História This is my Crazy life - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Família, Romance, Suspense, Yaoi
Visualizações 10
Palavras 1.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E aí galera tudo bem?
Espero que estejam bem, aproveitem o capítulo.

Capítulo 3 - Uma conversa, e uma visita inesperada


Eu me sentei em um sofá em frente a Isaías e seu treinador. Olhei as perguntas que tinha que fazer eram vente e cinco, quer dizer que seria um bom tempo ali.

-OK vamos começar. Eu falei​ um pouco inseguro. - as três primeiras perguntas são para você​ Isaías, as outras vocês decidem quem responde, ok?

Os dois acentiram​ com a cabeça, meu coração estava a mil, não sei porque seria apenas uma pequena entrevista. Peguei o papel com a perguntas as olhei seriamente, peguei o gravador fora me dado, e o liguei e comecei a entrevista:

-isaías, quantos anos você tem?

-EU tenho 17 anos de idade.

-você é de que país?

-sou, francês.


-o que? Mas.... Isaías não é um  nome comum na França.

-ha é que minha mãe é brasileira.

-então Isaías, a que traz um francês a grande Singapura?

Sei que aquela pergunta não estava incluída, mas não pode me conter, parte de mim queria saber mais daquele rapaz é a outra queria que ele sumisse da minha frente.

-bom, estou aqui a trabalho.

-você tem alguma pretendente?

-não, estou solteiro.

-senhor... Me virei para o treinador mas não sabia o nome dele.-perdão mas, eu não sei o seu nome.

-ha meu nome é....

A voz dele era grossa e combinava com a  sua aparência. Mas ele avia sido interrompido por... Eu não acredito. Era Alvin que trabalhava para uma editora concorrente da dos bremer.

-ho, Pedro a quanto tempo, sentiu minha falta?




Eu o odiava, ele uma vez tentou roubar um arquivo de um mangá que estava em procedimento através de mim, o que me fez ser tirado do setor de mangás e ser passado para o setor de notícias. Desliguei o gravador me levantei do sofá e o encarei.

-o que você faz aqui, Alvin?

-adivenhe.

_olha pedi minha bola de cristal pelo correio mas, ela não chegou ainda, fala logo.

-o senhor Duarte, tem uma entrevista comigo, para a seção de carreiras da revista VIDA.

A revista VIDA era uma grande arma contra a editora bremer. Ela tinha vários leitores o número de vendas era enorme podia se dizer que passava do limite. Mas senhor Duarte? O olhei confuso e falei:

-quem?

-vitor Duarte, treinador do patinador francês, profissional de dança no gelo, Isaías Beaumont.

Olhei para o treinador de Isaías que olhava em uma caderneta. Ele a olha por uma tempo olha para mim sem jeito é corado e fala:

-É mesmo, avia até me esquecido, Isaías consegue fazer a entrevista sem mim?

-sim, não se preocupe comigo pode ir tranquilo.

Vitor e Alvin foram embora, deixando eu e Isaías.

-bom vamos continuar?

Isaías falou, ele parecia apressado, não sei porque. Apenas olhei para ele e respondi.

-vamos!

A entrevista durou até mais do que eu esperava, quando acabei me despedi de Isaías e fui direto pro meu trabalho. É ainda tinha que trabalhar, eu ainda tinha que fazer um relatório completo da entrevista. Cheguei e fui direto para minha sala, queria ficar em silêncio e consegui mas, durou muito pouco, Ingrid chegou eufórica.

-pedro, como foi a entrevista?

_foi bem, e aqui?

-a mesma coisa de sempre.

Ingrid foi até a porta e olhou se avia alguém, fechou a porta e véi até mim.

- posso te perguntar uma coisa?

-o que?

- você sabe onde esse Isaías Beaumont mora?

-bem... Eu sei ele...

-ME CONTA!!!!

-N na cobertura do meu prédio.

-o que?

-olha Ingrid, eu vou embora minha cabeça está a mil por hora, e se perguntarem por mim diga que um ônibus me atropelou e que fui para em um hospital.

Peguei minhas coisas e sai da minha sala. Entrei no elevador e apertei o botão, mas outra pessoa entrou no elevador. Ela segurava uma caixas e estava muito, muito feliz, eu a olhei e percebi quem era.

-karem o aconteceu?

-EU FUI DEMITIDA!!!

Eu a olhei com estranheza, Karem e eu estudamos quando pequenos na mesma escola, por ser gordinha e usar óculos não tinha muitos amigos, mas nós sempre estávamos juntos.

-como assim demitida? Por que?

-bem eu... quebrei uma cadeira nas costas do Brendo.

Ela falava sorrindo com se aquilo fosse bom. Eu olhei para ela e ela olhou para mim. Ficamos sérios por alguns segundos, mas derrepente soltamos gargalhadas altas e gostosas.

-karem, eu pagaria para ver isso.

-eu sei.

-mas e agora, você está sem emprego o que você vai fazer?

-não se preocupe com isso, vou voltar para minha família é viver a vida de aposentada que eu sempre quis, com meu marido.

O elevador chegou ao térreo, nos abraçamos e nos despedimos. Assim como sahray o marido de karem também era aposentado, e assim como eu ela gostava de trabalhar. Saíndo da editora topei com Brendo, ele recebia ajuda de uma garota, namorada eu acho, para sair do carro. O olho roxo, o braço engessado e a boca cortada, não me contive e soltei uma gargalhada super alta.

-haha, Brendo essa imagem de decadência cai bem em você, sabia?

Eu falava com um tom de deboche em minha voz.

-vai a Merda Pedro.

A garota que o acompanhava não deixava de me encarar, com cara feia. Eu odiava aquilo fechei minha face e falei com um tom de deboche maior ainda 

-perdeu o cu na minha testa, queridinha?

Ela me olhou com indiferença, como se fosse melhor do que eu, o que me dava mais raiva ainda.

-vamos entrar Brendo, ficar aqui me dá nojo.

Eles entraram na editora, é fui embora​ para minha casa. Dentro do ônibus resolvi ligar pra sahray.

-alo? Ela avia atendido o telefone de primeira.

-vou chegar cedo hoje.

-que bom, assim você vai poder ver minha surpresa mais cedo.

-ok tchau.

Desliguei o telefone, eu não gostava das surpresas de sahray era devastadoras. Cheguei ao meu prédio, dei um oi o porteiro e fui direto para o elevador, e por ironia do destino encontrei Isaías.

-posso fazer uma pergunta?

Eu puxei conversa, mas eu queria realmente pergunta aquilo a ele.

-c claro.

-serio você é patinador profissional, por que você fica em um prédio como esse?

-para não chamar atenção, sabe?

-hum.

O elevador​ se abriu no meu andar eu apenas sai sem falar mais nada com Isaías, não queria ter muita intimidade com ele.

Ebtrei no meu apartamento é gritei.

-SAHRAY!!!

-oi Pedro, você não vai acreditar.

-o que?

Ela foi para o outro como é quando voltou eu não pude acreditar, era Pedro Gabriel meu irmão gêmeo.

-ainda meu Deus Pedro!!!

Eu o abracei, não podia acreditar naquilo fazia um ano que não o via desde que ganhou uma​ bolsa de estudos nos estados unidos.

-sentiu saudades?

-logico!!!

Ele segurava um gato no colo, que agora estava com sahray.

-bom é ótimo estar em casa.

-que bom que acha isso.

-fiquei sabendo que você agora trabalha em uma editora?

-é verdade.

Não havia reparado antes mas, Pedro estava com o cabelo vermelho.

-o que aconteceu com seu cabelo?

-eu pintei, você gostou?

-eu adorei combina com você.

Não podia acreditar, estava tudo perfeito meu irmão ali, Brendo havia levado uma cadeirada nas costas e eu avia acabado aquela entrevista. Nada podia estragar aquilo, pelo menos era o que eu pensava, olhei para os pulsos dele é vi cortados, me espantei.

-pedro, o que é isso?

Sahray fechou a cara se saiu da sala levando consigo o gato, nos deixando sozinhos, tornei perguntar 

-o que aconteceu?

Pedro nunca foi certo, ele sempre foi quase que um insano gostava de tudo que era errado, e nunca fazia a coisa certa mais ainda sim, ele sempre nos defendia. Ele olhou pra mim com um sorriso irônico e olhar de maldade e disse:

-é uma longa história 

Eu o encarei sério, e falei.

-não se preocupe, tenho tempo de sobra.


CONTINUA....


Notas Finais


E aí gostaram?
Deixe seu comentário, dizendo o que você acha que aconteceu com o gêmeo, insano que chegou agora😊😊😊
Bjs e até o próximo cap 😗😘😍😚😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...