História Tipo Sanguíneo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Beautiful Creatures, Saga Crepúsculo
Personagens Bella Swan, Edward Cullen, Jacob Black
Tags Amor, Crepusculo, Terror, Vampiros
Visualizações 20
Palavras 1.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Isso com certeza é uma duvida, escrever essa Fanfic será uma duvida.
Olá, galera!
Eu queria começar pedido algumas desculpas pela qualidade da imagem e um pouco da desordem e pedi que após a leitura deem suas opiniões se não for algum atrevimento meu. Bom, os próximos capítulos ainda serão decididos mas estamos contanto que gostem, até!

Capítulo 1 - Desejo de Sangue


Fanfic / Fanfiction Tipo Sanguíneo - Capítulo 1 - Desejo de Sangue

Eu já tivera mais do que uma quota justa de experiências ao longo dos séculos de provas que o quê eu era, seria apavorante para qualquer um que soubesse a verdade e no entanto eu era definitivamente proibida por lei a revelar a alguém que por ‘’ impossível ‘’ eu era uma Vampira. Já de cotidiano eu me coloquei de pé e caminhei até minha ampla e extensa janela que expandia do chão ao teto na principal parede do meu quarto, percorri os olhos por toda vegetação de pinheiros e flores que circulavam toda minha casa, o exagero era de extrema atenção. Coberta completamente por vidro e madeira vivíamos em meio a uma grande floresta da pacata capital de Washington, Olympia em uma pequena região nomeada como Foks.
- Está pronta? – Ouvi um dos meus irmãos ( o mais compreensível e suportável ) bate de leve na porta e entrar em uma velocidade inimaginável para qualquer humano que estivesse presente em uma casa completamente cheia de Vampiros.

- Não sei se irei suporta mais um dia de aula, não hoje. Sei que isso já é ‘’ cotidiano ‘’. Mas hoje...estou com um pressentimento ruim.

- Ruim? Por deus, Edy! Confia em mim hoje será, bom, quando chegarmos podemos caçar, correr... O que desejar, sua bruta. – Ele deu um soco em meu ombro me fazendo tropeçar para o lado.

- O que foi? Teve mais alguma visão, não me diga que hoje iremos travar uma batalha com algum humano frágil?

- Cale a boca e vamos logo – Ele saiu atravessando a porta em meio segundo com um pequeno sorriso de divertimento.

Já vestida desci as escadas e corri até a porta da frente passando meus irmãos e irmãs. Éramos sete cada um pertencente a um de forma apaixonante James ( meu querido irmão suportável que poderia ver por pequenas rasuras o futuro ) e Alys ( que podia alterar seus sentimentos, ela definitivamente era a que colocava ordem nas brigas da casa ), Erik ( o mais forte ) e Rose ( A impaciente ), Carine ( Minha mãe ) e Ethan ( Meu pai ) e Eu a complacente e única sozinha, pelo menos eu tinha o perito de ser a mais veloz e poder influenciar os elementos. Isso estava me aborrecendo hoje, eu não consigo entender e já tinha passado da fase de aceitação a séculos. Entrei no meu carro onde meus irmãos entraram após alguns segundos e partimos para o colégio, não podíamos partir em alta velocidade a pé pois isso chamaria pequenas atenções mesmo sendo pela floresta escura, queríamos ser normais e isso tornava o caminho ser mais tedioso.
- Até agora nada de interessante James, tem certeza que você estar certo? – Andei com o meu irmão até um corredor para cantina com olhares sobre nós, isso não era nenhuma novidade, consideravam nós os filhos dos Sr. e Sra. Valtrin os adotados e perfeitos.

- Em algum momento estive errado?

- Não, mas sim insuportável com sua persistência seu filho da mãe!

Entramos na cantina e nós dirigimos até a mesa onde estava meus irmãos conversando, me sentei ao lado de James e tentei parecer o mais humana possível. Uma energia passo por toda a extensão do meu braço e sentir percorrer com mais velocidade bruta até meu rosto. Alguém estava me observando, isso era normal, mas dessa vez foi mais... Sufocante. Fechei minhas mãos em punho para me acalmar e vasculhei todo o ambiente a procura de quem me proporcionava aquilo, após alguns segundos vi que um garoto de pele pálida lábios rosados, bochechas coradas e que tinha um corpo um pouco magro mas lindo, gentil e delicado...que olhava diretamente para mim e em questão de segundos ele virou desajeitadamente para conversa com o amigo dele, tentei ouvir o que eles diziam.

‘’- Quem é aquela – pergunto o garoto pálido
- Edy Valtrin, a maior gata da escola mas nada a favor, ela é difícil e não é próxima de ninguém. Ela e os irmãos preferem ficar juntos sempre, isso é estranho acredite irmão! – Ele deu uma risada que fez com que eu me vibrasse de irritação – Ela mora com os pais e todos os irmãos juntos em uma mesma casa e tals, bizarro, sendo que dos cinco os quatro outros são um casal, tirando a pequena Edy.

- Não, não é bizarro...

- SERIO? Você que sabe. Por que? Algum interesse? – senti as batidas do coração do pálido garoto se acelerar com força.

- Não...só curioso.’’ – Ele não noto, mas continuei o olhando com curiosidade e sentir novamente aquela energia que fazia minha garganta queimar como brasa. Ele se virou e me viu o observando, não desvio o olhar nem por um segundo, parecíamos que estávamos nós dois travados encarando um ao outro de forma que ele respirava com dificuldade. Senti meus lábios sacarem e se abrirem para tomar ar humano, me levantei com força da mesa e caminhei até a saída desesperada e preparada para socar algo, deixei meus irmãos para trás e indo para o pátio que por trás ficava mais uma longa vegetação e uma submissa floresta , corri sem que ninguém notasse e disparei para longe socando com força uma grande arvore fazendo ela cair ‘’ O que está acontecendo comigo? ‘’, pensei sentido todo aquele sentimento que abria meu peito com uma euforia desconhecida.

Voltei para a escola a tempo da aula de Biologia e me sentei, ao meu lado o lugar estava vazio, estranho, mesmo sabendo que ninguém sentaria comigo aquela cadeira não estava ali. Após esperar impacientemente ouvir alguém sentar ao meu lado, senti mais uma vez um calor e a energia desconhecida me virei e vi que era o tal garoto pálido, paralisei e senti um desejo de joga-lo completamente sobre a mesa e beija-lo até que seus lábios ficassem roxos. O cheiro dele era uma droga viciante deliciosa...
- Oi, meu nome é Ben... – em um sussurro ele disse rígido, com medo talvez.
- Edy... – não sei a onde tirei aquela força completa para dizer algo, apertei meus lábios e me virei para frente sentido seus olhos percorrerem todo o meu rosto e ombro, não meu corpo como todos os outros faziam, por quê ele me deixava completamente imersa ’’ Apenas um humano, bobo. ‘’, pensei e molhei meu lábios me ajeitando na cadeira. Eu precisava me controlar, eu poderia mata-lo ali mesmo, prova-lo ali mesmo, senti seu sangue em meus lábios, beija-lo com força...’’ NÃO! ‘’, pensei e com relutância virei um pouco a cabeça para olha-lo e ele ainda estava me observando.
- O que você quer? – Disse fingindo irritação e estava aponto disso, ele tinha que sumir da minha frente precisava soltar tudo aquilo em socos pelo menos, isso me doía tanto.
- Você... – Ele disse e notei que não era a palavra certa naquele momento, mas sabia que era o que ele queria realmente falar.

Paralisei...

 


Notas Finais


Gostaram?
Espero que sim, até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...