1. Spirit Fanfics >
  2. Three Times More >
  3. Capitulo 9

História Three Times More - Capítulo 9


Escrita por: e Sabakunori


Notas do Autor


Oie! Pessoal, como vocês estão? Espero que bem....
Não postei o capitulo quarta, desculpas.... prometo compensar vocês... beijão

Boa leitura....♡

Capítulo 9 - Capitulo 9


Fanfic / Fanfiction Three Times More - Capítulo 9 - Capitulo 9


Ino e Sakura encarava o homem a frente anotando algo despreocupadamente enquanto as duas se corroíam por dentro para saber o que havia causado o sangramento repentino.

Ino olha para rosada já, mas calma segura a mão da amiga para passa lhe mais conforto e segurança. Sakura sorri apertando a mão da loira em seguida como se quisesse dizer que estava bem.

O Homem de cabelos claro a quem Sakura se encantou à primeira vista no bebedouro olha para as duas sorrindo. Juugo tinha a pele bronzeada e cabelos claros em tom de laranja, seu sorriso era encantador, beirava a casa dos trinta no pré-julgamento de Sakura. Em suas breve duas consultas com o homem avaliaram o mesmo como um bom profissional.

- O que andou aprontando Haruno? – Ele disse calmo enquanto a encarava.

Sakura franziu o cenho, não se lembra de aprontar nada no final de semana, apenas estudar, estudar e estudar, e beber sua vitaminas como descrito.

- Tem algum problema com meu bebê?- Diz nervosa.

- Não, não. Seu sangramento e as cólicas foram apenas uma consequência de alguma travessura sua. Tem certeza de que não pegou pesos acima do estabelecido, teve picos de estresse ou teve alguma relação sexual um pouco mais intensa? - O doutor listava e Ino viu uma Sakura ficar vermelha feito tomate na última palavra.- De qualquer forma, vou passar mais algumas vitaminas para você e quero que a tome e evite de fazer esforços e coisas do gênero Sakura, seu bebê não correu risco dessa vez, mas em uma próxima pode não ser o caso, se cuide para proteger seu filho, certo?

A rosada acena com a cabeça, claro que se cuidaria não lembrava do que poderia ter causado aquilo ao seu pequeno, mas ia estudar mais para saber e evitar para que aquilo não se repetisse, evitaria o máximo fazer esforço para não prejudicar seu filho. Ela estava de tão pouco tempo e ela já estava amando sua criança mais que tudo.

Juugo assinou mas alguns papeis e deu a rosada, as duas mulheres não tardaram em sair da sala, andavam lado a lado no corredor rumo a saída.


- Quando pretende falar pra Sasuke? - Solta Ino já dentro do carro dirigindo rumo a casa das duas, as aulas já deveria ter acabado e os alunos já deveriam ter saído.

- Não contei nem para minha mãe ainda, quem dirá Sasuke que é o que menos me importa.

Sakura fala com os olhos fixo na estrada a frente.

- Sakura, você não vai conseguir esconder isso dele por muito tempo. Sasuke é esperto e observador logo vai perceber as mudanças. - Tenta a loira

- Não, Ino não agora. - Diz irredutível

- Meu deus Sakura! Ele é o pai, ele tem o direito de saber, sem falar que Mikoto irá ficar decepcionada com você. Se eu tivesse em seu lugar eu....

- E isso mesmo Ino, se estivesse, mais advinha? Você não está! - Corta a Rosada antes mesmo da loira terminar seu pensamento.


As duas se calam e Sakura se xinga mentalmente por estar sendo grossa com a pessoa que mais estava a ajudando nesse momento, se sentia horrível.

- Me desculpe porquinha é que....

- Tudo bem.

- Ino é só...

- Eu já disse, tudo bem.

Sakura sabia que a loira estava zangada com ela, mas preferiu deixar para falar daquilo no dia seguinte. A sua opinião com a de Ino não se batia e nesse caso era melhor deixarem para conversar com a cabeça fria.

O carro da loira para na frente da casa da rosada onde tinha um Sasuke que estava a ponto de arrancar todos os cabelos da cabeça.

- Oi, você está bem ?- Questiona o moreno assim que Sakura sai do carro.

- Sim.- Ela diz fria

Sakura vê a amiga manobrando o carro e indo embora sem nem ao menos dizer um “Até logo”. Sakura trilha o caminho rumo a entrada a sua casa, mais é parada por uma mão que segura seu antebraço.

- Sakura...

- Nem começa, Sasuke! Sério, estou cansada, preocupada, estressada etc... Sem tempo para conversas agora Uchiha por favor!

Sakura sente seu braço ser solto vagarosamente, olha para trás é vê a face do Uchiha irritada. Deu de ombros, ela estava realmente cansada para ficar escutando o papo do Uchiha com suas desculpas.

Tudo o que lhe importava agora era seu filho e sua profissão.


****

- Hoje é minha folga, aceita sair comigo?

Ino dá um sorriso discreto ao escutar a proposta feita pelo ruivo do outro lado da linha.

Depois de deixar Sakura em casa a loira foi direto para sua casa. Ino estava magoada com a rosada, sabia do motivo dela de não contar para Sasuke sobre a gravidez, mas achava isso injusto, mesmo o moreno sendo um babaca ele merecia saber. E mesmo Sakura não concordando com ela Ino ainda mantinha sua opinião de que Sasuke precisava sim saber. Agora ela estava ali deitada em sua cama com o celular grudado no ouvido falando com Gaara.

- Uhum, encontro? Olha me surpreendeu agora Sabaku.-

- Você está esperando isso confesse.

A loira morde o canto dos lábios.

- Não, não mesmo.

Escuta um gemido do outro lado.

- Que tipo de cara acha que sou Yamanaka ?

- Do tipo que come e descarta.

A loira não sabia da onde tirou coragem para falar aquilo, mas seu rosto estava pegando fogo. Geralmente falar estas coisas abertamente só seria com Sakura. Mas sua opinião sobre o ruivo não era aquela, ela só estava o testando, para saber suas reais intenções.

A linha fica muda por uns segundo.

-Uau... Isso doeu sabia?

- Passe aqui as oito. - Diz mudando de assunto antes mesmo dele se defender e encerrar a chamada. Levanta da cama com um sorriso nos lábios, anda rodopiando pelo quarto até chegar ao closet, abre todas as portas e encaras seus mais variados estilos de roupas. Colocando o dedo nos lábios pensativa tentava prever qual roupa escolheria. Não sabia onde iam então optou por um conjunto formado por uma saia rodada e um cropped branco. Aquele se adaptaria a qualquer ambiente.


****

Gaara havia chegado cinco minutos antes do combinado para pegar Ino. O ruivo esperava tranquilo em frente ao enorme portão da casa da loira, encostado em seu carro que brilhava, por ter sido lavado, as mãos costumeiramente dentro dos bolso da calca preta que fazia conjunto de uma camisa branca que tinhas as mangas dobrada até o cotovelo.

O sorriso foi automático, quando a pequena figura de Ino apareceu andando em sua direção, o ruivo faz uma alta avaliação da loira " Porra! Como essa loira pode ser tão gostosa?" pensa o ruivo dando uma nota dez para aquela saia magnífica que chegava apenas à metade das coxas perfeitas de Ino. O cabelo em uma trança de lado e nos lábios um batom rosa claro, aqueles lábios.

Quando a loira atravessa o portão sorrindo e indo ao seu encontro o ruivo não pensa em mais nada apenas tira as mãos do bolso e alcança a cintura da loira fazendo a mesma vir de encontro ao seu corpo.

Os lábios carnudos se abrem e Gaara não tarda em penetra sua língua na boca da loira. Saboreando-a de forma letárgica enquanto envolvia sua cintura.

- Boa noite.- Diz Ino ofegante e sorridente.

Gaara abre os olhos encarando as íris azuis dilatadas para si.

- Boa noite!

Passando o polegar pela face da garota em um carinho que é muito bem recebido pela mesma.

- Não te vi no intervalo nem na saída, aconteceu algo?

- Não, apenas tive que sair mais cedo.

- Uhum

Aproximando dos lábios da loira novamente ele deposita um selinho e logo depois abre a porta do carro pra ela. Dando a volta ele entra no lado do motorista colocando o cinto e virando a chave ligando o automóvel.

- Onde vamos?

A loira quebra o silêncio, que se instalou após o carro ter entrado em movimento.

- Chuta? Onde um cara como eu a levaria?- Desafia o ruivo.

Ino franziu o cenho para o ruivo.

- Não sei, balada?

O ruivo para em uma parede que havia uma caixa eletrônico, pegando dois tickets ele entrega os ingressos a garota.

- Pista de gelo?- Ela questiona ao ler o encarte. O ruivo dá um sorriso e pisca um dos olhos.

- Odeio te decepcionar, mas eu não sei andar. Sério. Vou passar vergonha e fazer você passar também. - A loira negava veemente, mas o ruivo apenas estacionou o carro na vaga e saiu abrindo a porta da loira em seguida.

- Gaara eu não vou, sério! Vou acabar saindo daí com o nariz quebrado.

- Vou estar do seu lado Ino, prometo não a soltar. Agora apenas saia, sim?

Gaara sorri assim que viu a loira se dar por vencida. Seus planos se resumiam em ter uma noite divertida com a loira, e mostrar a ela coisas novas, ensinar a ela coisa novas. E uma delas começaria por ali Patinetes.

Entraram no espaço totalmente iluminado com uma área grande onde havia bastante casais e criança patinando.

Gaara puxa a loira para irem alugarem seus patins, Ino observava os casais e crianças rodando felizes como se aquilo fosse a coisa mas fácil do mundo.

O ruivo se aproximo da loira com dois pares de patins na mão. Um rosa claro e um preto, revira os olhos sabendo que não tinha como fugir.


- Minhas pernas não conseguem ficar fechadas Gaara. - Choraminga a loira zangada por seus pés estarem deslizando. Vê um sorriso malicioso nascer nos lábios do ruivo.

Gaara um tanto experiente naquilo, segura a cintura da loira e sorri fazendo a mesma se equilibrar encima das lâminas.

- Só mantenha a postura. Sim?

Com Ino já equilibrada, Gaara solta a cintura da mesma e sai puxando a loira pela mão. Não demora muito e a loira já estava mais solta, se divertindo e deslizando pela pista sorrindo alegre por esta fazendo uma coisa divertida, mesmo ainda estando insegura.

Gaara em um determinado momento faz a loira rodopiar e desliza para pegá-la novamente, Ino sorri feliz se sentindo leve quando é aparada pelos braços firme dos ruivos.

- Você não foi nada mal.- Pontua o ruivo bem perto do ouvido da loira.

- Graças a você. Obrigada. Se vira para o ruivo e encara os olhos verde claros que tanto gostava. Passando as mãos pelos ombros largos até chegar na nuca puxando a boca do ruivo em direção a sua. Gaara segura na pele exposta pela saia e o cropped trazendo a loira para mais perto, começando assim um beijo calmo.


- Que tal tentarmos um salto? - Diz o ruivo parado o beijo.

- Nem pensar! - Sorri a loira.

Os dois deslizaram, mas um pouco pela pista ocupadas por várias pessoas agora. A cada derrapada que a loira dava era uma gargalhada arrancada do ruivo.

O encontro pode ter sido o que a loira esperava, mas o ruivo estava muito mais feliz por estar ali com ela, compartilhando algo íntimo dele. Um hobby que quando tinha horas vagas gostava de praticar.

Gaara observava a loira que agora deslizava pelo gelo acompanhada de uma menina que sorria por algo que a loira falou. Gaara sabia se quisesse algo sério com Ino precisaria enfrentar alguns obstáculos, mas ele queria tenta, queria conhecer Yamanaka Ino mas intimamente, descobrir o porquê a loira o atraia tanto ao ponto dele pensar em um relacionamento serio sendo que nem tinha alcançado seus objetivos de vida ainda.


Notas Finais


Oque acharam ??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...