História Through The Lines - Capítulo 81


Escrita por: ~

Visualizações 361
Palavras 1.984
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi eu falei que iria voltar logo <3
Bom esse capítulo não é muito grande e não acontece nada grandioso
Agora vocês vão ver como o Justin está depois de tudo... Boa leitura!

Capítulo 81 - Better man


Fanfic / Fanfiction Through The Lines - Capítulo 81 - Better man

Acordar depois de uma noite mal dormida era horrível, principalmente depois de relembrar de momentos que eu gostaria tanto de esquecer-se da minha vida. Eu considerava minha vida monótona, infelizmente meu relacionamento caiu na rotina, eu virei uma depressiva controlada por remédios e me considerava sozinha, mesmo morando com o Nathan eu me considerava uma pessoa sozinha.

 Levantei da cama indo em direção ao banheiro fazendo minha higiene matinal, tomando meus remédios e me despi para tomar um banho para ver se meu corpo reagia de alguma forma.

{...}

 Quando entrei no meu estúdio que era todo cor de rosa parece que eu senti uma paz, era assim toda manhã, estar naquele lugar que era muito familiar me deixava calma. Eu imaginava que nunca mais queria ver crianças após perder a minha pequena, mas mesmo depois de tudo, a minha maior paixão é ensinar para crianças a arte da dança para que um dia elas possam se aperfeiçoar e seguir uma carreira assim como era meu sonho.

  Não posso dizer que não tive uma carreira porque tenho essa escola, mas como bailarina eu desisti, abri mão pela minha família, pela minha filha, e pela falta de vontade que eu tive depois que eu perdi Louise.

- Bom dia Hope. – Emma me fez sair do meu transe, eu sorri, e ela retribuiu. Emma era minha funcionária na escola, ela cuidava da parte administrativa da escola, agendava horários e aula, e fazia matricula de alunos e além disso se tornou uma grande amiga, que gerou muito ciúmes na Candie.

- Bom dia Emma como vai? – Disse deixando minha bolsa em cima da mesa do escritório.

- Muito bem obrigada. Nós temos a primeira aula agora ás nove da manhã e a próxima as onze com a Lilian. E hoje no seu horário teremos uma aluna nova.

- Perfeito! Vou me arrumar, e você pode levar as meninas para sala? – Ela assentiu e eu fui para o banheiro me trocar.

Mais um dia estava começando, e eu estava lá para fazer o meu melhor, encantar minhas garotas, quando entrei na sala, me encontrei com vários sorrisos. Era isso me motivava toda manhã.

POV JUSTIN

   Eu finalmente me encontrei depois de tanto tempo, mudei de cidade, mudei de pessoas, mudei meu estilo de vida, minha essência era totalmente outra, eu estava diferente, mas para um diferente bom, nos últimos anos não recebia nenhuma critica apenas elogios, meus fãs amadureceram junto comigo então eles aprenderam a me respeitar, e a respeitar o meu espaço que eu tinha imposto a eles.

  Meu modo de extravasar havia mudado, agora eu fazia sempre uma tatuagem me sentia aliviado, me trazia paz, mas eu encontrei outra coisa ou melhor pessoa que me fazia bem, e me trazia paz, sim eu finalmente havia encontrado alguém, Bárbara era tudo o que eu mais precisava, nosso amor era o mais sincero e puro, eu movia céu e terra por ela, e ela não tinha medo de expressar o mesmo, agora sim eu estava completo. Nós ainda não tínhamos assumido a público algumas pessoas especulavam, pois como eu conhecia a Bárbara já algum tempo ela sempre foi uma grande amiga, portanto grande amigos também se apaixonavam, mas eles nunca deram certeza, eu aprendi com o tempo que a pressa é inimiga da perfeição, nós estávamos bem com isso, e no momento certo iriamos assumir para mídia.

  3 anos foi o suficiente pra eu amadurecer e perceber que um amor de adolescência só ia passar e eu não iria morrer por isso, fui muitas vezes inconsequente, mas eu era um adolescente eu só queria curtir e não sabia as conseqüências das minhas atitudes,   era um adolescente tentando amadurecer, agora eu era outra pessoa, era adulto.

   Depois de tanto tempo em pausa da minha carreira percebi que era o momento exato que eu estava mais que preparado para voltar para os palcos, eu trabalhei muito em cima do meu novo álbum que foi considerado o mais esperado do ano, não queria que prêmios, nem nada eu queria ser reconhecido pela música de verdade, queria mostrar que eu sou apenas eu sem filtro, quero mostrar o verdadeiro Justin Bieber, então eu trabalhei muito nesse álbum.

  Reescrevi músicas, descartei algumas, inclui outras, eu queria que meus fãs se orgulhassem de quem eu me tornei, eu estava muito ansioso, eu estava mostrando o verdadeiro Justin Bieber.

  Eu estava nos bastidores do programa da Ellen iríamos hoje comentar sobre meu álbum, eu não esperava por isso depois de quase três anos parado o álbum era #1 em 99 países, as pessoas estavam animadas pelo meu retorno e cada faz e isso me deixava empolgado pois eu não esperava isso, não que fosse acontecer dessa forma, portanto eu e minha equipe trabalhamos juntos para isso acontecer, que esse retorno seja inesquecível.

  Eu estava me preparando para entrar, a Ellen logo iria vim falar comigo antes de entrar, para eu me sentir confortável ela sempre conversava comigo.

- Hey Justin! – Ellen me abraçou, retribui eu amava aquela mulher. – Já vamos começar, está pronto?

- Sempre! – Ela sorriu e bateu nas minhas costas saindo dos bastidores.

  Estava com o Scooter, hoje iríamos divulgar as datas da Purpose tour o e sobre o show beneficente que iria fazer no programa da Ellen além de ser o primeiro show promocional o dinheiro arrecadado iria para um Hospital infantil de câncer.

Uma mulher da produção apareceu para me acompanhar até a entrada do palco, assim que eu entrei a plateia foi à loucura, eu acenei para todas sorrindo em seguida abracei a Ellen. Como seu eu não tivesse visto ela há minutos atrás

- Hey Justin, parece que você cresceu e só tem um dia que eu te vi. – Soltei uma risada junto da plateia. – Bem, estávamos sentados em uma reunião e dissemos ‘’Vamos ter uma Bieber Week’’ e ficamos tipo ‘’quem vai fazer isso?’’, e então ‘oh que tal o Justin?’ – A plateia começou a da risada - Então parabéns, você vai participar da Bieber Week, onde iremos trazer o Justin... Bieber durante a semana inteira.

- Obrigada, eu fico feliz por estar aqui todos os dias da semana com você.

-Eu gostei! Poderíamos fazer isso sempre, você deveria estar aqui o tempo todo. – Eu assenti, e bati palmas junto com a plateia. Assim como ela tinha falado era a semana do Bieber, eu estaria à semana toda no programa, ia fazer algumas brincadeiras, divulgar meu álbum e falar um pouco na minha carreira, claro que eu aceitei o convite de primeira.

- Concordo!

- A proposito eu amei o seu novo álbum, parabéns! – A plateia gritou novamente.

- Obrigada, eu estou muito satisfeito com esse álbum.

- Eu não acredito que você foi para Islândia e entrou naquela água gelada – Ela falou e começou passar as imagens do clipe I’’ll show you.

- Eu pensei que iria ficar com hipotermia, mas eu sobrevivi.

- Você é forte! – Dei risada e mostrei meus músculos.

- Então sobre a turnê você já pode falar alguma coisa. – Eu neguei com a cabeça e ouvi um aaaah, da platéia.

- Não posso soltar essa informação ainda, mas em breve falarei as datas e aqui no seu programa. – A plateia sempre reagia com gritos e palmas, eu sempre dava risada.

- Então já que não podemos tocar no assunto do álbum e já que você tocou no assunto de Jope. – Ela disse me fazendo congelar por um instante até lembrar que estava na tv.

- Eu conheço seus joguinhos. – Ela deu risada e piscou para mim.

- Então, você disse que três músicas desse álbum é sobre a Hope – Ela disse e isso foi mais uma afirmação do que uma pergunta.

- Bem, eu não disse propriamente isso, mas...

- Mas, se tivessem qual seria as três?- Nessa hora apareceu uma foto minha e da Hope no telão, eu senti um arrepio fazia tanto tempo que eu não via ela e muito menos conversava contigo engoli em seco.

- Hm... Eu provavelmente diria... – Suspirei pensando, claro que tinha algumas que eu escrevi sobre ela, mas é como eu tivesse travado e não queria assumir.

- What do you mean? – Ela perguntou esperando minha confirmação, senti meu rosto queimar e já era uma resposta.

- Sorry? – Ela disse em um tom risonho.

- Talvez um pouco. – Eu disse coçando a nuca, claramente era sobre ela.

- E...? Ainda falta uma – Ela perguntou esperando que eu continuasse, ela tinha arte em me deixar sem graça, falar sobre minha ex namorada não era algo totalmente confortável.

- Mark my words. – Disse encolhido no banco, tentando esconder meu rosto.

Ellen amava fazer isso sem dúvidas.

- Então quando você vê fotos assim, digo quando vê fotos suas e da Hope, ela foi o seu grande amor, nós vimos sua grande paixão, e que você não vai esquecer tão facilmente, deve ser difícil – Comecei a rir, eu tinha certeza que estava tão vermelho quanto um tomate.

- Sim, várias coisas me lembra ela, nós costumávamos fazer algumas coisas que eu falo ‘’Oh, eu me lembro que costumávamos, assistir isso’’, ‘’eu me lembro desse cheiro etc’’ – Disse calmo como se eu pudesse lembrar de cada momento que passamos juntos.

- Você disse isso essas coisas para aquela garota em Bora Bora? – Bárbara sabia que iria tocar nisso.

- Não, não – Neguei fazendo todo mundo cair na gargalhada novamente.

- ‘’Oh eu e a Hope custávamos fazer isso‘’ – Ela fez uma voz como se tivesse me imitando, eu cai na risada e neguei.

- Não, não você sabe que eu estou apenas brincando com você, mas, você acha que vocês voltarão algum dia? Você tem esperanças? Você acha que isso vai acontecer? – Ok essas pergunta me pegaram de surpresa eu não esperava isso eu me segurei para não arregalar meus olhos.

- Bom, nós tivemos uma história muito boa juntos, mas não acredito que possa acontecer, nós optamos escolher caminhos diferentes e estamos seguindo os próprios agora, eu estou me descobrindo e acho que ela já se encontrou. Eu só espero que ela seja feliz sinceramente.

Eu sabia que tudo isso era uma verdade, e eu e Hope não tinha se quer a chance de um talvez acontecer, eu tinha sido sincero em tudo, até mesmo que queria o seu bem e sua felicidade, minha raiva havia se passado e se transformado em aprendizado, e em uma lembrança.

- Sim, ok, isso foi bem fofo. E eu sei que ela também só te deseja coisas boas, e agora vocês são adultos, talvez, vocês podem voltar. – Eu assenti com um sorriso triste no rosto. As pessoas não sabiam nem a metade dessa história.

- Sim!

- Certo bem! Espero que vocês voltem ou que sejam felizes com outras pessoas, mas ela foi muito especial para você, especialmente na frente de todo mundo, todos assistimos acontecer, então é difícil. Então você vai cantar uma música para nós agora, né?

- Sim se você quiser.

- Eu adoraria

- Cadê o Dan? – Me levantei pegando o microfone e me encostando-se ao sofá. – Dan Kanter, todos aplaudam o Dan Kanter.

     O Dan se sentou com o seu violão no colo e logo começou a tocar os acordes de Sorry, a versão acústica de sorry era uma das minhas favoritas.

 

Eu assumo cada pedaço de culpa se você quiser que eu assuma

Mas você sabe que não tem inocentes nesse jogo de dois

Eu vou, eu vou e depois você vai, você vai e cospe a verdade

Podemos, os dois, dizer as palavras e esquecer isso?

 

É tarde demais agora, para pedir desculpa?

Porque eu sinto falta mais do que só do seu corpo

É tarde demais para pedir desculpa?

Yeah, eu sei que te decepcionei

É tarde demais para pedir desculpa?

Fechei os olhos e tudo que eu queria agora era esquecer seus olhos, seu sorriso, e sua voz que rondava minha cabeça.


Notas Finais


Teve Justin falando de Jope sim!!!!
Bom como eu disse não foi muita coisa foi mais para mostrar como está a vida do justin pós relacionamento.. Bom os próximos capítulos as coisas vão melhorar.
AH E SIM o Justin está namorando ele precisava seguir em frente também, a Bárbara é a Bárbara Palvin.
Bom é isso até a próximo. Xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...