1. Spirit Fanfics >
  2. This is love >
  3. Capitulo 14

História This is love - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Capitulo 14


As duas semanas passaram se lentamente, pelo menos na visão de Tasha. Reade  ficou a primeira semana com ela, mas logo teve que voltar ao escritório. Ela não ficou muito tempo sozinha, contando que Patterson, Rich, e Oliver estavam sempre por perto, Oliver mais que todos. 

O dia de voltar ao médico finalmente chegara, Tasha passou o caminho até o consultório em completo silêncio, o nervosismo e ansiedade a impediam de pensar em qualquer outra coisa. 

Estavam esperando o doutor já no consultório e Tasha apertava o braço da cadeira onde estava sentada, a ansiedade já tinha tomado conta de seu corpo inteiro e sua mente.  

- Vai ficar tudo bem. - Reade declarou tomando a mão dela. 

-Você não sabe disso. - Ela retrucou com a voz ríspida, ele apenas respondeu com um olhar doce. Antes que ela respondesse qualquer coisa, o doutor adentrou a sala. 

- Bom dia. - O doutor disse calmamente, enquanto sentava-se em sua cadeira. - Então, como estão hoje? 

- Animados para voltar ao trabalho. - Tasha respondeu com um sorriso fraco, mas que logo se desmanchou deixando a com a feição séria. O doutor analisou os exames em silêncio por um momento. 

- E então? - Reade perguntou com olhar curioso e preocupado. 

- Houve uma melhoria significativa. - Ele declarou ainda com os olhos nos papéis.  

- Significativa o suficiente para eu voltar ao trabalho? 

- Claro, com tanto que seja apenas trabalho burocrático. - Ele disse olhando por cima dos óculos. 

- Ótimo. - Ela respondeu ironicamente, recebendo um olhar de repreensão de Reade.   

- Natasha, seu trabalho exige muito de você, só estou te reintegrando porque confio que não fará nada que prejudique você ou o bebê. Certo? 

- Eu sei.  -  Ela confirmou devolvendo um sorriso ao médico que a falava com tranquilidade. - Certo. 

 

A volta ao apartamento foi mais tranquila, a tensão de antes, já não se fazia mais presente. Reade se manteve em silêncio, e com uma preocupação ainda em sua mente, o pedido de casamento que ela não respondera. A não ser no dia em que ele propôs, eles não haviam tocado mais no assunto, tanto Reade como Tasha estavam com os pensamentos na saúde dela e do bebê, mas o pedido nunca saiu realmente da mente dele, a ausência de uma resposta da parte dela era ensurdecedor e assustador. 

Assim que chegaram em casa, Tasha se acomodou no sofá e seus olhos voltaram para caixinha preta que continha um dos mais lindos anéis que ela já havia visto em sua vida inteira. 

- Precisamos falar sobre isso... - Ele falou, quando viu que os olhos dela se fixaram na caixinha da aliança que ficou intocada em cima da mesa de centro por duas semanas inteira.  

- Precisamos. - Ela concordou, ela sabia que o devia uma resposta, mas nem ela mesma sabia qual seria. Apesar de confiar totalmente em Reade, ela ainda tinha preocupações.  - Eu não quero me casar com você... 

- O que? 

- Se você está me pedindo em casamento, porque vamos ter um bebê juntos, eu não quero! - Tasha disse sem cerimônia tomando a caixinha nas mãos e logo devolvendo a para Reade, deixando o um pouco surpreso. 

- Tash, eu comprei a aliança quando começamos a morar juntos. - Ele começou sua explicação com a voz embargada. - Eu estava esperando o momento certo... E depois aconteceram tantas coisas. - Tasha apenas o encarou em silêncio. - E aquele me pareceu o memento certo... Não tem nada a dizer? - Tasha abriu um sorriso doce após ouvir a declaração de Reade, ainda estava um tanto assustada.  

- Estou esperando você me pedir em casamento de novo... - Ela disse ainda com um sorriso nos lábios. 

- Eu estou ficando cansado de te pedir em casamento e não ter uma resposta. - Ele falou dando de ombros, tentando se manter sério, mas mal podia conter o sorriso que insistia em aparecer. 

- Talvez, dessa vez seja diferente.  

- Ok. - Reade disse pegando a aliança e apontando a ela. - Natasha Zapata, quer se casar comigo? - Ele repetiu sua frase de semanas atrás em um tom mais engraçado. 

- Sim, eu quero me casar com você. - Ela disse se aproximando dele, ficando apenas centímetros de distância. - Mas a pergunta é você quer se casar comigo? 

- Eu ainda estou em dúvida. - Ele disse fingindo estar analisando suas opções. 

Reade segurou o rosto de Tasha firme a olhou nos olhos por um tempo, antes de beija-la docemente. - Isso responde sua pergunta? 

- Na verdade, não responde não. - Ela falou séria, mas logo em seguida cedeu a gargalhadas. Reade apenas revirou os olhos e a acompanhando na risada. 

- O que você está fazendo? - Ele perguntou ao ver que ela iria fazer uma ligação.  

- Ligando para Patterson, você realmente achou que eu iria organizar o casamento?  

- Sendo sincero, nunca nem passou pela minha cabeça que você organizaria nosso casamento. – Reade declarou com um tom brincalhão, vendo Tasha ficar com a feição séria. 

- Precisamos de uma data. - Ela falou afobada, enquanto esperava Patterson atender. 

- Dia quinze de outubro. - Reade respondeu com a voz firme e um sorriso fraco. 

- Mas isso é daqui a dois meses... 

- Você realmente acha que a Patterson não conseguiria preparar uma cerimônia em dois meses? Nossa cerimonia, para o nosso casamento? - Ele contestou. 

- Tem razão! 

- Ou podemos nos casar no cartório amanhã mesmo. - Reade brincou, vendo tasha o encarar séria por um momento. 

- Eu já estou ligando para Patty, não tem necessidade! - Ela protestou deixando risadas no ar. 

  

 

Tasha ficou os dois meses trabalhando com papeladas e investigações que não fossem de muito esforço, saiu algumas vezes acompanhada por Oliver para tomar depoimentos e só. Com o casamento se aproximando Reade sugeriu que talvez ela devesse passar mais tempo em casa, não que ela estivesse feliz com isso, mas concordou sem muita resistência, quão tanto que ela voltasse após a realização do casamento. A organização ficou sob os cuidados de Patterson, Tasha apenas supervisionou algumas coisas, para garantir que não fosse nada tão exagerado. Nenhum dos dois queria um casamento muito grande, uma reunião de amigos mais próximos e alguns familiares seria suficiente. Ela fez questão de escolher um dos, cinco lugares que Rich havia apresentado a ela, e alguns itens da decoração, mas resultado final seria uma surpresa para ela.  

Tasha fez a última prova do vestido alguns dias antes do casamento, já que estava de seis meses e meio, precisava ter a certeza que o vestido iria caber no dia da cerimônia. Escolheu o vestido de noiva fluido estilo Boho de Elihav Sasson, cada detalhe daquele vestido o fazia cada vez mais perfeito, como ele recaia perfeitamente em Tasha.  

O casamento seria no final da tarde, ao início do pôr do sol, todos os envolvidos na organização do casamento haviam chegado local pela manhã e já estavam cumprindo seus respectivos papéis.  

Patterson estava terminando alguns detalhes da decoração, ainda encantada com o local, o Gallow Green em Chelsea, foi o local escolhido por Tasha, fica no último andar do McKittrick Hotel. Todo rodeado por plantas e folhagens, a cobertura era simplesmente maravilhosa. As mesas de madeira e a iluminação baixa deixaram o espaço ainda mais especial. O menu foi elaborado pelo chef Pascal LeSeac’h, segundos as preferências de Reade e Tasha. Patterson ficou surpresa desde o primeiro dia que vira o local, ter alguém com muitos contatos, habilidades hacker e cinismo como amigo as vezes valia a pena, mas anda se perguntava como Rich conseguira um local tão perfeito em tão pouco tempo. 

Tasha estava terminando de se arrumar com a assistência de Jane, que era sua madrinha assim também como Patterson, quando ouviu as batidas em sua porta.  

- Eu não posso olhar pra você porque pode dar azar, eu ficar com os olhos fechados mesmo. - Oliver disse enquanto entrava no quarto tapando os olhos com as mãos. 

- A não ser que você vá se casar com ela, não conta. - Jane declarou tirando as mãos dele do rosto.  

- Uau! - Oliver falou com a voz falhada, Tasha realmente estava tão linda que qualquer pessoa que a visse perderia o folego. 

- E então? - Ela disse o olhando com um sorriso fraco. 

- Você está perfeita! Quase tão perfeita quanto lá fora, já foi na cobertura? 

- Só quando cheguei, mas não estava tudo pronto ainda. - Tasha respondeu enquanto retocava sua maquiagem.  

- Patterson realmente tem um dom de organizadoras de eventos. E o Rich o dom de hackear sistemas de locais de festa. - Ele falou encostando-se na penteadeira. 

- Foi assim que ele conseguiu reservar aqui? - Jane questionou tentando segurar o riso eminente. 

- Quer saber? Eu não vou me estressar com isso agora, ele fez já coisa pior. - Ela respondeu virando-se novamente para o espelho, recebendo risadas como resposta.   

Enquanto isso Reade estava no quarto ao lado com Rich e Weller.  

- Essa é última vez que eu pergunto isso. - Rich declarou, fazendo os outros dois revirarem os olhos antes mesmo dele terminar sua fala. - Tem certeza que não vai mudar de ideai quando já estiver no altar? 

- Rich... - Reade tentou contestar mais foi logo interrompido novamente. 

- Por que se isso acontecer, serei obrigado a atirar em você.  

- Em primeiro lugar, você não tem uma arma. E em segundo lugar, não é comigo que você deveria se preocupar. - Reade falou arqueando a sobrancelha. 

- Quem disse que eu não tenho uma arma? 

- Rich, eu te aconselho a calar boca. - Kurt interviu entre risos. 

- Eu só não quero desperdiçar o meu discurso. - Rich contestou tirando algumas fichas de seu bolso. 

- Discurso? Pedimos para você oficializar o casamento, mas não lembro de concordar com discurso nenhum! - Reade falou tentando espiar o que estava escrito nas fichas. 

- Bom, se você não se lembra não é problema meu. - Ele retrucou enquanto caminhava até a porta. - E não se atrase!  

 

Os convidados já estavam chegando e tomando seus lugares, Rich estava com smoking azul acinzentado, com seu discurso em mãos e já em posição, aguardando o início da cerimônia. Reade fez seu caminho até o local indicado, e se posicionou a frente de Rich, que fez alguns comentários sobre o nervosismo estampado na cara dele, recebendo um olhar não muito amigável. Logo em seguida os padrinhos e madrinhas adentravam o local, todos impecavelmente bem vestidos e com sorrisos que alegravam ainda mais o evento.  

E em fim, o tão esperado momento, Tasha fazia seu caminho até Reade em passos lentos. Estava claramente nervosa, talvez se o casamento acontecesse em outras épocas reade correria o risco de ser deixado no altar, na mesma intensidade que estava nervosa Tasha também estava animada e ansiosa para começar esse novo capítulo.  

Reade chegou a perder o folego quando viu como ela estava estonteantemente linda, seu coração errou algumas batidas quando seus olhares se cruzaram. Se aquela imagem fosse a última coisa que ele visse, ele estaria contente. Seu coração batia mais rápido conforme ela se aproximava. Reade não era o único encantado com a beleza de Tasha, todos estavam igualmente admirados. 

- Bom, já que estamos todos aqui, daremos início a essa tão esperada cerimonia. - Rich iniciou, não que reade ou Tasha tenham prestado atenção, estavam muito ocupados perdidos no olhar um do outro. - Eu estaria mentindo se dissesse que um dia eu imaginei que estaria oficializando o casamento desses dois. Depois de todos esses anos, com tantos altos e baixos, escutas em apartamentos, menti e manipulações. E Deus é testemunha que foram muitas mentiras e manipulações... - A declaração de Rich atraiu alguns olhares curiosos e outros olhares fulminantes. Reade pigarrou indicando para Rich que terminasse logo com seu discurso.  

- Mas essa não é a questão. A questão é que, quando você está perto de Reade e Zapata, você está verdadeiramente na presença do amor. Não importa a situação atual no mundo, eu tenho a certeza de que vocês iram superar. E vamos ser sinceros se esse cara conseguiu fazer com a Natasha Zapata se casasse com ele, ele consegue qualquer coisa. - As risadas foram inevitáveis, até mesmo da parte de Reade e Tasha.  

- A verdade é que, eu não poderia estar mais emocionado e honrado de estar oficializando esse casamento. - Rich declarou agora com a voz embargada. - Mas vamos para a parte legal. Os votos, Reade você começa.  

- Obrigada pelas belas palavras Rich.... - Reade disse com um tom sarcástico. - Eu bem que gostaria de ficar em pé aqui, e dizer que desde o primeiro dia que te vi, eu sabia que iriamos estar aqui, nos casando e tendo uma família. Mas eu levei um tempo para entender que você realmente é a minha pessoa certa. No começo eu achei que você era insuportável, não que você não seja. - Tasha deu uma leve tapinha em seu ombro, ao ouvir as últimas palavras. - Mas agora eu posso dizer com propriedade que você é o amor da minha vida. E eu não seria feliz com nenhuma outra pessoa. - Ele concluiu tentando controlar suas emoções.  

- Zapata... - Rich disse indicando que era a vez de Tasha. 

- Esse dia, com certeza chegou muito mais rápido do que eu esperava. Entre surtos de ansiedade e vontades súbitas de voar até Vegas e se casar em um cassino qualquer, conseguimos chegar até aqui vivos, ou quase isso. Não posso negar que casamentos ou qualquer compromisso sério me assusta, e muito. Mas a confiança que eu tenho em você, me faz esquecer de todos os meus medos. E sempre foi assim, e sempre será. Nunca me imaginei casando ou tendo uma família. - Ela declarou segurando as mãos de Reade sob sua barriga saliente.  - Mas faz sentindo você ter o poder de mudar minhas perspectivas. 

A cerimônia não se estendeu muito, logo Rich os declarou marido e mulher até que a morte os separe e se direcionaram a festa. Tasha estava encantada com a decoração, tudo estava realmente perfeito. Parecia um sonho distante que ela tinha quando menina e que logo desapareceu com a dura realidade. Os amigos fizeram seus discursos e declarações, Reade e Tasha dançaram naquele dia mais do que já dançaram em sua vida inteira. 

Após algumas horas de festa eles se despediram dos amigos e Patterson ficou encarregada de dispensar todos os convidados.  

- Eu tenho uma surpresa para você... - Reade disse quando estavam apenas ele e Tasha no elevador, ela o olhou com curiosidade, enquanto ele tirava uma chave eletrônica do bolso. -Já que não podemos viajar por conta do bebê, eu reservei um quarto aqui.  

- Sério? Não custa tipo, nossos dois salários? - Tasha perguntou surpresa. 

- Bom, tive a ajudinha de Rich, um tipo de desconto para Hackers. - Reade respondeu fazendo Tasha gargalhar.  

 

Patterson dispensou todos com a ajuda de Oliver e Rich. E logo voltariam para Manhattan, Oliver recusou a carona dos dois, preferiu voltar de taxi, já que tinha umas coisas para resolver no caminho de volta.  

Oliver sentiu estar sendo observado, sabia exatamente o que estava acontecendo, e se não fosse sua mente o enganado novamente, ele estaria com sérios problemas. 

- E aí irmãozinho? - O homem que estava escondidos na sombra falou, deixando Oliver surpreso. 

- Não devia estar de volta Brian. Tanto a CIA quanto o FBI estão atrás de você. - Oliver disse não diminuindo os passos e sem o olhar nos olhos. 

- Vi que sua amiga se casou, pensei em aparecer, mas acho que ela não gostaria tanto da minha pessoa como gosta de você, não é mesmo? - Brian disse com tom irônico.  

- Eu já deixe claro que você tem que deixar a Zapata e a família dela em paz! 

- Se você tivesse cumprido com o combinado, eu não teria que me preocupar. 

- Eu já disse Brian! Não vou fazer nada para machuca-la. - Ele protestou parando bruscamente seus passos rápidos. 

- Não é sua escolha Oliver! Ela é uma ameaça e precisa ser parada. - Brian falou e segui caminhando sem esperar a resposta de seu irmão.  

- A eles estão vindo atrás de você Brian, e eu não vou impedi-los dessa vez. - Oliver declarou com a voz elevada para a garantia de que Brian escutaria. 

- Só não se esqueça que seu sobrenome é Ahmad, está a tanto tempo no papel de Oliver Johnson que esqueceu seu verdadeiro nome. - Brian falou sem se aproximar, com a voz tão elevada quanto a de Oliver. Ele não esperou uma resposta ou questionamento apenas seguiu seu caminho. 


Notas Finais


Não me cancelem, vou postar o próximo cap hj ainda!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...