1. Spirit Fanfics >
  2. Tintas, câmera e amor >
  3. Break up with your girlfriend

História Tintas, câmera e amor - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Break up with your girlfriend


-Ace, eu tava quase acreditando que você realmente tava tendo um ataque cardiaco, não faz isso com o meu coração - comentou Bonney pouco depois da situação se estabilizar e Koala puxar Sabo para um canto qualquer para consolar o loiro do choque.

 

-O garoto é ator demais, orgulho desse drama queen - elogiou Kid se sentando ao lado de Ace e o puxando para um abraço - nasceu pra encenar. 

 

-Vocês deveriam parar de inflar o ego do Ace, vão acabar criando um monstro - avisou Sanji colocando mais alguns espetos na churrasqueira e se sentando ao lado de Zoro. 

 

-Mas é a verdade, o Ace é o rei da encenação, lembra aquela vez que o Ace não queria ir pra aula do Touch, como que era o nome dele? Aquele barbudo que não tinha uns dentes com a risada esquisita?

 

-O Teach? 

 

-Isso, obrigado, Bonney, então, lembra? O Ace até fingiu que tava passando mal pra poder sair da aula e até mesmo desmaiou, atuação estupenda, vocês deveriam ter visto, pena que vocês nem estavam no ensino médio, e você eu nem sei onde estava - disse o ruivo olhando para Marco que escutava entretido as histórias da adolescência de Ace - eu quase levantei na hora e comecei a aplaudir, foi muito real.

 

-Nossa sim, nunca vi alguém fingir um desmaio tão bem - comentou Bonney - até trouxeram uma maca e o Ace nem se moveu, foi impressionante.

 

-Obrigado, obrigado, eu tenho lá meus talentos secretos - agradeceu o moreno mexendo nos cabelos envaidecido pelos elogios - agora me tragam as minhas uvas e me abanem, sim? 

 

-Ah vai a merda, Ace - falaram a rosada e o ruivo ao mesmo tempo.

 

-Mas gente, que grosseria - comentou o moreno fazendo voz de ofendido e apoiando o rosto no ombro de Marco.

 

-Que cínico do caralho, come e cala a boca - Kid enfiou um dos espetos na boca de Ace e o moreno pegou e começou a comer.

 

Logo o pequeno grupo se dividiu em conversas paralelas, todos rindo, bebendo e comendo animados, alguns já começando a dar indícios de estarem bêbados. Ace já estava em seu estágio de bêbado alegre e extremamente sincero, não que já não fosse normalmente, mas o álcool em seu sangue o deixava mais sincero ainda. 

 

-Marco - Ace voltou a apoiar o rosto no ombro do loiro mais velho esfregando a cabeça ali.

 

-O que foi, Ace? Você está bem? - perguntou o loiro ajeitando o moreno para ficar entre seus braços.

 

-Uhum, to bem - Ace piscou os olhos lentamente e olhou para o loiro dando um sorriso atrevido - sabe, a gente podia dar uma volta, estou cansado de ficar aqui sentado - comentou o moreno falando um pouco mais arrastado do que normalmente falaria.

 

-Claro, você quer dar uma volta na rua? 

 

-Não - Ace deu uma pequena risada maliciosa e aproximou os lábios da orelha do loiro dando leves mordiscadas no lóbulo - quero dar umas voltas pelo seu corpo gostoso pra caralho.

 

-Tudo que você quiser - Marco colocou suas mãos no rosto do moreno o puxando para um beijo lento e profundo. 

 

Ace deu um sorriso malicioso e desceu uma de suas mãos pelo peitoral do loiro até chegar a barra da camisa e enfiar sua mão ali arranhando a pele alheia.

 

O moreno puxou o loiro para mais perto colocando o lábio inferior de Marco entre os seus e o sugou lentamente dando leves mordidas. Ace se afastou um pouco do loiro, seus olhos escuros como a noite indo de encontro aos azuis tão límpidos e claros como uma manhã ensolarada.

 

-Ace, isso é uma festa de família, caralho, sem putaria na mesa do jantar, não é só porque a gente tá comendo comida que tem que comer gente também - reclamou Kid em tom zombeteiro.

 

-Tá com inveja por que o Killer não veio com você hoje, foi? - provocou o moreno mostrando a língua para o ruivo enquanto voltava a se ajeitar na cadeira.

 

-Ah pronto que eu teria inveja por causa disso - Kid mostrou o dedo do meio para o moreno - e você sabe que o nosso relacionamento é aberto, então não teria motivos, se eu quisesse poderia beijar outras pessoas sem problema.

 

-Gente, mais alguém tá ouvindo isso? - perguntou Usopp colocando a mão em volta da orelha.

 

-O que? - questionaram os presentes ficando em silêncio.

 

-A música do Kid tocando: break up with your girlfriend, cause i'm bored - cantou o narigudo fazendo um leve movimento com a cabeça no ritmo da música.

 

-Ah não, vocês não vão reviver essa história - resmungou o ruivo escorregando pela cadeira.

 

-Que história? - perguntou Luffy que até poucos segundos atrás estava entretido conversando com Law.

 

-Ainda não sei qual dos dois o Kid queria pegar no fim das contas - comentou Zoro batucando os dedos sobre a mesa.

 

-Os dois - responderam Bonney e Ace ao mesmo tempo e trocando olhares cumplices.

 

-Ah não, Kid, talarico em dose dupla - zombou Sanji acendendo um de seus cigarros.

 

-Pra que ressucitar essas coisas, meu pai? Faz quatro anos isso - Kid pegou um copo e encheu de vodka dando um gole longo.

 

-Que que tá acontecendo? - perguntou Sabo se aproximando da mesa ajeitando sua cartola e sentando junto de Koala.

 

-O que tá acontecendo é que esses caras resolveram pegar no meu pé.

 

-O Kid é um talarico não assumido - disse Nami desviando levemente sua atenção de seu celular.

 

-Meu Deus, alguém pode explicar que nem gente normal? Ou todo mundo perdeu essa capacidade cognitiva? - perguntou Sabo franzindo as sobrancelhas cada vez mais confuso.

 

-Era uma vez, em uma enorme cidade uma garota comilona de cabelos rosas chamada Bonney, certo dia se aventurando pelas paredes de pedra de um enorme edifício encontrou sua cara metade, um rapaz chamado Ace, eles se apaixonaram e viviam felizes até que de repente o monstro talaKido apareceu em suas vidas pronto para devorar os dois enamorados - contou Usopp fazendo uma voz mais grave e dramática - primeiro ele pegou a garota e subiu no edifício mais alto da cidade e estava prestes a devorá-la quando o rapaz surgiu saindo do elevador preparado para derrotar o monstro TalaKido, mas o monstro era forte e pegou o Ace e devorou os dois ao mesmo tempo.

 

-Sai fora, não foi assim que aconteceu - retrucou o moreno de sardas se ajeitando e colocando os cotovelos sobre a mesa em uma postura séria - a gente não terminou por causa do Kid.

 

-E terminaram por que então? Todo mundo sabe que vocês combinavam e se davam bem pra caralho, vocês nem brigavam, no caso, todo mundo tirando o Kid por motivos óbvios - ressaltou Sanji tragando seu cigarro e soltando a fumaça lentamente.

 

-Porque a nossa dinâmica era mais para amizade do que namoro, no fim das contas, não fazia sentido continuar.

 

-Ah qual é? Prefiro a versão do Usopp - disse o esverdeado se levantando para encher seu copo com saquê - achei que teria mais emoção.

 

-Quer que eu fale o que mais? Foi exatamente isso que aconteceu, nós saímos, nos apaixonamos, namoramos por um tempo e depois ficamos amigos quando a paixão acabou, fim, nem todas as histórias de amor precisam ter um drama - Ace suspirou e apoiou o rosto no ombro de Marco fechando os olhos - acho que agora seria uma boa hora pra fingir desmaio.

 

Marco deixou uma de suas mãos sobre os cabelos do moreno fazendo pequenas carícias, enquanto sua mente tentava processar as novas informações sobre o passado do moreno de sardas.

 

-E qual o papel do TalaKido na sua versão da história? - perguntou Usopp que recebeu um olhar fulminante de Kid, fazendo o narigudo se esconder atrás de Sanji que o chutou para o lado.

 

-Tá, eu queria ficar com a Bonney e com o Ace e fiquei com ciúmes quando eles assumiram o namoro e foi isso, eu não fiz nada pra separar os dois, vocês fantasiaram demais.

 

-Chatos, prefiro a versão do Usopp - reclamou Zoro bocejando e coçando os olhos.

 

-O monstro TalaKido parecia super maneiro.

 

-Achei que teria alguma briga pela Bonney, vocês são muito sem graça - comentou Nami voltando a dar atenção ao seu celular.

 

-Faltou algo mais dramático, por exemplo, o Kid poderia ter seduzido a Bonney ou o Ace para causar uma discórdia entre eles e ficar com os dois sem que um soubesse do outro - disse Robin séria - ou ameaçado se matar.

 

-Credo, Robin - resmungaram todos que estavam presentes.

 

-Luffy, por que seus amigos são tão esquisitos? - perguntou o moreno de sardas terminando com a bebida em seu copo e pegando o copo que estava em frente ao ruivo.

 

-O sujo falando do mal lavado - comentou Sanji apagando seu cigarro.

 

-E no fim das contas, o super TalaKido alcança seu objetivo? 

 

-Por que não deixamos essa história de lado e vamos beber? Hoje é dia de festa - falou Ace pegando uma das garrafas e enchendo o copo de todos que estavam na mesa - vou até colocar minha playlist de músicas de festa para animar. 

 

-Não - gritaram os amigos de Luffy ao mesmo tempo.

 

-Não queremos ouvir sua playlist de músicas pop versão forró e nem suas músicas de alien, deixa o Franky cuidar do som - comentou Sanji e o azulado logo se prontificou a colocar uma música mais animada e descontraída.

 

Logo as conversas animadas voltaram com tudo, as risadas aos poucos se tornando mais altas do que a música e a euforia caraterística retornando ao auge. 

 

Zoro olhava atentamente Sanji preparando mais e mais comida enquanto sua mente divagava em alguma forma de se vingar de Ace por cuspir toda a bebida em sua cara. Já que o moreno de sardas não estava disposto a brigar tinha que achar alguma outra alternativa. 

 

O esverdeado olhou para Nami vendo a ruiva mexendo concentrada em seu celular vendo alguns stories no instagram até ver os vídeos gravados por Luffy e uma ideia mirabolante surgiu em sua mente.

 

O esverdeado se levantou e foi até Luffy o chamando para conversarem. O moreno mais novo acompanhou o esverdeado até um canto mais afastado do quintal.

 

-O que foi? Qual o plano? 

 

-Seu instagram está meio parado esses dias não é? Por que não agitar um pouco com algo engraçado?

 

-Onde você quer chegar? 

 

-Tenho uma ideia para um vídeo, mas ela envolve o Ace, não é nada ruim, talvez vergonhoso.

 

Enquanto Zoro cochichava o plano para Luffy, de volta a mesa, Sanji se aproxima de Law sentando ao lado do tatuado e assim como o moreno direciona o olhar para onde Luffy e Zoro estavam.

 

-Às vezes fico impressionando em como aquela cabeça de alga consegue interagir que nem gente normal com o Luffy - comentou o loiro colocando um cigarro em sua boca e o acendendo logo em seguida.

 

Law olhou de soslaio para o loiro ao seu lado, o olhar um tanto melancólico e triste no rosto alheio, além da fala do outro o fez chegar em uma conclusão rápida da situação. Law se orgulhava de sua habilidade em conseguir ler a maioria das pessoas e tirar conclusões muitas vezes corretas das situações.

 

-Você está com ciúmes - afirmou o tatuado virando levemente o corpo para encarar o loiro.

 

-Posso dizer o mesmo de você, Law - Sanji tragou seu cigarro e tombou levemente a cabeça para trás deixando a fumaça escapar por seus lábios - você parece um cão abandonado desde que Luffy saiu de perto de você.

 

-Não acho que você esteja em condições melhores para me dizer isso.

 

-Realmente não estou, mas sabe, acho que você deveria dizer à ele como se sente.

 

-E como eu me sinto, Sanji-ya? - Law apoiou seus braços na mesa e colocou a cabeça sobre eles.

 

-Apaixonado, ouso dizer que talvez mais do que paixão.

 

-Com certeza não - Law olhou de soslaio para Luffy vendo o menor rir animado e falar algo para o esverdeado, logo um suspiro escapou de seus lábios.

 

-E ainda tem a cara de pau de dizer que não está apaixonado, deveria aproveitar para falar como se sente enquanto Luffy gosta de você.

 

-E por que não faz você? Você está cheio de conselhos que você mesmo não segue, Sanji-ya.

 

-Porque a pessoa que eu gosto não sente o mesmo por mim e ela já deixou isso claro.

 

-Eu duvido, ele te olhou por um bom tempo antes de vir até aqui roubar o Luffy.

 

-Ele me disse com todas as letras que me odiava, Law, não tem como insistir mais nisso.

 

-Tem certeza de que ele não disse isso só para te afetar e fazer você correr atrás dele para conquistá-lo? 

 

-Essa ideia é ridícula, o Zoro não teria neurônios o suficiente para chegar nesse nível de planejamento. 

 

Os dois voltaram seus olhares para onde Luffy e Zoro estavam, ambos suspiraram e continuaram em silêncio enquanto o esverdeado e o moreno mais novo voltavam para a mesa.

 

Luffy sentou ao lado de Law novamente enquanto Zoro passou reto pelos dois e ficou atrás de Ace apoiando suas mãos no ombro do moreno de sardas.

 

-Ace, que tal uma competição de bebidas, só eu e você dessa vez? Quem perder vai ter que cumprir um desafio que o outro propuser. 

 

Ace pensou por alguns segundos na proposta do esverdeado e abriu um sorriso ladino ao pensar em um desafio ótimo para ver o esverdeado passar vergonha: caso vencesse desafiaria o esverdeado a se declarar para Sanji da forma mais brega e romântica bem em frente à todo mundo. 

 

-Eu aceito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...