História Tialle - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias American Horror Story
Tags Ação, Aventura, Drama, Romance, Suspense
Visualizações 5
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Festa, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - O TOMBO


Fanfic / Fanfiction Tialle - Capítulo 23 - O TOMBO

Duas semanas se passaram, nada de Gael me ligar, me mandar um torpedo nem um e-mail.Havia duas semanas que eu não saia de casa.

Nessa manhã minha mãe iria viajar.

—Tialle tranque toda a casa por favor, se cuida.

—Boa viagem mãe até 16 dias.

Abracei minha mãe e ela se foi .

Fui arrumar a casa.Coloquei o lixo pra fora Gael estava do outro lado da rua olhando pra minha casa eu não sei quanto tempo ele estava ali mas parecia que ele tinha passado a noite ali.

Gael me olhou, eu estava de pijama e com pantufas.Desviei o olhar e entrei.Gael me magoou grandemente e eu estava em fase de recuperação.

Não consegui me concentrar em mais nada sabendo que Gael estava do outro lado da calçada, abri as cortinas e o observei.

Uma garota loira se achegou até ele, eles se abraçaram mas nada de beijo aquilo me irritou grandemente que quando percebi

Pafit

ARGHHHHH

Caí da janela. Mas que droga, droga.

Gael gritou do outro lado da rua 

—Se tivesse na cama ao invés de estar na janela cuidando da minha vida certamente não teria caído.

—Não estava cuidando da sua vida,dela eu só quero distância e não te perguntei nada pra você tá dirigindo a palavra a mim -rebati

Me levantei com o joelho todo ralado e com um enorme galo na cabeça.

ARGHHHHH 

Mas que vergonha.

Gael não tinha nem ido me ajudar, mas esse cretino me paga.

Fui até o armário e peguei metholate e alguns  gases, fiz um curativo.

Peguei meu notebook e entrei na página do Facebook de Gael estava solteiro ainda.Isso me alívio.

Passando pela janela notei que Gael não estava mais lá é que a garota loira estava sozinha.Fui até lá .

—Oi. Tialle.-disse estendendo a mão

—Bruna.

—Eu sou ex namorada do Gael e vc quem é?

—Bom eu não sei ainda.

—Ele tem AIDS .

—Que? -disse ela com um olhar constrangedor.

—Aids quando namorávamos os pais dele me contou, nunca transamos mas ele tem também sofre de cirrose se no beijo você sentir cheiro de sangue é a cirrose .

—Que nojo obrigada por me avisar.

—Que isso, até mais .

Fui andando (risos)

Meia hora.Foi necessário meia hora para que Gael voltasse e a loira terminasse com ele ou quebrasse qualquer afeto .

TOC TOC TOC

Desci as escadas e abri a porta

Fiquei olhando era Gael.

Gael me empurrou.

—Você acha que pode se envolver em meus relacionamentos inventar mentiras ao meu respeito e depois sair em lesa ? 

—Relacionamento ? Uau.Rapido você né. (Risos)- eu disse pra quela garota que você tinha AIDS, ela era areia demais pro seu caminhãozinho de lixo.

—Tialle você não me irrita, que eu acabo com a sua vida e...

Eu o interrompi

—Você já acabou com a minha vida, aliais é isso que você faz quando você se aproxima de algo ou alguém você quebra, machuca e é por isso que não tem ninguém, você tinha a mim e me expulsou da sua vida, se importou só com você quem você pensa que é? Eu nunca deveria ter confiando em você .

—Tialle ...

—Cala boca. -interrompi novamente.

—Sai da minha casa e não volta nunca mais .

O empurrei a socos até a porta .

Gael me prenssou na parede, beijou meu pescoço e aquele momento minhas forças se acabaram.

Me entreguei totalmente. Acabamos trepando na sala da minha mãe.

—Que droga eu não acredito que eu caí na sua de novo -disse vestindo minhas roupas. 

—Desculpa Tialle você me deixa louco de uma forma que eh não sei não consigo controlar, tentei sair com a Bruna pra te esquecer mas é verdade é que toda vez que eu tocava nela, beijava eu ficava imaginando que era sua pele, sua boca .

ARGHHHHH

Eu estava tentando seguir em frente mas ele continuava me fazendo ter recaídas.

—Você só sente tesão por mim e eu sinto mais que isso, pode ir embora Gael é isso não vai mais se repetir.

Gael se levantou e saiu. 

Comecei a chorar como fui burra, cair na dele de novo, como fui burra. 

Fui até o espelho e prometi para mim mesma que nunca mais transaria com Gael nem abriria a porta pra ele .









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...