História Thorbruce: meu novo começo. - Capítulo 1


Escrita por: e bemyuhd

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Dr. Bruce Banner (Hulk), Thor
Tags Fluffy, One-shot, Thor!trans, Thorbruce, Transexualidade
Visualizações 27
Palavras 670
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, LGBT
Avisos: Pansexualidade, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


— Ninguém aqui tem poderes.
— Thor é um homem transgênero, ou seja, nasceu em um corpo feminino, porém se identifica como um homem. Por isso, ele não tem o corpo robusto de um homem, mas continua sendo musculoso.
— O loiro tem dezoito, e Bruce tem dezessete. Época da história: 2004.

boa leitura, meu anjos.

Capítulo 1 - Primeira parte: corte de cabelo.


Fanfic / Fanfiction Thorbruce: meu novo começo. - Capítulo 1 - Primeira parte: corte de cabelo.

— Você está pronto? — Bruce perguntou, com as mãos dentro do bolso de seu moletom verde, encostado na batente da porta esperando uma resposta, mesmo que o semblante nervoso do parceiro denunciasse. — Relaxe. Acho que não pode continuar adiando isto… — Esticou a destra para pegar na mão dominante de Thor, e acariciou com o polegar os dedos alheio, em uma demonstração de amor.

— Não acho que- — Não continuou após ser puxado de forma suave pelo namorado, que o levava até o banheiro, para concluir o que ambos planejaram na quinta passada. Ao chegar no cômodo, um pouco apertado, sentou em um banquinho que já estava alí, pronto para acolher sua bunda. — Você parece mais ansioso que eu, B. — Reclamou, arrumando os óculos que quase caía de seu nariz e colocando uma mecha que inclinava-se na frente de seus olhos atrás da orelha.

— Eu sei que você quer isso mais que eu. — Sorriu, respirando fundo, inquieto. O mais velho realmente desejava cortar seu cabelo mais do que qualquer coisa, porém ainda possuía medo e incertezas. Seu namorado heterossexual iria o aceitar caso se tornasse mais masculino? Questionava-se. — Não vou fazer nada que você não queira.

— Eu também, B.

— Está… subdizendo algo? — Sua canhota pousou na barba que crescia no maior de idade, e fez um leve carinho na mesma, enquanto o loiro encarava seus pés, sem coragem de olhar para cima, já que Banner parecia maior e isso o deixava mais angustiado. — Ei, eu quero isso. Não estou mentindo para lhe agradar. Além disso, eu não quero ser a pessoa que vai te impedir que você não seja… bem, você.

— Eu prefiro continuar com meu cabelo longo, para te manter comigo. És meu tesouro. — Levantou o olhar, receoso. Sua mão foi na direção a esquerda do mais novo, a mesma que aquecia seu coração com o contato. — Eu não suportaria perder mais alguém, decepcionar mais um por ser- — Calou-o, com um beijo. Inclinando-se para alcançar os doces lábios do amado, pela segunda vez em toda a vida, a diferença era que o maior não estava usando o brilho labial com sabor de cereja.

— Seus pais vão se arrepender… é novo para todo o mundo. — Afastou, mas manteu as testas coladas, com um contato visual que gerou uma tensão. — O corpo é uma veste para seu coração… e eu prefiro você nu do que usando algo que não te agrada. Na realidade, prefiro muito você nu.

Bobo. — Deu um selinho no moreno, e então separaram-se oficialmente. — Estou pronto, B. — Gargalhou verdadeiramente, vendo o outro pegar a máquina e a tesoura, o que o fez respirar mais fundo.

[…]

— Fiz um ótimo trabalho? — Indagou, massageando os ombros largos do transgênero para o tranquilizar. Os olhos do alto exalava encanto ao encarar o espelho, pois pela primeira vez se agradou com a sua aparência por completo, e o sorriso nos seus lábios era um enorme sim para a resposta do pequeno.

— Eu te amo, querido. Obrigado por tudo.

— Eu só quero ver meu namorado feliz.

Namorado?

— É. O meu homem. Só meu.

[…]




— Mas, então… somos um casal gay, agora? — O cisgênero lançou a dúvida, o que fez Thor o encarar confuso. Seus braços eram uma casa calorosa para o baixinho, que ainda esperava alguma frase de seu menino tímido.

— Somos thor e bruce, duas pessoas que se amam. — Voltou sua atenção para o filme, deixando o de fios negros pensativo, mas contente com a explicação.

Gostei. — Comentou para si mesmo. — Ei, você pode morar comigo agora, grandão. 

— Como casados? Não é rápido demais? Estamos meses apenas… soltando declarações meigas. Nem iniciamos um-

— Ei, Donald Blake, ou Thor, e o Homem da minha vida, você gostaria de namorar comigo?

— Eu esperava algo mais decente. Entãonão.

— THOR!!!

— Brincadeira! — Riu. — É claro que quero, Bruce. Esse é meu novo começo, e pra ser perfeito, tem que ser com você, meu, oficialmente, namorado.


Notas Finais


amo vocês, amo thorbruce.
[enviando centenas de beijos fictícios com fortes pontos de ataques]

aliás, fui eu que fiz o desenho, tô muito feliz [uwu]

me siga no twitter: bexyuhd


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...