1. Spirit Fanfics >
  2. Three demon (Ruggarol,Aguslina,Michaentina) >
  3. Maratona-Que o inferno comece!-parte l

História Three demon (Ruggarol,Aguslina,Michaentina) - Capítulo 55


Escrita por: e Tinistoesselban


Capítulo 55 - Maratona-Que o inferno comece!-parte l


No outro dia:

13:00 ~ Tarde

Os seis se encontravam na mesa; almoçando. O clima como o esperando, estava horrível para ambos, menos para a Valun e Mike, que diferente dos outros casais, estavam felizes.

_ Pronta garotas? - Perguntou Karol ao limpar sua boca suavemente com o guardanapo.

_ Pronta para que? - Questionou Mike curioso. - Ah, claro. Se vocês quiserem contar- o mesmo bebe um pouco de seu suco de uva e volta a encarar as três garotas.

_ Fomos convidadas para está na mansão dos carinhas de ontem - Disse a loira totalmente sem vontade. A mesma era a única das garotas que não estava feliz com aquilo.

Assim que ouviram a explicação da loira, em imediato os outros dois irmãos passaram a presta atenção na conversa.

_ Ue, não sabia qus havia lhes dado essa missão - Disse Ruggero em uma perfeita irônia.

_ Na verdade, iremos por conta própria mesmo - exclamou a morena de óculos ao dar a última galfada em seu pedaço de carne. 

Agus olha para a garota com expressão nada contente. Como assim elas iriam para a casa daqueles caras por conta própria? Estão loucas?

_ Não sei se vocês lembram, mas aqueles asiáticos... - É interropindo por Carolina.

_ Coreanos - corrigi.

_ Que se foda - revira os olhos - Vey,vocês não pensam não? - Arqueia uma sombracelha- Aqueles cara são da Máfia rival... - o Bernasconi é interropindo novamente por Caro.

_ Sabemos muito bem disso Agustín, não precisa nos lembrar!

_ Eu concordo plenamente com o Agus! - disse Ruggero ao cruzar suas mãos, enquanto aponha seus braços na mesa - Vocês estão proibidas de verem aqueles caras. À não ser que seja para alguma missão - de vez em quando, Ruggero trocava alguns olhares com a karol, mas era questões de segundos.

Assim que o Moreno finaliza o seu argumentos, Karol solta uma alta e escandalosa gargalhada debochada.

_ E quem você pensa que é para nós dizer oque fazer? - a mesma se levanta e joga o guardanapo em cima da mesa com toda fúria que existia dentro dela.

_ Eu sou Ruggero Pasquarelli, o seu chefe e dono de vocês! - se levanta também- Não sei se você se lembra, mas eu comprei você... no caso, você é minha,.não só você, como as outras duas também- Continha desdém e autoridade nas palavras do moreno.

_ Eu odeio você- bufa irritada - Como você pode ser tão manipulador a esse ponto??? - os olhos da morena se mexia conforme os olhos do garoto se movimentava. 

_ O Ruggero está certo! Daqui vocês não saim - Se pronunciou Agus calmo, o mesmo estava pensativo, mas ainda sim, ligado no que estava acontecendo.

_ Cala a boca que ninguém está falando com você! - exclama Carolina com os olhos fixados no moreno!

_ Engraçado- O propio direciona seu olhar para a propia- Eu não falei com você! - força um sorrisinho.

enquanto todos discutiam, Mike e Valentina resolveu sair escondidos, os mesmos precisavam conversar.

_ DROGA!!!! CHEGA, EU NÃO AGUENTO MAIS VOCÊS DOIS. VOCÊS SÃO INSUPORTÁVEIS, POR ISSO SÃO IRMÃOS - Berra karol chamando a atenção de todos- EU PREFERIA MIL VEZES ESTÁ NO INFERNO DO QUE ESTÁ DIVIDIDO ESSA MERDA DE CASA COM VOCÊS!!! - a mesma para por alguns segundos- QUER SABER??? EU VOU! NINGUÉM ME PRENDE AQUI 

_ QUEM VOCÊ PENSA QUE É PARA GRITAR COMIGO GAROTA? - Ruggero faz o contorno da mesa e segura os braços da morena bruscamente - Acho que você está merecendo um belo de um castigo! 

_ Castigo??? Vai fazer oque? Me bater? - Enfreta a morena com toda a raiva que havia dentro de si.

_ Olha, como adivinhou? - levado pela raiva. O Pasquarelli saio arrastando a karol pela casa, sem dor e nem piedade. O mesmo sabia muito bem oque faria com ela. 

Pela primeira vez, karol havia sentido medo do Pasquarelli. Seus olhos estavam tomado por raiva, fúria e desdém, suas mãos esmagavam os seus braços e seu olhar era frio e cruel. A mesma nunca o havia visto assim.

"Ele havia cansado de ser bonzinho,agora ela irá ver que com um "Pasquarelli" ninguém brinca."

Carolina tentou ir atrás, Mas o Bernasconi a segurou.

_ Você não vai para lugar nenhum - Disse o mesmo ao cochicha no ouvido da garota.

_ ME SOLTA - a garota tenta de todo custo correr, mas obviamente era inútil o moreno era extremamente mais forte que ela - Oque ele vai fazer com a irmã ?

_ Não queira saber... - Agustín solta a garota ao perceber que seu irmão já havia se distanciando com o a moça.

_ Por que você me segurou seu idiota,crápula. Eu odeio você- Berra Carolina ao adicionar o monte de tapas no peitoral do rapaz.

_ Para com isso estúpida - segura nos pulsos da garota- Não está vendo que isso não doi?

_ Ah, não doi não? Beleza - sem pensa muito nas consequências. Carolina lhe acerta um chute em meio as suas pernas- e agora, doeu? - retruca a mesma sarcástica.

Com dor, o moreno cai o chão se retrocedendo, para tentar aliviar oque estava sentindo. 

Com Michaentina:

_ Oque você quis dizer com aquilo ontem? - Perguntou Mike ansioso com a resposta da loira. O mesmo nem havia dormindo direito, só pensando nela.

_ Coisa? Eh... que coisa? - disse a mesma tentando finge que não se lembra de nada. 

_ Valentina - disse o mesmo emburrado ao cruzar os braços. Oque acaba roubando um sorriso da loira. - Não brinca comigo desse jeito! Por favor...

_ Ok! Oque eu relamennte quis falar é... - Quando a moça estava prestes a falar. A mesma escuta a voz afobada e ofegante de sua irmã.

_ VALENTINA- berra - O RUGGERO LEVOU A KAROL, DIZENDO QUE IRIA CASTIGA-LA - o desespero da garota era nítido, a mesma mal conseguia respirar.

_ QUE??? COMO ASSIM? - rapidamente Valentina se levanta e passa a encara a irmã sem entender nada.

_ Estavamos discutindo e a karol gritou com ele e o mesmo surtou.

Michael apavorado ao descobrir isso, logo Deixa o celular que estava em suas mão cair  sobre o  chão. O mesmo sabia muito bem oque o irmão queria dizer com "Castigar" alguém. Mas, como pode? A anos que ele não praticava esse tipo de coisa.

Ao perceberem o estado do garoto; que estava branco da cor de papel. As meninas ficam extremamente confusas.

_ Que cara é essa Michael?? - Perguntou a loira aflita e assustada ao mesmo tempo.

¿?Como alguém pode mudar do dia para noite?¿?




Notas Finais


A pergunta q não quer cala:
Para onde o Rugge levou a kah?
E oque ele vai fazer com ela?

(N se surpreenda se eu decidi apagar esse cap e postar outro! Ksksks sinto que fui longe de mais e talvez o cap n esteja combinado com o resto da fic)

Acho q pratiquei aquele ditado popular

"Fui com muito cede ao pote"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...