História Ties of destiny - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Tom Holland
Visualizações 26
Palavras 993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii gentee !
Espero que gostem dessa história .
Não esqueça de favoritar

Capítulo 1 - CAPÍTULO 1


Nesse exato momento estou em um carro em direção ao aeroporto, estou me mudando para Queens em Nova Iorque por causa da minha doença. Minha mãe tem um amigo que lhe deve um "favor" e ele vai me ajudar no tratamento. Eu fui diagnosticada com anemia falciforme, que no caso é uma doença que dificulta a passagem pelos vasos sanguíneos, impedindo que o oxigênio chegue a extensão do meu corpo, causando crises de dor, inchaço, infecções frequentes e icterícia. Quando era mais nova os remédios me ajudavam com minhas crises mas nesses últimos tempos não tem funcionado, a doença está mais avançada e o tratamento é muito caro.

A viagem foi tranquila, quando desembarcamos havia um homem todo de preto com um carro muito bonito nos esperando, fiquei de boca aberta ao saber que andariamos nele.

-Senhorita Adams? - O cara todo de preto disse

-sim, sou eu e essa é Bárbara, minha filha.

-Prazer senhorita, por favor entrem no carro.

-o prazer é meu,;qual seu nome? - eu pergunto

-Happy. - Ele responde e fecha a porta do carro depois de eu entrar. Seguimos a viagem por mais meia hora, até que paramos em frente à uma mansão um pouco afastada da cidade, é enorme, deve ter uns vinte cômodos ou mais, descemos do carro e Happy nos leva para dentro da mansão. Por dentro é mais bonita e muito chique.

-caramba mãe, esse seu amigo tem uma casa incrível.

-É, pois é filha.

-cadê ele hein?

-Senhor Stark deve estar a caminho. - Diz Happy

-Stark?mas como ass....- Antes de terminar de falar um cara de terno entra e EU NÃO ACREDITO!

-MAS O QUE TA ACONTECENDO? TÁ DE BRINCADEIRA QUE ESSE TEMPO TODO O SEU AMIGO ERA TONY STARK?

-É um prazer conhecer você também Bárbara. - Ele diz me comprimentando com um aperto de mão.

-Oi Lilian, continua bonita

-Oi Tony, você também continua igual.

-Com licença, os quartos já estão disponíveis e já mandei que deixassem a mala de vocês neles - Uma mulher ruiva fala.

-obrigada amor,essa é Pepper minha namorada.

-Oi Pepper é um prazer.eu e minha mãe falamos

-O prazer é meu.Ela diz simpática

-Vamos mandei preparar um almoço especial pra vocês. Diz Tony nos guiando até uma sala de jantar enorme,durante o almoço Tony começou a fazer várias perguntas

-Mas então Bárbara me conte mais sobre você.

- o que quer saber extamente?

-Como era sua escola?

-Era bem legal,tinha bastante amigos e tirava notas boas

-Tony sabia que Bárbara fazia parte do Grêmio estudantil? Ela é muito inteligênte, já ficou em primeiro lugar na feira de ciências cinco vezes.minha mãe diz

-Nossa,você deve ser inteligente mesmo,deve ter puxado o pai. Ele diz rindo

-É,com certeza.minha mãe concorda

***

Bom agora vou mostrar seus dormitórios .Diz Tony enquanto subimos as escadas

-Bárbara este é seu quarto,não sei do que você gosta então fique a vontade com a decoração,se você quiser eu posso contratar um decorador

-Tony,não se preocupa esse quarto esta ótimo e também não vamos ficar aqui por muito tempo.

-A-a é claro mas quero que você e sua mãe se sintam a vontade,e não precisa ter pressa pra ir embora.

-obrigada,agora se me dão licença eu to super afim de tomar um banho e descansar.

-Claro,tem toalhas e tudo que precisar no seu banheiro qualquer coisa é só chamar.

Tony e minha mãe saem do quarto me deixando sozinha,eu tomo um banho e vou me deitar.

Na manhã seguinte acordamos bem cedo, pois iríamos à torre dos vingadores DA PRA ACREDITAR?,Tony disse que queria fazer uns exames no seu laboratório com especialistas.O lugar é incrível é completamente enorme e pessoas passam de um lado pro outro sem parar,pegamos um elevador que nos levou para um andar muito alto admito que fiquei muito nervosa eu tenho pavor de altura,quando descemos do elevador entramos em uma sala e MINHA NOSSA tem tanta tecnologia que me deixa de boca aberta .

-Bárbara esse é Dr.Paul.

-Oi é um prazer.eu digo dando um aperto de mão.

-O prazer é meu Bárbara,afinal vamos começar a sessão de exames agora okay?

-Quanto mais rápido melhor. Fala Tony dando um tapinha na minha costa,de repente um garoto meio baixo de cabelos castanho claro entra na sala a procura de Stark

-senhor Stark.

- Oi Peter,tem uma pessoa que quero que você conheça, essa é Bárbara é a garota que eu te falei.

-O-oi eu sou Peter...Peter Parker é prazer te conhecer Stark falou muito de você. Ele diz todo envergonhado

-Oi Peter, o prazer é meu e pode me chamar de Babi

-okay.. Senhor Stark eu realmente preciso falar com você tipo agora

- Ta bom garoto vamos lá pra fora, Babi eu já volto enquanto isso fique com o Dr.Paul

-ta bom, Tchau Peter.

-t-tchau Babi.

Os dois saem do laboratório e pude acompanha-los com o olhar até o final do corredor, afinal a parede do laboratório é toda de vidro,eu passei a manhã toda no laboratório até terminar meus exames e mais tarde eu iria almoçar com Tony e minha mãe.

Depois do almoço eu pedi para minha mãe pra dar uma volta ela deixou mas Tony disse que Happy iria me acompanhar eu aceitei afinal não conheço Queens então seria uma boa ter alguém pra me acompanhar . nos entramos no carro e Happy pergunta aonde nos iriamos

-aonde nós vamos senhorita?

-bom eu ainda não sei e você pode me chamar de Babi.

- ta bom babi

- que tal darmos uma passadinha no shopping?

- e falando nisso Tony mandou eu te entregar esse cartão de crédito,ele disse que é pra você usar sem se preocupar.

- não sei não,não quero abusar da bondade do Tony

- Babi pega logo esse cartão.

- ta bom. Eu digo e pego o cartão de sua mão assim seguimos para o shopping,Happy não é muito de falar então toda hora eu tentava puxar assunto com ele, isso é um pouco estranho pra um cara que se chama Happy, depois de comprar algumas coisas eu peço pro Happy me levar na praça e assim ele fez, enquanto andávamos na praça eu acabo trombando com alguém e derrubando meu sorvete .

-ai nossa, me desculpa eu não vi você ....


Notas Finais


Foi isso galera,até a próxima ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...