História This Is Love - JiHope - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, J-hope, Jihope, Jimin
Visualizações 504
Palavras 803
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, LGBT, Policial, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


H3Y, tudo bom com vocês?? 😊

Não se esqueça de adicionar a FANFIC aos seus favoritos para não perder nenhuma atualização. Comentem o que acharam! ☺😉

Boa leitura! ☺

Capítulo 3 - Cadê a decência?!


[***]

- Cadê você, Jimin?! - Ouvi Lilly gritar do outro lado da linha. Estou com o celular numa mão e uma escova na outra.

- Eu já estou descendo, Lilly! Abaixa o fogo! - Encerrei a ligação e guardei o celular no bolso. Pronto! Ainda de frente para o espelho, vesti uma camisa pólo preta e um cinto de tecido sobre a calça jeans clara.

Deixei um bilhete na geladeira para o meu pai, avisando que chegarei tarde e encontrei Lilly e o tal boy no carro em frente à minha casa.

- Oi... - Falei ao entrar no carro, mas me arrependi amargamente. Não dá pra acreditar que a Lilly tá pegando o Anthony. Mas que porra! Tanto homem naquela escola e essa garota resolveu pegar o melhor amigo do J-Hope?! Por que, mas por que tudo na minha vida tem que voltar pra aquele idiota?!

- Jimin... Jimin! - A encarei. - Você está bem? - Confirmei com a cabeça. - Você parou e ficou olhando pro nada...

- Eu tô bem! - Entrei no carro. - Não vai me apresentar ao garoto?

- Ah... Não precisa não! Você estuda lá na sala, né? - Ah você notou?! Pensei. Ele estendeu a mão na minha direção, a qual dei um leve aperto.

- Sim... - Dei um meio sorriso e seguimos pra festa.

[***]

- Vem aqui! - Só se passaram cinco minutos desde que chegamos à casa do Anthony e já vi o J-Hope de relance umas três vezes. Ele está bem mais lindo que o normal e como sempre, rodeado por garotas. Puxei Lilly pro canto da grande sala de estar. - Por que você foi pegar logo o melhor amigo do J-Hope?!

- Você disse que estava tudo bem!

- Eu pensei que fosse apenas mais um daqueles garotos que conversam com ele, mas o Anthony, Lilly? Logo ele?!

- Bolinho...

- Ai droga! Me desculpa, eu estou estragando a sua felicidade por caprichos meus.

- Se você quiser... Podemos ir embora agora mesmo.

- Não, claro que não! Eu quero que você seja feliz. Vai lá se divertir com o seu boy!

- Tem certeza?

- Tenho! - Ela me abraçou.

- Quando quiser ir, ligue pra mim! - Confirmei com a cabeça e vi ela desaparecer por entre todas as pessoas dançando e bebendo.

Essa é a primeira festa da galera da escola que participo. As pessoas nunca me notaram mesmo, quem dera me querer presente em alguma dessas festas. Eu só estou aqui por causa da Lilly. Caso contrário eu estaria em casa dando um jeito na camisa do J-Hope.

Ah... Preciso beber alguma coisa.

Fui até a cozinha e peguei uma cerveja. É só o que tem aqui. Eu nunca fui de beber muito, na verdade, eu bebo muito, mas não sempre, sabe? Poucas vezes, mas quando bebo... Não tem nada nem ninguém que impeça a minha liberdade sobre os efeitos do álcool.

[***]

Pior do que ficar sozinho na escola, é ficar sozinho nessa porcaria de festa. Essas pessoas parecem tão à vontade... Todo mundo da escola tá aqui, bebendo, dançando, conversando.... Enquanto eu estou solitário e enchendo a cara sozinho nessa porcaria de corredor, em frente à dispensa...

Já perdi as contas de quantas cervejas já bebi. Se bem que nas três ultimas vezes que fui buscar mais, peguei três de uma só vez. Para a minha sorte ou não, não encontrei mais com o J-Hope. Ele literalmente evaporou. Com certeza deve está se pegando com alguma garota oferecida. Bitchs!!!

- Ai, vai com calma aí! - Então uma voz feminina ecoou aqui perto... E nada mais, nada menos que a vislumbre presença do J-Hope para preencher esse meu lugar secreto. Ele e essazinha aí!

Os dois estão se agarrando enquanto andam se esfregando pela parede... Cadê a decência?! 

Ah mas eu vou acabar com essa palhaçada e vai ser agora!

Levantei em silêncio e sei que nem fui notado. Peguei a minha bebida e joguei na garota. Se eu estivesse consciente, a única coisa que eu iria fazer era abaixar a minha cabecinha e chorar feito uma menininha, mas não. Aqui estou eu, olhando eles dois com uma fingida surpresa e segurando o riso ao ver a garota encharcada. Isso não é nem um terço do que ela merece. Mas calma aí... Quem eu penso que sou? O J-Hope nem sabia da minha existência e eu estou aqui dando um contido vexame por ciúmes? É isso mesmo?!

- Você tá louco?! - A garota com o cabelo longo e loiro artificial gritou ao passar as mãos no mesmo.

- Vem aqui, deixa eu olhar bem na sua cara, seu idiota! - J-Hope disse entre os dentes se aproximando de mim e a única coisa que fiz foi sair correndo dali.


Notas Finais


Então é isso... 👏👏

Até o próximo capítulo 👋👋

Bjão 😚

Falow👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...