História Thoughts - Capítulo 67


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags 2won, Changki, Hoseok, Hyungwon, Hyungwonho, Joohyuk, Monsta X, Tae2wonhi
Visualizações 213
Palavras 624
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong!!!

Demorei um pouco mais que o dito, mas espero que gostem :)

Capítulo 67 - Fazer amor


O namoro dos dois ia bem.

Hyungwon e Hoseok estavam cada dia melhor. Eles sempre se encontravam depois do trabalho e passavam um tempo juntos. Hoseok levava Hyungwon até a casa do maior para ele se arrumar para a faculdade e aproveitavam para se beijar e conversar antes de levar o maior em sua moto para seus estudos à noite. Eles se despediam com um selinho e sorrisos, e Hoseok desejava a Hyungwon bons estudos.

No final de semana, sempre inventavam uma atividade diferente para fazer, mas acabavam no final do dia no sofá, com um cobertor os envolvendo enquanto se beijavam e assistiam algo. 

Hoseok não teria imaginado que conseguiria realmente manter um relacionado com Hyungwon, mas imaginava que o fato de serem bem mais maduros depois daqueles anos os ajudava. E muito. De forma que, mesmo quando queriam dar um passo mais a frente na relação, conseguiam pensar corretamente ao não ter hormônios afetando seus cérebros.

Estavam assistindo a um filme no sofá de Hoseok, quem estava deitando contra o peitoral de Hyungwon, a cabeça pousada em seu ombro e o cobertor os envolvendo. Os dedos de Hyungwon acariciavam sua cintura parcialmente desnuda, fazendo-o sofrer leves arrepios.

-- Hyungwon -- chamou o mais novo, que respondeu com um "hum", sem desviar os olhos da tevê. -- Eu quero transar.

Essa fala fez Hyungwon desviar seus olhos para Hoseok, que não o encarava. Não parecia estar envergonhado, no entanto.

-- Nós estamos juntos há quase um mês e nós... já transamos antes. Muitas vezes, até -- Hoseok continuou, agora olhando para Hyungwon.

-- As coisas são diferentes agora, Seokie -- murmurou. -- Não acho que deveríamos transar.

-- O quê? Por quê? Virou puritano? Ou está se sentindo mal?

Hyungwon riu. Lembrou-se de um dia em particular do passado.

-- Não é isso, amor -- deixou um selinho longo nos lábios de Hoseok. -- Deveríamos fazer amor. Não vai ser como antes. Mas estou adiando as coisas um pouco. Gosto de estar assim com você, só nas coisas bobinhas, nos abraços, nos passeios. Eu desejo você, muito, porém não quero focar em nós fisicamente, e sim sentimentalmente. Gosto de estar desenvolvendo nossa relação.

-- Mas transar também é importante para desenvolver a relação -- Hoseok arguiu. -- Fazer amor é -- usou as outras palavras, das quais, admitia, gostava mais.

-- Nós vamos -- Hyungwon deu-lhe outro beijo. -- Muito. Não hoje, no entanto, apressadinho.

Hoseok fez bico, e Hyungwon o imitou. Hoseok o beijou.

-- Eu quero pedir algo, aproveitando então que ainda não estamos lá. -- Hyungwon o encarou à espera do que ele diria. -- Eu também quero ser ativo. Na verdade, seria bom se eu fosse ativo oitenta por cento das vezes.

Hyungwon riu.

-- Você ainda não se descobriu sendo passivo, ipeunni? -- Hoseok fechou a cara para ele. Mas depois suspirou.

-- A única pessoa com a qual fui passivo foi você -- Hyungwon acariciou-lhe os cabelos.

-- Eu vou te dar melhores sensações e lembranças de você sendo passivo, e depois discutimos essa porcentagem sua. Ser passivo não é muito a minha área.

-- Você já foi? -- Hoseok não tinha ideia a respeito disso sobre Hyungwon. Todas as vezes que estivera com ele no passado, fora Hyungwon a ser o ativo, e Hoseok não sabia de outras relações de Hyungwon. Não que fosse um assunto muito bom, mas ele precisava saber sobre o namorado.

Esse não parecia um assunto muito agradável para Hyungwon.

-- Só uma vez -- foi apenas isso que ele respondeu. Hoseok não o forçou a continuar. Beijou-lhe os lábios e ganhou um belo sorriso de Hyungwon. -- Lindo -- Hyungwon o elogiou antes que seus lábios se encontrassem mais uma vez.


Notas Finais


Se vocês não estão mortos, saibam que eu estou aaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...