História Till The Last Breath - Capítulo 4


Escrita por: e Ktrouhyun13

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Monsta X, Pentagon (PTG)
Personagens I'M, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Yan An, Yeo One
Visualizações 23
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Amigo


Fanfic / Fanfiction Till The Last Breath - Capítulo 4 - Amigo

Tinha apenas uma pessoa ali, um garoto muito mais alto que eu com cabelo cinza escuro e ombros largos usando o uniforme da escola, seus olhos estavam grudados em um livro que de primeira vi que era sobre Shakespeare.
-ola? -o chamei morrendo de vergonha e toquei levemente em seu braço o fazendo pular e derrubar o livro.
-ah... ola. -ele me olhou assustado e abaixou para pegar o livro mas eu ja estava com ele em mãos e o entreguei o olhando preocupada.
-desculpe pelo susto... Meu nome é Lia, você é o aluno?
-Lia! Sim, eu estava te esperando... E muito prazer meu nome é Suhyeok. Ou pode me chamar de Suho igual aquele idol, todos me chamam assim... -disse ele com um sorriso, rindo provavelmente da minha cara assustada com o nome complicado dele.
-Suhyo...Suho, ok. Prazer -fiz uma reverência a ele que me arrependi em seguida por causa da mochila pesada nas costas mas assim que me ergui ele me abraçou apertado tirando meu ar por um momento.
-você não é brasileira? Me comprimente como uma... não tem problema.
-certo...-respondi com a voz fraca e bati levemente nas costas dele.
Andando pelos corredores com Suho tentei decorar todo aquele lugar, algo que provavelmente eu não conseguiria mas eu tinha uma ajuda agora, ele tinha se oferecido a ser meu amigo e eu aceitei depois de muito tempo de conversa, e estava ficava ainda mais legal ao passar do tempo mas ele era um pouco atrevido pois falava a todo momento de minhas pernas.
-me da aqui essa mochila... -pediu ele depois de eu reclamar do peso pela milésima vez.
-não precisa -me afastei um pouco dele e olhei por uma das janelas da sala de aula, era igual as imagens que tinha visto.
-você é complicada... mas essa diretoria ainda mais, não sei porque não resumem tudo em um aplicativo ou em um aparelho para o aluno, não é difícil pra eles. -ele tentou puxar a mochila das minhas costas que não saiu e quase me fez cair.
-ai! Pega essa mochila logo! -a tirei dos ombros com dificuldade e joguei pra ele que riu da minha cara e me puxou pelo cotovelo pra fora dali.
- aonde esta me levando?
- estou com fome. Quer me acompanhar? -disse assim que me soltou fazendo eu quase me colidir com ele mas desviei e concordei, o seguindo em seguida a uma cafeteria ali perto.
Assim que chegamos eu pedi apenas um café com creme e um bolo impossível de pronunciar, nos sentamos separados de todos em uma janela que dava uma bela vista pra rua.
- me conte mais sobre você brasileira Lia.
- bom, meu pai esta em trabalho aqui na Coréia e ele me trouxe junto para estudar.
- legal, mas diga mais.... Me fale sobre o que gosta e odeia... como que foi vir e estar aqui em Seul.
- então... mesmo que eu sempre tive vontade de vir, foi complicado deixar meus amigos, minha familia pra trás... e principalmente a comida -disse indicando o bolo que era um pouco sem gosto- e eu gosto de dormir, algo que não faço muito bem nessa ultima semana por causa do horário, gosto de cantar, dançar, assistir serie e ler livro... e gosto bastante do pop coreano, então entendi sua referência ao nome. -ri baixo e beberiquei o café - e odeio gente preconceituosa, não importa quem seja a pessoa e o que ela odeie, e pessoas irritantes, insistentes. E de não ter algo bom pra comer e algo pra vestir, e de não dormir. E estar em Seul esta sendo muito legal ate o momento, eu amei esse lugar.
- e as pessoas em Seul? -perguntou ele curioso-
- só a secretaria Luna ate o momento... -dei de ombros ignorando os olhinhos esperançosos dele em mim e continuei em silencio enquanto comia.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...