1. Spirit Fanfics >
  2. Thorki - Dança no Gelo. >
  3. Eu danço com você

História Thorki - Dança no Gelo. - Capítulo 3


Escrita por: Luanaoka

Notas do Autor


Helloooooooooo
Como vocês estão??
Na Fic pode ser frio, mas aqui tá o calor dos infernos KKKKKKKKK

Enfim, eu agradeço muito pelos comentários dos caps passados!! Isso ajuda demais!! XD <3
Sem mais delongas....

Aproveitem o cap ^^
Qualquer erro, me avisem, obg! <3

Capítulo 3 - Eu danço com você


Fanfic / Fanfiction Thorki - Dança no Gelo. - Capítulo 3 - Eu danço com você

-"E estamos de volta. Antes dos comerciais, falamos sobre a ISU, União Internacional de Patinação, uma das maiores competições de patinação de gelo que está prestes a ter início no começo do inverno deste ano. Contudo, como falamos antes, diferente dos anos anteriores, os fãs de Frigga podem se considerar com muita sorte, os dois filhos da patinadora farão uma apresentação, como homenagem a falecida mãe. ” –Dizia a apresentadora do programa.

-“É impressionante como os filhos dela conseguiram superar a morte da mãe em dois anos, depois disso eles continuam a patinar. Isso é impressionante! ” –O comentarista convidado ficava muito feliz. –“Estou ansioso para saber mais sobre essa apresentação. ”

-“Temos perguntas de fãs de Loki e Hela, deixe-me ler uma que todos estão perguntando: ’Hela e Loki fazendo uma apresentação juntos? Meu santo Deus, eu quero eles patinando agora!! Mas gostaria de saber se eles vão competir na Grand Prix, pois fiquei sabendo que ela iria ocorrer este ano, aqui na Russia, beijos aos meus queridos patinadores!! <3 #FilhosDeFrigga ’ O que acha desta fã senhor comentarista? É.. A ~LokiReidoGelo123. ”

-“Bem, LokiReidoGelo123, sim! Eles vão competir na Grand Prix e como você disse, ela será aqui na Russia! Mas ainda tenho minhas dúvidas, lembro-me que nesta competição, Loki sofreu seu primeiro incidente, ele machucado o joelho antes de entrar no gelo. ”

-“Esperamos que...” –A Tv era desligada.

-Por que desligou a Tv? –Hela encarava seu irmão com uma cara emburrada.

-É ridículo eles terem que relembrar essa "queda" minha. –Ele fazia aspas com as mãos enquanto segurava o controle remoto. –Além disso, não preciso de comentários sobre a mamãe.

-Hum.... Estou surpresa por ainda estar deprimido. –Ela caminhava, se tentando ao lado do irmão. –Você foi a pessoa que passou os últimos momentos com ela e ainda chora? Pelos deuses Loki, fiquei pelo menos feliz por ter ouvido as últimas palavras de amor dela. –Hela pegava o controle das mãos do irmão. –Pelo menos pode ver ela sorrir... –Murmurava. Os dois ficavam quieto até um celular encima de a mesa começar a tocar.

-Alô. –Hela atendia. –Ah.... Entendi, ok. Estarei aí. –Ela desligava. –Vou ao ginásio, parece que faltou uma coisa para eu fazer como técnica. –A morena levantava-se, deixando o controle no colo do outro e caminhando para a porta, pegando seu casaco. –Faça algo pelo menos. –Ela dizia ao irmão e indo embora.

-Sozinho... De novo. –O cão de Hela se aproximava. –O que você quer, bolas de pelos? –Antes que pudesse fazer outra coisa, o celular de Loki tocava. –Quem será? –Ele pegava o aparelho, vendo o nome do contato. –Ah não... –Pensou bastante, poderia desligar, mas optou por atender e resolver logo isso. –Alô!

-Oi Loki! –Thor sorria do outro lado da linha.

-O que você quer?

-Grosso como sempre meu irmão, tenha calma. –O loiro olhava para a figura mais velha que o encarava sério. -O velho tá aqui, na minha frente. Então coopera comigo. –Ele sussurrava.

-Eu ouvi, Thor. –Odin dizia bravo.

-E o que ele quer? –Loki perguntava quase sem paciência.

-De acordo com o papai, como irmãos, precisamos de mais contato. E então? Quer sair?

-É assim que você tenta voltar a ter contato comigo? Haha. Muito engraçado Odison. –Loki ria de deboche. –Obrigado, mas não. Sou alguém bastante ocupado.

-Olha... O velho não vai largar do meu pé, então vai.... É só mostramos que estamos bem. –O jogador quase suplicava e seu pai estava a um fio de rir da cara do filho. –Além disso, se eu não conseguir. Ele vai até aí, falar com você. –O ameaçou.

-Hum... –Loki odiava tanto Thor quanto Odin, mas preferia mil vezes Thor ao seu lado do que Odin. -Ok! –Ele dava a torcer. –Você venceu, onde nos encontramos?

-No parque, hoje à tarde. Leve o Fenir. –Dizia com um alívio no corpo.

-Por que eu tenho que levar o cão da Hela? –Ele encarava o cão que estava deitado no chão.

-Porque eu adoro ele! –Falava empolgado.

-Ok... –Loki desligava. –Ah... Desgraça. –O moreno revirava os olhos. –Só espero que ele não faça nenhuma bobagem.

 

<Quebra do tempo>

Loki caminhava juntamente com o cão negro no parque quase congelado. As pessoas ao redor, muitas delas não davam tanta atenção por não serem observadoras, isso deixava o patinador feliz, odiava multidões.

-Cadê aquele Odison? –Questionava o moreno, o vento batia em sua pele branca, fazendo ele sentir o frio que a Rússia oferecia. –Se ele fez isso só para me tirar de casa, eu... –Antes que pudesse terminar, Fenir o puxava com força, o cão negro de tão forte fazia o moreno soltar a coleira, deixando assim o animal livre para correr. –Fenir! –Loki gritava com raiva do cão que quase o fez cair na neve.

 

Quando olhou para sua frente viu um homem de cabelos loiros compridos, alto e com um sorriso que o patinador já conhecia a muitos anos. Ajustou sua roupa e caminhou até o homem com a elegância de sempre.

-Ora, você veio mesmo, Loki. –Thor sorria. –E trouxe essa coisa mais fofa do mundo! –O jogador acariciava o rosto do animal que ficava muito feliz em ver o homem.

-E então? –O moreno o encarava. –O que vamos fazer aqui?

-Impaciente como sempre.. –Thor desviava sua atenção de Fenir para o irmão. –Olha, o velho tá ali. –Ele sussurrava e apontava discretamente para trás de si. –Por instinto curioso, Loki o olhava e logo Odin pode ver o filho mais velho. –Não era para olhar, droga!

-Você apontou, eu apenas olhei. –Se defendeu. –Mas por que ele veio? –Questionou, se lembrando que o loiro apenas tinha dito que seriam apenas os dois.

-Ele quer ver que a gente vai estar se dando bem, só isso. Vamos, ele disse que se a gente não ficar bem, ele mesmo vai me jogar no rio e esperar eu congelar até a morte. –Sorriu nervoso. –Ai eu seria literalmente um Capitão América. –Ria com tal referência.

 -O que? –O irmão mais velho o encarava com uma cara duvidosa e Thor balançou a cabeça em negação.

-É coisa que você não entende. –Assim os dois começavam a caminhar pelo parque. –Como está a Hela? –Ele criava um novo assunto depois de alguns minutos.

-Ela continua mandona, sempre me dizendo que preciso melhorar os saltos e que preciso comer menos, me exercitar mais e entre outras coisas....

-Entendo. Queria poder conviver mais com vocês. –Thor sorria. –Pena que eu não pude ver a nossa mãe nos últimos momentos... –Ele encarava a neva no chão, triste...

-A culpa não é sua. Nossos pais se separaram por motivos idiotas. –Ele dizia sem pensar. –Odin nunca pensou muito em mim nem na Hela e....

-O que?! –Thor ficava na frente do irmão e o encarava sério. –Pelo amor dos Deuses Loki, claro que ele se importa.

-Ah... De novo não... –Revirava os olhos, cansado dessa conversa.

-Você pode achar que isso é bobagem, até achar que estou exagerando, mas ele se culpa pela morte da mamãe.

-Thor, você não tem mais seis anos para chama-la de mamãe. –Murmurava se lembrando de quando os três ainda moravam juntos e como ele precisava cuidar do irmão mais novo.

-Eu sei, mas era assim que eu a chamava.... Até os doze... –Ele desviava o olhar para o chão. –Até vocês irem para a Rússia. –Sorria sem jeito.

-Mesmo Odin se culpando.... Mesmo ele tentando se aproximar de nos.... Isso não muda o fato da traição! –Ele dizia firme. –Você nunca viu o quanto nossa mãe chorava por ele, nem sabe o quanto ela sofria quando dançava a música favorita dos dois, Hela precisou me explicar dezenas de vezes quando a nossa mãe ficou doente e eu não podia vê-la.... Quem deveria ter feito esse papel era... –Seu celular começava a tocar e ele preguiçosamente pegava o aparelho. –Alo? –Thor segurava o cão negro enquanto o irmão falava ao telefone.

-O que eu poderia fazer? –Se questionava enquanto o animal tentava correr atrás de um esquilo mas era impedido pela força brutal do loiro que segurava sua guia.

-O que?! I-Isso é sério? –Loki parecia assustado com a ligação. –T-Tudo bem.... Eu vou esperar. –Assim ele afastava o aparelho do ouvido e encarava o loiro. –Hela sofreu um acidente. –Dizia antes que o outro pudesse perguntar.

-O que?! –A reação tinha sido a mesma. –Como assim?!

-A amiga da Hela que disse.... Ela me ligou falando que quando estavam quase terminando de checar as coisas no estádio, alguns materiais mal colocados caíram bem encima da minha irmã.... Bem, a sorte foi que eram apenas equipamentos de Esqui, o pior foi que acham que ela torceu o tornozelo na queda.

-Ela não vai pode competir então?

-É isso que querem saber.... –O patinador colocava a mão sobre o cabelo. –O ruim é que ela era a minha parceira para a apresentação.

-Se esse for o problema, eu posso ajudar. –Dizia sem mais nem menos.

-Como? Vai dançar no lugar da Hela? –Falava em deboche, mas o irmão nem ligava.

-Se você quiser, sim, eu farei. –Respondia serio enquanto Loki o encarava sem acreditar naquelas palavras.

-O que?


Notas Finais


Gostaram?? XD

Adoro a relação de irmão desses dois KKKKKK
É muito bom.
Enfim, deixei o Thor amando o Fenir, pois, como qualquer amante de bichos, ele ama o cãozinho negro da Hela HUEHEUEHEUEHEUEHUE
O passado vai ser revelado aos poucos kkkk
Então vamos com calma kkkkk

Bem, foi isso. Até o próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...