1. Spirit Fanfics >
  2. Threda >
  3. Prólogo

História Threda - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bem....

Eu sou o Lyan, eu começei a me interessar em fazer fanfics, essa e a minha primeira vez, então......

Eu espero que vc goste da história...

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Threda - Capítulo 1 - Prólogo

O país de Leônia e território dos humanos, nesse lugar vive um garoto deverás peculiar...

Lulu: Yan, está na hora de acordar, o sol já nasceu a horas e a nossa mãe está lhe chamando

Yan: Poxa Lulu, me dá mais 5 min

Lulu: Vc não deixa outra escolha

*Lulu pega um balde de água e derrama em Yan*

Yan: Pq vc fez isso!? Minhas roupas estão todas molhadas, maldita Lulu!

Lulu: A culpa é sua, isso não teria acontecido se vc acordasse na hora

Yan: Mas eu trabalhei muito ontem, não posso nem ter um momento de descanso!?

Lulu: Vc não entende!? O mundo está um caos agora e o papai não está aqui para nós proteger

Yan: Eu sei disso, mas mesmo assim...

Lulu: Já chega, se apresse logo, a nossa mãe está te chamando! - Lulu interrompe Yan

Yan: Certo, mas pare de me incomodar

*Yan se levanta da cama e troca suas roupas e vai até sua mãe*

Yan: Você me chamou?

Elena: Sim, preciso da sua ajuda pra colocar as armadilhas em volta casa

Yan: Os goblins de novo?

Elena: Sim, seus ataques estão mais frequentes, por isso temos que nos preparar

Yan: Não se preocupe, eu sei que logo não teremos mais problemas com esses monstros e o papai vai estar juntos de nós novamente

Elena: Eu espero que sim, mas por enquanto vamos colocar as armadilhas - Diz enquanto sorri para Yan

Yan: Certo, você coloca em volta da casa e eu vou colocar um pouco mais afastado

Elena: Certo, mas tome cuidado, e mais importante não entre na floresta

Yan: Certo, não se preocupe, eu irei ter cuidado

*Yan se afasta da casa e começar a colocar as armadilhas*

Pensamento de Yan ON/OFF

Desde que a capital foi atacada pelos elfos vários guerreiros foram convocados para proteger Leônia, meu pai foi um deles, minha mãe e minha irmã sentem muita falta dele, eu não mentir, eu também sinto, mas tenho que cumprir a promessa que fiz pra ele, eu prometi ser forte e proteger minha família a qualquer custo 

Pensamento de Yan ON/OFF

Yan: Não acho que essas armadilhas de urso funcionem tão bem com goblins, e também essas armadilhas são bem visíveis, talvez eu devesse colocar essas armadilhas em frente ao covil dos goblins

*Yan se afasta mais de sua casa e acaba entrando na floresta*

Yan: O covil dos goblins é por aqui

*Yan avista uma enorme caverna*

Yan: Achei! Até que não foi difícil, bom agora e só colocar as armadilhas na entrada do covil

*Yan estava colocando as armadilhas, quando escuta barulho de ruídos e passos*

Yan: Droga, devem ser os goblins, eu tenho que me esconder

*Yan se esconde atrás de uma pedra*

???: Socorro!! Me soltem seus vermes

*Yan vê um grupo de dois goblins levando uma garota amarrada até dentro da caverna*

Pensamento de Yan ON/OFF

Essa não, o que eu faço!? Eu posso fugir, mas então aquela garota vai ser morta pelos goblins, eu posso tentar lutar!? Eu não tenho experiência nenhuma lutando contra monstros, se eu lutar eu vou acabar sendo morto com ela, o que eu faço!???

Pensamento de ON/OFF

*Os goblins levam a garota até dentro da caverna e começam a rasgar sua roupa, enquanto ela grita*

Yan: Eu tenho que ser corajoso como meu pai me ensinou

*Yan pega uma pedra pontiaguda e cautelosamente vai até o encontro dos goblins*

Yan: Morram!!!

*Yan pega a pedra e enfia na cabeça do goblin que cai no chão sangrando, enquanto isso o outro goblins pega sua espada enferrujada*

Yan: Podem vir!!!!

*Yan pega a espada do goblin que acabará de cair e apunhala o outro goblin e vai em direção da garota*

Yan: Você está bem!?

???: Sim, obrigada por me salvar

Yan: Vem eu vou tirar vc daqui

???: Eu não consigo andar 

Yan: Espera eu vou te ajudar

*Yan coloca ela sobre as costas e carrega ela até fora da caverna*

Yan: Eu vou te levar pra minha casa pode ficar tranquila

???: Cuidado!!!

Yan: O qu...

*Derrepente um dos goblins se levantou e perfurou Yan com uma espada enferrujada, Yan cai no chão, ele sente frio e uma agunia terrível, ele escuta a voz de sua mãe chamando seu nome e então ele fica inconsciente*






Notas Finais


Obrigado por lerem até aqui..

Fiquem atentos que o próximo capítulo saí logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...