! Não dele, claro! Hoje não, hoje eu só tenho raiva de mim. Cara, eu já tive tantas chances de me jogar em cima dele hoje, mas não me insinuei em nenhuma delas. Talvez eu só funcione mesmo com álcool.

[***]

- Calma aí, é isso mesmo que eu estou vendo?! – Perguntei ao descer as escadas e dar de cara com o Hoseok na cozinha. O garoto colocou dois pratos na mesa, copos e está á beira do fogão. Como pode isso?! Como ele pode ser tão perfeito e tão escroto ao mesmo tempo?!

- Olha, se você ficar com os seus insultos eu jogo tudo no lixo e vou embora. – Ele me encarou por alguns instantes, mas logo voltou sua atenção para a panela de miojo.

- Nossa, tudo bem! Eu vou ficar calado. – Fingi estar ofendido.

- É melhor mesmo. Você calado é bem mais legal.

- Então você me acha legal? – Perguntei ao sentar.

- Não se iluda! Eu acho legal o silêncio que fica depois que você cala essa sua boca! – Uou...

- Qual é o lance, você sente prazer em me dar patadas? É isso mesmo?!

- Deixa de perguntar besteira, Jimin! Vai pegar os refrigerantes. – Se ele não me respondeu, talvez seja porque... Ah não sei o que pensar. Peguei os refrigerantes na geladeira e voltei a sentar.

- Hm... Então, você gosta de cozinhar?! – Perguntei manso, já que parece que o garoto ficou estressadinho depois do banho. Hm... Mas talvez seja o rosa, talvez o rosa sugue um pouco do humor dele. Se é que eu já o vi num bom humor. Quer dizer, hoje ele estava rindo, mas da minha desgraça. Então não conta!

- Não... Você estava demorando demais e eu estou com fome. – Ele fez pouco caso e colocou a panela sobre a mesa. – Espero que coma sem reclamar, você não imagina o quanto me esforcei para isso.

- Tudo bem... – Levantei as mãos e assim, comemos sem enfiar os garfos um no olho do outro, mas assim... Estamos juntos no mesmo cômodo e não batemos um no outro. Tenho que marcar essa data no calendário.



(Ponto de vista -Hoseok)

Ah... Hoseok, mas que porra está acontecendo com você cara?! Desde quando você anda pensando na hipótese de voltar a beijar esse moleque que há dias atrás nem fazia parte da sua vida mesmo que estudem na mesma escola há anos?!

É assim que está a minha mente neste momento. Uma confusão só. Primeiro eu saio de casa mais cedo para surpreender o garoto e confesso que não parava de pensar nele e na sua audácia por ter me beijado naquele dia e mais ainda por ter me socado, descartando a possibilidade de que eu poderia simplesmente quebrar ele inteiro. Agora o pior, eu realmente fiquei excitado com aquele beijo. Eu, um garoto que vive transando com uma garota nova a cada semana, fiquei excitado por beijar um garoto estranho e que acima de tudo, estragou a minha rapidinha. Não só uma, duas!

É simples, eu não sei o que está acontecendo...

E sim... Eu já pensei na hipótese de talvez, eu disse talvez, talvez eu possa estar confuso.

Não! Calma aí!

Eu não posso estar confuso!

Eu gosto de garotas, porra!

Quando que eu vou sair por aí de mãos dadas com um garoto, sorrindo para todo mundo e o apresentando como o meu namorado?! Nunca!

Eu gosto de garotas!

Mas fiquei excitado ao beijar o Jimin!

Porra!

Não... Não!

Ah, pra completar eu cozinhei pra ele enquanto o mesmo toma um banho!

Pior... Eu fiquei nu na frente dele.

Onde que eu estou com a cabeça?!

No Jimin?!

Não!

Tá... Confesso... Talvez...

Vai... Talvez aquele beijo tenha mexido um pouco comigo. Mas só um pouco mesmo.

E aproveitando que estou confessando coisas...

Ele beija bem melhor que outras meninas por aí... E daí fico pensando... Como será a sensação da boca dele em volta do meu membro e suas mãos o ajudando a me proporcionar prazer?... E...

Caramba! Isso já está indo longe demais! Está bem mais além do limite de pensamentos saudáveis!

Imagina quando os meus amigos souberem que ando pensando em como seria um boquete do garoto estranho e solitário lá da sala?! O mesmo que me socou e em seguida me beijou!

Para vocês terem noção, ele foi o primeiro garoto que já bateu em mim e ainda está conseguindo andar. Na verdade, ele e o Anthony.

Da última vez que levei um soco, mandei o garoto pro hospital sem piedade alguma. Mas com ele... É como se eu fosse culpado por sua vontade absurda de me bater. Mesmo que talvez eu seja sim um pouco responsável por isso, mas... Nada justifica eu estar pensando nele tanto assim.

Sem contar que com ele deve ser do mesmo jeito. Não! Pior! O garoto colocou minha camisa como fronha de travesseiro!

Eu gostei...

Nunca nenhuma garota tinha feito isso... E acho que vou me esfregar um pouco naquele travesseiro. Talvez ele goste de sentir um pouco mais do meu perfume.

- Ei! – Sai dos meus devaneios ao ver o Jimin estalar os dedos bem rentes aos meus olhos. Porra!

- Que foi?!

- Você parou do nada! – Ele deu uma risadinha e tirou os pratos da mesa. – Tava pensando na morte da bezerra?

- Que bezerra?! – O encarei sem entender nada do que saiu da boca dele.

- É uma metáfora, burro! – Ele disse ao sair da cozinha e caminhar em direção a sala.

- Eu vou te mostrar quem é o burro aqui! – Falei entre os dentes e comecei a segui-lo.

- O que você pensa que está fazendo?! - O garoto perguntou surpreso assim que o empurrei no sofá sem delicadeza alguma e num movimento rápido, me deitei sobre ele, depositando um pouco do meu peso sobre os cotovelos apoiados no sofá.

- Fazendo você parar de falar besteira! – E sem pensar nas consequências, nem mesmo no que ele vai pensar, aproximei meu rosto do dele e o encarei. O garoto parece ter entrado num estado de transe, pois a única coisa que faz é me encarar confuso. 

Tá... E como eu ia dizendo, encostei meus lábios aos dele e ao sentir uma leve sensação boa ali, comecei a beija-lo. No começo foi algo simples, meus lábios contornavam os dele enquanto minha língua convidava a sua para dançar num ritmo que eu acabara de inventar. Agora é algo urgente, como se tudo que eu tenho dependesse disso, dos lábios dele, da sua língua numa batalha gostosa e macia com a minha... Eu estou excitado com ele de novo porra!

- Calma aí... – Ele colocou suas duas mãos contra o meu peitoral e me afastou dele. – Se você for me bater depois, pode parar! – Ele falou rápido e aparentemente ofegante.

- Não me peça pra parar! – Falei entre os dentes e descartei o lance de não distribuir meu peso sobre o seu corpo e assim fiz. Nossos corpos não poderiam estar ainda mais juntos, nem nossos lábios ainda mais unidos. Nesse momento a única coisa que quero é explorar isso ao máximo...


Notas Finais


Até breve! 🙃✌👋👋

Bjão!🤗💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...