1. Spirit Fanfics >
  2. This love, Secret >
  3. Chapter 4

História This love, Secret - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Chapter 4


Fanfic / Fanfiction This love, Secret - Capítulo 4 - Chapter 4


Anteriormente:

Após isso vi Orfeo, meu melhor amigo entrando no quarto e sentou-se na poltrona ao lado da minha cama. Ele estava abatido, mas feliz e um pouco ansioso já que não parava de tremer a perna. Eu o olhei e ele me perguntou se eu lembrava de Nara, a Narkissa e eu respondi que não. 

Ele fez uma cara de surpreso e começou a explicar o que aconteceu comigo naquela noite. Eu havia ido a um bar beber com uma galera muito estranha, eu fiquei curtindo a festa e a minha ex e o cara lá que ela me traiu com ele começaram a me provocar e do nada começaram a me bater muito..

Chapter 4: 

Eu fui embora e nessa hora Orfeo estava correndo ao meu encontro porque viu que eu estava sendo agredido..mas não conseguiu chegar a tempo pois quando ele estava prestes a acabar a briga eu saí correndo e cambaleando fazendo um rastro de sangue.

Ele chamou a polícia que estava passando e os envolvidos foram presos pois o bar tinha câmaras gravando o lado de fora, enquanto isso Orfeo pegou no meu carro, pois eu havia esquecido uma vez uma chave reserva na casa dele..ele me seguiu de carro e eu parei na floresta onde a gente brincava.

Eu caí perto de um corpo de uma menina e quando vi o estado dela e que estava viva eu tentei ajudar ela o Orfeo chegou e nos levou para o hospital, mas eu fugi do hospital sem Orfeo saber já que ele estava com Narkissa.

Eu conduzi até casa e entrei em casa e acordei assim de manhã. 

Agora estou aqui cheio de curativos e chegou Sra. Mary. Mary, é mãe de Orfeo e esposa do dono do hospital..

Ela falou sobre meu estado e me perguntou se eu estava preparado para ver meu rosto, eu respondi que sim e me assustei, porque eu tinha um costurado no meu lábio e várias manchas porque me queimaram com ponta de cigarro. 

Eu fiquei sem reação e minha tia me abraçou e dando todo seu apoio, meu pai me abraçou também e começou a falar várias coisas bonitas para mim.

Horas depois: 

Jiyong: eu posso ver aquela garota?

Orfeo: claro, vem eu te ajudo!

Fomos até ao quarto daquela garota e eu senti algo muito estranho e perguntei..

Jiyong: ela tem família ou sei lá?

Orfeo: não, porquê?

Jiyong: sabe aquele dia que a gente prometeu ajudar as pessoas? 

Orfeo: sim! 

Jiyong: você ainda quer fazer isso?

Orfeo: claro, o que você está pensando em fazer?

Jiyong: agora que a gente tem condições podemos ajudá-la!-aponto para a garota.

Orfeo: a gente podia conversar com nossos pais

Jiyong: sim, mas primeiro precisamos de dar espaço para ela se recuperar e ficar bem.

Orfeo: sim, mas podemos falar sobre nossa ideia

Jiyong: vamos para o meu quarto..




Notas Finais


Perdão por qualquer erro ortográfico.
Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...