História This is love? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Homem-Aranha
Personagens Ben Parker, Eugene "Flash" Thompson (Venom / Agente Venom), May Parker, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha)
Visualizações 18
Palavras 1.346
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Neverland


Fanfic / Fanfiction This is love? - Capítulo 11 - Neverland

POV Michelle

- Tá com fome? - Estendeu o braço me oferecendo um sanduíche

- Não sabe o quanto - Pego o lanche e começo a me deliciar com o mesmo - Humm...eu conheço esse sabor.....

- Sr Delmar - Dissemos juntos - O melhor lanche do Queens - Completou 

- Sinceramente, até que essa noite foi legal 

- E então, para onde quer ir agora?

- Casa, por favor - disse dando uma enorme mordida no sanduíche

- Ah, qual é.... A noite acabou de começar

- Nós passeamos de teia, fomos a Queensboro, você lutou com alguns ladrões, foi tudo bem legal mas estou exausta

- Não esqueça da parte em que eu te arremessei para o alto - Me deu um toque no ombro.

- Humm, prefiro nem lembrar - Disse de boca cheia

- Ok, ok, eu te levo para casa - Se levantou e estendeu sua mão - Mas anda logo antes que eu mude de ideia.

- Agradeço pela gentileza nobre aranha - dou um sorriso meio esnobe

- Eai, está pronta? 

- Nasci pronta - Me levantei e me agarrei ao seu corpo - E então, quando vai lançar as teias?

- Um pouco antes de atingir o chão.

- Perai, o que? - Senti seu corpo se inclinar de costas para fora do prédio - Essa não...- murmurei baixinho e então nós caímos.

POV Peter

Sexta-feira, nunca entendi o porque desse dia ser tão aguardado pela maioria das pessoas, festas e curtição, virar a noite se embebedando até não conseguir se lembrar do próprio nome, mas para mim, sexta-feira nunca foi um dia muito memorável, quer dizer, até hoje.

Há algum tempo atrás eu "busquei" MJ para um passeio de teia, e sabe, foi muito Incrível, ouvir ela gritando e me xingando quando a jogava para o alto, ver ela torcendo por mim enquanto eu dava uma lição em alguns ladrões, sentir seu corpo colado ao meu, suas pernas pernas em volta da minha cintura, seu rosto na curva do meu pescoço... sei que parece bobo, mas só me faz deseja-lá cada vez mais.

Bem, chegamos em seu prédio, no telhado para ser mais específico, Michelle ficou irritada por não ter deixado-a em seu quarto, e ainda mais quando eu não a deixei descer pelas escadas, "Desde quando você manda em mim?" Sua expressão irritada e levemente debochada só fazia meu sorriso aumentar em baixo daquela máscara. Eu podia ver o cansaço em seus olhos, já era madrugada, por isso pedi apenas mais alguns minutos, com meus lançadores comecei a formar uma espécie de "cama de teia" entre os dois prédios, muitas teias, alguns nós e a enorme rede estava pronta, no começo ela sentiu um pouco de receio, mas bastou eu dar alguns saltos e piruetas para ela rir e se juntar a mim.

- O céu está bonito, não acha? - disse enquanto a ajudava a subir na cama de teia - Acho que é a noite mais bonita que eu já vi

- É sim....- deu um sorrisinho - Obrigada - olhei para ela sem entender - Você sabe, por ter salvo a minha vida naquele dia.... - disse se deitando ao meu lado

- Bem, é era meu trabalho como Homem Aranha

- Eu sei disso, mas eu fui rude com você

- Acredite, já salvei pessoas piores...

- Piores do que eu? - Arqueou a sombrancelha - Difícil de acreditar

- Uma vez salvei uma senhorinha de ser atropelado por um caminhão, e depois que a coloquei no chão ela começou a me bater com a bolsa...

- Ok, a senhorinha ganha, mas aposto que eu fico em segundo lugar - rimos por alguns segundos e logo voltamos a atenção para o céu estrelado

- Nunca imaginei que observar as estrelas fosse tão, tão...

- Relaxante, calmo....- me deitei ao seu lado 

- Reconfortante - disse com um pequeno sorriso no rosto

- É por isso que gosto de olhar as estrelas, sempre que o mundo está um caos, quando tudo parece perdido, eu olho para o céu, e é como seu eu cavalgasse através das estrelas, para o outro lado da Via Láctea, um lugar a milhões de anos-luz de distância, um lugar só meu, onde eu possa ser eu mesmo, sem máscaras, sem poderes... Só eu e as estrelas, e talvez um dia, eu possa levar alguém para esse lugar mágico..... Para a Terra do Nunca, o que você.... - Assim que me viro percebo Michelle dormindo tranquilamente, como se estivesse na cama mais macia do mundo e não em cima de alguns fios a metros do chão.

Com muito cuidado passei meus braços por baixo de seu tronco e pernas, a colocando gentilmente no meu colo, sinto ela se mexer e apertar os olhos, como se resistisse,  me aproximo de um de seus ouvidos e sussurro algo, e logo ela se acalma. Com a garota adormecida em meus braços eu desço gentilmente com a ajuda de uma teia, entro em seu quarto, a coloco na cama e a cubro com cuidado, estava prestes a ir embora, mas não resisti e acabei deixando um pequeno beijo em sua testa.

- Boa noite Michelle... - disse enquanto passava o polegar no local do beijo

- Um dia eu ainda vou te levar para a Terra do Nunca... - arrumei minha máscara e abri a janela prestes a sair

- Peter... - Sinto meu coração disparar e meu corpo se prender ao chão, o sussurro saiu tão baixo que era quase impossível ouvir, mas graças a minha audição extremamente aguçada eu pude ouvir o pequeno murmuro da garota.

- MJ? - Disse tão baixo quanto ela, temendo ouvir uma resposta, depois de alguns minutos no silêncio decidi ir embora, antes que ela acordasse de fato.

(.....)

Sábado 8:30 a.m

Aqui estou eu, ainda passeando pelas ruas do Brooklyn. Karen me avisa das diversas ligações de May e até algumas do Tony, pois é, eu não voltei para casa, prolonguei a ronda diária, eu não precisava dormir, precisa de respostas, tais que pareciam tão distantes. Michelle me chamou pelo nome enquanto dormia, aquilo não fazia sentido, e eu só conseguia pensar em duas possibilidades possíveis, ela estava pensando em mim, sonhando comigo, mas por que ela sonharia comigo? Isso não faria sentido, nós somos amigos, mas ela não me considera nada além disso, então, só existia uma possibilidade.....

- PERAI, O QUE??? - Ned gritou no telefone

- Ned, não grita eu estou de máscara...

- Foi mal.... - Eu liguei para o Ned, sei que ele não é o melhor para me ajudar com isso, mas eu precisava falar com alguém, não iria contar para May, Tony estava fora de cogitação, e Karen não estava ajudando muito, então, temos o Ned.

- Isso não faz sentido, como ela pode ter descoberto?

- Porque eu fui burro, foi assim que ela descobriu - disse enquanto me balançava em meio as teias - Queria passar mais tempo com a MJ, por isso me aproximei como Homem Aranha, mas eu esqueci que Michelle não é qualquer garota, ela é inteligente e extremamente observadora.

- Vacilo, Peter...

- E pra piorar ontem eu falei umas coisas sobre as estrelas e levá-la para a Terra do Nunca, e depois eu beijei ela....

- O QUE? VOCÊ TA LOUCO? 

- Ned, já disse pra não gritar.... Eu não beijei beijei ela, foi só um beijinho na testa, ela estava dormindo, ela nem deve ter percebido

- Isso me parece assédio

- Não tá ajudando...

- Olha cara, você não sabe se ela realmente descobriu sobre você, talvez ela tenha tido um sonho que por acaso você aparecia...

- Eu não sei cara, isso está muito estranho...

- Então... Você vai levar a MJ para a Terra do Nunca, Peter Pan? - Pude ouvir ele rir baixinho

- Cala a boca... Karen

- Chamada finalizada...

Parei em um prédio aleatório e me sentei na borda, olhando para o céu que agora estava claro e livre de qualquer nuvem, com apenas aquela grande estrela que se ajeitava em meio aquele grande mar azul.

- Que droga, Peter.


Notas Finais


Oii gente, primeiramente eu gostaria de me desculpar por ter demorado tanto para postar o capítulo, estou passando por alguns problemas pessoais e não estava muito no clica de escrever, e eu odiaria escrever qualquer coisa e postar como se fosse nada, escrever essa fanfic está me deixando muito feliz, eu gostaria de agradecer a todos que votos e comentários, vcs não sabem como seus comentários mudam meu dia..... É isso, então até o próximo capítulo 😜❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...