História Three friends -(G) I-dle - Capítulo 2


Postado
Categorias (G)I-DLE, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, K.A.R.D, TWICE
Personagens Jackson, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-in (Kai), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Soojin, Soyeon, Yuqi
Tags (g) I-dle, Amizade, Bangtan Boys (BTS), Jikook, Kookmin, Namjin, Romance, Sope, Yoonseok
Visualizações 13
Palavras 984
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Para não deixa vocês na mão resolvi postar logo as duas partes. Desculpem os erros e Tenham uma boa leitura

(Não revisado)

Capítulo 2 - Prólogo parte 2 -Brigas


Saio pela rua pensando na vida. Meu pai vive trabalhando e chegando tarde, já quando chega cedo se enfia no seu escritório e não sai de lá, mas isso é caso a parte, agora eu tenho é que ver como eu vou falar para a Soojin que eu vou embora

Depois de caminhar bastante chego na casa da Hanna e toco a campainha da mesma, não demorando muito para ela abrir

- Oi Yuqi- ela fala

- Oi Soojin- falo

-Que foi você tá com cara de choro e por causa da so?- pergunta

- Também- respiro fundo e vejo a mesma me olhar com uma cara confusa- Então não vai me convidar para entrar não é?

-Ah é- ela fala dando espaço - desculpa tô com a cabeça longe

- Porque você tá aqui? pergunta e eu né sento no sofa

-Então é exatamente isso que eu quero conversar com você- falo com uma expressão um pouco triste e ela só senta do meu lado e fica me olhando esperando eu continuar a falar- O meu irmão arranjou um emprego para minha mãe, só que o emprego é lá em Seuol ou seja se ela aceitar nós vamos ter que se mudar para lá - falo e a mesma me olha com os olhos arregalados

-Eu te entendo Yugi- a mesma fala com algumas lágrimas nos olhos assim como eu -É melhor mesmo você ir para Seuol, sua mãe precisa e você também, quem sabe você não esquece um pouco do Mark ou esquece do que o seu ex fez para você - ela fala já chorando

-Você tem razão. Olha eu já esqueci do meu ex -

falo dando um sorriso meio fraco pois já estava chorando -Vou sentir muita saudade sua -falo

- Também vou sentir saudades. Quando que você vai embora? -ela pergunta

-No máximo duas semanas e meia- falo e a mesma me abraça chorando eu só retribuo e choro junto também

- Vou sentir muita saudade - me abraça mais forte

- Também vou - falo

E assim nos ficamos por alguns minutos, abraçadas e chorando.

Depois de um tempo nós almoçamos e subimos para o quarto dela, lá nós ligamos a tv e procuramos um filme para assistir, procuramos por um tempo e acabamos encontrando o filme "sempre ao lado"

Assim que o filme terminou a mesma me olha com cara de choro e eu já estava me acabando no choro abraçada ao cachorro da Soojin(raça fila)

-A..ii scobby -falo soluçando -Ééé tão triste- abraço ele

-Yuqi não exagera também -Soojin fala

-Mas ele morreu Soojin -falo -Eee oo cacachorro ficou sozinho - falo chorando mais

- Aí daqui a pouco o chão vai alagar Yuqi- fala com sarcasmo

- tô morrendo de rir- falo olhando para ela

-Yuqi misericórdia -ela fala

-Que foi? -falo quase pulando

-Seu olho tá todo preto -fala

- É porque eu tava de rímel -explico

-Ah entendi- fala

- Manooo!! Já tá de noite preciso ir embora -falo olhando para a janela e vejo que já está escuro

- Já vai ter que ir embora não é? -Ela olha para mim

-Sim -olho para ela -Tchau -corro e abraço ela e a mesma apenas retribuí

-Tchau yuqi -desfaz o abraço e eu vejo os seus olhos marejados assim como o meu

-Vou te levar até a porta -ela levanta do sofá em qje estava sentada e eu sigo ela

Assim que chegamos na porta nós de despede e eu sigo para casa

*__*

Assim que me aproximo de casa escuto alguns gritos vindo de lá de dentro, ao me aproximar percebo que é minha mãe e meu pai, ultimamente eles andam brigando muito, meu pai mal sai do escritório,quando sai é assim, me aproximo perto da cozinha para escutar melhor.

- Mas entenda, eu preciso ir- minha mãe fala

- Mas você quer que eu abandone o meu trabalho e as coisas aqui- meu pai fala

-Pelo amor de Deus, entenda que se você não quiser ir não vai- ela fala

- Não vou deixar você ir sozinha, vai que você me trai- ele fala

- Você não confia em mim, então vai comigo-ela fala

- Mas eu não quero deixar o meu trabalho e .....- não quis escutar mais voltei para trás e fingi que eu acabei de chegar

- Mãe, pai cheguei!!!- grito mais alto do que antes e na mesma hora os gritos para e meu pai e minha mãe aparece

- Oi filha - ela fala e eu sorrio

- Oi filha, quanto tempo- ele fala

-Quanto tempo nada, tô sempre aqui você que não liga e só se enfia naquele escritório - falo

- Olha você me respeita e eu fico lá para sustentar essa casa, para sustentar você que não faz nada, nem trabalhar trabalha- ele fala

-Lógico sou de menor- falo

-Mas já dá para trabalhar de jovem aprendiz- ele fala

- Como se precisasse,você não já tem o dinheiro suficiente não? Porque já que não é um pai presente por causa do trabalho deve ter né? Falo jogando na cara dele

- OLHA VOCÊ ME RESPEITA- fala gritando e tenta me bater mas minha mãe não deixa se enfiando na minha frente

-Não fala assim com ela - minha mãe fala

-É por isso que ela é assim você não dá educação para ela- ele fala

-Filha sobe para o seu quarto -ela manda

-Mas mãe..- tento falar mas a mesma não deixa

-Mas nada- suspira - sobe por favor

-Tá bom- falo e vejo ela sorrir assim virando para o meu pai voltando a ficar séria

Assim eu subo para o meu quarto escutando os gritos dos dois

-Eu não aguento mais isso- falo entrando no meu quarto, fechando a porta e me tacando na cama- por que é sempre assim porque?acho melhor eu ir embora mesmo quem sabe passa né? Tomara que lá eu faça mais amizades se bem que ninguém vai superar a so e a Soojin. Que saudades da so, vou sentir saudades da Soojin- falo chorando mais.

E mais uma vez durmo perdida nos meus pensamentos e no meu choro


Notas Finais


Espero que estejam gostando. Amo vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...