História Till death do Us Apart - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts Romance, Jimin, Jungkook, Min Yoongi, Park Jisoo, Suga
Visualizações 8
Palavras 1.688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - II


Jisoo


Já estávamos chegando eu e Taehyung  ao lugar onde era o desembarque de Jungkook, o mesmo tinha viajado para a Coréia dois dias após a mensagem que havia pedido para o enviar.


- Será que ele vai demorar muito? - perguntei para Taehyung que estava ao meu lado rindo do meu nervosismo.


- Calma Jisoo, ele mandou mensagem que já tinha saido do vôo, deve estar pegando a mala ainda - afirmei com um aceno, ele devia estar certo mesmo, eu que estava nervosa, já fazia um bom tempo que Jungkook não falava comigo, Tae dizia que era por conta da faculdade que ele fazia em Londres era muito carregada para ele e ainda tinha o trabalho, o coitado não tinha tempo nem para conversar com os próprios amigos.


- Oh é ele?! - avistei um homem de sobre tudo preto com uma máscara no rosto que me parecia ser com ele, Tae logo levantou a mão sorrindo e acenando.


- É o nosso Jeon Jungkook - ele vinha em nossa direção, meu coração cada vez mais acelerava por estar feliz por ele ter vindo ao meu pedido.


- E aí Taehyung, como você está meu amigo? - disse ele abraçando o mesmo, ambos estavam animados.


- Estou bem e você seu sumido? Como foi a viagem? - ele tirou a máscara e agora podia ver aquele sorriso o qual tanto gostava de ver e aquele mesmo costume de mexer em seus cabelos, tentando arrumar o que já estava bom.


- Estou sim, meio cansado mais de boa, a viagem foi m… - o silêncio reinou assim que nossos olhares se cruzaram e ele sorriu para mim - Ah... Olá Jisoo quanto tempo - disse virando em minha direção.


- Olá Jungkook… - fui até o mesmo e o abracei e fui correspondida - Estava com saudades sua - ele me apertou mas em seus braços.


- Eu também estava - nos separamos e ficamos nos olhando, não sei o por que de não conseguir tirar os olhos dele, seria a saudade de tanto tempo o ver, talvez.


- Bom… Vamos indo - ambos concordamos com o garoto ao nosso lado e seguimos até o seu carro, somente ele e Jeon conversavam.


- Vai ficar na casa deles? - perguntou para ele que afirmou, estávamos a frente de minha casa - Hum certo, depois a gente conversa mais.


Nos despedimos e Jungkook ficou em minha casa, foi tanto um pedido meu e de Yoongi que ele ficasse junto para não ter que ir até um hotel e passar duas semanas lá, o mesmo aceitou de bom grato, o que me deixou muito feliz.


Ao chegar em casa Taehyng somente nos deixou pois ainda tinha que trabalhar, somente eu e meu amigo ficamos em casa pois meu noivo estava em seu trabalho.


- Yoongi está trabalhando na pizzaria ainda? - perguntou Jungkook assim que se sentou a mesa pois disse que iria preparar um chá para nós dois.


- Ele largou aquele emprego faz um bom tempo, agora ele está trabalhando em uma delegacia - olhei para o mesmo que estava com o ceno franzido.


- Delegacia? Ele faz o que lá? - peguei duas xícaras indo em direção a mesa.


- Ele viro policial… Não faz muito tempo que ele está empregado lá, faz menos de um ano eu acho - peguei a chaleira colocando o chá em ambas - Açúcar?


- Sim… E você está trabalhando? - perguntou pegando um colher pequena para mexer o chá depois que havia colocado um pouco de açúcar.


- Estou trabalhando de garçonete em um restaurante - o mesmo murmurou " Ah sim " e tomou um pouco de seu chá.


- Faz muito tempo que ele te pediu em casamento? - neguei com a cabeça e ele suspirou - Sabe… Nunca me passou pela cabeça que um dia você iria casar, ainda mas com um amigo meu - disse sério.


- Pois é - sorri meio sem graça a ele - Posso dizer que nem eu esperava, mas alguns já perguntavam porque não estávamos casados, diziam que formamos um casal lindo de se ver.


- Claro… Um casal lindo, mas deixe eu te fazer uma pergunta, por acaso acha que esse casamento está indo rápido de mais? Digo já irão se casar daqui duas semanas - disse com um olhar preocupado, ele sempre era assim em todos os meus relacionamentos.


- Na verdade estávamos noivos à um bom tempo, mas como você não respondia minhas tentativas de lhe avisar tive que recorrer ao Taehyung, já que você somente falava com ele e infelizmente você só foi o ultimo e ainda foi avisado duas semanas antes.


- Desculpa por isso… Sabe tem o meu trabalho, termino da faculdade e com tudo isso eu acabo ficando sem tempo de poder me comunicar com todos - disse ele com um olhar para baixo.


- Não precisa se preocupar Jungkook - segurei sua mão que estava em cima da mesa e logo as mesmas já estavam entrelaçadas - O importante é que você está aqui agora… Fico muito feliz de que estará em meu casamento.


- É você não sabe o quanto estou animado por ele - falou sorrindo para mim - Mas mudando de assunto, o seu irmão como está? Soube que ele está trabalhando bastante.


- É nosso pai já está com a idade avançada - olhei pro mesmo que me olhou sério - Tá eu sei que não é tão avançada mais ele trabalha muito então o Jimin decidiu que iria gerenciar a loja dele.


- Mas ele parou a faculdade?


- Não imagina nunca que iriamos permiti já que também está nas finais dela.


- Que bom, fico muito feliz que tudo esteja nos eixos por aqui - disse sorrindo, concordei com o mesmo logo tomando o meu chá.


[ … ]


Jungkook


- Fique a vontade, aqui estão as chaves reservas de casa, não sei se a hora que você  vai voltar e se vou estar já que vou com a mãe do Yoon ver algumas coisas ainda pendentes - explicava Jisoo enquanto me entregava um chaveiro com cinco chaves - Desculpa mesmo por te deixar é que não temos muito tempo e isso não pode ficar pendente - disse fazendo uma cara de preocupada, sabia que não queria me deixar alí pois era uma visita em sua casa, mas também não queria ir com a mesma ver do se tratava.


Eu havia comentado com a mesma que iria dar uma saída, relembrar a cidade e quem sabe ver alguns amigos e a mesma pensou que iria com ela ver algo relacionado ao seu casamento.


- Não precisa me pedi perdão ok? Agora a senhorita pode ir calma - disse já rindo com a preocupação da mesma.


- Certo qualquer coisa me ligue - afirmei indo abraçar a mesma - Tchau.


- Tchau… Bom agora tenho que pedi um uber - peguei uma de minhas malas e fui até a saída, a casa já estava fechada, somente a entrada que tive que trancar.


Quando o veículo chegou tratei logo de entrar, peguei meu celular e já entrei em contato com meu amigo.


- Já está a caminho? - perguntei para o mesmo que bufou, sabia que estava nervoso mas mesmo assim estava a colaborar comigo.


Sim… Não entendo o por que tive que mentir pra ela que ainda iria trabalhar.


- Isso não vem ao caso… Precisamos conversar e você sabe muito bem que ela não pode saber… Na verdade ninguém pode - o silêncio reinou entre a ligação por um momento.


Não entendo por que quer fazer algo assim Jeon… - murmurou ele e em seguida suspirou.


- Vou desligar e assim que chegar lembre-se do seu codinome - desliguei sem esperar a resposta do mesmo.


[ … ]


- Pronto… - já havia arrumado todo aquele local onde estava a espera de Tae, realmente eu era organizado. Ouvi o interfone ligar, corri até o mesmo atendendo - Pois não?


Senhor tem um jovem falando que é uma visita, devo mandar ele subir?


- Pergunta qual é o codinome e se não falar pode me passar para falar com o mesmo Juarez - pude ouvir a conversa no fundo " Mas que merda eu já disse que não vou falar… O que quer dizer de não subir?… Me passa logo isso " e foi isso que ouvi antes dele pegar o telefone - Qual é o co-di-no-me? - disse pausadamente, mesmo assim ele não levava a sério.


Droga é gafanhoto, feliz agora? Posso subir ou tem algo a mais mestre samurai? - disse com certo sarcasmo me fazendo rir.


- Não pequeno gafanhoto pode subir - desliguei indo logo para a porta o receber - Como vai jovem g - o mesmo me cortou me lançando um olhar mortal, o que fez eu rir dele.


- Nem pense em terminar essa frase - disse Tae entrando no apartamento - Ande logo temos que voltar pra casa antes que notem que nem eu e nem você estamos - tínhamos que ser rápidos, pois o horário em que ele era para estar em casa estava chegando.


Segui a frente e ele me acompanhou, quando chegamos seus olhos aumentaram de tamanho ao ver o que havia nas paredes.


- Isso são…


- Fotos do dia a dia do casal que iria se casar - na mesma haviam fotos de Jisoo e Yoongi - E aqui são do Jimin, dos pais dele e dele, amigos e etc, sabe pessoas que são próximas a eles e as que trabalham juntos.


- Quando foi que as tirou? - disse analisando cada uma delas cautelosamente.


- Esqueceu que tenho dinheiro, foi fácil pagar alguem para isso… - o mesmo negou com a cabeça me olhando.


- Jungkook o que você está pensando em fazer? - ri e segurei seus ombros.


- Como que disse o casal que IRIA se casar, agora venha e sente aqui - o levei até a cadeira em meio a sala e em seguida o entreguei alguns papeis - Bom vamos falar sobre o meu plano - batuquei meus dedos nos papeis que havia o entregado e ele logo começou a olhar o que esva escrito - Que é claro que você senhor Kim Taehyung vai me ajudar… Ou melhor que você jovem gafanhoto irá seguir de acordo com o que seu mestre mandar.



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...