1. Spirit Fanfics >
  2. Three demon (Ruggarol,Aguslina,Michaentina) >
  3. Conflitos para uns! E felicidade para outros!

História Three demon (Ruggarol,Aguslina,Michaentina) - Capítulo 54


Escrita por: e Tinistoesselban


Notas do Autor


Obs: O cap não está muito bom cara!
Dsclp...

Bom!
Boa leitura!

Capítulo 54 - Conflitos para uns! E felicidade para outros!


Algumas horas depois…

Com as meninas:

_ Foi um prazer conhece-las - Disse Noah com os olhos fixados em Carolina.

_ O prazer foi todo nosso - Redondi Karol com um sorrisinho típico de "sedutora". - É uma pena que já está na hora de irmos!

_ Não seja por isso! Amanhã eu as convido para estarem aqui a tarde, para passamos o dia todos juntos- Sugere Dylan com um belo sorriso nos lábios.

_ Amanhã não podemos, temos compromisso - Mente a loira tentando "naturalidade".

_ Que isso??? Não temos nada. - Disse karol ao dar uma pequena cotovelada na irmã- Quer dizer, até tiamos, porém eu tive que desmarcar e não avisei a vocês maninha, sorry! - Mente Karol, tentando concertar a besteira que sua irmã havia feito.

_ Nos aguardem!, Amanhã sem sombra de dúvidas estaremos aqui! - Disse a morena de óculos meio envergonhada por conta da situação chata que havia ficado.

_ Vamos queridas? Preciso leva-las para casa, se não o seus pais me matam - Palestrou Hards.

Quando o homem falou "Pais", ele estava se referindo aos três irmãos. O homem já desconfiava que eles estariam morrendo de raiva,até porque, ele os conheciam desde criança.

_ Tchau - Dizem as três juntas ao acenar para os quatros irmãos, já dentro do carro.

_ O Hards acabou de ligar- Disse Rugge ao entrar no quarto de Agus, junto com o Mike - as garotas estão vindo pra cá agora.

_ Bom pra elas! - Responde o irmão do meio totalmente frio e seco. Enquanto observava o teto de seu quarto.

_ Vem cá… me respondam algo - Mike se deita no lado do irmão - Você está assim por causa da Carolina e do Noah né? Porque tipo assim, o Rugge com ciúmes da Karol eu até entendo, porque por mais que eles negassem, todos nós sabia que estava rolando algo entre eles - Assim que Ruggero escuta seu nome e o nome da Karol, resolve se meter na conversa.

_ Peraiii… quem disse que eu estava com ciúmes dela? - Arqueia uma sombracelha- e quem disse que estavamos tendo algo? - cruza os braços idignado.

_ Mano, Pode parar ok? Porque vocês dois mentiam muito mal. Todo mundo sabia que vocês se gostavam, do jeito de vocês… mas ainda sim, se gostavam. Sem contar que você quase infartou quando escutou os gemidos dela - Disse Mike no tom mais óbvio no mundo.

_ Dá para parar de ficar me expondo? - O mais velho logo fecha a cara. - Você estava falando do Agus e não de mim!

_ Ue, você que peguntou - sorri fraco - voltando para o assunto Agustín. Eu sempre gostei da Valen, so não sabia que era tão forte assim. Agora você… bom, sempre fez a Lina de gato e sapato, nunca ligou para ela, pelo contrárioニ vivia jogando na cara dela que estava com a Malena - O Moreno suspira - Então porque essa reação agora?

Agustín não Respondi nada, Até porque, nem ele sabia o porquê de está se sentindo daquele jeito.

_ Parando para pensar agora, o Mike está certo! - exclamou Ruggero.

_ Fica quieto Ruggero, você não pode falar merda nenhuma. Até hoje está nesse rola enrola com a Karol. - Diz Agustin ao jogar um travesseiro em seu irmão.

"Ok, ok… é melhor eu ficar na minha, que eu estou vendo que isso vai acabar sobrando pra mim. E tudo que eu menos quero agora é concelhos dos pirralhos dos meus irmãos" ~ pensamento Ruggero.

_ Muda de assunto não! Que o Lance aqui é você e a Lina. Você está ou não está com ciúmes dela Agustín?- Pergunta Mike totalmente impaciente. - E não menti pra mim, porquê eu te conheço desde criança.

_ EU NÃO SEIII TÁ BOM???? EU NÃO SEI - Disse Agus em berros. - Eu não gosto dela, pelo menos é oque eu acho. Mas naquele dia do Barzinho,quando eu a vi daquele jeito… me encantou sabe? - suspira baixo - E quando aquele filho da puta chegou perto dela, eu senti meu corpo queimar de raiva. E hoje, bom… vocês viram como eu fiquei. - Assim que o moreno se dar conta do que falou, ele engole em seco - AIII DROGA! EU NÃO QUERIA FALAR ISSO… MAS VOCÊ FICOU AII, ME PRESSIONANDO- revira os olhos.

Mike e Rugge se olham e logo solta uma alta gargalhada juntos, oque deixa o Bernasconi mais furioso ainda.

_ Vey, você está começando a gostar da Caro. Você só precisa aceitar isso. Eu desconfiava disso, desde quando a gente fingiu que estava namorando - confessa Mike ainda entre risos, sem perceber a besteira que havia feito.

_ Peraii… que história é essa de "Finge que está namorando?" - faz aspas com o dedo. - Vocês não namoraram?

_ Eu… eu tenho que ir pegar uma coisa no meu quarto e… - o moreno estava prestes a sair, quando o Bernasconi o puxa pela gola de sua camisa.

_Você não sai daqui, até me contar melhor essa história- cruza os braços- Acho que mereço uma explicação.

"AHHHHHHHHHHH" um grito é exposto por toda a casa. Preocupados, os garotos sai correndo para a sala e encontra as irmãs totalmente assustada ao ver a situação da sala.

"UFAAA! SALVO PELO GONGO, O MELHOR DIZENDO… PELAS MENINAS" ~ pensamento Mike

_ Que escandelo foi esse? - Pergunta Ruggero com uma cara fechada. O mesmo ainda estava furioso pelo oque escutou mais cedo.

_ Oque aconteceu aqui? Porque as coisas estão todas quebradas? - Pergunta a moça mais velha ao cruzar os braços.

_ Nada que seja importante para vocês- Disse o Pasquarelli ríspido. - Poderia me acompanhar ao meu escritório Sevilla? - disse o mesmo olhando para a karol.

Ela concorda e dois caminham diretamente para o escritório do moreno.

Pov's Mike

_Você… bom, você está bem? - Pergunto ao chegar perto da minha loirinha

_ Estou - Respondi ela com aquele sorrisinho que acaba comigo.

Será que ela está feliz por ter ficado com aquele cara?

_ Tipo assim… bom, é que… - eu juro que estava tentando achar as palavras certas para me expressar, mas não estava conseguindo. - Eu não quero ser invasivo, você gostou daquele cara? - Pergunto apreensivo, com medo dela me dar um chute da bunda e dizer que não é da minha conta.

_ Ele é bonito - Quando ela diz isso, sinto meu coração se quebrar em pedacinhos minúsculos, então a minha teoria era verdade?- Mas ele não é você!

_ Oque você quis dizer com isso? - Pergunto feliz, porém, confuso!

_ Que entre ele e você, eu prefiro você ue - ela morde seu lábior interior. - Não me leve a mal, aiii… desculpas

_ Desculpas por que? Ta maluca??? Eu adorei isso, juro que vou mandar fazer um quadro com sua foto e com essa frase exposta - digo quase explodindo de felicidade.

_ Para com isso! - percebo que ela estava envergonhada- preciso ir dormir! Amanhã conversamos- ela me dar um beijo na bochecha e sobe as escadas.

HOJE É O DIA MAIS FELIZ DA MINHA VIDA CARA! SÉRIO… juro que vou providenciar esse quadro com urgência.

No escritório:

_ POSSO SABER PORQUE VOCÊ FOI PARA CAMA COM AQUELE CARA? - berra Ruggero

__ UE, esse não era o meu trabalho chefinho? - disse a mulher com deboche em suas palavras.

_ NÃO ME PROVOCA SEVILLA!!!

_ QUIE??? VOCÊ ACHA QUE É QUEM PARA ME COBRAR ALGO??? NÃO FOI VOCÊ MESMO QUE DISSE QUE NÃO QUERIA BRINCAR DE CASINHA? - A morena também eleva o seu tom de voz. A verdade, era que ela estava indignada com a hipocrisia do Rugge- O CORPO É MEU E EU FICO COM QUEM EU QUERO, A GENTE A PARTIR DE HOJE, SO TEMOS ASSUNTOS PROFISSIONAIS.

Ruggero estava prestes a explodir de raiva com aquela situação, como a morena poderia ser tão desprezível assim?

_ Você é desprezível karol - disse o mesmo com sangue nos olhos.

Karol respirar fundo e se segura ao máximo para não chorar na frente do moreno. Querendo ou não, ela estava decepcionada com o homem a sua frente.

_ Por favor- suspira pesadamente- Não me dirija a palavra a não ser, se for algo profissional. Eu não quero olhar nunca mais na sua cara- o olha com raiva-  cara, como eu pude gostar de você? - ela pega sua bolsa que estava na mesa e sai do cômodo, sem nem olhar para casa.

Ruggero se joga na sua cadeira e bate com tudo na mesa. 

_ "Droga" - exclama ele para si mesmo.

Na cozinha:

Pov'Caro

Eu havia saído da sala, assim que percebi que o Mike foi falar com a Valen. Eu não queria interrompendo-los.

_ Me diga,como foi transar com aquele cara? - Disse Agustín ao acabar de entrar na cozinha.

_ Não que seja da sua conta, mas eu não transei com ele - digo suavemente ao beber um gole de minha água

_ Conta outra Carolina - suspira fundo- Eu ouvir vocês praticamente se comendo.

_ E isso te incomoda?- Arqueio uma sombracelha - Achei que não se importasse!

_ E quem disse que eu estou incomodado? - Ele disse ao cruzar os braços. - Ta se achando de mais!

Eu dou uma pequena risada debochada.

_ se não se importa, me deixa em paz cara - coloco o copo na pia. - me esquece!!!!

_ Você gostou de está com ele? Pelo visto sim né! Até disse que ele foi o seu melhor beijo- percebo que ele revira os olhos.

_ Eu adorei! Está com ele foi muito bom, se o hards não tivesse chegado, pode ter certeza que eu iria aproveita bem mais! Sastifeito ? Ou quer detalhe? - Digo por impulso.

_ Ele não é melhor que eu… eu sei que não- ele vai chegando perto de mim e eu sinto meu corpo tremer por inteiro.

_ Pelo contrário, ele é bem melhor que você- com medo do que poderia acontecer, eu saio da cozinha o deixando ali, sozinho, com cara de tacho.

Não pude evitar um sorrisinho nos meus lábios. Ele estava com ciúmes ou eu estou vendo coisas?


Notas Finais


Eu aproveitei q ficou sem net
Para escrever um pouco!
Mas diferente do que eu achei, não ficou muito legal não!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...