História This is Love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Lil Peep
Tags Misterios, Suspense
Visualizações 4
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Luta, Mistério, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura :3

Capítulo 2 - Part two!!


Fanfic / Fanfiction This is Love - Capítulo 2 - Part two!!

Part Two!!

Manhã de Terça-Feira 9:35.

Minha empregada entra no meu quarto, bate na porta, observando-me ''Jogada'' na cama, com um pouco de baba, suspirou, deixando meu café ao lado, chamou-me.

- Mia...acorde, está na hora do seu café, e pode se atrasar denovo..

A voz dessa mulher era macia, uma melodia quase, abro meus olhos,  vendo um ''clarão'' na cortina, sento na cama, pego a xicará ainda ''bêbada'' sonifera, encaro-a.

- Minha mãe está?

- Não, ela saiu bem cedo.. disse que eu lhe acorda-se e fiz meu dever..

- Ah, sim, obrigada.. sabe.. eu não queria...ir, mas eu  vou.. bom dia sr. Maria.

Ela se retira, espreguiço-me, bocejando, tiro as roupas as guardando, vou ao banheiro, demoro 15 minutos, visto uma blusa de Rock Metal, uma Jeans preta, amarro em um ''Cokkie'' passo um batom nudes, saio do quarto.

- Tchau Mari.

Dou dois beijos doces em sua bochecha, aviso ao motorista, direcionamos até a faculdade, de repente, um pensamento dá um tapa na minha cabeça.

''Ele está lá...''

Espanto esse pensamento, suspiro bem fundo, saindo do carro, observo a faculdade com um peso na conciência, seu zé o porteiro compriementa-me, dou um tchau, paro na frente da porta, deslizo ela, observando os alunos, ele não estava lá, meu coração acalma, procuro um lugar, sento escutando as explicações do professor.

- Bem vindo Mikel..atra--

- Professor, eu apenas me atrasei, não me dê sermões, continue oque explicava.

O rapaz para quando me cerca com os olhares, sentou-se, observando o quadro.

Meu rosto cora, estava com um pouco de quentura, suspiro, penso:

''Porque ele tanto me odeia? sou tão odiada assim ?''

1 Hora depois.

Eu estava em um corredor, sentada no chão jogando um jogo virtual, de repente escuto passos, escondo meu celular, me inclino pra ver quem era, SURPRESA!, sim, ele.

- Oque faz ai no chão, mimada?

- Para de me chamar de mimada!

- E oque você é?

- Eu vou te bater.

- Tente, se for capaz.

- Oque?!!!!

Parti para cima dele, tentando derruba-lo, fracasso, ele segurou minha mão, me prendendo de costas pra ele, dando-me uma rasteira, caio no chão bastante envergonhada.

- Você não é capaz mimadinha.

- Cala boca.

Ele aperta meu pescoço, começo a querer oxigênio, observando o risinho dele.

- Aprenda, depois conversamos.

Saio a deixando ali, consigo perceber que exagerei, dou de ombros indo embora, escuto ela correr, e pular nas minhas costas, me derrubando.

- Aaahrg, porque fez isso?!

- Não...subestime as mulheres!

Exagero, torcendo o braço dele, percebo, saio de cima dele, com uma cara de ''VITÓRIA", ele aguenta bem a dor, nos encaramos nos olhos, aproximei perguntando:

- Porque me odeia ? oque te fiz?

- Quer que eu desenhe ? oque acabou de fazer

- Hm... n-não.. vem vou te ajudar.

- Não quero sua ajuda, eu estou bem, me deixe em paz.

Dou as costas com muita dor, o professor me para, mandando eu entrar na minha rede social, e avisando ela também, vou embora, mas ela não sai da minha mente.

- Porque me odeia? que pergunta, presciso de um tempo....tsc, droga, essa garota..

Jogo minha bolsa no chão, ligo meu radio, coloco: David Guetta - She wolf, tomo um banho descansando, o braço dolorido, deito pegando no sono, mas a ultima coisa que veio na mente era Mia, sorrindo.

 

Chego em casa, meus pais estavam cansados, dormindo Thomy aparece, sorrateiro, me acariciando com seu pelo, vou ao meu quarto, tomo um banho, pensativa, penso no nome dele.

- Mike... que bonito...a-a-a-an????? Miiiia oque está dizendo? ele é mal..

Visto meu babydoll, olho minhas redes sociais, encontro o perfil dele, sorrio, fico observando a noite toda, até me cansar, o sono aparece as 2:30, desligo o notbook, pego thomy, acabo dormindo.

-  Mike......porque me odeia?

Digo antes de dormir, cai uma lágrima em thomy, que dormiu comigo, enrolando a cauda em meu braço, e rosnando baixinho aperto ele, até que durmo.

- Mike...

 


Notas Finais


:) Continua!...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...