História Tinha que ser - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 148
Palavras 2.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, olha quem voltou, mas um cap espero que vcs ge=ostem.

BOA LEITURA!!!!!!

Capítulo 10 - Cap.10


O tempo passou rápido, minha vida se tornou um sonho a cada dia que eu passava ao lado de Sasuke, eu tinha certeza que ele era o homem da minha vida, nesse tempo que passou, eu ainda tenho que me acostumar com a vida que tenho, Sasuke sempre estava do meu lado, na verdade não só ele, todos nossos amigos estavam, era difícil acreditar que tudo aquilo estava acontecendo na minha vida, eu já estava começava a sonhar uma vida inteira juntos, noivar, casar, ter filhos, os nomes desses filhos e até dos animais de estimação, devo estar completamente louca....louca de amor.

De manhã vi Sasuke acordar com pressa ir direto para o banho depois segui para o closet e já sair todo arrumado, veio até a cama.

- Bom dia amor, eu já vou indo, estou atrasado, eu te amo; ele disse me dando um beijo na testa, e saiu para o trabalho sem ao menos tomar café, então permaneci na cama por mais algum tempo e assim que tomei coragem de levantar da cama ainda permaneci com a minha roupa de pijama, que consistia em um short e uma blusa de Sasuke. Tomei café da manhã e limpei a parte que sujei da cozinha, peguei o edredom do quarto, já que o clima estava frio, e deitei no sofá, já toda confortável comecei a maratonar uma série, "Dexter", já que logo isso seria raridade, pois iniciaria minha sonhada faculdade.

Depois de alguns capítulos, notei que já estava perto da hora do almoço, e como geralmente Sasuke vinha almoçar em casa, tinha que fazer alguma coisa, fui para a cozinha, deixando meu celular em cima da bancada, ouvindo o que se passava na série, e comecei a preparar o almoço fiz um macarrão com molho de tomate e almôndegas, mandei mensagem para Sasuke perguntando se ele viria almoçar, ele logo respondeu dizendo que estava com muitas reuniões e não poderia vir, sendo assim, peguei meu prato e meu celular e partimos para a mesa, porém, antes mesmo que eu pudesse terminar a comida a sonora campainha soou.

Desliguei o  telefone, e foi em direção a porta, assim que abri um casal esperava na porta, eles me olharam dos pés a cabeça, do pijama extremamente curto e meu cabelo enrolado em um coque no topo da cabeça.

-Olá; o homem disse me observando, eu não conseguir dizer nada,- Querida tem uma coisinha aqui -ele coçou o queixo e eu passei minha mão no local indicado e olhei para minhas mãos, vermelhas pelo molho de tomate que estava comendo, senti minhas bochechas queimarem

-Oi...pois não? -perguntei gentil 

-Sou Mikoto Uchiha, e esse e meu marido Fugaku Uchiha, somos pais do dono casa;  ela disse, - Eu não esperava que nós recebesse com essas vestimentas?; senti minhas bochechas queimarem mais e notei a semelhança dos dois com Sasuke.

- Me-me desculpe por recebê los assim, eu não estava esperando, entrem, eu vou só me vesti de forma apresentável, com licença; eu disse envergonhada, Deixei ambos na sala, e sai correndo subindo as escadas, indo para o quarto entrando no banheiro, escovei os dentes e os cabelos com rapidez fora do comum, fui para o closet pegar roupas aceitáveis e as vesti, me olhei no espelho e quase chorei de ódio de mim mesma e voltei para a sala correndo, ambos olhavam reprovando o edredom, quase me engasguei quando lembrei dele, peguei em minhas mãos.

-Eu tirei para lavá-lo e vocês chegaram então larguei aqui; o senhor deu uma leve risada. 

-Certo querida, eu quase acreditei; ele disse me deixando envergonhada,- Eu  gostaria de saber quem é você?; me perguntou, pisquei algumas vezes

- Sou Sakura Haruno;falei baixo,  senhora arregalou os olhos 

- Ohh sim querida, desculpe chegar assim; a senhora disse - Achamos que uma surpresa fosse melhor que avisá-los; ela se desculpou, - Pelo visto não foi uma boa escolha, mas na hora parecia ser; ela disse olhando para o marido que concordou.

- Tudo bem, não há problemas, desejam alguma coisa, uma água, suco?; perguntei

- Uma café se não for atrapalhar;  a senhora disse 

- Fiquem a vontade eu vou preparar, só um instante; eu disse já saindo da sala em direção a cozinha

- Querida você estava almoçando não é?; seu Fugaku disse, me fazendo virar para eles, eu acenei sim com a cabeça

- Oh meu Deus, me desculpe querida, estamos te atrapalhando, façamos assim, termine seu almoço, e eu mesmo farei o café; dona Mikoto falou simpática

- Não, não, eu já causei uma má impressão, preciso me desculpar; eu disse envergonhada, nunca imaginei que seria assim que encontraria os pais de Sasuke

- Não há má impressão alguma, quem nunca teve um dia que ficou só de pijama em casa, agora se acalme, vá almoçar, ainda temos muito o que conversar, e queremos fazer isso antes que Sasuke chegue; dona Mikoto disse sério, eu assenti, morrendo de medo do que ela queria conversar comigo, e se não gostou de saber que eu era a namorada do filho dela, eu me sentia completamente envergonhada pela situação, estava me acostumando a me sentir em casa, e posso acabar com meu sonho por causa de um deslize, estava apavorada, e não tinha Sasuke para me acalmar, mas mesmo assim, tentei me acalmar, acabei de comer, limpei tudo, e fui para a sala onde os pais de Sasuke estavam, assim que cheguei perto deles.

- Sente se aqui querida vamos conversar; dona Mikoto disse, eu me sentei no sofá perto deles, - Sakura, nós queremos saber o que de verdade o que aconteceu com você, Sasuke nós contou por alto, mas queremos saber de você; dona Mikoto disse 

- Bom, eu não sei como Sasuke contou a vocês o que aconteceu com a minha família, meus pais estavam desempregados, vivíamos de uma pensão que meu avô deixou, só que meu pai começou a se envolver com coisas erradas, o que a polícia descobriu na época e que ele tinha que fazer um carregamento grande de drogas em uma outra favela, só que foi pego, por outro grupo de traficantes, e perdeu a carga, e como não conseguiu pagar, ele foi morto, e minha mãe também, eu só sobrevivi porque eles não tiveram tempo de entrar no quarto onde eu estava trancada; eu disse, respirando fundo para não chorar, ainda era muito difícil falar sobre isso, contei a eles sobre o que aconteceu, que fui morar com minha tia no interior, e que agora tinha voltado para estudar, e arrumar um emprego, como encontrei o Sasuke, e como estava a nossa relação estava agora.

- Nossa quando Sasuke nós contou, eu fiquei chocada, mas com você contando e ainda mais assustador, não consigo nem imaginar o medo e o pavor que você passou; seu Fugaku disse 

- Fugaku tem razão, mas queremos saber de uma coisa; dona Mikoto começou, eu a olhei, - As pessoas que fizeram isso com sua família, lhe conhecem, ou podem vir atrás de você?; ela perguntou e eu assustei

- Nã-não, eu jamais traria algum tipo de perigo para a vida do filho de vocês, se eu tivesse a menor suspeita disso, jamais chegaria perto de Sasuke, eu disse nervosa, não podia deixar que ele acreditassem que eu faria mal a vida de Sasuke, ele era importante demais para mim, para deixar que de alguma forma ele correr qualquer tipo de perigo

- Não minha querida, não é só com Sasuke que estamos preocupados, e sim com você, nosso filho e muito apaixonado por você, e se ele diz que é com você que quer construir uma família, nós iremos apoiar, e fazer de tudo para que sejam felizes; seu Fugaku disse segurando minha mão

- Meu marido está certo, Sasuke todo esse tempo em que você esteve fora sentiu sua falta, mesmo que ele tenha tentado esconder esse sentimento, ele nunca conseguiu, eu já pensava em começar a procurar por você, sabia que só você faria ele feliz, e quando nós contou que você estava de volta, ficamos muito felizes, por isso viemos aqui porque queríamos conversar com você, sem ele, para lhe dizer que vocês têm nosso apoio, e pode contar conosco para o que precisar; dona Mikoto disse sorrindo, eu me emocionei muito com suas palavras, todo o meu medo de não poder ficar perto de Sasuke sumiu;

- Eu amo muito o filho de vocês, e farei de tudo para que ele seja feliz, porque eu tenho uma certeza, tinha que ser ele o amor da minha vida; eu disse emocionada, dona Mikoto me abraçou, ficamos assim por um tempo, conversando, eles eram maravilhosos, eram super divertido, me contaram sobre as suas viagens, como era a vida de casado, contaram alguns casos vergonhosos de Sasuke e de Itachi também, a tarde foi recheada de risos e de histórias. Por volta sete da noite eu estava na cozinha com dona Mikoto me ajudando a fazer o jantar, me ensinou a fazer uma lasanha com massa fresca, enquanto seu Fugaku fazia uma salada.

- Fugaku essa salada saia ou não saia, você já foi mais rápido querido; dona Mikoto disse divertida 

- Já não sou mais tão jovem assim querida; seu Fugaku disse sorrindo, - E você também não ; ele terminou gargalhando, recebendo um olhar assassino da esposa, eu me segurando para não ri, então ouvimos a porta ser aberta, e logo chegar na cozinha um Sasuke completamente assustado ao ver os pais na cozinha

- Olá meu filho, como você está?; seu Fugaku disse brincalhão vendo o filho assustado

- Pai, mãe, o que vocês estão fazendo aqui?; o Uchiha mais novo disse

- Boa noite filho, chegamos de viagem, e viemos te visitar, e conhecer sua namorada; dona Mikoto disse sorrindo

- Sakura; ele me chamou

- Oi; eu respondi

- Tudo bem por aqui?; me perguntou e eu assenti

- Está do bem, Sakura e uma moça maravilhosa, conversamos a tarde toda; dona Mikoto disse para o filho de olhos arregalados

- Calma querido, não fizemos nada demais, pode tirar essa cara de espanto, e venha falar direito com seus pais; dona Mikoto disse sorridente indo abraçar o filho

- Deviam ter me avisado que viriam, eu teria saído mais cedo da empresa; Sasuke disse abraçando a mãe e seu pai

- Bom queríamos fazer uma surpresa, e aproveitamos para vir conhecer minha nova nora; seu Fugaku disse 

- Espero que não tenham deixado ela constrangida; Sasuke falou se sentando na mesa da cozinha

- Meu filho acha mesmo que seríamos capazes de fazer isso?; dona Mikoto perguntou, vendo o filho concordar com a cabeça sorrindo, - Você está muito folgado seu moleque, vá tomar um banho e venha jantar; ela disse emburrada, Sasuke levantou da mesa rindo, veio até mim, me deu um beijo na testa, e subiu para o quarto, logo voltou de banho tomado, vestindo uma blusa de algodão preta e uma calça de moletom cinza escuro, ouvimos a campainha tocar, ele foi atender e logo Izumi e Itachi se uniram a nós, jantamos todos juntos, eu estava achando aquilo incrível, está no meio de uma família grande reunida para o jantar, era algo que fazia muito tempo que eu não tinha, e ver eles me tratavam tão bem me fazia ficar ainda mais feliz. Depois de tudo arrumado, Itachi e Izumi já estavam indo embora, e os pais de Sasuke também.

- Sakura querida, Sasuke me pediu para te ajudar a comprar novas roupas, suas aulas na faculdade começam em alguns dias e você vai precisar de mais roupa, então eu pensei que se não tiver nada para fazer amanhã, podemos resolver isso, o que me diz?; dona Mikoto disse antes de sair

- Eu não s……; eu comecei, mas Sasuke me interrompeu

- Ótima ideia mamãe, meu amor leve as meninas com você, tenho certeza que vão se divertir muito; o moreno disse me abraçando por trás

- Isso seria maravilhoso, o que me diz Sakura?; a matriarca Uchiha falou

- Tudo bem então, amanhã; eu respondi animada

- Ótimo, avisa às meninas espero vocês amanhã de manhã na loja do centro, elas sabem onde é; a Uchiha disse, logo se despediu assim como o marido, e foram embora, eu e Sasuke trancamos a casa, apagamos as luzes e subimos pro quarto, eu tomei um banho, assim que saí, vestida com uma camisola de cetim branca, me deitei ao lado do Uchiha que me envolveu em seus braços.

- Então gostou do dia de hoje?; perguntou beijando meu pescoço

- Eu amei, quer dizer, a parte da primeira impressão que seus pais tiveram de mim, poderia não ter existido, mas o resto foi maravilhoso; eu respondi, ouvindo ele rir

- Confesso que queria ser uma mosquinha para ver a sua cara suja de molho de tomate abrindo a porta para ele; 

- Eu nunca senti tanta vergonha na vida; ele riu alto

- Tudo bem, meu amor, eles gostaram de você mesmo assim, e o importante é que vocês estão se dando bem, e eu não poderia estar mais feliz; ele disse beijando meus cabelos 

- Eu também estou feliz; eu disse a verdade, porque o sentimento que reinava em mim, com certeza era felicidade, assim caímos no mundo dos sonhos, com a certeza que nada e nem ninguém poderia nos separar.


Notas Finais


E ai gostaram? me contem, espero que sim, eu sei que prometi o proximo passo do nosso amado casal nesse cap, mas iria ficar muito grande, então dividi, mas o proximo sem falta. Desculpem a demora, mas os estudos não me deixam escrever, mas prometo regularizar.
E tenho que agradecer @Caily que me ajudou, nesse cap, obrigada amore, não sei o que seria de mim sem vc. 😘😘😘😍😍😍

Até a promixa, bjss 😍😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...