História Tipo destino - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Tags Armim, Castiel, Castxnath, Família, Lemon, Lysxarmim, Traição, Yaoi
Visualizações 41
Palavras 471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom dia,boa tarde,boa noite
Demorei demais,estava indecisa se postava esse ou fazia outro
O cap tá descolado do anterior,mas no próximo vai ter essa parte esquecida,se não postar até o mês que vem,e pq vou fazer um de natal do Castiel e do Armin ou do lysandre quando eram crianças ainda não sei,ou talvez nenhum pq tô meio que sem imaginação
Bjssss amo todos vcs

Capítulo 21 - Automutilação


Fanfic / Fanfiction Tipo destino - Capítulo 21 - Automutilação

Sabe quando Você fica quieto. Enquanto acontece uma guerra dentro de você? Eu estou assim,Perdida , sem rumo … com pensamentos obscuros … sem saber oque está acontecendo … cada vez pior … desistindo aos poucos … a dor fica no limite … as lágrimas escorrem … o sangue se derrama … fui fraco novamente ...Tenho Essa vontade de ver meus pulsos marcados voltou para me infernizar...A dor,a raiva,a tristeza,a angustia vai embora junto ao sangue que escorre...tem que ir,pois acho que não irei aguentar por muito tempo
    Eu só quero chorar, chorar livremente sem precisar explicar o meu porque…
  Eu estou no banheiro do colégio,observando meu pulso sangrar,minhas lágrimas são vermelhas.

  HORAS ANTES:

-Castiel, tem umas garotas de procurando - falou uma garota apressadamente

 Parecia um aviso de perigo,sentia para tomar cuidado com qualquer garota que viesse aparecer diante de mim agora. Mas no fundo,nao era isso,acho que já deveria ter percebido que ninguém nessa escola quer a minha presença,todos discretamente tentam me empurrar para a ponta do precipício,afim de mim ver caído nele.

  Primeiramente,ignorei o que aquela garota havia fala,mas errei ao fazer isso,o kentin veio dessa vez sozinho,na hora do almoço,tinha muita gente no pátio

-Olha quem está aqui,a única pessoa que nunca irá servir para nada.

-esta falando comigo?- olhei em volta,tinha que sempre parecer mais forte que ele é ignora-lo até que desista

- Além de ser um nada,um resto de aborto inútil é Burro,voce consegue se tão idiota a ponta de não perceber que estão falando contigo,seu monte de merda,por que não se mata,seu ridículo? Ninguém sentiria sua falta!

Fingir que não era comigo,mas doeu tanto,que tive que me aguentar para não socar seu rosto,mas no fundo sabia que era verdade,se eu não existese,nao daria tanto trabalho para tia Agatha,ninguem nunca sentiria minha falta

-Você acha que nunca tentei,kentin?
     Eu sei muito bem que dei motivos.

-Entao você já tentou? Realmente tu és fraco,na próxima corta-se mais fundo.

-O que?

-Gente,olha aqui uma aberraçã -todos nos,me olharam,na frente de todos me senti tão pequeno,queria sumir e sem nenhum aviso. Sair correndo dali,Com algumas lâminas no bolso, eu não pensava em mais nada a não ser me cortar. Fui apressadamente para vestiário e com as lâminas na mão, eu não me controlei… Liguei o chuveiro para que ninguém me ouvisse chorar, apenas sentia as lágrimas descendo no meu rosto e o sangue descendo pelo meu corpo. Sim, eu vacilei novamente. Mas eu já estava cansada, me segurei muito por aqueles dias. Então, não vi outra saída, eu descontei em mim e depois de tudo, o alívio tomou conta e eu fiquei bem…Eu realmente não sei explicar como eu me sinto por dentro,e confuso demais,triste demais,muito barulhento sem sentido,o que faço para não me sentir um lixo? O que faço para parar com tudo que está acontecendo….


Notas Finais


Bjssss até a próxima
Deixe nos comentários o que vcs desejam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...