1. Spirit Fanfics >
  2. Till death do us part - Daryl Dixon >
  3. CAP06 - Desistir não é nossa única opção.

História Till death do us part - Daryl Dixon - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde 👋

Capítulo 7 - CAP06 - Desistir não é nossa única opção.


Fanfic / Fanfiction Till death do us part - Daryl Dixon - Capítulo 7 - CAP06 - Desistir não é nossa única opção.

"Não é possível seguir em frente antes de abandonarmos o passado"



Heyden Rhee ON


 Dr.Jenner,o único cientista que ficará na instalação depois do apocalipse,nos abrigou. Em troca teriamos que fazer um exame de sangue,Glenn havia contado sobre meu estágio em Biomedicina,então eu ajudava a retirar o sangue.Estava na vez de Daryl,e eu o sinto dar uma repuxada.

-Desculpa -eu pedi,achando que tinha o machucado

-Não doeu...sua mão 'tá gelada- eu dei um pequeno riso,era isso...eu tinha as mãos geladas por duas razões.Nervosismo e Fome.

Andrea também passava mal,afinal,não comemos e nem descansamos direito.

Dr.Jenner nos levou para uma cozinha,e finalmente nos alimentamos.

-Um brinde ao Dr.Jenner -Rick dizia levantando uma taça de vinho,nós fizemos saúde e Carl experimentou um poucp do líquido,fazendo uma careta.Todos nós rimos.

-Você não Glenn.Quero ver sua cara bem vermelha -Daryl dizia enquanto se servia do vinho.

-Nãooo...da última vez,você...- o mesmo tampou a minha boca para evitar o constrangimento.Todos riram e T-Dog queria saber.

Glenn no nosso aniversário de 25 bebeu até não poder mais.Eu não bebia,pra falar a verdade,só bebi uma vez.

Meu queridíssimo irmão,bebeu naquele dia até se esquecer que tinha uma irmã e achou que eu era nossa mãe,não eramos tão parecidas.Mas para um bebado.

Ele implorou para que eu não o colocasse de castigo,e quando me abaixei para ajeitar o sapato em meu pé.O idiota se assustou achando que eu ia bater nele,se virou pra correr e acabou caindo por cima de um outro garoto.O azar bateu em sua porta, e ele acabou  beijando o pobre coitado.E o pior é que ele nem se lembrará no outro dia,a não ser pelas fotos.

Não era nada de mais,porém ele tinha vergonha desse dia...

O cientista havia nos mostrado os dormitórios,eu e Glenn ficariamos em um quarto,Rick lori e Carl em outro,Sofia e Carol,T-Dog e Dale,Andrea e Shane ,Daryl sozinho.

Eu estava no banho pronta pra sair,não podiamos demprar por conta da água quente.

Eu sabia que na maioria das instalações como O CCD,continham combustíveis para auto explosão e descontaminação do local.Falaria pela manhã com Rick.

-Sua vez - eu disse assim que vi Glenn me estendendo uma camiseta e uma box

- costumes -nós rimos,eu tinha mania de pegar as roupas do meu irmão,que eram largas e confortáveis.

Ele entra no banheiro e eu visto  a roupa,sua camiseta ficava a altura dos joelhos.Decido ir buscar um livro para matar o tempo enquanto Glenn tomava banho.

Na porta da suposta biblioteca escuto um barulho,era Lori e Shane.Ele agarrava ela e a mesma parecia não querer...

- Eii - eu chuto a parte de trás de seu joelho e lhe acerto o nariz.O mesmo coloca a mão no lugar e se levanta.

- O que pensa que esta fazendo su... - Eu o corto,assim que o idiota agarra meu pulso.

- Eu que te pergunto,você que estava a agarrando contra a vontade da mesma - ele estava bravo,era visível- ta me machucando

-Shane solta ela - Lori o empurra e o idiota sai dali...meu pulso ficaria com um hematoma,legal.

A mulher se desculpa e sai.

Contínuo ali,olhando para os livros e dedilhando um por um. Até que acho um bom-Glenn vai gostar,eu dou um sorriso. Mas me assusto assim que me viro e o vejo tão perto.

-Você me assustou - eu dizia com um sorriso envergonhado 

- Desculpa - sua voz,mais carregada do que o normal,provavelmente estava bebado.

-Você devia descansar...Daryl

 

Daryl Dixon  ON


Eu nem sabia oque estava fazendo ali,mas quando eu há vi,com uma camiseta que cobria só metade de suas pernas.Algo dentro de mim me fez caminhar até ela,a mesma se assustou ao me ver.mas logo sorriu.Que belo sorriso 

Eu havia bebido de mais,porém o sorriso dela com certeza era o mais lindo que eu havia visto até agora.maricas.

-você é tão linda e corajosa - escapou da minha boca e a mesma estava surpresa.

- Da...Daryl,você bebeu de mais.Deve ir descansar - ela estava saindo e eu agarrei o seu braço,o mesmo estava roxo.

- Quem fez isso com você? - Eu estava bravo,quem foi o canalha que a machucou...Glenn? Ele não teria coragem ou teria...

- Se foi o Gle... - antes mesmo de terminar ela me corta dizendo que havia sido o Shane que bebeu de mais e se descontrolou.

-Aquele canalha.Eu vou...

-Não Daryl! - Ela fica na minha frente e seus olhos brilhavam

- Eu o bati primeiro,ele havia desrespeitado o Meu irmão.Eu não gostei e o bati,não conte para o Glenn ou ele vai ficar bravo - ela e o irmão eram inseparáveis,machuque um e o outro te mataria - Daryl...oque você está pensando?

- Que você e ele são inseparáveis- ela me olhava 

- seus olhos são mesmo lindos - ela sorria de novo e eu não podia deixar de olhar,seus olhos,seu nariz,seus lábios,ela era mesmo linda...

Mas que bosta eu to falando,me tornei mesmo um maricas.Merle provavelmente estaria rindo,de onde quer que seja.

Glenn entrará na sala com tudo,me fazendo se separar da irmã.

- você deveria ter me avisado que iria sair. -ele não estava bravo,só estava preocupado.A mesma só pede desculpas e segue para o seu lado,não antes de me desejar um "boa noite"

Eles sairam e quando eu estava preste a seguir para o meu quarto,reparo no livro caído.

"O pequeno Príncipe" - ela estava com ele em mãos,então como o mesmo estava no chão agora?Eu o pego e saio dali.


Heyden Rhee ON



Droga que susto! Meu irmão era um idiota e ao mesmo tempo meu salvador.

O que aquele idiota estava pensando?.você é tão linda e corajosa.Como ele pode dizer uma coisas dessas??ele estava bebado e eu com vergonha.Mas tenho que admitir,seus olhos estavam lindos e sua íris maior,talvez desejo?não,não...ele estava só bebado.A bebida também causa essas alterações nas íris.

E puxa,como eu sou desatrada.o livro...eu deixei ele cair assim que o idiota do meu irmão aparecerá na porta...


  De manhã no CCD...


Estavamos tomando café e meu irmão com ressaca...bobão.

-Nunca...nunca mais me deixe beber -ele dizia e resmungava.

- na próxima eu vou mesmo agir como nossa mãe e te bater... - Rick que acabará de chegar acaba rindo e me pedindo pra dar  um desconto. 

Estavam todos de ressaca.

- O que foi isso no seu nariz? - T- Dog perguntará ao Shane assim que o mesmo se mostrou presente.

- Acho que bati durante o sono...algumas pessoas não tem controle de si - ele respondia me olhando.

Eu vi Deryl bufar da porta e nos olhar com uma cara de poucos amigos,ou melhor olhar para Shane.

- Dr.Janner não quero te aborrecer com perguntas logo cedo - Dale começava

- mais vai - O cientista mantinha a calma 

- Não viemos aqui a lazer,queremos saber oque houve com todos daqui - Shane estava bravo.

O Dr. explica que houve uma onda de suicídios,e aqueles que sairam dali foram para suas casas verem sua famílias quando tudo começou.

Fomos para uma sala,onde ele falava com a VI uma inteligência artificial,ele mostrava o quadro de um cerebro humano.

- vocês sabem me responder oque são aquelas luzes?ou melhor...senhorita Rhee? - Todos me olhavam e Glenn sorria,ele tinha vontade me ver atuando naquela área.

- São o nosso sistema nervoso,onde contém nossas lembranças.Desde o momento em que nascemos até o exato momento de nossa morte.O que nos torna quem somos,oque nos torna únicos. - eu respondia com um sorriso de admiração,sem dúvidas era lindo.

-Nunca fala,nada com nada? - Daryl perguntará 

- Nem sempre...- o Dr.responde por mim

- VI,avançe para o primeiro segundo evento- ele falava -pode nos dar a honra de continuar -se referia a mim

- Esta...atacando o cérebro - eu estava facinada com aquilo - Como meningite? - aquilo era impressionante.

- sim...Ele ataca como meningite,e tudo aquilo o que nós fomos um dia...se perde. - ele dizia com um tipo de amargura em sua voz.Seus olhos carregavam tristeza.

- Reinicia o cérebro?- Lori perguntava ao ver os proximos sinais 

-não.só o tronco cerebral -eu continuo - a parte que nos torna humanos,esta morta.Aquilo,a antiga pessoa do teste.Esta morta,seu corpo é apenas uma casca sem vida,movida apenas pela vontade de comer.

- oque foi aquilo? - Carol pergunta e Andrea responde seca.

-um tiro,ele matou aquela coisa - ela não era nem um pouco delicada.

- mas oque é isso?- Lori questionava novamente.

-não sabemos ao certo,poderia ser uma doença,um fungo,uma bacteria...

- ou a ira de Deus? - Jaque perguntava 

-isso também- ele completa - Heyden,naquela bolsa tem todas as anotações e alguns relatórios de teste. 

Eu olhava tudo com certa dúvida,todo esse tempo...para não completar os testes,para não achar uma cura.

- Doutor Janner eu não quero parecer um intruso,mas esse seu relógio -Dale falava e eu me lembrava do que eu iria falar ao Rick

- Temos que sair daqui! - todos me olham 

-Heyden oque quer dizer com isso? - Rick veio até mim

- o Cronômetro na parede... instalações como o CCD tem um sistema de segurança,eles são abastecidos com um tipo de combustível único.É alto explosivo.

- oque quer dizer com isso?- Carol tinha um medo na voz

- Que ao chegar a zero essa instalação vai  fazer a varredura de descontaminação - eles ainda não entenderam- tudo isso...vai ser explodido.

- Não se preocupem,não vai doer nada - o cientista começa ,tentando nos acalmar - um mili segundo,sem dor...

Quando tentamos sair ele fechou as portas e eu escutava Aiko latindo de fora.

Estavamos deseperados,tentavam quebrar as portas e carol chorava dizendo que sofia não mereciar morrer ali.

Daryl tentou atacar o cientista e eu o impedi,entrando na frente...

- Você...ela era a sua esposa não era? - Rick e o resto me olhavam espantados e com dúvidas 

-Como você sabe? -o Dr. Parecia mais amargurado 

- Seus olhos revelam a dor única,que só se mostra presente ao perdermos alguém amado - eu dizia e Glenn ja estava ao meu lado segurando a minha mão 

- vocês perderam alguém também não é? 

- Nossa mãe - Glenn responde.

- Sinto muito,mas agora poderão se juntar a ela,sem dor,sem sofrimento e... - eu o corto

- Nossa mãe foi uma mulher corajosa,morreu para o Câncer que logo se tornou um tumor...foi por isso que eu quis me formar em Biomedicina! - eu falava brava.

- Você acha que ela ia gostar de saber que NÓS  desistimos assim? Sem tentar - eu completei

- indolor!vocês deveriam ficar gratos por eu ter lhes ajudado -ele falava

- E estamos!mas AGORA...AGORA VOCÊ NÃO ESTA NOS SALVANDO - Eu gritava - VOCÊ ACHA QUE ESTA TOMANDO UMA DECISÃO SENSATA MAS NÃO TÁ!

- NÓS QUEREMOS  TENTAR SOBREVIVER,VOCÊ NÃO.ENTÃO NÃO TOME ESSA DECISÃO POR NÓS! - eu falava sério sem derramar uma lágrima -  Você quer desistir porque ela esta morta,mas entenda,ela iria querer isso para você?

-Você nem a conhecia para saber

- Tem razão!Mas quando se ama alguém,mesmo depois da sua morte...você ainda quer que essa pessoa viva.- eu dizia 

- sua esposa decidiu morrer por você,ela decidiu te dar uma chance - Glenn falava

-Sabe senhorita Rhee,você me lembra ela...ela era complicada,mandona,cabeça dura e bonita.Você me lembra muito ela - ele falava baixo - vocês querem tentar...então,fique com as pesquisas e tente achar uma solução que eu não consegui.Viva.

Ele abriu as portas e todos correram para pegar suas coisas.As portas de cima estavam trancadas mas daríamos um jeito.

Eu o vi segurando o Rick e falando algo em seu ouvido,Andrea estava ficando junto com Dale e Jaque...

Tentavamos quebrar os vidros porém eram blindados,Shane tentou atirar fazendo a bala ricochetear,e passar de raspão em minha perna.

Glenn me segurava e eu pedi para que pegasse as muchilas ja que eu podia andar.

Carol entregou uma granada para Rick,dizendo que havia encontrado nas roupas do mesmo.

Assim que ele gritou para nos abaixarmo,eu protegi Aiko e senti alguém me protegendo.Daryl.



Daryl Dixon ON


Shane era um idiota mesmo,machucou a garota duas vezes.Mesmo passando só de raspão,eu estava puto.

Ainda mais puto quando Glenn se abaixou e nem percebeu que a irmã não estava ao seu lado.Eu coloquei meu corpo sobre o seu no chão,servindo de escudo para a pequena garota que protegia a cachorra.

Assim que levantamos,começamos a correr.Glenn havia se apressado na frente com as duas bolsas e as espadas da irmã eu o olhava quando escutei um barulho de algo,ou melhor alguém caindo.Ela era atrapalhada,eu tinha certeza,pois a mesma estava no chão enquanto seu pé era agarrado por um zumbi.DROGA.

Eu o matei e corri com a garota para o carro,assim que vi Andrea e Dale vindo correndo houvi uma buzina.Era Rick,ele avisava que o tempo acabou.

Eu me abaixei no banco puxando Heyden para baixo e a deixando protegida pelo o meu corpo de novo.Uma grande explosão foi ouvida.com certeza os mortos escutaram.

...

Partiamos em direção ao Fort Benning. Heyden ia no trailer enquanto eu iria seguir de moto,tenho que confessar...a presença dela faz um pouco de falta.











Notas Finais


Sem muita idéia...
Eu iria postar outro cap. Mas minha bateria acabou.

Mas como está ficando? Com sentido ou sem??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...