História Thunder And Blood - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


No ultimo capitulo tivemos um erro catastrófico devido os bugs do meu teclado, mas prometo que isso não irá acontecer denovo, já tomei uma providência com relação á isso.

Capítulo 3 - A Saga De Erick O Vermelho


Fanfic / Fanfiction Thunder And Blood - Capítulo 3 - A Saga De Erick O Vermelho

H: " Porquê você voltou? "

[ 507 D.O ]

Depois que Erick partiu com Cartago em seu navio, Blue e Nicolas cessaram as buscar de Hyngwarr devido questões políticas, uma ameaça á um principal líder militar de qualquer cidade, poderia ser motivo de guerra naquela época.

Nicolas sabía da existência de Cartago, e foi perguntar se ele sabía alguma coisa sobre o paradeiro de Erick, mas quando chegou na bahia em que Cartago estava, deduziu que já havia partido, pois não tinha mais nenhum barco lá.

Estava tudo vazio, estantes que deveríam ter livros, portos, casas... tudo Cartago levou na viagem.

Blue preparou um grande navio como o de Cartago e partiu rumo oeste, que é por onde ele achava que os encontraría. E realmente, eles foram para o oeste e levaram tudo, tudo mesmo. Mas Cartago deixou um vestígio, um mapa com uma rota marcada entregou toda a viagem. Blue, Nicolas, Erick e Cartago agora estão navegando para oque será no futuro o continente de Keman. 

Dez barcos estão com o Blue e quatro com Nicolas, Erick e Cartago desembarcaram em um porto central da ilha, o porto estava lotado de cidadões imigrantes de Elfenheim, que os receberam bem. Os dois foram ao encontro de um Druida, chamase Honey, é lendário, tão poderoso que pode abrir portais para outros mundos, ainda desconhecidos pelo homem.

O Honey protegía um portal construído por seu pai que prometía levar todos para um novo e mais perfeito mundo, mas não aconteceu assim, o portal contém cinco lugares específicos onde pode levar o usuário, e para ser ativado, é preciso um Druida de muita experiência.

Com muita dificuldade, Honey consegue um novo ponto de partida para o portal, agora ele também pode levar para Muspelheim, apesar de ter cido feito para levar para Vanaheim, a terra dos deuses.

Apenas Erick passou pelo portal, e apareceu em uma terra distante, em muspelheim. O portal foi ativado com seu Dna, então, o lugar em que sería levado certamente sería para perto de sua família.

Erick sabía, e estranhou, jamais imaginaria que fosse descendentendos gigantes de fogo, oque esplica sua afinidade com o elemento.

Erick acha um lugar com aldeões, peculiares,  eles tem roupões vermelhos e péle meio cinza, realmente estranhos. Eles cultuam um deus, um deus chamado Surtur, o imperador daquela terra. Os aldeões contam que Surtur juntamente com outros cinco deuses, fundaram aquele reino para fugir do frio, que para eles, qualquer frio era muito rigoroso.

O povo do fogo atravessou com Erick a ponte que leva ao centro daquele mundo, um lugar muito quente, com rios de lava e muitas construções feitas por anões. Entorno das construções tinham espécies de cristais que não permitía a temperatura do local ficar tão quente a ponto de derreter borracha, mas ainda sim estava muito quente.

Erick chega no centro e incontra no palácio um lorde muito cimpático que se apresenta com o nome de Lu, ele usa um terno preto com trasos vermelhos, uma roupa bem tradicional da região. 

O lorde conta para Erick que governava um quarto de toda a Muspelheim e que toda a lava alí vers única, usada para fabricar as melhores armas e por isso valía um pouco mais que ouro o litro, e eles possuíam vulcões cheios disso...

O lorde mostrou a Erick um machado construído com aquela lava, ele tinha o tamanho e a grossura de uma arvore grande e foi construido para o imperador, o machado é capaz de conjurar uma capacidade estrema de fogo, capáz de destruír uma casa de até dez andares.

"Lu" prometeu dar o machado á Erick assim que partisse, ele também mostrou para Erick todo o reino, explicou como funcionava e encinou para ele a conjurar uma espécie de escudo impenetrável, um escudo térmico. 

Os dois estavam tão intretidos que esqueceram totalmente de seus deveres, mas não ía muito longe mesmo... Eles tiveram uma briga, Erick precisava encontrar sua família mas o lorde quería que ele ficasse alí para todo o sempre, mas Erick queria ir embora... foi aí que Erick acabou perdendo a razão, ficou atordoado, atacou o lorde e ameaçou tomar seu reino. 

O lorde, caído no chão com uma faca no pescoço, levantou e dizafiou Erick para um duelo em público, alí mesmo, na grande ponte do centro. 

Erick usou um machado comum, inquanto o lorde usava apenasnas mãos. Erick então joga seu machado contrs a cabeça do lorde mas não aconteceu nada, absolutamente nada, era como se a pele dele fosse feita do mesmo material que o machado que ía dar pra ele.

Estranhando aquilo, Erick pensa em se render, mas se fizesse isso não sería viking.

Ele pega seu machado com firmeza e o joga mais uma vêz, mas dessa vêz foi diferente, foi com tanta força, que ele conseguiu fazer um corte no braço do lorde, coisa que nenhum guerreiro conseguiu antes!

Agora os dois estão com a gusrda baixa, Erick está seguro demais, e o lorde impressionado demais. Erick pega uma de suas facas e tenta arrancar o olho do lorde dizendo que vai come-lo em público...

Aí que o lorde fica possuído pela raiva, assim como Erick ficava nas batalhas, Ele levanta e segura Erick pelo braço... então os dois lutam de igual para igual no mano-a-mano. Erick estava inconsciente, mas continuava lutando graças á sua habilidade viking de usar a fúria como fôlego.

Quando a luta está para impatar, O lorde pega seu machado, o que ía dar para Erick, e o segura com toda a força... aponta para Erick, e...

Erick segura o machado com os dedos!!!! com dois dedos!!!! ía ser uma explosão catastrófica, ía destruír todo o centro, matar centenas de inocentes...

Mas agora Erick recupera a consciência, ele ainda está tonto, e está fraco e muito ferido e pa...

Mas aí acontece...

O lorde olha nos olhos avermelhados de Erick que agora está no seu auge de fúria, o modo Demon, cuja sua aparência é de um demonio do quinto...

O Lorde fala: "Meu verdadeiro nome, é Lucifer... e eu... Erick... Eu sou seu pai!"

E: " Nãããoo!!"

A ponte desmorona e os dois caem na lava, mas sobrevivem graças ao seu sangue de demônio, que lhes dá imunidade ào fogo.

Erick rasteja até a superficie, com suas roupas rasgadas, e é resgatado por aldeões que o levam depressa até o portal, antes que a besta o mate... ele realmente escapou por pouco!

O Demônio não quis matar realmente Erick, mas agora Erick tería algo pior para se preocupar, ele levou consigo o machado de Surtur, e com este machado vem uma maldição... dentro dele existe uma legião de espíritos sanguinários, que tomaríam sua consciência conforme a arma fosse usada.

Erick atravessa o portal e incontra Cartago, que conta a ele oque aconteceu na sua ausência, Blue levou Honey como refém sabendo que Honey é um amigo querido de Erick, agora, eles terão que busca-lo se quiserem usar o portal novamente.

Erick está frustrado com o que soube, Cartago confirma e o explica melhor o que aconteceu, Ele não é só um Viking, sua mãe era...




Notas Finais


bem capaz que eu ía revelar isso agora, vou deixar pra outra saga


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...